Você está na página 1de 16

Juros Simples e

Compostos
PROFESSOR RICARDO BARROSO
 Os juros possuem diversas aplicações no nosso
sistema econômico. Pode-se perceber isso ao
observar as situações que acontecem em
nosso dia a dia. Por exemplo:
 • Ao financiar um carro;
 • Realizar empréstimos;
 • Comprar no crediário ou no cartão de crédito;
 • Realizar aplicações financeiras;
 • Investir na bolsa de valores; etc.
Conceitos

 Capital (C): é a quantidade de recurso


financeiro disponível ou exigido no ato de uma
operação financeira, compra ou aplicação. O
capital também é denominado como Valor
Presente (VP) ou Valor Atual (VA).
 Montante (M): é o resultado futuro de
operações financeiras realizadas com o capital.
Também é denominado como Valor Futuro (VF).
Conceitos

 Juros (J): são as compensações financeiras nas


operações realizadas, representando um
acréscimo. Pode ser o rendimento de uma
aplicação financeira, o valor referente ao
atraso no pagamento de uma prestação ou
também uma quantia paga pelo empréstimo
de um capital.
Conceitos

 Juros simples: é calculado sempre sobre o valor


do capital inicial. Os juros de cada período são
obtidos multiplicando a taxa de juros (i) pelo
capital (C), fazendo com que o valor dos juros
seja o mesmo em todos os períodos (n).
Formulas

 Formula juros simples J=C.i.n

 O montante (M) ou valor futuro (VF) – corresponde ao


capital (C) mais o juro (J) produzido em certo período (n).

 Formula Montante M=C+J M = C (1+ i . n)


Exemplo

 Suponha um indivíduo que deposita R$1.000,00 em um banco


que lhe promete juros simples de 10% a.a. Qual será seu
saldo ao final de 4 anos?

Ano Saldo inicial Juros Saldo final

1 1.000 1.000 x 0,1 x 1 = 100 1.100


2 1.100 1.000 x 0,1 x 1 = 100 1.200
3 1.200 1.000 x 0,1 x 1 = 100 1.300
4 1.300 1.000 x 0,1 x 1 = 100 1.400
Gráfico Juros Simples
Situação de Aprendizagem

Uma pessoa aplica R$ 18.000,00 à taxa de 1,5% ao mês


durante 8 meses. Determinar o valor acumulado ao final
deste período.
Solução:
C ou VP = R$ 18.000,00
i = 1,5% ao mês (Taxa unitária igual 0,015 a.m.)
n = 8 meses
VF = M = ?
M = 18.000,00 x (1 + 0,015 x 8)
M = 18.000,00 x 1,12 = R$ 20.160,00
Conceitos

 Juros compostos: é calculado sobre o montante


relativo ao período anterior (CRESPO, 2010, p.
153). Assim, os juros são incorporados, a cada
período de capitalização, ao principal.
Formulas

 Formula juros compostos M = C(1+I)n

 Taxa equivalente em juros compostos:

 Ieq = (1+i)p/a – 1, onde “a” é o período


apresentado e “p” o período pedido ou
desejado.
Tipos de Taxas
Taxa Efetiva
Unidade de tempo da taxa coincide com a unidade de tempo dos
períodos de capitalização.
Exemplos
(I) 3% a.m. (capitalizados mensalmente);
(II) 12% a.a. (capitalizados anualmente).
Taxa Nominal
Unidade de tempo não coincide com a unidade de tempo dos
períodos de capitalização.
Exemplos
(I) 12% a.a capitalizados mensalmente
(II) 24% a.a capitalizados trimestralmente
Exemplo

 Suponha um indivíduo que deposita R$1.000,00 em um banco


que lhe promete juros compostos de 10% a.a. Qual será seu
saldo ao final de 4 anos?

Ano Saldo inicial Juros Saldo final

1 1.000 1.000 x 0,1 x 1 = 100 1.100


2 1.100 1.100 x 0,1 x 1 = 110 1.210
3 1.210 1.210 x 0,1 x 1 = 121 1.331
4 1.331 1.331 x 0,1 x 1 = 133,10 1.464,10
Gráfico Juros Compostos
Situação de Aprendizagem

Determinar o valor acumulado em 24 meses, a uma taxa


de 1% a.m., a partir de um principal de R$ 2.000,00.
Solução:
VF = VP ( 1 + i ) n
i = 1,0% ao mês (Taxa unitária igual 0,01 a.m.)
n = 24 meses
VF = ?
M = VF = 2.000,00(1+0,01)24 = 2.539,46
Obrigado !