Radiologia do Fígado e Baço

José Maciel Neto

Anatomia Macroscópica Hepática
‡ Relações anatômicas ‡ Anatomia vascular ‡ Anatomia segmentar
± Nomenclatura Couinaud - 1987

.

.

.

Lesões Focais Benignas ‡ Císticas: ± Cisto Simples. Hiperplasia Nodular Focal. . Angiomielolipoma. Adenoma Hepatocelular. ‡ Tumores Benignos: ± Hemangioma. Cistos Peribiliares e Cisto Hidático. Lipoma. Hemangioendotelioma e Cistoadenoma Biliar. Angiomiolipoma. Mielolipoma. Doença Hepática Policística. Hamartoma Mesenquimal.

Tomografia Computadorizada. Colangio-RM. Ressonância Magnética.Avaliação Hepática ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ Radiologia Convencional. Ultra-sonografia. .

.

.

.

.

.

.

.

‡ Perda da visualização do diafragma. ‡ Aspectos Radiológicos: ± US: ‡ Aumento da ecogenicidade. ± TC: ‡ Aumento da hipodensidade hepática. . alcoolismo. ‡ Vasos e ramos portais tornam-se hiperecogênicos. hepatite e corticóides.Lesões Hepáticas Difusas Esteatose ‡ Causas: ± Obesidade. ‡ Correlação com o baço. ‡ Perda da visualização dos vasos intra-hepáticos. QT.

.

.

.

.

.

Lesões Hepáticas Difusas Cirrose
‡ Fibrose hepática. ‡ Causas:
± Alcoolismo, hepatite B e C, cirrose biliar, hemocromatose, doença de Wilson, deficiência de 1-antitripsina e drogas.

‡ Aspectos radiológicos:
± ± ± ± ± ± ± ± ± Atrofia hepática; Aumento de ecogenicidade; Nódulos de regeneração ± hipoecogênicos; Lobo esquerdo maior que o direito; Aumento do calibre da veia porta com fluxo hepatofugal; Varizes gástricas e esofageanas; Esplenomegalia; Ascite; HCC.

.

.

.

.

Lesões Hepáticas Focais Benignas ‡ ‡ ‡ ‡ Cisto Simples. Hiperplasia Nodular Focal. Adenoma Hepatocelular. . Hemangioma.

. ‡ Metástases. Sarcoma Embrionário Indiferenciado e Linfoma Primário. Colangiocarcinoma Intrahepático. Cistadenocarcinoma Biliar. Angiossarcoma Hepático Primário.Lesões Hepáticas Focais Malignas ‡ Tumores Malignos: ± Carcinoma Hepatocelular. Hemangioendotelioma Epitelióide. Carcinoma Fibrolamelar.

± RNM.Lesões Focais Benignas Cistos Simples ‡ ‡ ‡ ‡ Lesões mais comuns (05-14% população). Radiologia: ± USG. ± TC. Origem. Solitários ou múltiplos. .

.

.

‡ TC: ± Hipo/iso/hiperatenuação. ± Sensibilidade (88%) e especificidade (84-100%). Histologia. ± 10% são hipoecogênicos ± esteatose. . hep. Vascularização. ± Hemangiomas gigantes ± heterogêneos.Lesões Focais Benignas Hemangioma ‡ ‡ ‡ ‡ Tu. benigno mais comum (07-20%) ± 80% sexo fem. ± Realce ao contraste. US: ± 80% são hiperecogênicos. fluxo e crescimento.

.

.

.

.

Associado a ACO (?????). hep. . Mais comum em mulheres jovens. Kupfer).Lesões Focais Benignas Hiperplasia Nodular Focal ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ Segundo Tu. ± 1/3 cicatriz interna hipoatenuada. ± Comportamento ao contraste. TC: ± Homogênea. benigno mais comum. Histologia (cell. Sem transformação maligna. iso/hipoatenuada.

.

.

.

.

relação com hormônios e sintomas. ‡ Diagnóstico diferencial: HCC ‡ Pode malignizar. ‡ Sexo. Kupfer. ‡ TC: ± Variados e inespecíficos.Lesões Focais Benignas Adenoma Hepatocelular ‡ Histologia (distorção arquitetural) ± sem ductos ou cell. ± Realce ao contraste. ‡ Solitários e encapsulados. ± Hipoatenuação (gordura) e heterogêneo (hemorragia). .

.

.

Realce ao contraste ± arterial. vascularização. ‡ Causas: ± Cirrose (5%).Lesões Focais Malignas Hepatocarcinoma ‡ Distribuição geográfica ± Japão (5-20%). ‡ Metástases: ± Pulmão >> adrenais >> linfonodos >> ossos. Calcificação em 05-10%. histologia e crescimento). drogas e doenças metabólicas (galactosemia). . ‡ Neoplasia hepática primária mais comum. múltiplo (25%) e difuso (50%). ‡ Formas: ± Solitário (35%). Iso/hipoatenuada. hepatite B (10%). ‡ TC: ± ± ± ± Variáveis (tamanho.

.

.

.

.

Baço Esplenomegalia Hemangioma .

.Esplenomegalia ‡ > 12cm no diâmetro longitudinal. ‡ Volume (120-480cm3).

.

.

.

‡ Aspectos Radiológicos: ± Hiperecogênico ao US.Hemangioma Esplênico ‡ Neoplasia esplênica benigna mais comum. únicos/múltiplos e bem definidos. . ± Ca++ eventual. ± Pequenos. ‡ Observada em 14% das autopsias.

.

.

.

.

até que nos encontremos de novo. " Prece Irlandesa . Que Deus lhe guarde na palma de Suas mãos. Que a chuva caia de mansinho em seus campos.. E. Que o vento sopre levemente às suas costas Que o sol brilhe morno e suave em sua face.Que a estrada se abra à sua frente..

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful