Você está na página 1de 24

REGULAÇÃO DOS FLUIDOS

CORPORAIS: COMPOSIÇÃO E
DINÂMICA
LUDMILA SOUZA FERNANDES
O QUE É FISIOLOGIA???

• FISIOLOGIA: ESTUDO DAS CARACTERÍSTICAS FUNCIONAIS DOS SERES VIVOS.

• A UNIDADE BÁSICA DO CORPO DOS MAMÍFEROS É A CÉLULA.

• CÉLULAS ÓRGÃOS SISTEMAS FUNÇÕES VITAIS

• RESPIRAÇÃO, DEGLUTIÇÃO, ABSORÇÃO E ADAPTAÇÃO AO MEIO AMBIENTE.


LÍQUIDOS CORPORAIS
• INTRACELULAR: DENTRO DA CÉLULA
• EXTRACELULAR: EM MOVIMENTO (NO MEIO EXTERNO Á CÉLULA, CIRCULANDO NO SANGUE OU LINFA
• ÍONS E NUTRIENTES NECESSÁRIOS PARA A SOBREVIVÊNCIA DA CÉLULA

• CÉLULAS SÓ VIVEM E CRESCEM EM AMBIENTES DE ADEQUADAS CONCENTRAÇÕES DE:


- OXIGÊNIO
- GLICOSE
- ÍONS (CA+, CL-, NA+, H+)
- AMINOÁCIDOS
- GORDURAS
HOMEOSTASIA
• A COMPOSIÇÃO DOS LÍQUIDOS CORPORAIS DEVE SE MANTER CONSTANTE
• TUDO EM EXCESSO FAZ MAL
• TUDO QUE FALTA FAZ MAL
• TENDÊNCIA DOS SISTEMAS ORGÂNICOS EM PERMANECER EM EQUILÍBRIO
INGESTÃO E ELIMINAÇÃO DE LÍQUIDOS
• DEVEM SER SEMPRE EQUIVALENTES
• INGESTÃO: 1) LÍQUIDOS E ÁGUA DOS ALIMENTOS
2) INGESTÃO E OXIDAÇÃO DE CARBOIDRATOS (LIBERA ÁGUA!!!)

DEPENDE DE: - TEMPERATURA DO AMBIENTE


- HÁBITOS DO ANIMAL
- NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA
GATOS: ALTA SELETIVIDADE
CÃES: BAIXA SELETIVIDADE
EQUÍNOS: ALTA SELETIVIDADE
BOVINOS: MÉDIA SELETIVIDADE
PERDA DIÁRIA DE LÍQUIDOS

• EVAPORAÇÃO NO TRATO RESPIRATÓRIO

• EVAPORAÇÃO ATRAVÉS DA PELE

• SUOR (GLÂNDULAS SUDORÍPARAS) ( EXCETO: CÃES, GATOS, COELHOS E ROEDORES)

• FEZES (POUCA QUANTIDADE)

• URINA
DIARRÉIA
• PERDA EXCESSIVA DE LÍQUIDO NAS FEZES
• PODE SE TORNAR GRAVE PRINCIPALMENTE EM FILHOTES
• PERDA EXCESSIVA DE ÍONS E NUTRIENTES
• DESIDRATAÇÃO
• REPOSIÇÃO HIDROELETROLÍTICA
• TRATAR A CAUSA
LÍQUIDO INTRACELULAR

• QUANTIDADE DE ÁGUA NO CORPO VARIA COM A IDADE, SEXO E PESO.


• ELETRÓLITOS
• GLICOSE
• COMPOSTOS LIPÍDICOS
LÍQUIDO EXTRACELULAR

• TODO LÍQUIDO SITUADO FORA DAS CÉLULAS


• LÍQUIDO INTERSTICIAL
• PLASMA (MESMA COMPOSIÇÃO DO LIQUIDO INTERSTICIAL MENOS AS PROTEÍNAS)
VOLUME SANGUÍNEO

• IMPORTANTE NO CONTROLE DA DINÂMICA CARDIOVASCULAR

• NORMOVOLEMIA (VOLUME SANGUÍNEO NORMAL)

• HIPOVOLEMIA (HEMORRAGIA, DESIDRATAÇÃO)

• HIPERVOLEMIA (INSUFICIÊNCIA CARDÍACA, BAIXO CONSUMO DE PROTEÍNAS)


VOLUME LINFÁTICO

• SISTEMA LINFÁTICO: TRANSPORTE DE LINFA (PROTEÍNAS GRANDES + LEUCÓCITOS)

• FUNÇÃO: DRENAR O EXCESSO DE LÍQUIDO EXTRACELULAR E DEVOLVÊ-LO A CIRCULAÇÃO


SANGUÍNEA

• GRANDE CAPACIDADE DE AUMENTAR SEU FLUXO (ATÉ 50X).


OSMOSE

• DIFUSÃO DE ÁGUA DE UMA REGIÃO COM ALTA CONCENTRAÇÃO DE ÁGUA PARA UMA
REGIÃO EM QUE A CONCENTRAÇÃO DE ÁGUA É MENOR.

• MEMBRANA CELULAR É IMPERMEÁVEL A SOLUTOS MAS É PERMEÁVEL A ÁGUA, O QUE PERMITE


A ÁGUA TRANSITAR SEMPRE QUE A CONCENTRAÇÃO DE SOLUTOS FOR MAIOR DE UM LADO.

• LÍQUIDO INTRACELULAR E EXTRACELULAR SÃO MANTIDOS EM EQUILÍBRIO OSMÓTICO (PARA


QUE A ÁGUA NÃO SE ACUMULE EM NENHUM LOCAL)
EDEMA
• EXCESSO DE LÍQUIDOS NOS TECIDOS
1) EDEMA INTRACELULAR:
1.1) ISQUEMIA (FALTA DE OXIGÊNIO FAZ A DIMINUIÇÃO DO FUNCIONAMENTO DAS BOMBAS
IÔNICAS)
1.2) INFLAMAÇÃO (AUMENTO DA PERMEABILIDADE DA MEMBRANA CELULAR)
2) EDEMA EXTRACELULAR
2.1) EXTRAVASAMENTO ANORMAL DE LÍQUIDO DO PLASMA PARA OS MEIOS EXTRACELULAR
2.2) FALHA DO SISTEMA LINFÁTICO EM LEVAR O LÍQUIDO DOS TECIDOS DE VOLTA PARA O
SANGUE
DÚVIDAS?

Você também pode gostar