Você está na página 1de 47

Curso de Direito

CIÊNCIA POLÍTICA

Profª. Ms. Adriana Vieira da Costa

adrianavieiradacosta@gmail.com 1
Expectativas gerais para a
disciplina Ciência Política

– Estudo, Reflexão e Análise dos


fenômenos:
• Políticos
• Econômicos e
• Sociais

adrianavieiradacosta@gmail.com 2
Objetivos Principais

Apresentar informações fundamentais acerca da


disciplina ciência política.
Provocar uma reflexão sobre as mudanças
políticas, econômicas e sociais em curso.
Proporcionar a reflexão teórica sobre os temas
contemporâneos dentro do contexto das
mudanças políticas e possibilitando uma posição
científica por parte do discente.

adrianavieiradacosta@gmail.com 3
Procedimentos
Aulas expositivas, discussão dirigida,
interpretação de texto, estudo de caso,
trabalhos em grupo e manifestações
individuais
Avaliações:
– Presença
– Participação em sala;
– Apresentações de trabalhos
– Atividades da NETAULA;
– Avaliações G-1 e G-2 , intermediárias e
Substituição Final

adrianavieiradacosta@gmail.com 4
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA
DISCIPLINA
Noções de Ciência Política e de Teoria Geral do
Estado. Teoria Crítica do Direito;
Sociedade e Estado. Origem e evolução;
Conceito de bem público;
Elementos essenciais do Estado;
Separação de poderes;
Concepção de Estado e cidadania;
adrianavieiradacosta@gmail.com 5
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA
DISCIPLINA
Formas de Estado;
Formas de Governo e sistemas de governo;
Partido Político;
Teorias do: Poder, conflito, da violência e da
emoção;
Meios alternativos de resolução de conflitos.

adrianavieiradacosta@gmail.com 6
Verificação de conceitos
Resposta individual (15 minutos) – para entregar

1) O que é Ciência?
2) O que é Política ?

adrianavieiradacosta@gmail.com 7
Conceito de Ciência por alguns filósofos
A ciência tinha por objeto os princípios e as causas
(Aristóteles);

Definiu como assimilação da mente dirigida ao


conhecimento da coisa (Santo Tomás de Aquino);

O hábito de demonstrar assertos, isto é, de inferi-los


(deduzir), por consequência legítima, de princípios
certos (causas primárias) e imutáveis (Wolff e Bacon).

adrianavieiradacosta@gmail.com 8
Conceito de Ciência por alguns filósofos
Tudo que possa ser objeto de certeza apodítica é ciência
para Kant.

Ciência se há de tomar toda série de conhecimentos


sistematizados ou coordenados mediante princípios (Kant).

OBS: Ação intelectual dos positivistas (Auguste Comte) e


evolucionistas, torna-se cada vez mais preciso o conceito
de ciência (Depois de Kant).

adrianavieiradacosta@gmail.com 9
QUAL O CONCEITO DE
CIÊNCIA?

adrianavieiradacosta@gmail.com 10
CONCEITO DE CIÊNCIA
“É um conjunto de conhecimentos racionais,
certos prováveis, obtidos metodicamente
[regras lógicas e procedimentos técnicos],
sistematizados e verificáveis, que fazem
referência a objetos de uma mesma natureza
[objetos pertencentes a mesma realizada].
(Ander-Egg).

adrianavieiradacosta@gmail.com 11
CONCEITO DE CIÊNCIA
“É o conjunto de conhecimentos e pesquisas
com suficiente unidade e generalidade,
capazes de levar a conclusões concordantes,
que não resultem de convenções arbitrárias,
nem de gostos e interesses individuais
comuns, e sim de relações objetivas que se
descobrem gradualmente e são confirmadas
por métodos definidos de verificação”
(Lalande-Voc. De la Phil).

adrianavieiradacosta@gmail.com 12
Dificuldades terminológicas
Política é um ciência?
Incertezas ou dúvidas quanto a fato de que se trata
realmente de uma ciência;

Caráter oscilante do vocabulário político;

As variações semânticas dos termos de que se serve


o cientista social de país para país;

Exemplo: Democracia, Estado, Governo, Nação,


Liberdade, socialismo;

Fato curioso envolvendo Bastiat século XIX


adrianavieiradacosta@gmail.com 13
Dificuldades terminológicas
Posição de Hegel: importância e complicações que a
envolve.
Posição do reitor Lowell de Harvard:

1. Pessimismo;

2. Nomenclatura ininteligível ao homem educado x


leigo ocupando-se de modo “leviano” em tratar de
conceitos como governo, nação, liberdade,
democracia, sendo que os próprios cientistas,
filósofos detêm dificuldades.
14
Dificuldades terminológicas
e continuam...
Os cientistas da natureza tem o processo do
conhecimento facilitado (peso, medida).

Pela via da observação e da experiência.

Pela ciência política o material é passível de mutabilidade;


Não há leis uniformes e invariáveis.

