Você está na página 1de 24

MERITUM

CURSOS PREPARATÓRIOS
PARA CONCURSOS
PÚBLICOS
PROFESSOR: DANILO MELLO
INSTAGRAM: @danilo_tmello
Lei
13.771/2018
ALTERA AS MAJORANTES DO
FEMINICÍDIO
O QUE É FEMINICÍDIO?
- É o homicídio doloso praticado
contra a mulher “por razões da
condição de sexo feminino”.

- Há um desprezo, menosprezo,
desconsideração da dignidade
da vítima enquanto mulher.
PREVISÃO NO CP
Art. 121. Matar alguém:
Pena - reclusão, de seis a vinte anos
Homicídio Qualificado:
§ 2° Se o homicídio é cometido:
Feminicídio (incluído Lei 13.104/2015)
VI - contra a mulher por razões da condição
de sexo feminino:
Pena - reclusão, de doze a trinta anos.
FEMINICÍDIO X FEMICÍDIO
Femicídio: praticar homicídio
contra a mulher (matar mulher)
Feminicídio: praticar homicídio
contra a mulher “por razões da
condição de sexo feminino” (por
razões de gênero) –
Elemento especializante.
CP pune mais gravemente.
PUNIÇÃO DO FEMINICÍDIO
ANTES DA LEI
13.104/2015
Não havia nenhuma punição
especial.
Respondia pelo art. 121 “caput”
ou a depender do caso por
homicídio qualificado por
motivo torpe ou fútil.
SUJEITO ATIVO DO
FEMINICÍDIO
Crime comum: pode ser
praticado por qualquer pessoa
(normalmente é o homem, mas
nada impede que seja uma
mulher)
SUJEITO PASSIVO DO
FEMINICÍDIO
OBRIGATORIAMENTE deve ser
uma pessoa do sexo FEMININO
(criança, adulta, idosa)
DÚVIDAS FREQUENTES
Mulher que mata sua
companheira homoafetiva:
pode haver feminicídio, se o
crime for praticado por razões
da condição do sexo feminino
DÚVIDAS FREQUENTES
Homem que mata seu
companheiro homoafetivo: não
haverá feminicídio, pois a vítima
deve ser do sexo feminino. No
caso, responde por homicídio.
RAZÕES DE CONDIÇÃO DO
SEXO FEMININO
Art. 121, § 2º, VI: feminicídio
(norma penal em branco
homogênea homovitelina).
O complemento da norma
encontra-se no § 2-A do art. 121 do
CP (razões de condição do sexo
feminino)
RAZÕES DE CONDIÇÃO DE
SEXO FEMININO
§ 2o-A Considera-se que há razões de
condição de sexo feminino quando o
crime envolve:
I - violência doméstica e familiar;
II - menosprezo ou discriminação à
condição de mulher.
CAUSAS DE AUMENTO DE
PENA EXCLUSIVAS PARA O
FEMINICÍDIO

Art. 121, § 7º do CP

VAMOS COMPARAR
Antes da Lei 13.771/2018 ATUALMENTE
Art. 121 (...) Art. 121 (...)
§ 7º A pena do feminicídio é § 7º A pena do feminicídio é aumentada
aumentada de 1/3 (um terço) até a de 1/3 (um terço) até a metade se o
metade se o crime for praticado: crime for praticado:
I – durante a gestação ou nos 3 (três) Não foi alterado. Continua a mesma
meses posteriores ao parto; redação.
II – contra pessoa menor de 14 II – contra pessoa menor de 14 (catorze)
(quatorze) anos, maior de 60 anos, maior de 60 (sessenta) anos, com
(sessenta) anos ou com deficiência; deficiência ou portadora de doenças
degenerativas que acarretem
condição limitante ou de
vulnerabilidade física ou mental;

III – na presença de descendente ou de III – na presença física ou virtual de


ascendente da vítima. descendente ou de ascendente da
vítima;
Não havia inciso IV. IV – em descumprimento das medidas
protetivas de urgência previstas nos
incisos I, II e III do caput do art. 22 da
Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
ENTENDENDO MELHOR AS
ALTERAÇÕES
II – contra pessoa menor de 14 (catorze) anos, maior de
60 (sessenta) anos, com deficiência ou portadora de
doenças degenerativas que acarretem condição
limitante ou de vulnerabilidade física ou mental;

 Exemplo: pessoa portadora de esclerose lateral


amiotrófica. A vítima apresenta uma fragilidade
(debilidade maior)
ENTENDENDO MELHOR AS
ALTERAÇÕES
III – na presença física ou virtual de descendente
ou de ascendente da vítima;
 Justificativa: intenso sofrimento que o autor do delito
causou aos ascendentes (pai, mãe, avô, avó) e
descendentes (filho (a), neto (a), bisneto (a)).
 Exemplo: filho presencia a morte da mãe por meio de
uma live.
 CUIDADO: se o crime é praticado na presença de
colateral (irmão, tio) ou na presença do cônjuge da
vítima, NÃO HAVERÁ A CAUSA DE AUMENTO DE PENA
ENTENDENDO MELHOR AS
ALTERAÇÕES
IV – Em descumprimento das medidas protetivas de
urgência previstas nos incisos I, II e III do caput do
art. 22 da Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Art. 22. Constatada a prática de violência doméstica e familiar contra a mulher, nos termos desta Lei, o juiz
poderá aplicar, de imediato, ao agressor, em conjunto ou separadamente, as seguintes medidas protetivas de
urgência, entre outras:
I - suspensão da posse ou restrição do porte de armas, com comunicação ao órgão competente, nos termos da
II - afastamento do lar, domicílio ou local de convivência com a ofendida;
III - proibição de determinadas condutas, entre as quais:
a) aproximação da ofendida, de seus familiares e das testemunhas, fixando o limite mínimo de distância entre
estes e o agressor;
b) contato com a ofendida, seus familiares e testemunhas por qualquer meio de comunicação;
c) freqüentação de determinados lugares a fim de preservar a integridade física e psicológica da ofendida;
CONSEQUÊNCIAS PELO
DESCUMPRIMENTO DAS
MEDIDAS PROTETIVAS DE
URGÊNCIA
Possibilidade de:
a) Decretação da prisão preventiva
(art. 313, III, do CPP);
b) Responsabilização pelo CRIME do
art. 24-A da Lei Maria da Penha
Art. 24-A. Descumprir decisão judicial que
defere medidas protetivas de urgência previstas
nesta Lei:
Pena – detenção, de 3 (três) meses a 2 (dois)
anos.
§ 1o A configuração do crime independe da
competência civil ou criminal do juiz que
deferiu as medidas.
§ 2o Na hipótese de prisão em flagrante, apenas
a autoridade judicial poderá conceder
fiança.
§ 3o O disposto neste artigo não exclui a
aplicação de outras sanções cabíveis
FEMINICÍDIO MAJORADO
PELA DESCUMPRIMENTO
DE MP X CRIME DO ART.
24-A DA LEI MARIA DA
PENA
O agente ainda responde pelo
delito do art. 24-A da Lei Maria da
Penha?
NÃO. Aplica-se o princípio da
consunção. O art. 24-A da Lei
Maria da Penha será absorvido
pela conduta mais grave, quer
seja, a prática do art. 121,§ 7º,
IV, do CP.
VIGÊNCIA DA LEI
13.771/2018
A partir da sua data de
publicação (20/12/2018)
CUIDADO: a referida lei se trata
de uma norma penal mais
gravosa, NÃO se aplicando
assim aos fatos ocorridos antes
de sua vigência.
GOSTOU DESTA AULA?

Siga-me no Instagram e fique


atento (a) com as mais
importantes novidades para os
concursos policiais
Professor: Danilo Mello
@danilo_tmello
MERITUM
CURSOS PREPARATÓRIOS PARA
CONCURSOS PÚBLICOS
PROFESSOR: DANILO MELLO
INSTAGRAM: @danilo_tmello

Nosso foco é a sua aprovação!