Você está na página 1de 20

O Papel da Comunidade de Torrene na

Gestão Escolar Participativa, no Período de


2016 – 2017 – Quelimane

Supervisor: Proponente:
Dr.Luis Brito
Cristino Naricha
Introdução
• Os actuais padrões educacionais que despontaram com o século
XXI, reconhecem que os desenvolvimentos das acções
empreendidas para a melhoria da gestão educacional ao longo
dos anos foram feitas sem a devida preocupação de interpretar,
analisar e registar seus resultados, corroborando para a
descontinuidade desse processo.

• A escola do século XXI deve ser reestruturada para abranger a


formação do indivíduo para a vida; cuja vivência denote
democracia, tomando por base a cidadania e o respeito para com
o próximo.
Cont.
• Nesse sentido, uma boa gestão educacional requer a formação
de parceria entre escola e comunidade para que aquela seja de
facto inclusiva e democrática. Parindo desse pressuposto, a
figura do gestor deve ser pautada na construção de
relacionamentos em que acções do tipo: ouvir pessoas, aceitar
sugestões, articular com a equipe as decisões e saber “lidar”
com pessoas diversas e adversas ganhem um dinamismo de
seriedade, assiduidade e compromisso.
• Assim, a presente monografia científica é composta por 4
capítulos:
• Capítulo I: Elementos da Pesquisa;
• Capítulo II: Fundamentação Teórica;
• Capítulo III : Procedimentos Metodológicos
• Capítulo IV: Análise e Interpretação de Dados colhidos no
campo, as conclusões e sugestões
Capítulo I: Elementos de Pesquisa
Problematização
Muitas escolas moçambicanas carecem de carteiras, bem como outros
materiais escolares, mesmo sabendo que existe um fundo que se recebe
para resolver esse tipo de problemas. Esta questão faz com que o
aproveitamento pedagógico não seja dos melhores. Assim, a EP1º/2ºG
de Torrone – Quelimane, não é uma excepção, pois este cenário se
assiste também nos dias que correm. Por outro lado, embora fale-se da
participação da comunidade na gestão escolar, esta existe de uma forma
teórica, pois na prática não se faz sentir. As crianças sentam no soalho,
ou mesmo no chão, ora não assistem aulas porque os professores faltam,
entre outras práticas que prejudicam o aproveitamento pedagógico dos
alunos.
Cont.
• Porém, a participação caracteriza-se por uma farsa de actuação na qual os
membros de uma escola exercem influência nas decisões dessa instituição
e nos seus resultados. Uma gestão democrática de educação requer a
participação da sociedade nos processos educativos para opinar, avaliar,
formular e fiscalizar. Colaboram para o envolvimento de pais, alunos,
professores e funcionários desta instituição. A participação implica no
envolvimento dinâmico dos processos sociais com responsabilidade e
empenho para conseguir os resultados propostos e almejados.

• Contudo, diante dos pressupostos acima e tendo em conta que


actualmente fala-se do conselho de escola, como forma de participação na
gestão educacional, entre outras formas, levanta-se a seguinte questão de
pesquisa:
• Qual é o Papel da Comunidade de Torrone, na Gestão Escolar?
Questões de Partida
• Quais são as actividades desenvolvidas pelo gestor da EP1º/2ºG
de Torrone?

• Quem presta contas sobre o uso dos recursos, sobre as acções


desenvolvidas e sobre os resultados alcançados?

• Qual é a função de cada um dos intervenientes da EP1º/2ºG de


Torrone na gestão escolar Participativa?
Justificativa
• A opção da presente temática é justificada primeiro, pelo seu interesse que
é de carácter social, uma vez que afecta directamente a sociedade, pois
indivíduos com baixa qualidade de educação não vão ajudar a sociedade,
não nos esquecendo de que estes jovens que estão a ser formados com
estas lacunas é que serão os dirigentes dos nossos filhos no futuro.

• De seguida, pretendo fazer um estudo nesta área para servir de uma


reflexão e um guião na gestão escolar, visto que eu como estudante do
curso de licenciatura em ensino básico não me conformo em observar
escolas mal geridas, razão da presente pesquisa.

• Finalmente, trata-se de um motivo científico, no qual ao pesquisar a


Gestão escolar participativa estarei a abrir espaço para mais pesquisas na
área, além de trazer novas descobertas para desenvolver a ciência.
Objectivos
Geral:

• Analisar o Papel da Comunidade na Gestão de uma escola.

