Você está na página 1de 23

Inventário e Sistema de

Controle de Materiais
Beatriz Menezes, Carlos Polidoro, Elisa Falcão,
Nancy Yuzawa e Paloma Gomes
3ºADM Profª Sylvia GPM
Inventário
O que é?

Instrumento de controle

Identificar, contar e classificar bens de um estoque ou almoxarifado

Objetivo de conferir se informações estão de acordo com a realidade do


que foi dado como entrada e saída de mercadorias

Mercadorias podem ser vendidas, estão encalhadas, obsoletas ou


danificadas
Para que serve?

OTIMIZAÇÃO DO REDUZ PERDAS, EVITA CUMPRIMENTO DA


ATENDIMENTO AO CLIENTE DESPERDÍCIOS E DIMINUI LEGISLAÇÃO
CUSTOS
Quais são os tipos
de Inventário?
Inventário Levantamento de todos os itens disponíveis na
Geral armazenagem da empresa em um dado momento.

Inventário Trata-se da contagem dos bens de uma empresa ao final do


Anual chamado ano fiscal.

Inventário
Refere-se à contagem de uma parte específica dos bens de
Parcial ou uma empresa.
Dinâmico
Inventário A contagem é automatizada e os números estão disponíveis
Perpétuo/ o tempo todo e também são atualizados à medida que
Permanente mercadorias são compradas e vendidas.

Inventário É um processo de recontagem física continua dos materiais


em estoque, a uma frequência pré-determinada ( diária,
Rotativo semanal, mensal).

Busca o ajuste periódico entre a quantidade de bens em


Inventário estoque e as informações utilizadas em lançamentos
Cíclico contábeis. Procura dar segurança à base de dados da
empresa.
Como Fazer um Inventário de Estoque
• Escolha o momento certo
• Organize o espaço
• Classifique os produtos
• Desenvolva um método de contagem
• Definir periodicidade da realização do inventário
• Registre tudo em detalhes
• Atualize seu inventário
• Cruze dados com o sistema
Sistemas de controle de materiais
O que é e qual a
sua importância?
Vantagens
Facilita a previsão
Integração entre das necessidades
Analisa os custos da
departamentos; de compras futuras;
produção;

Otimização dos Estimativa de Aprimorar


investimentos vendas; planejamento
relacionados; produtivo;

Demanda dos
produtos;
Vantagens

Margem de Cálculo dos


Otimizar o
perdas e danos custos de
estoque;
bem definida; armazenamento;

Promoção dos
produtos Prática do
parados; Picking.
Realizar um
Automatização
inventário
do controle de
(explicado
estoque
anteriormente)
Metodologia
para
Capacitação
Conhecer os maximização
dos
colaboradores
tipos de
controle de
estoque:
dos resultados
PERIOCIDADE:
 Permanente;
 Temporária ou periódico;

Quanto a: MENSURAÇÃO:
 Físico;
 Valor Monetário.
3 possibilidades de
modelo de controle:

• Mínimo;
• Renovação Períodica;
• Fim Especifífico.
7 Criação de padrões e regras de organização;
medidas Definição de processos e responsabilidades;
para
melhorar Desenho do fluxo de entrada e saída;
a gestão: Controle rígido;

Definição de datas e períodos para compras;

Definição de volume mínimo e máximo para cada


produto;
Manutenção de operação e controle constante.
Quais os sistemas
de Controle de
Estoque?
PEPS

Vantagem: circulação contínua e ordenada de


produtos

Desvantagens:
- Ter uma boa organização
- Primeiras compras terem custo reduzido
UEPS

Vantagem: ajuste eficiente e rápido na produção e nos


valores cobrados do consumidor.

Desvantagem: custo de reposição não é trabalhado de


forma imediata.
MPM

Vantagens:
- Oferece valor de custo, de estoque e de lucro medianos;
- Rentabilidade segura e mediana.

Custo Médio e PEPS são os únicos aceitos pelo


Ministério da Fazenda
Custo Médio
Just in time

VANTAGEM Promove redução de custos

É preciso ter bons


DESVANTAGEM
fornecedores
Curva ABC
Aspectos fundamentais:

Giro;

Faturamento;

Lucratividade.

Necessário que o gestor de estoque tenha o preço exato de cada


produto