Você está na página 1de 25

FONOLOGIA / ACENTUAÇÃO

GRÁFICA
O QUE É FONOLOGIA?
Fonologia é o ramo da Linguística que estuda o sistema sonoro
de um idioma.

Cuida de aspectos relacionados a:


– encontros vocálicos
– encontros consonantais
– divisão silábica,
– ortografia e
– acentuação das palavras
O QUE É FONOLOGIA?
Fonologia é o ramo da Linguística que estuda o sistema sonoro
de um idioma.

Cuida de aspectos relacionados a:


– encontros vocálicos
– encontros consonantais
– divisão silábica,
– ortografia e
– acentuação das palavras
Conceituando
Fonema é a menor unidade sonora das palavras . É o
som.

Letra é a representação gráfica dos fonemas da fala.


Classificação dos fonemas

Vogal é o fonema produzido por uma corrente de ar


que, vinda dos pulmões, passa livremente pela
boca. As vogais funcionam como base da sílaba. (A
E O)

Semivogal é o fonema produzido como vogal,


porém pronunciado mais fraco, com baixa
intensidade. (I U)
Consoante
Na produção desses fonemas, a corrente de ar
vinda dos pulmões encontra obstáculos.
Língua
Dentes
Lábios
/b/, /c/, /d/, /f/, /l/, /p/, /q/, /r/,
/s/, /t/, etc.
Encontros vocálicos
União de vogais ou semivogais na mesma
sílaba, sem consoantes intermediárias:
Ditongo, tritongo e hiato.
Ditongo

É o encontro de uma vogal e uma semivogal (ou


vice-versa).
Um ditongo não se divide silabicamente.

Crescente Decrescente:
His to ria Fai xa
semivogal + vogal Vogal + semivogal
Tritongo
É o encontro de uma semivogal + uma vogal + uma
semivogal, sempre nessa ordem.
Contém uma só vogal.
Um tritongo não se divide silabicamente.

Quais quer U ru guai


semivogal + vogal + semivogal
semivogal + vogal + semivogal
Hiato
É o encontro de duas vogais.
Só pode haver uma vogal em cada sílaba,
Vogais de hiatos ficam sempre em sílabas diferentes.
du as
vogal + vogal
en jo ar
vogal + vogal + vogal
Encontro consonantal

É o agrupamento de duas ou mais


consoantes,
Sem vogal intermediária
Desde que não constituam dígrafo.
Podem ocorrer na mesma sílaba ou não.
Tipos de encontros consonantais:
Perfeitos: consoante + l ou r - são encontros que
pertencem a uma mesma sílaba.
– pra-to, pla-ca, bro-che, blu-sa, trei-no, a-tle-ta, cri-se,
cla-ve, fran-co, flan-co.

Imperfeitos: duas consoantes pertencentes a sílabas


diferentes . É o que ocorre em:
– ab-di-car, sub-so-lo, ad-vo-ga-do, ad-mi-tir, al-ge-ma,
cor-te.
Dígrafos

As combinações de duas letras que representam um único


fonema constituem o fenômeno linguístico chamado dígrafo.
Dígrafos

lh /λ /: calha am, an, /ã/: tampa, manta


nh /η/: banha em, en /ẽ/: sempre, lento
qu /k/: queixo im, in /ĩ/: mim, cinto
gu /g/: guitarra om, on /õ/: bomba, conta
um, un /ũ/: algum, presunto
rr /R/: amarrar
ss, sc, sç /s/: passar, nascer, desça
Sílabas
É um fonema ou um grupo de fonemas
pronunciados numa só emissão de voz. A base da
sílaba é a vogal; sem ela não há sílaba.
Exemplo: boca bo – ca
Classificação das palavras quanto ao número de
silabas

 MONOSSÍLABAS: são palavras de uma silaba só.


lá, vez, ai

 DISSÍLABAS: são palavras de duas sílabas.


urso, mamãe, sempre;

 TRISSÍLABA: são palavras de três silabas.


soluçou e falando;

 POLISSÍLABA: são palavras de mais de três silabas.


compostura e insensato
Regras de divisão silábica:

a) Não se separam os ditongos e tritongos.


Exemplos: foi-ce, a-ve-ri-guou

b) Não se separam os dígrafos ch, lh, nh, gu, qu.


Exemplos: cha-ve, ba-ra-lho, ba-nha, fre-guês, quei-xa

c) Não se separam os encontros consonantais que iniciam


sílaba.
Exemplos: psi-có-lo-go, re-fres-co
d) Separam-se as vogais dos hiatos.
Exemplos: ca-a-tin-ga, fi-el, sa-ú-de

e) Separam-se as letras dos dígrafos rr, ss, sc, sç xc.


Exemplos: car-ro, pas-sa-re-la, des-cer, nas-ço, ex-ce-len-te

f) Separam-se os encontros consonantais das sílabas


internas, excetuando-se aqueles em que a segunda
consoante é l ou r.
Exemplos: ap-to, bis-ne-to, con-vic-ção, a-brir, a-pli-car
Sílaba tônica e sílaba átona
sílaba tônica
– pronunciada com mais intensidade.

sílaba átona
– Pronunciada com baixa intensidade.

Ex.: Com pos tu ra


átona átona tônica átona
Classificação das palavras de
acordo com a sílaba tônica
Oxítona: palavra com a última sílaba tônica
Português
Paroxítona: palavra com a penúltima sílaba tônica
História
Proparoxítona: palavra com a antepenúltima sílaba
tônica
Matemática
Ortoepia
Trata da pronuncia adequada dos fonemas e
das palavras de acordo com a variedade
padrão da língua.

A ortoépia trata da pronúncia correta das palavras. Quando as


palavras são pronunciadas incorretamente, comete-se cacoépia.

É comum encontrarmos erros de ortoépia na linguagem popular, mais


descuidada e com tendência natural para a simplificação.
Podemos citar como exemplos de cacoépia:
- “guspe” em vez de cuspe.
- “adevogado” em vez de advogado.
- “estrupo” em vez de estupro.
- “cardeneta” em vez de caderneta.
- “peneu” em vez de pneu.
- “abóbra” em vez de abóbora.
- “prostar” em vez de prostrar.
Prosódia
Trata da acentuação e da entoação
adequadas dos fonemas de acordo com a
variedade padrão da língua.
A prosódia trata da correta acentuação tônica das palavras. Cometer
erro de prosódia é transformar uma palavra paroxítona em oxítona, ou
uma proparoxítona em paroxítona etc.

-“rúbrica” em vez de rubrica.


-“sútil” em vez de sutil.
- “côndor” em vez de condor.