Você está na página 1de 33

Behaviorismo

Alunos: Gabriel Santos


Julyane Cordeiro
Rafael
“A psicologia, como um
behaviorista a vê, é um ramo
História do Behaviorismo puramente objetivo da
ciência natural. Seu objetivo
Do inglês Behavior = Comportamento. É uma das teórico é a previsão e o
escolas da psicologia, também conhecida como controle do comportamento.
A introspecção não é a parte
psicologia comportamental, abrange teorias que tem
essencial de seu métodos[...]
como principal objeto de estudo, o comportamento. o behaviorista, em seus
esforços para conseguir um
Alguns consideram John B. Watson (1878-1958) o esquema unitário das
fundador do Behaviorismo por conta de seu manifesto, respostas animais, não
de 1913. reconhece uma linha
divisória entre homem e
‘A psicologia como o behaviorista vê’ no qual afirma: besta”
Objeto de estudo
Os principais objetos de estudo da teoria behaviorista de
Watson eram os elementos do comportamento, ou seja, os
movimentos musculares do corpo e as secreções musculares.
Sendo uma ciência do comportamento, a psicologia tratava
exclusivamente dos atos passíveis de descrição objetiva, sem o
emprego de terminologia subjetiva ou mentalista.
Principais Contribuições
Burrhus Frederic Skinner(1904-1990), foi um autor e
psicólogo norte-americano, conduziu trabalhos pioneiros
em psicologia experimental e foi o propositor de uma
das linhas de estudo do behaviorismo. Com base em seus
trabalhos iremos abordar o tema.
Entendendo a proposta de Skinner
Para ele o behaviorismo não é a ciência do comportamento humano, mas,
sim a filosofia dessa ciência.

Algumas das questões que ele propõe são;

● É possível tal ciência?


Entendendo a proposta de Skinner

● Pode ela explicar cada aspecto do comportamento humano?


● Que métodos pode empregar?
● São suas leis tão válidas quanto as da Física e da Biologia?
Entendendo a proposta de Skinner
Em seu trabalho podemos perceber a influência de teorias da biologia e da
física , como por exemplo a teoria evolucionista, ao tratar sobre
desenvolvimento comportamental e aprendizado.
O ser humano apresenta dois tipos principais de comportamentos, os quais
foram classificados por Skinner do seguinte modo:

❖ Comportamento Respondente
❖ Comportamento Operante
Comportamento Respondente
O comportamento Respondente é todo aquele comportamento que é
involuntário, que acontece mediante as contingências.

Há um estímulo /resposta e é incondicionado (não aprendido).


Exemplos
Comportamento operante
● O pensamento chave de Skinner é o condicionamento operante, este é
o tipo de comportamento voluntário. Onde o comportamento pode
ser controlado pelas respostas ambientais.
Comportamento operante

(R -> S) uma resposta produz um estímulo, e o


estímulo controla a resposta, de modo mais
simples, a resposta controla uma modificação no
ambiente que ela mesma produziu.
Comportamento operante
Um exemplo disso foi um experimento proporcionado com pombos.
As sensações de Reforço
Do ponto de vista da teoria da evolução, uma coisa está suscetível ao
reforço devido o seu valor de sobrevivência e não a qualquer sensação que
lhe esteja associada.
As sensações de reforço
Entende-se melhor que, reforço é um estímulo adicional que ocorre após o
comportamento que aumenta a probabilidade de que o comportamento irá
ocorrer de novo no futuro.
O reforço
Reforço positivo podem ser quando por exemplo, depois de fazer uma
coreografia certa durante uma aula de dança, seu instrutor grita, “Bom
trabalho!”. Ou quando no trabalho, você excede a cota de vendas do mês,
e por isso o seu chefe lhe dá um bônus.

O reforço positivo é mais eficaz quando ocorre imediatamente após o


comportamento. Quanto menor a quantidade de tempo entre um
comportamento e a apresentação de reforço positivo, mais forte a ligação
será.
Tipos de reforçadores
reforçadores naturais são aqueles que ocorrem diretamente como
resultado do comportamento.

Por exemplo; uma menina estuda muito, presta atenção na aula e faz o seu
dever de casa. Como resultado, ela fica com excelentes notas.
Tipos de reforçadores

Reforçadores sociais envolvem expressar aprovação de um


comportamento, como quando um professor, pai ou empregador diz ou
escreve “Bom trabalho” ou “excelente trabalho”.
Tipos de reforçadores
Reforçadores tangíveis envolvem a apresentação de uma recompensa real,
física, como doces, guloseimas, brinquedos, dinheiro e outros objetos
desejados. Embora estes tipos de recompensas possam ser
poderosamente motivadoras, elas devem ser usadas com moderação e com
cuidado.
A extinção
Quando não há mais reforço, o comportamento entra em extinção e
raramente ou nunca mais aparece, pode ser traduzido como falta de
confiança, insegurança e incerteza. Os sentimentos causados por isso
podem ser falta de interesse, desapontamento, desencorajamento
,sensação de impotência e até mesmo depressão.
Sentimento de frustração
A frustração é uma condição diferente, pois inclui a tendência de uma falta
de reforço, a expressão ‘expectativas frustradas’ refere-se especificamente
a uma condição produzida pelo término de um reforço habitual.

