Você está na página 1de 25

TEORIAS E PRÁTICAS DO

CURRÍCULO

COORDENADORA CURSO PEDAGOGIA:


ANA CLARISSE ALENCAR BARBOSA

DOCENTE RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA:


GRACIELE ALICE CARVALHO ADRIANO
EMENTA DA DISCIPLINA:
Relação entre currículo, conhecimento e cultura escolar. Teorias
curriculares e a ação educativa. História do currículo no Brasil e
perspectivas futuras. O Currículo como instrumento pedagógico de
construção e reconstrução dos saberes. Estruturação curricular:
planejamento, execução e avaliação do currículo. A organização,
seleção e integração de conteúdos e a aprendizagem significativa.
Organização do currículo por projetos de trabalho.
Currículo é uma palavra
proveniente do latim currere, que
indica caminho, trajetória, um
percurso a ser realizado nas
relações existentes entre escola e
sociedade.

Há diferentes modos de
entendimento do conceito de Fonte: https://goo.gl/cmvg3y

currículo, dependendo do autor e


de seu contexto histórico.
O conceito de currículo, bem como, a sua construção, são fatores que
influenciam na qualidade educacional e na formação de alunos e
professores, porque o currículo permeia aspectos importantes como “o
que ensinar”, “como ensinar”, “por que ensinar” e “quando avaliar” os
seus resultados nos processos de ensino-aprendizagem.
• a) O que ensinar: estamos nos referindo aos conteúdos de ensino.
• b) Quando ensinar: remete à organização dos tempos escolares.
• c) Como ensinar: são as metodologias.
• d) E o que, como e quando avaliar: são os saberes em seus diversos
aspectos, respeitando a individualidade e o ritmo de cada um para que os
objetivos, as intenções pedagógicas do projeto pedagógico sejam
alcançadas. Portanto, a avaliação nesse processo é como um termômetro
que irá determinar o grau das intenções educativas de todo o projeto
educacional.
Para iniciar os estudos, vamos refletir sobre as primeiras
impressões de currículo.
O que significa a palavra currículo para
você?
Fonte: https://goo.gl/F8NBVs

Acadêmicos, organizem-se em grupos de 5 a 6 componentes,


recortem de revistas e/ou jornais, palavras que tenham relação
com CURRÍCULO. Depois utilizem as palavras recortadas e montem
uma frase que responda à pergunta. Colem-na na folha
disponibilizada pelo tutor e socializem-na com seus colegas.
Organizem um texto coletivo com todos os trabalhos e adicionem
um título. Vocês terão a primeira noção do grupo do que venha a
ser CURRÍCULO!
2º Encontro:

• Socialização da atividade da aula passada.


Currículo é uma palavra proveniente do
latim currere, que indica caminho,
trajetória, um percurso a ser realizado
nas relações existentes entre escola e
sociedade.

Há diferentes modos de
entendimento do conceito de Fonte: https://goo.gl/cmvg3y

currículo, dependendo do autor e


de seu contexto histórico.
O início dos estudos sobre currículo contou com a influência dos educadores
americanos John Dewey, Franklin John Bobbit e Ralph Tyler.
No Brasil, essas ideias chegaram no ano de 1932 por meio do movimento dos
pioneiros da Escola Nova.
Desde então, muitos estudiosos discorrem sobre currículo.

O currículo é um instrumento que


pensa a educação e as aprendizagens
necessárias ao desenvolvimento do
aluno. Permeia aspectos importantes
como o que ensinar, como ensinar, por
que ensinar e quando avaliar.
https://goo.gl/TbLBvx
Então, qual é o significado de currículo?

O currículo é uma construção social e


histórica, na qual circulam e se produzem
saberes, relações de poder e subjetividades
determinadas.
Entende-se então, que as políticas que
envolvem o currículo fazem parte de
diferentes tradições e concepções sociais de https://goo.gl/BSJesn

alguém ou de um grupo.
Constituição do currículo ao longo do
processo histórico e educacional

Grade
curricular
Orientação Conteúdos
didática Objetivos de
aprendizagem

CURRÍCULO
Funções da
Formação escola
professores Reprodução
valores e
alunos
ideologias da
Prática sociedade
pedagógica
As alterações econômicas e sociais influenciaram diretamente a elaboração de
“Teorias sobre currículos”, o conhecimento e o progresso foram os objetivos
centrais das reformas educativas.

As teorias curriculares expressam as


tradições e crenças de um
determinado período histórico e
suas mudanças sociais, sobretudo as
ideologias, observando os
comportamentos didáticos, políticos,
culturais, administrativos,
econômicos e outros que influenciam
sua constituição. https://goo.gl/rq5fwf
• Combatiam o currículo humanista*.
• Bobbit como precursor do modelo de currículo baseado na
Teorias teoria fabril de Taylor. A teoria defendia a administração do
tempo nas fábricas, planejamento e divisão do trabalho
Tradicionais (TRATEMBERG, 2006), bem como, a separação entre as
funções de execução e planejamento de tarefas.

• Bases filosóficas iniciais baseadas em Kant, Hegel e


Teorias Marx.
• A preocupação não estava mais em como fazer o
Críticas currículo, mas em compreender o que o currículo
representa.

