Você está na página 1de 5

A imaginação sociológica

Wright Mills
Vivemos em uma era de insegurança?
• A insegurança sentida pelos homens está vinculadas aos seus
problemas na esfera privada, trabalho, emprego, família.
• A vida do indivíduo está entrelaçada aos grandes acontecimentos da
sociedade.
• A imaginação sociológica é uma qualidade necessária aos
profissionais da atualidade para compreender o desenvolvimento da
razão humana e a conexão dos grandes fatos ao cotidiano.
Uma biografia faz parte de uma sequência
histórica
• O indivíduo só pode se compreender sua própria experiência e avaliar seu
próprio destino localizando-se em seu período.
• Um homem desempregado é um problema pessoal que pode ser resolvido
com o seu enquadramento, mas 15 milhões em uma sociedade de 50
milhões de pessoas é um problema social que não será solucionado com o
enquadramento e mudança de perfil desses indivíduos.
• A violência contra uma mulher não é um problema pessoal se esta
violência é engendrada por um modelo patriarcal de distribuição de papeis
dentro da estrutura familiar e social.
• Um assalto não é um problema pessoal, é um problema de violência
generalizada.
Inquietação e indiferença: problemas de
nossa época
• Inquietação vaga, sentimento de algo está errado.

• Os valores ameaçados aparecem como valores vagos, e as ameaças


destes valores também não são formuladas claramente

• Ao mesmo tempo há uma indiferença quanto aos grandes problemas


da humanidade, um misto de alienação e dominação política.
Porque a imaginação sociológica vem se tornando
central na sociedade atual?
• Pensar questões éticas e refletir sobre a nossa cultura é central para
os novos profissionais.

• Os avanços das ciências trazem problemas éticos.

• A criação de uma ciência social pública é fundamental para o


desenvolvimento de uma esfera pública consciente.