Você está na página 1de 20

Instrumentos

de trabalho
com famílias
GENOGRAMA
AVALIAÇÃO ESTRUTURAL
O que é um genograma
familiar?
 Definição: instrumento de avaliação familiar que
consiste num sistema de coleta e registro de
dados e que integra a história biomédica e
psicossocial do paciente e da sua família
 Surge no contexto da terapia familiar sistêmica
Genograma

 A partir da antiga árvore genealógica,


Murray Bowen, 1954, desenvolveu uma
estrutura conceitual para estudar a
organização da famílias, pesquisar sua
história e as relações entre seus membros,
de acordo com as gerações, idade, sexo e
outros.

Elaboração de hipóteses
diagnósticas
Genograma

Consiste em um diagrama(representação
gráfica) sobre a família com objetivo de
detalhar a estrutura e histórico familiar a
partir de informações sobre os vários
papéis de seus membros e das diferentes
gerações.
 O desenho da árvore distribui
informações sobre os membros da família
e de seus relacionamentos, por várias
gerações.
 Fornece um resumo eficiente e rápido
sobre a família e uma visão dos seus
problemas em potencial.
 O genograma pode ser registrado em prontuário, a
partir de símbolos universais nos quais cada
membro é identificado pelo nome, idade, doença
e ocupação permitindo a compreensão de todos.

 Neste instrumento também é registrado tipos de


relações familiares (conflito, laço efetivo forte,
rompimentos, etc), doenças e falecimentos.
(WRIGHT; LEAHEY, 2012).
 Pode ser visto como um instrumento de
promoção de Saúde Familiar, uma vez que
possibilita a conscientização de seus membros
quanto ao papel no cuidado de um para
com os outros e no favorecimento do bem
estar grupal.
 Em relação ao individuo, permite perceber:
- Pontos vulneráveis, como fraquezas traumas
e fracassos;
- Modos de reação, como raiva, frustrações e
preconceitos;
- Forças, sensibilidade, capacidade de
resolver um problema.
 Em relação ao sistema familiar, permite:

- A proximidade ou o afastamento das


relações;
- Relações de poder e hierarquia;
- Repetição de esquemas e atitudes;
- Crenças que embasam as relações
dentro do sistema.
 É construído a partir de uma entrevista
clínica, ou pode ser iniciado a partir de uma
conversa com um único membro da família
ou vários, porém colher as informações de
vários membros possibilita maior fidelidade
dos dados propiciando de forma direta às
observações das interações/ dinâmica
familiar.
Para iniciar o genograma é importante que o
profissional considere:

 A estrutura e o ciclo vital da família,


 Os padrões patológicos repetitivos através de
gerações (Ex. bisavó, avó e mãe com
Hipertensão Arterial),
 Eventos importantes,
 Funcionamento da família,
 Dados significativos ( viaja muito, sedentário,
tabagista, deprimido, etc)
Como fazer o genograma?

 Os membros da família são ordenados


horizontalmente por gerações, o homem sempre se
mantém do lado esquerdo e a mulher do lado direto.
 Nomes ou iniciais de todos os membros
 Sequência de filhos em ordem de nascimento da
esquerda para direita
 Idade e ano de nascimento;
 Mortes, incluindo data e causa;
 Datas de casamentos e divórcios
 Na elaboração do genograma, a compreensão
de sua estrutura e símbolos torna-se fundamental.
Exemplo 1:

Ano do nascimento

1969 Ano de morte

44

José Carlos
HAS
Pedreiro
Fumante Nome
Ocupação
Doenças
Condições
importantes
Exemplo 2:
Exemplo 3:
Exemplo 4
Exercício
Construa o genograma da sua família com todos os dados que
você se sinta confortável para recordar.