Você está na página 1de 1

CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS


GESTÃO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA - ESPECIALIZAÇÃO A DISTÂNCIA

Título

Aluno – e-mail
COORIENTADOR: XXXXXXXXXX
UNA-SUS - BRASÍLIA

INTRODUÇÃO

DESENVOLVIMENTO

Critérios (valores de 1 a 3) PLANO DE INTERVENÇÃO


Problema Transcendência Urgência Capacidade de Total Objetivo: Aumentar cobertura no atendimento de puericultura em unidades de
(T) (U) enfrentamento (AxBxC) saúde
(C) Responsáveis: Coordenador da unidade de saúde com apoio da equipe de saúde
Baixa cobertura em 3 3 3 27 (agentes comunitários de saúde, enfermeiro, técnico de enfermagem e médico)
puericulturas Problema Intervenção
Figura 1 – Matriz TUC Falta de interesse dos Realização de palestras, atividades educativas com a
responsáveis comunidade.
Falta de tempo dos Adequação de horários.
responsáveis
Baixa renda Apoio da Assistência Social
Falta de informação Melhorar comunicação entre comunidade e unidade de
saúde.
Busca ativa prejudicada Realização de visitas domiciliares no mínimo 1/mês as
residências das famílias.
Uso de Crenças Quando possível, relacionar as crenças ao atendimento dos
profissionais de saúde.
Automedicação Informação sobre perigos da automedicação, e a
administração de medicamentos sem prescrição médica a
criança.
Acúmulo de funções Divisão de atividades aos profissionais de saúde
capacitados para cada atividade.
Falta de planejamento da Uso de planos e metas.
unidade
Figura 3 – Plano de Ação

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Figura 2 – Possíveis determinantes da baixa cobertura de puericultura