Impossibilidade de captar o fenômeno social imparcial,


emancipado do círculo vicioso ou da camada de
preconceitos que o rodeiam.
adrianavieiradacosta@gmail.com 15
Prismas da abordagem do conceito de ciência política

Prisma filosófico: - O estudo dos acontecimentos, das instituições e


das ideias políticas.
Releva-se por querer ampliar incessantemente a compreensão da
realidade.
Prisma sociológico: - O estudo do Estado, fenômeno político por
excelência (Max Weber – racionalização do poder, a legitimidade
das bases sociais, natureza do aparelho burocrático e etc.)

Revela-se predominantemente social, seguindo o binônimo Direito e


Sociedade.

Prisma jurídico: - O objeto de estudo que a reduz ao Direito Político,


a simples corpo de normas.
adrianavieiradacosta@gmail.com 16
Tendências contemporâneas para o
tridimensionalismo
Predominância ou exclusividade acerca da orientação da
ciência política pelo viés da Filosofia, da Sociologia e o
Direito;

Análise tridimensional:

1. teoria filosófica dos fatos, das instituições e das ideias;

2. teoria social jurídica;

3. ordem enciclopédica.

adrianavieiradacosta@gmail.com 17
Tendências contemporâneas para o
tridimensionalismo
Hans Nawiasky (Publicista da Baviera) tratamento
tridimensional a Teoria Geral do Estado.

Estado como ideia, como fato social e como


fenômeno jurídico.

Impopularidade: Teoria Geral do Estado.

Tendência universalizada de adotar o estudo da


ciência política, sob o aspecto tridimensional.

18
adrianavieiradacosta@gmail.com
CONCEITO DE POLÍTICA

a) Origem do termo POLÍTICA:

Deriva da palavra pólis

Em um primeiro sentido: luta pelo poder na


sociedade e no Estado.

adrianavieiradacosta@gmail.com 19
CINCO ACEPÇÕES DO TERMO POLÍTICA

A) Uso trivial, vago e às vezes pejorativo,


empregado como substantivo, adjetivo,
compreende ações, comportamentos, eleições,
manobras, lutas de partidos, comícios;

B) Conceituação erudita, arte de conquistar,


manter e exercer o poder, o governo. É a
noção dada por Machiavelli, em O Príncipe.

adrianavieiradacosta@gmail.com 20
CINCO ACEPÇÕES DO TERMO POLÍTICA

C) Política denomina orientação ou a atitude


de um governo em relação a certos assuntos
e problemas de interesses públicos: política
social, educacional, financeira;

D) É a ciência moral normativa do governo da


sociedade civil.

adrianavieiradacosta@gmail.com 21
CINCO ACEPÇÕES DO TERMO
POLÍTICA
E) Outros a definem como conhecimento
ou estudo “das relações regularidade e
concordância dos fatos como os motivos que
inspiram as lutas em torno do poder do
Estado e entre os Estados.

Atualmente divide-se em duas


correntes:
Política é a ciência do Estado;
Política é a ciência do Poder.
adrianavieiradacosta@gmail.com 22
CONCEITO DE POLÍTICA
MAX WEBER- Defensor que a política é a
ciência do poder.
Política e poder:

Política Poder.

Poder = capacidade de impor a própria vontade

adrianavieiradacosta@gmail.com 23
CONCEITO DE POLÍTICA
Características do poder político:
1. exclusividade → poder supremo,
soberania.

2. universalidade → atinge toda a


comunidade.

3. inclusividade → possibilidade de intervir


coativamente em cada esfera de atividade de
cada membros do grupo.
adrianavieiradacosta@gmail.com 24
CONCEITO DE POLÍTICA
Tipologias do poder político segundo Weber
Legitimidade
3 (três) fundamentos da legitimidade:

1. Poder tradicional – a autoridade do


passado.

2. Poder carismático – carisma.

3. Poder legal (racional) – legalidade.


adrianavieiradacosta@gmail.com 25
Tipologia moderna das formas de poder

adrianavieiradacosta@gmail.com 26
Poder econômico

adrianavieiradacosta@gmail.com 27
O poder econômico
É exercido por todo aquele que “se vale
da posse de certos bens, necessários ou
considerados necessários, numa
situação de escassez, para induzir
aqueles que não os possuem a certo
comportamento, que pode ser,
principalmente, certo tipo de trabalho”
(BOBBIO, 1984, p. 7)
adrianavieiradacosta@gmail.com 28
Exemplo de poder econômico

Um proprietário de terras exerce poder


econômico sobre os trabalhadores rurais sem
terra ao induzi-los a trabalhar de uma
determinada forma em suas terras(cortando
cana ou colhendo café), por um determinado
período de tempo*, em troca de um
pagamento.

*uma jornada de oito horas


adrianavieiradacosta@gmail.com 29
Poder ideológico

A ideologia abrange o conjunto de idéias,


normas e valores que determinam o modo
coletivo de pensar e agir.

adrianavieiradacosta@gmail.com 30
O poder ideológico
“Funda-se sobre a influência que
baseado na influência que as
ideias formuladas de certa maneira, ou
emitidas em certas circunstâncias, por
uma pessoa revestida de autoridade, e
difundidas por certos meios, têm sobre
o comportamento dos comandados.”
(BOBBIO, 1984, p. 7).
adrianavieiradacosta@gmail.com 31
Exemplos de poder ideológico
Testemunhas de Jeová recusam-se a receber
transfusão de sangue porque sua religião proíbe essa
prática ainda que ela seja recomendada pelos
médicos.

