Você está na página 1de 46

IDADE CONTEMPORÂNEA

A REVOLUÇÃO FRANCESA

A Revolução
Francesa
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Revolução burguesa
Antecedentes/causas:
• Maior população da Europa Ocidental (25 milhões).
• 80% rural.
• Restrições mercantilistas: taxações, proibições,
monopólios.
• Sociedade estamental (extrema desigualdade)
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Paris, no final do século XVIII, já era uma grande cidade, bastante


movimentada, como se observa nesta gravura que retrata a rua
Saint-Denis.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Absolutismo
parasitário
Luís XVI
Festas,
banquetes,
pensões, guerras
inúteis, tratados
desvantajosos.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Pintura de Pierre Patel, de 1682, mostrando o imponente


palácio de Versalhes, sede da corte absolutista de Luís XIV.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Sociedade Francesa antes da revolução


Terras,
1º ESTADO: CLERO cargos
1%
prestígio,
2º ESTADO: NOBREZA privilégios, e
2%
isenção fiscal
3º ESTADO: BURGUESIA +
97% CAMPONESES + SANS
CULOTES: obrigações e impostos.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

A nobreza francesa, retratada em um de seus rotineiros


encontros de lazer, teria seus privilégios de nascimento
abolidos pela Revolução Francesa, em 1789.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Gravura francesa do final do século XVIII denunciando a exploração


a que estava submetido o terceiro Estado. À esquerda, observando
a cena, representantes do clero ( primeiro Estado) e da nobreza
( segundo Estado).
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Crise econômica: concorrência inglesa,


excesso de gastos, altos impostos,
inundações, secas...
Difusão de ideais iluministas.
Revolta dos Notáveis (1787): nobres
inconformados com proposta de cobrança
de impostos, exigem convocação dos Estados
Gerais.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Os Estados Gerais (1789):


• Reunião (consultiva) de membros dos 3
Estados.
• Objetivo básico: tributação.
• Divergência de votação.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Assembléia dos Estados Gerais de 5 de maio de 1789, retratada por


Auguste Colder.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
o 3º Estado separa-se e
autoproclama-se em
Assembléia Nacional
Constituinte (juramento
da péla).
o Criação da Guarda
Nacional (milícia
burguesa) para resistir
ao rei.
o 14/07/1789: QUEDA DA
BASTILHA (início oficial
da Revolução Francesa)
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Os deputados decidem elaborar uma constituição


IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

 A Queda do Antigo Regime


Noite do Grande Medo : camponeses rebelam-
se contra autoridade dos senhores feudais.
o Abolição de privilégios feudais.
o Constituição civil do clero (1790).
o Igreja subordinada ao Estado.
o Bens da Igreja foram confiscados.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
o DECLARAÇÃO
UNIVERSAL DOS
DIREITOS DO
HOMEM E DO
CIDADÃO :
o igualdade jurídica,
direito à propriedade e
resistência à opressão.
o Desigualdade econômica
no lugar da sociedade
estamental.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

1ª Constituição francesa (1791)


Monarquia constitucional
o Divisão de poderes
o Voto censitário
o Manutenção da escravidão nas colônias.
o Proibição de greves e associações de
trabalhadores (Le Chepelier).
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Divisões entre os parlamentares:


GIRONDINOS – alta burguesia,
conservadores, sentados na direita do
parlamento.
JACOBINOS – pequena e média
burguesia, apoiados por sans-culotes,
favoráveis a mudanças mais radicais,
sentados na esquerda do parlamento.
Apelidados de “montanheses”.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
Cordeliers – camadas populares
Feuillants – burguesia financeira.
– Nobres começam a abandonar a França (emigrados).
– Rei tenta fugir e é preso (1791).
– França é invadida por países absolutistas (Áustria e
Prússia).
– Exército popular (COMUNA INSURRECIONAL DE
PARIS), liderado por jacobinos, é formado para conter
inimigos.
– Monarquia absolutista é abolida
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

REI = TRAIDOR
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

• A Convenção Nacional (1792 – 1795):


Girondinos X Jacobinos
– Set/1792 – Jun/1793: Girondinos no poder.
 Jan/1793 – Luís XVI é guilhotinado.
 1ª coligação contra a FRA (AUS + PRUS + ESP + HOL +
ING).
 Revolta de camponeses de Vendéia (contra a Revolução).
 Crise econômica.
– Jun/1793 – Jul/1794: Jacobinos no poder.
 Radicalismo.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

1793: Constituição do Ano I


 Sufrágio universal, fim da escravidão nas colônias.
Comitê de Salvação Pública (administração e defesa
externa).
Comitê de Salvação Nacional (segurança interna).
Tribunais Revolucionários (julgamento de opositores).
Calendário Revolucionário.
Lei do Preço Máximo.
Ensino público e gratuito.
Confisco e venda (a preços populares) de bens da Igreja
e nobreza.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
• O calendário revolucionário
• Vindimário ( do francês brumas = nevoeiro), de
22/10 a 20/11
• Frimário ( do francês frimas = geada), de 21/11 a
20/12
• Nivoso ( do latim nivosus = neve), de 21/12 a 19/1
• Pluvioso ( do latim pluviosus = chuvoso), de 20/1 a
18/2
• Ventoso ( do latim ventosus = vento), de 19/2 a
20/3
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
• Germinal ( do latim germem = germinação), de 21/3 a
19/4
• Floreal ( do latim florens = flores), de 20/4 a 19/5
• Prairial ( do francês prairie = prado), de 20/5 a 18/6
• Messidor ( do latim messis = colheita), de 19/6 a 18/7
• Termidor ( do grego therme = calor), de 19/7 a 17/8
• Frutidor ( do latim fructus = fruto), de 18/8 a 16/9
• Dias dos sans-culattes, de 17/9 a 21/9
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
Fim da supremacia
católica.
Assassinato de Marat
Divergências entre
jacobinos.
Danton
X Robespierre
Terror: abuso da
guilhotina.
Desgaste do governo.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Georges Jacques Danton (esquerda), líder da fase radical


da Revolução e que disputou com Maximilien François
Marie Isidore de Robespierre (direita) o destino do
governo montanhês.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Robespierre é
guilhotinado
e
Girondinos
retomam o
poder.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

• Convenção
Termidoriana
(1794 – 1795):
Anulação das
leis dos
jacobinos.
Perseguições a
populares
(Terror Branco).
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

• O Diretório (1795 – 1799):

– 1795: Nova Constituição – 5 diretores


(poder executivo), voto censitário.

– 1795 e 1797 – golpes realistas


(frustrados)
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
– 1796: Conspiração ou
Conjura dos Iguais
(Graco Babeuf) –
rebelião popular
fracassada.
– Segunda Coligação
contra a França (PRUS +
ESP + HOL + ITA) –
derrotada.
– Crise econômica,
corrupção,
impopularidade.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

– Napoleão Bonaparte destaca-


se.
– Golpe do 18 Brumário
(1799): Napoleão Bonaparte
toma o poder.
Fim da Revolução
Francesa.
NAPOLEÃO BONAPARTE
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

• Napoleão foi um importante líder do exército


nacional.
• Napoleão passou a controlar o poder
executivo.
• No âmbito político, as aspirações das classes
populares foram afastadas.
• Criava-se uma verdadeira República
burguesa.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

• Regime monárquico
• Em 1804, ocorreu mais uma fase importante da
história política francesa.
• A modificação da Constituição resultou no
restabelecimento do regime monárquico e Napoleão
assumiu o poder como imperador da França.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

• GUERRAS
NAPOLEÔNICAS
• A França promoveu
diversas campanhas
militares de caráter
expansionista.
• Algumas bem sucedidas
resultaram na anexação de
alguns territórios na Itália,
aespanha e no Leste
Europeu(Reinos germânicos
e austríacos)
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
• BLOQUEIO CONTINENTAL
• O único rival que podia resistir ao exército de Napoleão era a
Inglaterra.
• Napoleão decreta o Bloqueio Continental.
• O país europeu que ousasse fazer comércio com a Inglaterra
sofreria com a vingança de Napoleão
• O DECLÍNIO DO IMPÉRIO DE NAPOLEÃO.
• O bloqueio continental não deu certo.
• A campanha militar na Rússia foi um desastre.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

• NAPOLEÃO
FOI
DERROTADO,
PRESO e
mandado para a
ilha de Elba.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

 OS 100 DIAS DE WATERLOO


• OS VENCEDORES IMPUSERAM UM NOVO REI Luís
XVIII, irmão do rei guilhotinado.
• Os camponeses se agitaram e a burguesia rejeitou o retorno do
antigo regime.
• Napoleão voltou,mas governou apenas por 100 dias.
• Em junho de 1815 rendeu a superioridade do inimigo, e foi
enviado como prisioneiro para ilha de Santa Helena.
• Em 1821 morreu doente.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Ilha de Santa Helena


IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

O ciclo revolucionário
termina em 1814.

A burguesia industrial
alcançou o poder e
estava sendo encerrado
o ciclo revolucionário
que começou em 1789 e
terminou em 1814.
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

Napoleão
e o Mito
do Herói
IDADE CONTEMPORÂNEA
A REVOLUÇÃO FRANCESA

• Importância do
movimento:
– Fim do Antigo
Regime.
– Ascensão da
burguesia.
– Desenvolvimento
do capitalismo.