Você está na página 1de 23

Caríssimos amigos e colegas,

Inicialmente minha gratidão por acreditarem nas nossas ideias. Até a mera
curiosidade está valendo como incentivo para mim.
Trazendo apenas um pequeno depoimento, essa estratégia eu utilizo como um meio
de habituar o aluno com a escrita científica e alinhar o pensamento dele com o ciclo de
construção do conhecimento científico.
Nem toda turma dá certo aplicar. Eu já usei a metodologia em turmas de análise de
sistemas, um curso superior, em turmas de pós-graduação até. Mas onde mais ela faz
sucesso mesmo é com a galera do ensino médio integrado.
Como o processo criativo é algo comum que introduzo nas minhas aulas, não há
estranhamento por parte dos alunos. Então na minha visão esse é um fator primordial para
que o uso do desenho Dora aventureira possa dar certo para o aprendizado.
A definição do objetivo geral do trabalho na maioria das vezes é um sofrimento para
o discente. Para desmistificar e tentando tornar a escrita cientifica na sala de aula algo bem
operacional mesmo (para mim a maturidade só vem com o tempo e a prática), resolvi
experimentar e até aqui tem dado certo para mim.
Meu público de alunos é muito carente. Sou professora de Instituto, no
sertão da Paraíba. Então a ideia primeira nem é que eles aprendam por
excelência a escrever cientificamente, mas que vejam que é uma prática possível
e que estejam motivados a fazê-lo, independente de nossas aulas.
Fiquem à vontade para acrescentar, criticar, corrigir. Meus pensamentos
sobre a educação são tão solitários às vezes! Que bom espalhar ao vento essas
propostas!
Materiais necessários
• Materiais:
• Internet para download do vídeo do desenho;
• Serviço de Internet para fazer o download do vídeo (eu
utilizo o https://pt.savefrom.net/ para baixar vídeos do
Youtube);
• Computador;
• Memória secundária (pendrive ou HD para gravar o
material da aula);
• Caixa de som;
• Cabos de conexão do computador, Datashow e caixa de
som;
• Impressão de formulário para anotação dos alunos;
• Datashow;
• Pincel e quadro branco;
Antes da aula
Procedimentos necessários
PROCEDIMENTOS OBSERVAÇÕES
Deve-se escolher o vídeo do desenho. Essa Vídeo selecionado (sugestão):
etapa é fundamental que o professor faça https://www.youtube.com/watch?v=I48zJdy
anotações sobre os propósitos traçados no 4ygk
desenho – proposta geral e as etapas para
alcançar;

Fazer o download do vídeo em formato MP4 é um formato muito utilizado e comum.


compatível com os programas instalados no
computador que o professor utilizará em sala
de aula

Testar o vídeo Testar se o vídeo abre com imagens e sons.