Ex: Quando uma pessoa programa um passeio e chegando no


determinado dia, acontece um fato que impede esta pessoa de realizar o
passeio, isso provoca uma sensação de frustração por não poder mais
realizar o que se pretendia.
A existência da punição
A punição é facilmente confundida com o reforço negativo, algumas vezes
chamado ‘controle adversativo’. Os mesmos estímulos são usados, e o
reforço negativo pode ser definido como a punição por não agir; a punição
visa a remover um comportamento de um repertório, ao passo que o
reforço negativo gera comportamento.
A existência da punição
Quando uma pessoa bate ou ameaça uma criança porque se portou mal,
está apresentando um reforço negativo em vez de eliminá-lo. Uma pessoa
punida continua ‘inclinada’ a comportar-se de forma punível, mas evita a
punição fazendo alguma outra coisa, talvez apenas, mais do que
teimosamente, não fazendo nada.
Modelagem de comportamento
A modelagem é obtida proporcionando-se reforçadores após respostas que
gradativamente se aproximam da resposta que se deseja obter. Este
método envolve nitidamente princípios do condicionamento operante.
Modelagem de comportamento
Podemos dizer que pais e educadores, por exemplo, modelam o
comportamento da criança por meio de procedimentos que correspondem
ao condicionamento operante.

De forma resumida, podemos afirmar que esta abordagem concebe o ser


humano como nascendo como uma ‘folha em branco’, aonde vão sendo
impressas as aprendizagens a partir da relação com o meio ambiente,
moldando os comportamentos que observamos.
Modelagem de comportamento
● O ato dos pais incentivarem um filho a agradecer uma pessoa depois
de certa situação.
● Instruir os filhos a arrumarem sua bagunça depois de brincarem ou
limpar a sujeira após a refeição.
Aspectos
Para os comportamentalistas, portanto, desenvolvimento e aprendizagem
não se distinguem, são processos coincidentes; eu me desenvolvo, pois
aprendo e aprender é desenvolver-se. O que chamamos de
desenvolvimento é visto como o acúmulo de aprendizagens adquiridas ao
longo da vida.
Manipulação de comportamento
Técnicas de Manipulação para mudança de comportamento dominação da
sociedade e manipulação da sociedade de maneira sistemática.

Estratégia da diversão– Elemento indispensável ao controle social, a


estratégia da diversão consiste em desviar a atenção do público dos
problemas mais importantes e das mudanças decididas pelas elites políticas
e econômicas, graças a uma enxurrada ininterrupta de distrações e
informações insignificantes e desnecessárias.
Manipulação do comportamento
Estratégia do esbatimento (progressão da intensidade) Para fazer aceitar
uma medida inaceitável basta introduzi-la progressivamente, de forma
gradual, ao longo de alguns anos. É geralmente deste modo que as
modificações sociais são impostas.

Exemplo: a taxação gradual de impostos, se fosse feita de maneira brusca


sofreria maior descontentamento da sociedade do que de maneira gradual.
Influências para a educação
características desta abordagem e sua influência no processo de
aprendizagem:
● Elaboração de uma maneira sistemática de planejar, conduzir e avaliar
o processo total de ensino e aprendizagem com objetivos específicos,
para produzir uma instrução mais eficiente.
Influências para a educação
● As estratégias desta abordagem visam permitir que um número maior
de alunos atinja altos níveis de desempenho.
● As estratégias desta abordagem visam permitir que um número maior
de alunos atinja altos níveis de desempenho.
Conclusão
O referido tema, sobre o ponto de vista do autor Skinner tem como propósito a análise do
comportamento humano,considerando as causas e influências que levam o indivíduo a apresentar certo
comportamento, ele também introduz o conceito da manipulação de comportamento por meio de
aspectos externos, como o ambiente e necessidades do indivíduo. É possível também aplicar essas
ideologias no âmbito da educação , com o intuito de desenvolvimento intelectual para os indivíduos que
estão em processos fundamentais de educação.
Referências
SKINNER, B. F. Sobre o Behaviorismo. São Paulo: Cultrix, 1974.

www.portaleducacao.com.br Acesso em 19 de mai 2018.

www.resistir.info.com.br Acesso em 19 de mai de 2018.