Você está na página 1de 25

IV Conferências Municipal dos Direitos da pessoa

Idosa de Pitanga, Pr.

Os desafios de envelhecer no século XXI e o papel das


políticas públicas
O que são as
Conferências?
IV Conferência Municipal da pessoa Idosa de
Pitanga, Pr.
IV Conferências Municipal do pessoa Idosa de
Pitanga, Pr.

• Objetivo

Propiciar a reflexão e a discussão sobre os


desafios de envelhecer no século XXI e o papel
das políticas públicas.
Desafios de envelhecer e processo de
envelhecimento
O que são direitos...
São o conjunto de ações - sociais,
políticas e jurídicas previstas na
Constituição Federal
de uma nação.

Os direitos fundamentais são baseados


nos princípios dos direitos humanos,
garantindo a liberdade, a vida, a
igualdade, a educação, a segurança,
saúde, etc
• Conjunto de decisões,
planos, metas e ações
governamentais (seja a
nível nacional, estadual
ou municipal) voltados
para a resolução de
problemas de interesse
público.
CONSTITUIÇÃO FEDERAL

• Art. 230. A família, a sociedade e o Estado têm o


dever de amparar as pessoas idosas, assegurando
sua participação na comunidade, defendendo sua dignidade e bem-
estar e garantindo-lhes o direito à vida.
• § 1º Os programas de amparo aos idosos serão executados
preferencialmente em seus lares.
• § 2º Aos maiores de sessenta e cinco anos é garantida a gratuidade
dos transportes coletivos urbanos
Indicadores sociais
BRASIL – 208.494.900 habitantes em 2018
 28 milhões de brasileiros com 60 anos ou mais;
 População idosa é hoje 13,5% da população do país;
 Paraná - 11.310.996 habitantes em 2017
 1.717.889 população idosa
Ex. Japão
3 elementos –
1. País em desenvolvimento
2. 2. baixa taxa de natalidade
3. 3. aumento da população 2050 – 30%
Estatuto do idoso
Processo de envelhecimento
• Para Schirrmacher (2005, p.12) “porque estamos despreparados,
vamos passar no futuro imediato por uma crise não só política e
econômica, mas também de ordem mental”.

• Ainda do mesmo autor: “Só que agora está em jogo uma guerra que
teremos de travar conosco, com as pessoas que seremos na velhice”.
• Art. 1º A política nacional do
idoso tem por objetivo
assegurar os direitos sociais do
idoso, criando condições para
promover sua autonomia,
integração e participação
efetiva na sociedade.
POLÍTICA NACIONAL DO IDOSO
• Art. 3° A política nacional do idoso reger-se-á pelos seguintes
princípios:
• I - a família, a sociedade e o estado têm o dever de assegurar ao idoso
todos os direitos da cidadania, garantindo sua participação na
comunidade, defendendo sua dignidade, bem-estar e o direito à vida;
• II - o processo de envelhecimento diz respeito à sociedade em geral,
devendo ser objeto de conhecimento e informação para todos;
POLÍTICA NACIONAL DO IDOSO
• II - o idoso não deve sofrer discriminação de qualquer natureza;
• IV - o idoso deve ser o principal agente e o destinatário das
transformações a serem efetivadas através desta política;
• V - as diferenças econômicas, sociais, regionais e, particularmente, as
contradições entre o meio rural e o urbano do Brasil deverão ser
observadas pelos poderes públicos e pela sociedade em geral, na
aplicação desta lei.
Quais os eixos
temáticos da
Conferência ?
Eixo 1: Direitos fundamentais na
construção/efetivação das políticas públicas de Saúde
- garantir ao idoso a assistência à saúde, nos diversos níveis de atendimento do
Sistema Único de Saúde;
- prevenir, promover, proteger e recuperar a saúde do idoso, mediante programas
e medidas profiláticas; aumentos dos casos de HIV
- elaborar normas de serviços geriátricos hospitalares;
- Treinar equipes para atendimento Secretarias de Saúde dos Estados, do Distrito
Federal, e dos Municípios e entre os Centros de Referência em Geriatria e
Gerontologia para treinamento;
- incluir a Geriatria como especialidade clínica, para efeito de concursos públicos
federais, estaduais, do Distrito Federal e municipais;
- realizar estudos para detectar o caráter epidemiológico de determinadas doenças
do idoso, com vistas a prevenção, tratamento e reabilitação; e
- - criar serviços alternativos de saúde para o idoso;
Eixo 2: Direitos fundamentais na
construção/efetivação das políticas públicas de
Assistência Social e Previdência
- garantir mecanismos que impeçam a discriminação do idoso quanto a sua
participação no mercado de trabalho, no setor público e privado;