OBS: No drive está disponibilizado o episódio exemplificado


Procedimentos necessários
PROCEDIMENTO
5:21 – Objetivo geral do Encontrar a mãe e levar a
episódio passarinha de volta para a
Anotar os principais pontos Pequena Árvore Azul
do desenho
5:35 – Objetivo específico Chegar até a bananeira
5:38 – Objetivo específico Atravessar o milharal
Usando o exemplo proposto,
há o uso das expressões:
3:52 – “Vamos ajudá-la a
achar sua mãe”;
Planejar as associações e o Há momentos no episódio
4:28 – “Como chegar á
cuidado com as palavras ou que, dependendo da
pequena árvore azul”;
expressões da tradução do tradução feita, algumas
5:22 – “Dora e Botas
episódio expressões são omitidas.
precisam levar a
passarinha azul de volta
para a pequena árvore
azul”.
Procedimentos necessários
PROCEDIMENTOS
Buscar outros pontos INTRODUÇÃO ou Com episódio que está sendo utilizado
de reflexão que possam JUSTIFICATIVA aqui nesse exemplo, o professor pode
ser utilizados nas aulas mostrar dados sobre os impactos
de Metodologia ambientais, animais em extinção etc,
para exemplificar a escolha do tema e
sua justificativa. Lembrando que o
próprio episódio é uma sugestão. O
professor pode usar outros episódios, se
assim desejar.
CAMPO EMPÍRICO O mapa é um elemento do desenho que
pode ser utilizado para o professor
abordar questões sobre o CAMPO
EMPÍRICO, UNIVERNO, POPULAÇÃO e
AMOSTRA, dependendo da área que ele
esteja ensinando e o tipo de estudo que
está sendo feito.
NEUTRALIDADE Sensibilização de Dora e Botas pelo
CIENTÍFICA E estado em que a passarinha é
ENVOLVIMENTO COM O encontrada.
OBJETO DE ESTUDO
Procedimentos necessários
PROCEDIMENTOS
Buscar outros pontos PARCERIAS DE O papel do Botas como parceiro de
de reflexão que possam PESQUISA jornada de Dora
ser utilizados nas aulas
de Metodologia
ABNT - ABSTRACT 4:02 – Dora e Botas descobrem que a
passarinha fala inglês. O professor pode
abordar a razão do Abstract e da
disseminação da pesquisa em outros
idiomas
Procedimentos necessários
PROCEDIMENTOS
Buscar outros pontos MÉTODO PARA CADA ENTREVISTA – permitiu que Dora e Botas
de reflexão que possam OBJETIVO ESPECÍFICO descobrissem mais sobre o campo de
ser utilizados nas aulas DO EPISÓDIO pesquisa – idioma da passarinha,
de Metodologia dificuldades no milharal etc;
PESQUISA DOCUMENTAL – o mapa
mostrou o campo empírico e as etapas a
serem percorridas. Nesse ponto o
professor também pode falar sobre
DADOS SECUNDÁRIOS;
7:20 – OBSERVAÇÃO – método utilizado
para reconhecer a bananeira
Procedimentos necessários
PROCEDIMENTOS
Buscar outros MÉTODO PARA ENTREVISTA – permitiu que Dora e Botas
pontos de reflexão CADA OBJETIVO descobrissem mais sobre o campo de pesquisa –
que possam ser ESPECÍFICO DO idioma da passarinha, dificuldades no milharal etc;
utilizados nas EPISÓDIO PESQUISA DOCUMENTAL – o mapa mostrou o
aulas de campo empírico e as etapas a serem percorridas.
Metodologia Nesse ponto o professor também pode falar sobre
DADOS SECUNDÁRIOS;
7:20 – OBSERVAÇÃO – método utilizado para
reconhecer a bananeira
OBSTÁCULOS OU 8:16 – Raposo promove DIFICULDADE DE ACESSO
DIFICULDADES DA AOS DADOS;
PESQUISA 10:07 – Espantalho assusta a passarinha – questões
ÉTICAS e acesso aos RESPONDENTES ou objeto de
estudo;
11:20 – Procurar a trilha azul – evitar o DESVIO DO
FOCO DA PESQUISA;
13:50 – Raposo quer pegar a flor da passarinha - -
SIGILO E PRESERVAÇÃO DOS DADOS DA PESQUISA.
Procedimentos necessários
PROCEDIMENTOS
Buscar outros REFLEXÕES FINAIS O objetivo geral foi alcançado? O professor pode
pontos de reflexão refletir e até reescrever o objetivo geral, uma vez
que possam ser que expressões diferentes foram utilizadas na
utilizados nas tradução do desenho, no início do episódio.
aulas de
Metodologia
Durante a aula
Procedimentos necessários
PROCEDIMENTOS
Decidir sobre o Como a proposta é uma preleção dialogada, o professor
layout da sala deve preparar um semicírculo ou invés de fileiras de
carteiras;
Decidir sobre a O professor deve tomar a decisão se transmite o episódio
transmissão do completo ou vai fazendo pausas para discussão e reflexão,
episódio ou se executa as duas decisões. Isso vai depender de
quanto tempo o professor dispõe com a turma e quantos
encontros ele tem com seus alunos. Se o professor utilizar
a Sala de Aula Invertida, ele pode disponibilizar o episódio
antecipadamente para seus alunos assistirem antes da
aula
Desenvolver e O professor pode desenvolver um formulário para que os
imprimir o alunos façam suas anotações antes, durante a aula e
formulário de depois também, de acordo com a estratégia de avaliação
anotações dos irá utilizar para verificação da aprendizagem.
discentes
Escolha de Dependendo do curso e da área em que o professor esteja
material já lecionando, é sugerido buscar monografias, mais
publicado para especificamente a parte dos OBJETIVOS, para fazer
confronto contraste com a percepção do episódio do desenho.
Depois da aula
O que fazer?
São múltiplas e ricas possibilidades
do professor utilizar essa proposta. Uma
vez executado e discutido o episódio,
haverá a lembrança por parte do aluno e
o professor deve utilizar esse fator para
falar sobre outros aspectos da disciplina.
O professor também é livre para
pensar sobre estratégias de avaliação, até
mesmo considerando a possibilidade dos
alunos pensarem em outros desenhos ou
episódios para realizar associações no
aprendizado de Metodologia do Trabalho
Científico.
Muito obrigada!
Profa Eva Campos
Eva.mcampos@gmail.com
Eva.pereira@ifpb.edu.br