AÇÃO TRABALHISTA

Profa. Grasiele A.F. Nascimento

Ação Trabalhista Ação é o direito de reclamar do Estado sua tutela jurisdicional. No processo do trabalho a ação trabalhista também é denominada como reclamação trabalhista ou dissídio trabalhista, sendo mais usual o termo reclamação trabalhista.

.Ação Trabalhista A reclamação trabalhista é utilizada para tutelar direito material violado pelas partes dentro de um contrato de trabalho ou emprego.

. o objeto e a causa de pedir. Sujeitos são aqueles que possuem capacidade de figurar como parte no processo trabalhista.Ação Trabalhista Elementos da Ação Os elementos da ação são: os sujeitos.

. e as Procuradorias Regionais do Trabalho (quando versar sobre trabalho escravo). bem como seus representantes legais (quando empregado for menor de idade).Ação Trabalhista São sujeitos. o empregado. portanto. o empregador. sindicatos de classe (nas ações coletivas).

Ação Trabalhista O objeto. Já a causa de pedir é o próprio direito material violado. . é o pedido a ser formulado pelo reclamante. por sua vez.

: férias) Constitutivas (criação.CLASSIFICAÇÃO DAS AÇÕES INDIVIDUAIS Quanto ao número de reclamantes:  Individuais ou plúrimas  coletivas Quanto à providência jurisdicional:  Ações de conhecimento  Ações executórias  Ações cautelares (CPC: produção antecipada de prova.: estipulação de salário) Declaratórias (declara a existência ou inexistência de dada relação jurídica) . sequestro.)  Ações mandamentais Condenatórias (busca título judicial ex. etc. modificação ou extinção de dada relação jurídica ex.

CLASSIFICAÇÃO DAS AÇÕES INDIVIDUAIS Quanto ao procedimento  Rito ordinário  Rito sumaríssimo  Rito especial .

Interesse de agir ± interesse em recorrer ao judiciário para a solução do conflito. .CONDIÇÕES DA AÇÃO Possibilidade jurídica do pedido ± o autor deve estar amparado por norma de direito material. Legitimidade de parte (ou ad causam) ± pessoa interessada na demanda.

relativos às partes (capacidade de ser parte. citação do reclamado. inexistência de litispendência e coisa julgada. competência e imparcialidade). Pressupostos subjetivos: relativos ao juiz (jurisdiçã.PRESSUPOSTOS DE VALIDADE DO PROCESSO Competência Insuspeição Inexistência de coisa julgada Inexistência de litispendência Capacidade processual dos litigantes Regularidade da petição inicial Regularidade da citação Pressupostos objetivos: pedido formulado ao juiz. . de estar em juízo e postulatória).

Ação Trabalhista Petição Inicial Petição inicial é o instrumento processual utilizado para ingressar com a ação trabalhista. ou seja. provocar a tutela jurisdicional do Estado. .

. 791 da CLT). em virtude do instituto do ³jus postulandi´ (art.Ação Trabalhista É possibilitado ao empregado ajuizar reclamação trabalhista sem o amparo de advogado. artigo 840 da CLT. A petição inicial pode ser verbal ou escrita.

a reclamação será reduzida a termo pelo funcionário da Vara do Trabalho.Ação Trabalhista Quando verbal. basta que a parte compareça na Secretaria da Vara do Trabalho e reclame verbalmente seu direito. a petição não precisa preencher os requisitos do art 840 da CLT e 282 do CPC. em duas vias datadas e assinadas pelo escrivão ou chefe de secretaria. Neste caso. .

quando escrita. . a petição inicial deverá respeitar os requisitos previstos no artigo 840 da CLT e no artigo 282 do CPC.Ação Trabalhista Por outro lado.

ou ao juiz de direito nas localidades que não existir vara do trabalho. .Ação Trabalhista Requisitos da Petição Inicial 1) Endereçamento: a petição inicial deve ser dirigida ao juiz do trabalho.

estado civil. bem como o endereço completo.Ação Trabalhista 2) Qualificação: no processo do trabalho as partes são denominadas reclamante e reclamado. Na qualificação do reclamado deve constar seu nome completo. profissão. nacionalidade. . já que sua notificação será feita por correio. CPF e CTPS (nº e série). número do CPF ou CNPJ e endereço completo. número do RG. Na qualificação do reclamante (quando empregado) deve conter o nome completo.

não é necessária a fundamentação jurídica.quando apresentar cálculos. . O pedido pode ser: a) líquido .Ação Trabalhista 3) Fatos: narração completa dos fatos que deram causa ao direito. 4) Pedido: é a pretensão do reclamante.

c) certo ± pedido especificado. d) determinável ± será determinado no curso do processo. .Ação Trabalhista b) ilíquido ± apenas indica as verbas devidas sem lhes valorar. expresso.

os pedidos devem ter a mesma hierarquia e o réu escolhe a forma como vai cumprir a obrigação). .Ação Trabalhista e) alternativo ± o reclamado tem à sua disposição duas ou mais maneiras de cumprir a obrigação (neste caso.

sendo que o pedido subsidiário só será analisado com a rejeição do pedido principal (aqui os pedidos são de hierarquia diferentes e quem escolhe a forma de cumprimento da obrigação é o juiz). .Ação Trabalhista f) sucessivo ± existe uma escala de interesses entre o pedidos formulados.

seja o mesmo juízo competente e mesmo procedimento.Ação Trabalhista g) cumulativo ± o reclamante pode formular mais de um pedido para que o magistrado aprecie a todos eles conjuntamente. Para a cumulação é necessário que os pedidos sejam compatíveis entre si. . mesmo que não sejam conexos.

pois é o valor dado à causa que determina qual procedimento será utilizado na demanda. ordinário ou sumaríssimo. .Ação Trabalhista 5) Valor da causa: é indispensável no processo do trabalho.

o valor da causa será estimativo. a data e assinatura do reclamante ou seu representante. Quando o pedido for líquido. o valor da causa será a somatória dos pedidos. Quando ilíquido.Ação Trabalhista 6) Assinatura: a petição inicial deve conter também. .

Ação Trabalhista A petição inicial deverá ser protocolada em duas vias. das quais uma será arquivada nos autos do processo e a outra será enviada para o reclamado juntamente com a notificação. .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful