Você está na página 1de 25

Teologia Sistemática II

CETADEB – Núcleo B - 3424 – ITATIBA


ORIENTAÇÕES AO ESTUDANTE
- Material de consultas,
- Bíblias varias versões,
- Dicionário Bíblico,
- Concordância Bíblica,
- Caneta e bloco de notações,
- Postura de Humildade te fará mais humano.
CRISTOLOGIA – A DOUTRINA DE CRISTO
Estudaremos a história mais empolgante e linda
que já existiu, e outra jamais existirá, o homem
perfeito, o Deus perfeito. A pessoa da Trindade
que se Humanizou para salvar a humanidade!

CRISTOLOGIA: estudo dos atributos de Jesus CRISTO


como Deus e como Homem, bem como do
relacionamento dessa dupla natureza.
INTRODUÇÃO
• O termo “Cristologia” procede de duas palavras gregas, “Christos”,
que significa “Ungido”, “Messias”, e “logia”, traduzido por
“estudo”, “ciência” ou “tratado”.
• No que diz respeito à natureza de Cristo, esta é singular, pois ao
mesmo tempo em que Jesus Cristo é Deus, no sentido pleno e
absoluto do termo, também assumiu a natureza humana, com
exceção do pecado, era sua totalidade e perfeição.
• JESUS ERA, EM SUA ENCARNAÇÃO, PLENAMENTE DEUS E
COMPLETAMENTE HUMANO EM TODAS AS ÁREAS DE SUA VIDA.
• Jesus é perfeito em divindade e perfeito em humanidade;
verdadeiro Deus e verdadeiro homem.
I – NOMES E TÍTULOS DE JESUS CRISTO
1.1 JESUS: o nome “JESUS” designa a Pessoa e a existência do Filho de Deus, que
veio ao mundo para salvar os pecadores.
SENHOR NOME ÍNTIMO E
INVOCADO COMO REDENTOR PESSOAL
SALVADOR

JESUS CRISTO: – JESUS: nome próprio e CRISTO: título; designam o Filho de Deus,
Salvador universal.
Cerca de 300 títulos e designações na Bíblia;
SENHOR: título da sua divindade;
JESUS: além de nome, é título da sua humanidade;
CRISTO: título do seu ofício como Sumo Sacerdote, Rei e Profeta, incluindo o
Messias do Antigo Testamento.
• Jesus é o Homem da antropologia
• Jesus é o Deus da teologia
• Jesus é a Sabedoria da Filosofia
• Jesus é o verbo da gramática
JESUS É O
MAIOR
• Jesus é a estrela da astronomia
• Jesus é o número da matemática
• Jesus é a rocha da geologia Jesus é o
• Jesus é a vida da biologia incomparável
• Jesus é o medico por excelente
• Jesus é o advogado das causas impossíveis
• Jesus é o pacificador das contendas
• Jesus é o juiz que não se corrompe
II – ETERNIDADE DE CRISTO
“Jesus é o Filho de Deus bendito, enviado por Deus Pai; vindo ao mundo,
humanizou-se, ao ser gerado pelo Pai no ventre de uma virgem, a fim de
cumprir a vontade divina.”
 JESUS É PREEXISTENTE- não se limita a história nem ao tempo (Jo 17.5;
17.24b);
 JESUS É A 2ª PESSOA DA TRINDADE Jo 8.58 “....antes que Abraão existisse
Eu Sou.” Lc 1.28 / Gn 3.15;
 JESUS É DEUS ETERNO – Cl 1.17 “E ele é ANTES de todas as coisas...”
 João 1.1- Ele estava com Deus no princípio e era Deus;
 Isaías 53 – Os profetas predisseram que o Messias judeu viria, ainda que fosse
rejeitado.
 Hebreus 1.7,8- cit . Sl 45.6,7: Senhor como o Todo-Poderoso- “Mas, do Filho,
diz: Ò Deus, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos; ...”
III – A HUMANIDADE DE CRISTO

Compreender a Dupla Natureza de Cristo não é tarefa simples, nem


contemporânea. Primeiramente, sem fé não haverá compreensão,
segundo, na história da Igreja houve dois importantes encontros que
buscaram discutir e tentaram sistematizar o estudo acerca da
Natureza de Cristo.

• CRISTO HUMANIZOU-SE PARA: aniquilar o Diabo – a morte (Hb


2.14)
• RASGAR A CÉDULA DA MORTE: Cl 2.14,15 Paulo faz tal declaração
acerca na anulação da cédula que era contra nós.
JESUS HUMANO E TRICOTÔMICO
• O CORPO DE JESUS – Mt 27.58-59; Lc 24.3;

• 2. A ALMA DE CRISTO – Is 53. 11-12; Mc 14.34; Sl 16.9-10

• 3. O EPÍRITO DE CRISTO – Lc 23.46; 1Pe 3.18-20


1. Como homem, Jesus teve mãe, mas não teve pai;
2. Como Deus, Jesus tem pai e não teve mãe. A DUPLA
3. Como homem, Jesus sentiu fome e alimentou-se.
4. Como Deus, Jesus alimenta os famintos multiplicando pães. NATUREZA
5. Como homem, Jesus chorou em Betânia e Jerusalém;
6. Como Deus, Jesus enxuga as lagrimas e todo pranto dos choram. DE JESUS
7. Como homem, Jesus teve sono, e dormiu na polpa do barco;
8. Como Deus, Jesus não dormi pois Ele é o guarda de Israel.
9. Como homem, Jesus sentiu sede e pediu água a mulher Samaritana;
10. Como Deus, Jesus no deserto faz mananciais e sacia a sede do sedento.
11. Como homem, Jesus sentiu cansado e fadigado;
12. Mas como Deus, Jesus diz: Vinde a mim todos os que estão cassados e sobre carregados e eu vos aliviarei.
13. Como homem, Jesus sentiu dores, espancamentos;
14. Como Deus, Jesus garante paz por este sofrimento.
15. Como homem, Jesus não provou o pecado;
16. Como Deus, Jesus resgata o homem do domínio do pecado, e da força do diabo.
17. Como homem, Jesus foi batizado, mas margens do rio Jordão;
18. Mas como Deus, Jesus batiza com o espírito santo e com fogo.
19. Como homem, Jesus foi negado, sofreu, padeceu e morreu;
20. Como Deus, Jesus ressuscitou ao terceiro dia de entre os mortos, vencendo a morte, o pecado e poder do diabo.
IV – JESUS, O DEUS-HOMEM
O filho do homem e o filho de Deus são a mesma pessoa
• O verbo de Deus que se fez homem – Jo 1.1
• O Deus encarnado visto como homem – Jo 1.14
• O Deus homem, que intercede pelo homem a Deus como Homem – 1Tm 2.5

• Essa parte da Teologia só é compreendida entendendo o mistério da
encarnação. Deus / Homem / Deus

• O DEUS encarnado manifesta aos os homens o mistério oculto na


eternidade, que Deus se manifestaria em carne para resgatar a carne. O
homem que pecou no Eden, agora é perdoado e restaurado no calvário.
1. Jesus é o comandante maior do que Josué
2. Jesus é o sacerdote Maior que Arão
3. Jesus é o líder maior que Moises JESUS É O
4. Jesus é o sábio maior que Salomão
5. Jesus é o Rei maior que Davi
MAIOR DOS
6. Jesus é o profeta maior que Elias MAIORAIS
7. Jesus é o juiz maior que Sansão
8. Jesus é o apóstolo maior que Paulo
9. Jesus é o medico maior que Lucas
10.Jesus é o pregador maior que Pedro
11.Jesus é a maior oferta pelos pecadores
12.Jesus é maior que a morte
13.Jesus é o doador da vida
14.Jesus é o amigo mais chegado que o irmão
V – O DEUS HOMEM E SEUS ATRIBUTOS
• ONIPOTÊNCIA – Ele tem Poder absoluto,
• Sl 62.11; Is 9.6; Mt 28.1; Ap 1.8

• ONIPRESENÇA – Ele pode estar em todos os lugares


• Mt 28.20; Mt 18.20; Jo 14.23

• ONISCIÊNCIA – Ele Sabe de tudo antes mesmo que


aconteça
• Mc 13.32. Jo 16.30; 21.17
VI – ENCARNAÇÃO DE CRISTO
“E o verbo “SE FEZ” carne, e habitou entre nós”
• Concepção Virginal – Is 7.14; Mc 6.3; Mt 12.46-50; Gl 1.19
• Nascido na plenitude do tempo –
• DISPENSAÇÕES DEVEM SER OBSERVADAS EM DETALHES

INOCÊNCIA – em Adão antes as queda


CONSCIÊNCIA – em Adão pós queda
GOVERNO HUMANO – em Noe
LEI – em Moises
GRAÇA – em Jesus Cristo
OS MAGOS DO ORIENTE
• Somente Mateus Menciona a presença dos magos no
cenário do nascimento.
• Vieram do leste –
• Trouxeram três presentes
• OURO – REALEZA – Aponta para a humanidade de Jesus
• INCENSO – FÉ – Aponta para a divindade de Jesus. (símbolo da
oração que chega ao Senhor)
• MIRRA – Resina asséptica usada em embalsamento. Aponta
para a Morte de Jesus, isso inclui Marta aos pés de Jesus
derramando um vaso com mirra.

