Você está na página 1de 13

GEOMETRIA DESCRITIVA A

10.º Ano
Os Pontos Notáveis de uma Recta

© antónio de campos, 2009.


PONTOS NOTÁVEIS DE UMA RECTA
Os pontos notáveis de uma recta são:
- os pontos de intersecção da recta com os Planos de Projecção;
- os pontos de intersecção da recta com os Planos Bissectores.
Traço horizontal de uma recta
O traço horizontal de uma recta é o ponto de intersecção da recta com o Plano
Horizontal de Projecção.
É o único ponto da recta com cota nula.
É o único ponto da recta cuja projecção frontal que se situa no eixo x.
É representado, convencionalmente, pela letra H.

r2

H2
x

r1

H1
Traço frontal de uma recta
O traço horizontal de uma recta é o ponto de intersecção da recta com o Plano
Frontal de Projecção.
É o único ponto da recta com afastamento nulo.
É o único ponto da recta cuja projecção horizontal que se situa no eixo x.
É representado, convencionalmente, pela letra F.

F2

r2

F1
x

r1
Traço de uma recta no β1,3
O traço de uma recta β1,3 é o ponto de intersecção da recta com o Bissector β1,3.
É o único ponto da recta que tem projecções simétricas.
É o único ponto da recta com coordenadas iguais.
É representado, convencionalmente, pela letra Q.

r2

Q2

r1 Q1
Dois processos de obter as projecções simétricas do ponto
de uma recta no β1,3
Primeiro processo consiste em desenhar uma recta auxiliar simétrica a uma das
projecções da recta em relação ao eixo x.

r2 r2

Q2 Q2

x x

r1 Q1 r1

Q1
Segundo processo consiste em desenhar uma recta auxiliar passando pelo traço
frontal de F (F2) e pelo traço horizontal de H (H1). Pelo ponto de intersecção com
o eixo x, se localizam as projecções do ponto Q.

F2

r2

Q2

F1 H2
x

r1 Q1

H1
Traço de uma recta no β2,4
O traço de uma recta β1,3 é o ponto de intersecção da recta com o Bissector β2,4.
É o único ponto da recta que tem projecções coincidentes.
É o único ponto da recta com coordenadas simétricas.
É representado, convencionalmente, pela letra I.

r2

r1

I1 ≡ I2
Uma recta r é definida pelos pontos A (-3; 1; 4) e B (2; 3; -1). Desenha as
projecções da recta r e determina os seus pontos notáveis.

F2
y≡ z

A2

r2

Q2

F1

x H2
A1
B2
Q1
B1
H1
r1

I1 ≡ I2
Uma recta s passa pelo ponto P (2; 3). A projecção frontal da recta faz um
ângulo de 30º (a.e.). O traço horizontal da recta tem –3 cm de afastamento.
Desenha as projecções da recta e determina os outros pontos notáveis da recta.

Q2
s2

P2
H1
F2

I1 ≡ I2

F1
x H2

P1

s1

Q1
Uma recta a tem o seu traço frontal de 2 cm de abcissa e 3 cm de cota. O traço
da recta no β2,4 tem –3 cm de abcissa e –2 cm de cota. Desenha as projecções da
recta e determina os outros pontos notáveis da recta.

y≡ z
a2

F2

Q2
F1 H2
x

Q1
H1 I1 ≡ I2

a1
Uma recta h é definida pelos pontos R (4; 3) e S (-1; 3). Sabe-se que R0S0 = 6
cm. O ponto R fica à esquerda de S. Desenha as projecções da recta e
determina os outros pontos notáveis da recta. Justifica a inexistência de algum
desses pontos.

h2 R2 Q2 F2 S2
I1 ≡ I2

S1
R0 S0
x F1

Q1

R1 O traço horizontal da recta (H) não existe, pois


h1 não existe um ponto da recta com cota nula. A
recta não intersecta o Plano Horizontal de
Projecção (xy).
Uma recta a contém o ponto T (-3; 3; 4) e o seu traço frontal tem 2 cm de
abcissa e 1 cm de cota. Desenha as projecções da recta e determina os pontos
notáveis da recta. Justifica a inexistência de algum desses pontos.

y≡ z a2

T2

I1 ≡ I2
H1 F2

x H2 F1

T1

a1

Uma recta auxiliar simétrico a a1 em relação ao


eixo x, resulta numa recta paralela a a2; o que
significa que não é possível determinar as
projecções de Q. A recta a não intersecta o
β1,3. A recta a é paralela ao β1,3