Você está na página 1de 22

DEC2019 Faculdade de Engenharia da Universidade Lúrio

FE Campus , Eduardo Mondlane, Polo de Pemba


26 de Abril de 2019
Trabalho de Conclusão do Curso de Licenciatura em Engenharia Civil

Título:
Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio
Nangua

Autor: Evolde António Fernando(a)

Supervisor: Eng°. Nelson Traquinho(b)

a
Estudante do Departamento de Engenharia Civil, Universidade Lúrio, Pemba, (*)Autor correspondente: e-mail:
efernando@unilurio.ac.mz
b
Docente do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Lúrio, Polo de Pemba.
DEC2019
Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Faculdade de Pemba, 26 de Abril de 2019
Engenharia

Estrutura da Apresentação
1. Introdução
1.1. Problematização
1.2. Objectivos
2. Metodologia
3. Descrição da ponte sobre o rio Nangua
4. Avaliação do Estado de Conservação da Ponte sobre o Rio
Nangua
5. Modelação Numérica da Ponte
6. Apresentação e Análise dos Resultados
7. Conclusão e Recomendações

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 2


DEC2019
Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Faculdade de Pemba, 26 de Abril de 2019
Engenharia

1.Introdução
• Ponte é uma obra destinada a suportar o tráfego e permitir o
atravessamento de obstáculos dando continuidade à via (Pfeil,
1983);

• Neste trabalho, fez-se a verificação estrutural do tabuleiro em


betão armado e avaliou-se o estado de conservação da ponte
sobre o rio Nangua;

• Trata-se de uma de natureza rodoviária da classe ІІ e de


carácter definitivo, possui um comprimento de 27 metros,
subdividido em três tramos medindo cada 9 m.

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 3


DEC2019
Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Faculdade de Pemba, 26 de Abril de 2019
Engenharia

1.1.Problematização
Os principais problemas observados na ponte foram:

Fendilhação generalizada dos encontros e do tabuleiro;

Corrosão dos perfis metálicos usados como reforço e das


armaduras;

 Estes problemas têm vindo a traduzir-se na limitação do tráfego,


comprometendo o transporte de pessoas e mercadorias;

Que soluções de intervenção podem ser adoptadas para devolver a


estrutura às funções para as quais foi concebida, sem
necessariamente recorrer a demolição de toda estrutura?
Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 4
DEC2019
Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Faculdade de Pemba, 26 de Abril de 2019
Engenharia

1.2.Objectivos
1.2.1. Objectivo Geral
 Verificar a segurança estrutural do tabuleiro em betão armado
da ponte sobre o rio Nangua.
1.2.2. Objectivos Específicos
Analisar os critérios de concepção estrutural das
pontes com tabuleiro em laje maciça de betão armado;

Estudar os critérios de pré-dimensionamento das pontes


com tabuleiro em laje maciça de betão armado;

Avaliar o estado de conservação da ponte sobre rio


Nangua e propor soluções de intervenção.
Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 5
DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Pemba, Abril de 2019
Faculdade de
Engenharia

2. Metodologia
 Para a avaliação do estado de conservação da ponte, efectuou-se
uma inspeccao visual, um levantamento fotográfico e geométrico da
obra (em 11/2017 e 03/2018);

 Para o conhecimento do historial da ponte recorreu-se aos


moradores da área em estudo, às estruturas do bairro, aos técnicos
de infraestruturas e ANE (Administração Nacional de Estradas,
Delegação de Pemba), pois não foi possível ter acesso aos
documentos do projecto nem realizar em ensaios in situ;

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 6


DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Pemba, Abril de 2019
Faculdade de
Engenharia

3. Descrição da Ponte sobre o Rio Nangua


• A ponte localiza-se na Estrada R762 e foi
construída em 1961;
• É rodoviária de classe ІІ e de carácter
definitivo, tem um comprimento de 27
metros, subdividido em três tramos
descontínuos, separados por juntas de
dilatação medindo cada 9 m;

• O tabuleiro com largura de 5,2 m, foi


executado em laje maciça de betão
armado com uma espessura de 40 cm e
varões de aço de 12 mm de diâmetro;

• Os guarda-corpos em betão armado Figura 1. Vista geral da ponte sobre o rio Nangua
possuem 0,7 m de altura.

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 7


DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Pemba, Abril de 2019
Faculdade de
Engenharia

4. Avaliação do Estado de Conservação da Ponte sobre o Rio Nangua

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 8


DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Pemba, Abril de 2019
Faculdade de
Engenharia

Esquema ilustrativo do perfil em planta da vista superior com referência dos


pontos que foram identificadas as patologias mais graves na ponte.

Figura 2- Perfil em planta com referência das patologias.

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 9


DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Pemba, Abril de 2019
Faculdade de
Engenharia

Cont.

Tabela 1 -Listagem de verificação de patologias identificadas.

Referência Elemento construtivo Localização Designação da patologia


01 Encontro Encontro do primeiro Fissura
tramo ilustrado

02 Tabuleiro No primeiro tramo Fissura


03 Encontro No primeiro tramo Fissura
04 Tabuleiro No primeiro tramo Fissura
05 Pilar Entre primeiro e Fissura
segundo tramo

06 Tabuleiro central Corrosão e infiltração


07 Encontro Encontro do terceiro Fissura
tramo

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 10


DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Pemba, Abril de 2019
Faculdade de
Engenharia

Cont.
Referência 01- Fissuras no encontro Referência 03- Fissuras no encontro
devido a movimentos estruturais. devido a introdução dos perfis.

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 11


DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Pemba, Abril de 2019
Faculdade de
Engenharia

Cont.
Referência 04 - Fissura a meio vão do Referência 06 – Infiltração no betão e
tabuleiro. corrosão de armaduras.

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 12


DEC2019
Faculdade de Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Engenharia Pemba, Abril de 2019

3. Modelação Numérica da Ponte sobre o Rio Nangua


• O tabuleiro foi modelado como uma barra linear com altura igual a 0,40
.
m e largura igual a 1m e comprimento igual a 9 m, o apoio duplo
representa o encontro e apoio simples o pilar;

• Devido a simetria do problema, foi analisado apenas um tramo (Fig. 2.);

• O terceiro tramo, do lado de Metuge, não foi analisado, por ter já atingido a
rotura e ter sido substituído por uma estrutura metálica provisória;

• Foi efectuada uma análise estrutural estática linear;

Figura 2: Modelo numérico computacional da ponte sobre o rio Nangua, no SAP2000.

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 13


DEC2019
Faculdade de Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Engenharia Pemba, Abril de 2019

3. Modelação Numérica da Ponte sobre o Rio Nangua (Cont.)

• Foi considerado
.
uma sobrecarga do veículo tipo de três eixo equidistantes
a 1, 5m, com duas rodas (para uma ponte da classe II-RSA) e 100 kN/Eixo;

• O peso próprio da laje foi quantificado manualmente e é igual a 10


kN/m² e dos guarda-corpos igual a 1, 5 kN/m² ;
• A analise foi apenas longitudinal, por tratar-se de um tabuleiro apenas
apoiado sobre pilares espessos e encontros, desprovido de vigas;
• O betão foi considerado como sendo de classe B30 () e o aço como sendo
da classe A400NR;

• O peso da conduta de adução de água da FIPAG não foi considerado


porque esta apoiado nos encontros e pilares;

• Não foi considerada a retração, fluência e os efeitos de variação de


temperatura, por ser uma estrutura isostática;
Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 14
DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Pemba, Abril de 2019
Faculdade de
Engenharia

6. Apresentação e Analise dos Resultados


6.1. Verificação de Segurança aos Estados Limites Últimos de Flexão e
Esforço Transverso (EC2)
 6.1.1. Verificação a Flexão
 • As combinações de acções (RSA ) Simples
em termos de esforços para os
estados limites últimos foram (eq.1) = 0,05 0,05
(em que e ): Mrd = = 116,8 kN.m/m

MEd Mrd 944,7 kNm/m116,8


(1) kNm/m, concluiu-se que o tabuleiro
não verifica a segurança estrutural

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 15


DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Pemba, Abril de 2019
Faculdade de
Engenharia