Lideres políticos, sindicais e intelectuais também


exercem poder ideológico ao influenciar o
comportamento das pessoas por meio de ideias e
palavras, levando-as a votar em um determinado
candidato ou partido; aderir a uma greve; integrar
um movimento; ou participar de uma manifestação
pública.
adrianavieiradacosta@gmail.com 32
Poder Político

adrianavieiradacosta@gmail.com 33
O poder político

É fundamentado na “posse dos


instrumentos através dos quais se
exerce a força física,isto é, através das
armas de qualquer espécie e
grau.”(BOBBIO, 1984, p. 8).

adrianavieiradacosta@gmail.com 34
Exemplo de poder político
Pagar impostos
caso um indivíduo deixe de cumprir esta
obrigação, pode ter os seus bens arrestados
ou ser preso.

Cumprir as leis
caso contrário, o indivíduo pode ser multado,
privado de determinados direitos,encarcerado
ou mesmo executado, dependendo da
legislação de cada país.
adrianavieiradacosta@gmail.com.br 35
CONCEITO DE POLÍTICA
A política é a ciência do Estado é defendida
por Paulo Bonavides, Darcy Azambuja e Luiz
Fernando Coelho.

“A política é a ciência do Estado, situa-se


entre as ciências jurídicas dotadas de
autonomia epistêmica, porque seu objeto é
definido pelo direito e seus pressupostos
básicos estão delimitados no direito
constitucional”.
adrianavieiradacosta@gmail.com 36
CONCEITO DE POLÍTICA
Aspecto teórico- estuda a origem, as
funções e a atividade do Estado.

Aspecto Pragmático- converge para a


arte ou técnica política, concebida como
atividade para que o Estado cumpra
seus objetivos definidos na Constituição
e a ele atribuídos pelas ideologias
políticas.
adrianavieiradacosta@gmail.com 37
CONCEITO DE POLÍTICA

A ciência política é o estudo da política, dos


sistemas políticos, das organizações políticas
e dos processos políticos.

adrianavieiradacosta@gmail.com 38
CONCEITO DE CIÊNCIA POLÍTICA

É compreendida como estudo dos


fenômenos políticos conduzido com a
metodologia das ciências empíricas e
utilizando todas as técnicas de pesquisa
próprias da ciência do comportamento.
(Norberto Bobbio).

adrianavieiradacosta@gmail.com 39
CIÊNCIA POLÍTICA
Procura descrever as instituições políticas
como Estado, governo, grupos de pressão,
grupos de interesses, lobby, bem como dos
recursos de que a política se utiliza como a
influência, poder e a autoridade e ao mesmo
tempo se preocupa também com os recursos
provindos da formulação de políticas públicas
e o processo de tomada de decisões e os fins
mínimos da política (poder e força)
(Octaciano Nogueira).
adrianavieiradacosta@gmail.com 40
OBJETIVO DA CIÊNCIA POLÍTICA

É AJUDAR OS CIDADÃOS A ADQUIRIR


MELHOR COMPREENSÃO DOS FENÔMENOS
POLÍTICOS E, ASSIM, EXERCERÃO MAIOR
INFLUÊNCIA SOBRE SUA COMUNIDADE E
SOBRE A SOCIEDADE COMO UM TODO.

adrianavieiradacosta@gmail.com 41
Ciência Política – Considerações Finais

adrianavieiradacosta@gmail.com 42
CIÊNCIA POLÍTICA
FILOSOFIA CIÊNCIA POLÍTICA
Idealismo ; Realidade ;
Pensam no mundo como Estuda o mundo como ele
deveria ser (sollen); é (sein);
Trabalha no plano da Interpreta o mundo a partir
idealização das verdades da realidade;
sobre os homens e suas Descrevem as coisas como
formas de coexistência são;
em sociedade;
Precisa de mecanismo que
Idealização aos modelos decide como elas devem
de democracia, permanecer , como estão
aristocracia etc. ou mudar a atividade
política 43
SÓCRATES
FUNDADOR DA CIÊNCIA POLÍTICA

CONHECE-TE A TI MESMO E
CONHECERÁS O UNIVERSO DE DEUS

adrianavieiradacosta@gmail.com 44
Mensagem
“Se a ciência política não tivesse por
finalidade saciar essa sede, essa fome
(de justiça), se ela não se
preocupasse, antes de tudo, em tornar
os homens mais livres, mais felizes,
mais senhores de seus destinos, não
merecia um minuto de esforço”
(Maurice Duverger - cientista político).

adrianavieiradacosta@gmail.com 45
OBRIGADA!!!

adrianavieiradacosta@gmail.com 46
BIBLIOGRAFIA

AZAMBUJA, D. Introdução à ciência


política, 17 ed. São Paulo: Globo, 2005.

BONAVIDES, P. Ciência política, 10ª ed.


São Paulo: ed. Malheiros, 2000.

adrianavieiradacosta@gmail.com 47