• Termo pós não no sentido de superação, mas na


Teorias dissociação entre as análises marxistas da primeira e as
análises discursivas da segunda.
Pós-Críticas • Contestam ideias que aprisionam o sujeito,
problematizando as relações saber-poder e a cultura.
• Segundo Silva (2007, p. 26), “o currículo humanista, herdeiro da
Antiguidade Clássica tinha o objetivo de introduzir os estudantes no
repertório das grandes obras literárias e artísticas dos clássicos gregos e
latinos, assim como no estudo dessas línguas. Supostamente, essas obras
encarnavam as melhores realizações e os mais altos ideais do espírito
humano.
• Derivam dessa tradição as concepções de currículo como um conjunto de
conteúdos a ensinar, organizados em disciplinas, temas, áreas de
estudos, como também o plano de ação pedagógica, fundamentado e
implementado num sistema educacional.
O conceito de currículo, bem como, a sua construção, são fatores que
influenciam na qualidade educacional e na formação de alunos e
professores, porque o currículo permeia aspectos importantes como “o
que ensinar”, “como ensinar”, “por que ensinar” e “quando avaliar” os
seus resultados nos processos de ensino-aprendizagem.
• a) O que ensinar: estamos nos referindo aos conteúdos de ensino.
• b) Quando ensinar: remete à organização dos tempos escolares.
• c) Como ensinar: são as metodologias.
• d) E o que, como e quando avaliar: são os saberes em seus diversos
aspectos, respeitando a individualidade e o ritmo de cada um para que os
objetivos, as intenções pedagógicas do projeto pedagógico sejam
alcançadas. Portanto, a avaliação nesse processo é como um termômetro
que irá determinar o grau das intenções educativas de todo o projeto
educacional.
• O currículo torna-se a condição indispensável para que os
saberes socialmente produzidos possam ser recuperados,
criticados e reconstruídos para a transformação individual e
social dos conhecimentos escolares.
• Portanto, o currículo é considerado a bússola da escola. Trata-se
de um instrumento que pensa a educação e as aprendizagens
necessárias ao desenvolvimento do aluno.
Multiculturalismo
Origem nos países de Representa um modo de luta política, com a
hemisfério norte, possibilidade e presença de grupos raciais e
chamados de étnicos e dominantes convivendo num
desenvolvidos ou mesmo espaço.
dominantes. A ideia é de diversidade cultural, na defesa
da inexistência de uma hierarquia entre as
culturas humanas.

Acadêmicos! Como vocês


percebem a presença do
multiculturalismo na
sociedade?
Fonte: <https://democracianaescola.wordpress.com/2012/05/>.
Currículo híbrido

Alguns autores, na década de 1990,


iniciaram discussões de culturas
híbridas de acordo com as Refere-se a diferentes tipos de
mudanças contemporâneas. raças e a miscigenação de culturas
na sociedade contemporânea. Ou
seja, a mistura de culturas
convivendo juntas e a ruptura de
uma única forma de raça e cultura.

Fonte: <http://www.beatrixschool.nl/index.php?section=10&page=27>.
Tecnologias da Informação e
Comunicação (TIC)

No Brasil, a expansão do uso das Com a inserção das TIC nos currículos
tecnologias digitais na escola torna-se relevante a discussão sobre a
iniciou em meados de 1990. noção de tempo e espaço na escola,
como facilitadores do aprendizado.
O currículo escolar deve absorver as
mudanças e inovações tecnológicas,
para atender ao novo perfil dos alunos.

Como você, acadêmico, percebe


a presença das TIC na escola?
Fonte: <http://www.escoladejogos.com.br/tag/escolas/>.
Currículo na prática educativa
A escola educa as novas gerações produzindo e reproduzindo a cultura de uma
sociedade. O currículo cinstrumento transmissor aos alunos de comportamentos e
valores que fazem parte da cultura socialonsiste no. Define, ainda, determinado tipo
de linguagem, pensamento, consciências e modos de ver, viver e atuar no mundo.

Há uma estreita relação entre


currículo, conteúdos e cultura. O
currículo sempre comunicará,
transmitirá conhecimentos,
competências, crenças, hábitos,
valores, que constituem o que
chamamos de cultura.
Fonte: <http://quemdisse.com.br/trend/agua/>.
Currículo na práxis docente:
formação em ação
A formação docente foi se alterando com
o passar do tempo. No início, voltava-se O currículo na formação docente deve
para uma prática mais técnica e assegurar as competências
especialista. A partir da década de 1980, intelectuais, técnica, pedagógica e
privilegiou a qualificação e autonomia, política, um conjunto de aspectos que
entendendo a necessidade de uma se complementam na constituição do
formação contínua e reflexiva. ser professor.

Como você, acadêmico, percebe a relação do currículo com as


práticas educativas na escola? Discuta com seus colegas!
Quais são os sentidos que podemos atribuir
para a palavra CURRÍCULO?

Para casa! Vamos organizar um


acróstico com a palavra CURRÍCULO?
Para cada letra atribua uma palavra
que tenha sentido. Conversem e
discutam sobre o assunto.
https://goo.gl/kN6qpn
“Não é no silêncio que os homens se fazem, mas
na palavra, no trabalho, na ação-reflexão.”
Paulo Freire

Você também pode gostar