6. Apresentação e Analise dos Resultados


3.4. Verificação de Segurança aos Estados Limites Últimos de Flexão e
Esforço Transverso (EC2)

 = =  Para armadura visível na ponte de 12 mm


de diâmetro espaçado a 12,5 cm, obtem-se
=0,4 uma área AS = 9,05 cm2
= 0,05 0,05
1 - = 0,55 Mrd = = 116,8 kN.m/m

AS = = 98,7 cm2/m varões de aço MEd Mrd 944,7 kNm/m116,8 kNm/m,


da ordem de 32 milímetros de concluiu-se que o tabuleiro não verifica a
diâmetro. segurança estrutural

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 16


DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Pemba, Abril de 2019
Faculdade de
Engenharia

4. Avaliacao do Estado de Conservação

 4.2. Critérios de análise e julgamento dos resultados

Grau de risco de um elemento isolado


GRE =
Onde:
FR - é o Factor de Relevância do problema e FG – é o Factor de
Gravidade

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 17


DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Pemba, Abril de 2019
Faculdade de
Engenharia

Cont.

4.2.1. Determinação do grau de risco estrutural dos elementos da ponte em


estudo
 Grau de Risco do Tabuleiro
GR= 4 < GR5 Inspecção especial emergente. A superestrutura necessita de uma
intervenção imediata.
Grau de Risco dos Pilares
GR= GR1 Estado aceitável.
Grau de Risco dos Encontros
GR= 2< GR3 Definir prazo/natureza para inspecção especializada. Planear
intervenção em médio prazo (máximo 1 ano).

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 18


DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Pemba, Abril de 2019
Faculdade de
Engenharia

Cont.
4.3. Proposta de intervenção

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 19


DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Faculdade de Pemba, Abril de 2019
Engenharia

5. Conclusão e Recomendações

5.1. Conclusão 5.2. Recomendações


No trabalho fez-se a verificação
estrutural do tabuleiro em betão Pacómetro, a confirmar o
armado da ponte sobre o rio diâmetro utilizado na
Nangua e concluiu-se que o verificação da segurança
tabuleiro não resiste ao tráfego estrutural do tabuleiro;
actual. Na avaliação do estado de Esclerómetro, a identificar a
conservação também identificou- classe do betão do tabuleiro.
se que o tabuleiro é o elemento
com maior nível de deterioração.

Palavras-chave: Ponte, rio Nangua, verificação do tabuleiro Slide Nº 20


DEC2019 Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Faculdade de Pemba, Abril de 2019
Engenharia

Principais Referências Bibliográficas

1. Helene, P. R. (1992). Manual para reparo, reforço e proteção de estruturas de concreto. São Paulo: PINI.

2. Klein, D. L. (1991). Critérios adaptados na vistoria e avaliação de obras de arte. XXV Jornadas sul-

Americanas de engenharia estrutural. Porto Alegre.

3. Klein, D. L. (1999). A postila do curso de patologia das construções. Porto Alegre.

4. Leonhard, F. (1979). Construções de Concreto, vol.6: Princípios básicos da construção de pontes de

concreto. Rio de Janeiro: Editora Interciência.

5. Pfeil, W. (1983). Pontes - Curso Básico. Rio de Janeiro: Campus.

6. Reis, A. J. (2002). Folhas da Disciplinas de PONTES. Portugal.

7. Takeya, M. K. (2009). INTRODUÇÃO ÀS PONTES DE CONCRETO. São Carlos.

8. Vitório, A. (2002). Pontes Rodoviárias, fundamentos, conservação e gestão (1ª edição ed.). Recife.

Slide Nº 21
DEC2019
Verificação Estrutural do Tabuleiro em Betão Armado da Ponte sobre o rio Nangua
Faculdade de Pemba, Abril de 2019
Engenharia

Muito Obrigado pela Vossa Atenção


Contínua e Inteligente

“Ponte é como um símbolo de conexão


com Deus” (Barker & Pucketti, 2013).

Slide Nº 22