Você está na página 1de 42

Prof. M. J.

Silveira Borges
% médias por volumes de um concreto comum

% médias por
volumes de um
concreto comum
AGREGADOS - DEFINIÇÕES
Determinação da Massa Unitária
: Graúdos NBR
7251/1982

(Helene/Terzian, 1993) (Helene/Terzian, 1993)

Determinação M. U. Mistura compactada


compactada de sofrendo
britas. arrasamento
AGREGADOS - DEFINIÇÕES
Determinação da Massa Específica:
Balança hidrostática: agregados graudos
NM
O procedimento a ser seguido : 53/2003
a) Pesa o agregado (SSS).
b) Pesa o agregado imerso em
água, pendurando a amostra em
um fio ligado ao prato da
balança.
W = peso a seco (SSS)
H = peso imerso na água
Amostra
imersa em
água
AGREGADOS - UMIDADE E
DEFINIÇÕES ABSORÇÃO

Estado dos grãos:


Seco em estufa : sem umidade alguma, 110ºC por 6 horas;
Seco ao ar : sem umidade superficial, só umidade
interna dos grãos;
Saturado c/ superfície seca: sem umidade superficial,
interior saturado;
Saturado: com água livre na superfície.

Grau de Umidade
h% P -
h
h% x
Ps 100
(José Freitas =
Jr.)
Ps
Absorção de água (≤ valor da
porosidade)
NM
CONCEITOS RELATIVOS AO 248/2003
PENEIRAMENTO:
• Material passante:
Até 15% da massa pode ficar retida na
peneira especificada. No mínimo 85% deve
passar.
• Material retido:
Até 15% da massa pode passar na peneira
especificada. No mínimo 85% deve ficar
retido.
Mas porque estudar concretos
e argamassas ???