CHAMADOS DE:
• Belchior), Baltasar; Gaspar,
• Talvez fossem astrólogos ou astrônomos, pois, segundo
consta, viram uma estrela e foram, por isso, até a região onde
nascera o Cristo.
VII. A VIDA DE JESUS NA TERRA
• Jesus não era uma supercriança
• Seu alimento era igual das demais
crianças de sua idade
• Foi chamado de comilão (Mt 11.19)
• Cresceu naturalmente
• Seu alimento Manteiga e Mel – (Is 7.15)
• 7.1- SUA OBEDIENCIA – Jesus foi obediente a Deus e aos seus pais
Maria e José. Fp 2.6-8; Lc 2.52 (O menino que crescia em estatura,
sabedoria e graça)
• 7.2 – A VIDA ADULTA DE JESUS – Lc 2.40; 52
- A mente de Jesus era de um jovem que temia a Deus e não vivia no
pecado
• i. 1 dia de nascido – Envolto em panos Lc 2;7
• Ii. 8 dias de nascido – Conduzido a circuncisão – Lc 2.21
• Iii. 41 dias depois – foi levado ao Templo para a apresentação Lc 2.22
• Iv. Período no Egito com retorno antes dos 12 anos – Os 11.1; Lc 2.43
• V. Referencias de Jesus após doze anos – Lc 2.43-46
• 7.3 – GENEALOGIA DE JESUS - Prova que ele não foi alguém de
origem duvidosa, e sim veio de uma raiz genealógica.
O MINISTERIO TERRENO DE JESUS
• Deus filho se fez homem –
• Se fez Servo –
• Se fez Pobre
• Se fez Pecado
• Se fez Maldição
• Foi contado com os Transgressores
• Considerado indigno
• Feito menor que os Anjos –
Qual a reação dos anjos vendo o criador como alguém
menor?
Áreas cobertas pelo ministério de Jesus
JESUS NA JUDEIA
Oito meses
JESUS NA GALILEIA
Dois anos
JESUS NA PEREIA
Quatro meses
VIII. JESUS COMO MESSIAS
1. PROFECIAS MESSIÂNICAS - O NOME DE JESUS = Salvador
- Jesus não veio ao mundo por - É a forma grega do nome “JOSUE” o
acaso, Deus planejou todas as coisas filho de Num (At 7.45; Hb 4.8;
antes da fundação do mundo, - JOSHUÁ ou JOSUÉ = “Nosso
preparando o cenário da sua Livramento” Mt.1.21 ; Lc 1.31.
existência como homem perfeito. - O verdadeiro Nome de Jesus era
- Não existe Novo Testamento “Yeoshua bar Yosep” (Jesus o Filho de
sem Jesus; José).
- Não existe Obra Perfeita sem a - Quando foi transliterado para o grego,
presença do Filho Unigênito de Deus. que não temo som de “sh” e requer-se o
sufixo de caso, ele passou a ser “Iêsous? E
JESUS É O PLANO PERFEITO transliterado para o Latim, passou a ser
Iesus, que é traduzido por Jesus.
8.2 – O MINISTERIO MESSIÃNICO DE JESUS
O Ministério de Jesus está relacionado direto a três ofícios. Apocalipse 1.4,8

1. Como Profeta – Dt 18.18 / Lc 24.19 / At 7.22.


• O Profeta é o homem que detém poder sobre sua vida para fazer
milagre e maravilhas. Ressureições, expulsão de demônios, supri
necessidades, outras obras extraordinárias.

2. Como Sumo Sacerdote – Melquizedeque - Arão – Jesus

3. Como Rei – Melquisedeque e Davi foram Reis, mas não nasceram nem como
príncipe, (Mt 2.2 ... Onde está o que é nascido Rei... ?
IX. MORTE ESPIATORIA DE JESUS
• DIA DA EXPIAÇÃO – O grande dia da Vergonha Nacional, entre os
filhos de Israel. Toda nação se portava na frente da tenda para
interceder pelo Sumo sacerdote que oferecia o sacrifício à Deus por
sua vida e depois pelo pecado do povo.
• Expiar – Remir Crimes ou faltas por meio de sacrifícios
• Expiação é a entrega de Jesus Cristo como Cordeiro de Deus
“oferecido diante de Deus” para purificar os malfeitores de seus
pecados. (João 1.29, 36)
• Hebreus 7.25 – 28 Jesus é o Sumo Sacerdote e ao mesmo tempo a
oferta pelos nossos pecados
X. A RESSURREIÇÃO DE CRISTO
• A Ressurreição de Jesus deu-se em confirmação de tudo o que Deus e
os profetas Dele falaram.
• Conceitos errôneos sobre a ressurreição
• Necessidade de sua Ressurreição
• Negação de sua Ressurreição
• Provas de sua ressurreição
• Testemunhos de sua ressurreição
Conclusão

O plano de Deus é perfeito e perfeitamente


nos alcançou, mesmo sabendo quem somos,
mas Jesus veio, viveu, morreu, ressuscitou,
subiu ao Céu e breve voltará para buscar os
que são seus para reinar com eles
eternamente.