Você está na página 1de 20

CLÍNICA CIRÚRGICA

VETERINÁRIA
Afecções de cabeça e tórax

Disciplina: Clínica Cirúrgica Veterinária


Profª Débora Raiol
E-mail: deboraraiolvetequi@gmail.com
Belém/PA
2019
Cirurgia oftalmica
 Enucleação

É a remoção do globo, membrana nictitante,


glândulas orbitais e das margens palpebrais.
Enucleação

 Indicações

 Danos irreparáveis da córnea ou intraocular


 Incontrolável endoftalmite
 Neoplasia intraocular
 Proptose severa
 Uveíte intratável
Enucleação transconjuntival
Exenteração
É a remoção do globo, da membrana nictitante,
conteúdos orbitais e das margens palpebrais.
Exenteração

Indicação

 Além do globo e limitada aos tecidos moles da órbita


 Neoplasia ou infecção
 Trauma difuso severo
 Trauma ocular penetrante envolvendo a órbita
Pós- operatório
Colar elisabetano até a retirada dos pontos;

- Limpeza da ferida cirúrgica com solução fisiológica;

- Compressas frias

- Aplicação de pomada antibiótica três vezes ao dia, 5 a 7 dias; bacitracina,


polimixina, neomicina, eritromicina e oxitetraciclina.

- Antibióticos sistêmicos- 14 dias

- Antiinflamatório sistêmico (durante 1 a 3 dias);

- Informar ao proprietário a possível presença de secreção sanguinolenta


nos primeiros dias de pós-operatório.
Técnica
Entrópio
Entrópio é o enrolamento da margem palpebral para dentro, o
qual pode ser conformacional, de desenvolvimento, espástico ou
cicatricial.
Entrópio
Técnica de Hotz-Celsus
Ectropio
Eversão da pálpebra inferior.
Tórax
 Pneumotorax
Acúmulo de ar ou gás no espaço pleural

Pneumotórax aberto- é aquele no qual existe livre


comunicação entre o espaço pleural e o ambiente externo.

Pneumotórax fechado- ar se acumula devido a


vazamento do parênquima pulmonar, árvore brônquica ou
esôfago

Pneumotórax espontâneo ocorre como resultado do


vazamento de ar do pulmão, mas sem trauma como uma
causa precipitante
Pneumotórax
Efusão Pleural
Excesso de fluido no espaço entre a pleura visceral do
pulmão e a pleura parietal da parede torácica

hipoalbuminemia
Aumento da pressão hidrostática
Doença cardíaca, hérnia diafragmática, tumor ou torção
de lobo pulmonar
Hemorragia

Inspiração forçada e expiração retardada.


Como se prendesse a respiração.
Condutas

Se o animal não estiver intensamente dispneico,


fazer radiografia antes da toracocentese.

Suplementar com oxigênio


Efusão Pleural
Tórax
 Tocacocentese

Toracotomia é a incisão da parede torácica; a incisão pode ser feita entre as


costelas (toracotomia intercostal ou lateral) ou com osteotomia do esterno
(esternotomia mediana).

Lesão traumática- dificuldade respiratória

A toracocentese deve ser realizada


imediatamente em animais intensamente despneicos
Técnica
BOA NOITE!!