Objectivos Específicos:

• Identificar o papel da comunidade de Torrone na gestão da escola


em referência;

• Destacar as actividades do gestor da EP1º/2ºG de Torrone;

• Distinguir as funções de todos os intervenientes da EP1º/2ºG de


Torrone.
Capítulo II: Fundamentação Teórica
• O conceito para gestão nem sempre foi o mesmo, sofreu alterações no
decorrer dos tempos. Na literatura destinada ao significado da palavra
encontra-se o nosso dicionário da Língua Portuguesa, neste podemos
encontrar as seguintes
expressões: a palavra gestão é originária do termo em latim gestione que
significa acção de gerir, gerência, administração ou direcção. A palavra
administrar, por sua vez, é definida como forma de governar, reger,
ordenar os factores e controlar eficiência e produção
(AURÉLIO, 2004). Nesta óptica, a palavra gestão em si significa gerir,
assim como administrar, tem a ver com todo o controle e acções propostas
envolvendo um conjunto que pode envolver pessoas, empresa, produtos,
serviços, clientes. Gerir é conseguir controlar com eficiência, ou busca-
se isso.
Cont.
• Gestão é planejar, organizar, liderar e coordenar as pessoas que constituem uma
organização, as tarefas e actividades por estes realizadas.
Participação
• De acordo com LIBÂNEO (2008), a participação é o meio fundamental para
garantir a gestão democrática da escola, uma vez que possibilita o envolvimento
de profissionais e a clientela no processo de tomada de decisões, bem como no
adequado funcionamento da organização escolar. Dessa forma, proporciona
melhor conhecimento dos objectivos e metas, da estrutura organizacional e de
sua dinâmica, das relações da escola com a comunidade, favorecendo, assim,
uma proximidade mútua entre educadores, alunos, pais e comunidade. A este
respeito, o conceito de participação se fundamenta no de autonomia, que
significa a capacidade das pessoas e dos grupos de livre determinação de si
próprios, isto é, de conduzirem sua própria vida. Como a autonomia opõe-se às
formas autoritárias de tomada de decisão, sua realização concreta nas
instituições é a participação (LIBÂNEO, 2008:102).
Capítulo III: Metodologia da Pesquisa
Tipo de Pesquisa:

Quanto à Natureza

• Pesquisa Aplicada

Quanto a Abordagem

• Qualitativa

Quanto aos Objectivos

• Pesquisa descritiva

Quanto aos Procedimentos Técnicos

• Participante
Métodos de Pesquisa
• Indutivo

Técnicas de Colecta de Dados


• Entrevista
• Questionário
População e Amostra
• População = 30 professores da Escola Primária do 1º/2º Graus de
Torrone, e a comunidade de Torrone.

• Amostra = 10 funcionários, dos quais um director da escola, e 9


professores. E 10 membros da comunidade local.
Capítulo IV – Apresentação, Análise e Interpretação de
Dados
4.1.Apresentação de Dados Obtidos a Partir Da Entrevista com
os Professores Da Escola
• Quanto à questão: “Há quanto tempo trabalha nesta escola?” percebeu-se que o
tempo de serviço naquela escola por funcionário, vária de 3 à 10 anos de serviço, o
que nos leva a perceber que os funcionários desta escola têm informações necessárias
para suportar a questão do presente estudo, com vista a alcançar os objectivos
traçados. Visto que todos eles estão há bastante tempo trabalhando nesta escola, o que
significa que têm muitas informações sobre ela, sobretudo no que diz respeito à
gestão escolar participativa. Como podemos acompanhar as respostas de cada um dos
membros:

• Os professores P1 e P2, disseram que estão a 10 anos a trabalhar, entretanto os P5 e