- priorizar o atendimento do idoso nos benefícios previdenciários;

- criar e estimular a manutenção de programas de preparação para


aposentadoria nos setores público e privado com antecedência mínima de
dois anos antes do afastamento;
- Setor rural
- -manutenção e ampliação do BPC
Eixo 3: Direitos fundamentais na
construção/efetivação das políticas públicas de
Moradia e Transporte
- destinar, nos programas habitacionais, unidades em regime de comodato
ao idoso, na modalidade de casas-lares;
- incluir nos programas de assistência ao idoso formas de melhoria de
condições de habitabilidade e adaptação de moradia, considerando seu
estado físico e sua independência de locomoção;
- elaborar critérios que garantam o acesso da pessoa idosa à habitação
popular;
- diminuir barreiras arquitetônicas e urbanas; públicas e privadas
(lotéricas....),
- Cobrar os 5% (cinco por cento) das vagas nos estacionamentos públicos e
privados, as quais deverão ser posicionadas de forma a garantir a melhor
comodidade ao idoso.
Eixo 4: Direitos fundamentais na construção/efetivação
das políticas públicas de Cultura, Esporte e Lazer
- propiciar ao idoso o acesso aos locais e eventos culturais, mediante
preços reduzidos, em âmbito nacional;
-incentivar os movimentos de idosos a desenvolver atividades culturais;
- valorizar o registro da memória e a transmissão de informações e
habilidades do idoso aos mais jovens, como meio de garantir a
continuidade e a identidade cultural; projetos com escolas...
- incentivar e criar programas de lazer, esporte e atividades físicas que
proporcionem a melhoria da qualidade de vida do idoso e estimulem
sua participação na comunidade
- Garantir recursos para atividade de lazer..
Eixo 5: Educação: assegurando direitos e
emancipação humana
- Cobrar material didático específico aos programas educacionais
destinados ao idoso;
- Criar programas voltados para o processo de envelhecimento, de
forma a eliminar preconceitos e a produzir conhecimentos sobre o
assunto;
- Cobrar a inclusão a Gerontologia e a Geriatria como disciplinas
curriculares nos cursos superiores;
- desenvolver programas educativos, especialmente nos meios de
comunicação, a fim de informar a população sobre o processo de
envelhecimento;
Eixo 6: Enfrentamento da Violação dos Direitos
Humanos da Pessoa Idosa
• Denúncias –
• I – autoridade policial;
• II – Ministério Público;
• III – Conselho Municipal do Idoso;
• IV – Conselho Estadual do Idoso;
• V – Conselho Nacional do Idoso.
• Disque 100
• Programas e campanhas que divulguem as violências contra idoso,
• Equipes técnicas especificas para trabalhar nas situações de violências contra o
idoso,
• Delegacias especializadas.
Eixo 7: Os Conselhos de Direitos: seu papel na
efetivação do controle social na geração e
implementação das políticas públicas

• Capacitação de conselheiros,
• Orçamento para conselho do idoso
• Diagnóstico municipal da situação da pessoa idosa no município
OBRIGADA!!!