P8 tem 5 anos de serviço naquele estabelecimento de ensino. Os restantes professores
entrevistados nomeadamente o P6 tem 3 anos de serviço, P7 tem 6 anos de serviço e
P9 tem 7 anos de serviço.
Cont.
• Na sua óptica, qual é o papel da comunidade na gestão escolar? As
respostas foram:
• P1: “Ajuda nas actividades extra-escolares como a construção do muro,
pagamento de guarda, limpeza, ornamentação da escola, elaboração do
regulamento interno e mais outras actividades.”
• P2: “O papel da comunidade na gestão escolar é de contribuir com as
decisões tomadas na escola e também dar suas opiniões no melhoramento
da escola.”
• P3: “O papel da comunidade na gestão escolar é de ajudar na elaboração
das actividades e fazer controlo se está a ser cumprido o que foi
programado.”
• P4: “O papel da comunidade na gestão escolar é velar pelo bom
funcionamento, organização e pelo espaço escolar.”
Cont.
• P5: “A comunidade tem um papel importante na gestão escolar:

• Participação activa na reconstrução das salas e do ambiente escolar;

• Guarnecimento e conservação do património escolar”

• P6: “A comunidade ajuda em algumas decisões tomadas na escola em relação


ao ambiente escolar, nos alunos assim como nos professores.”

• P7: “A comunidade tem o papel de velar pelo bom funcionamento da escola.”

• P8: “Tem a função de controlar o funcionamento da escolar, a qualidade de


ensino, se os professores e o director da escola estão a trabalhar devidamente ou
não.”

• P9: “(…) ajuda na direcção, conservação e no bom funcionamento da


escola.”…

• De acordo com as respostas acima, a comunidade tem um papel preponderante


na gestão de uma escola, sobretudo a EP1º/2ºG de torrone.
4.5.Apresentação de Dados obtidas a partir da Entrevista com
a Directora
• Questão: Na qualidade de directora da escola, qual é o papel da
comunidade de torrone na gestão desta escola?

• DE: “Na qualidade de directora da escola de Torrone velho vejo que a


comunidade tem gerido os poucos recursos financeiros que a escola
dispõe e ela também tem o papel de acrescentar esses recursos para o
desenvolvimento as condições da escola, bem como velar pelo bom
funcionamento da mesma.”

• Fazendo uma análise de todos os argumentos tanto dos professores como


da directora verificamos que há muito que se falar ainda, embora eles
tenham falado um pouco de tudo. Aqui vimos que todos os funcionários
desta escola têm mais de dois anos de serviço na mesma, o que significa
que têm muita experiência por partilhar.
Dados da entrevista com membros da Comunidade de Torrone
Na questão: Na sua opinião qual é o seu papel na gestão da EP1º/2ºG Torrone?
houve variadíssimas respostas, mas todas com uma convergência, como se podem
acompanhar a seguir:

• MCL2: “(…) participar nos trabalhos voluntários de apoio à escola, incentivar os


meus filhos a estudar cada vez mais.”

• MCL3: “(…) participar nas reuniões escolares, quando um professor me chama


por algum motivo eu tenho que ir lá e ouvir.”

• MCL5: “(…) zelar pelo bom funcionamento da escola”

• MCL6: “(…) verificar se a escola está sendo bem gerida pela direcção, para
poder sugerir outras formas de gestão em caso de falha”

• MCL8: “(…) dirigir juntamente com a direcção os destinos da escola”

• MCL9: “(…) ajudar na gestão da escola”

• MCL10: “ (…) proteger e conservar o património cultural


Conclusão
• Feito o estudo, pode-se concluir que o papel da comunidade na gestão
escolar participativa é:

• Participar nos trabalhos voluntários de apoio à escola;

• Incentivar os seus filhos a estudar cada vez mais;

• Zelar pelo bom funcionamento da escola;

• Participar nas reuniões escolares, quando a direcção da escola os


solicita por algum motivo;

• Proteger e conservar o património cultural, bem como verificar se a


escola está em boas mãos ou não;

• Dirigir juntamente com a direcção os destinos da escola;

• Ajudar no cumprimento das normas da escola, etc.


Sugestões
Para a Direcção da escola:

• Que continue trabalhando em colaboração com a comunidade a fim de dirigir


melhor a sua escola, bem com melhorar a qualidade de ensino dos seus
educandos;

• Que leve em consideração as opiniões da comunidade em relação a direcção da


escola;

• Tomem decisões unanimemente aceites pelas duas partes.

Para a comunidade que:

• Que continue a ajudar no cumprimento das normas da escola:

• Zelar pelo bom funcionamento da escola;

• Participar nas reuniões escolares;

• Proteger e conservar o património cultural, bem como verificar se a escola está


em boas mãos ou não;
Muito
Obrigada pela
Atenção Dispensada