Você está na página 1de 26

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO-PPGI


PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO
MESTRADO EM EDUCAÇÃO

ESTADO DA ARTE
NAS PESQUISAS EDUCACIONAIS
Profª Dra. Maria Alice Brenda Gomes
Profª Dra. Edinólia Glaucia Padilha
Mariana Brito
Paula Coutinho
AS PESQUISAS
DENOMINADAS DO TIPO
“ESTADO DA ARTE” EM
EDUCAÇÃO
Joana Paulin Romanowski
Romilda Teodora Ens

AS PESQUISAS
DENOMINADAS
“ESTADO DA ARTE”
Norma Sandra de Almeida
Ferreira

2
ESTADO DA ESTADO DO
ARTE CONHECIMENTO

Metodologia de caráter Segundo Romanowski e


bibliográfico; Ens (2006, p. 39) “[...] o
Caráter inventariante e descritivo estudo que aborda
da produção acadêmica e apenas um setor das
científica sobre o tema que busca publicações sobre o tema
investigar; estudado vem sendo
Mapear e discutir uma certa denominado de estado do
produção acadêmica em conhecimento”.
diferentes campos do
conhecimento.
(FERREIRA, 2002)
3

ESTADO DA ARTE

(ROMANOWSK; ENS, 2006, p.


4
O que move os
pesquisadores?

● O não conhecimento acerca da totalidade de estudos e


pesquisas em determinada área de conhecimento;
● A busca do que ainda não foi realizado;
● Articular as análises provenientes de outras áreas de
conhecimento;
● Buscar, integrar e ordenar estruturalmente, informações,
estudos e resultados de pesquisas;
● Evidenciar e explicar incoerências;
● Resultados incompatíveis;
● Identificação de duplicações ou contradições.

5
Catálogos como
fonte documental

● Faculdades, institutos, universidades, associações nacionais e


órgãos de fomento da pesquisa;
● Anseio interno das universidades de informar sua produção à
comunidade científica e à sociedade, expondo-se à avaliação;
● Estabelecimento de uma política de divulgação dos trabalhos
científicos;
● Rastrear o já construído;
● Pressão externa de uma política reguladora e controladora da
produção científica;
● Fortalecimento da produção acadêmica, científica, com pesquisas
que emergem em diferentes programas de pós-graduação pelo
país. 6
IDEIA DE ORGANIZAÇÃO DOS CATÁLOGOS

REUNIR TUDO O QUE SE TEM DE AVANÇO DA


ACUMULAÇÃO
CIÊNCIA

DOMINAR UM CAMPO DE PRODUÇÃO DO


TOTALIDADE
CONHECIMENTO

GANHAR TEMPO PARA RECUPERAR


OTIMIZAÇÃO
RAPIDAMENTE INFORMAÇÕES

PESQUISAR O QUE AINDA NÃO SE


ORIGINALIDADE CONSEGUIU, FAZER O QUE AINDA NÃO FOI
FEITO

INFORMAÇÃO DE TUDO QUE SE PRODUZ EM


CONECTIVIDADE
TODOS OS LUGARES

7
CATÁLOGOS

Títulos das
dissertações de
mestrado e teses Resumo com a
de doutorado, os finalidade de divulgar
dados com mais abrangência
identificadores de os trabalhos
cada pesquisa: produzidos na esfera
nome do autor e do acadêmica.
orientador, do local,
data da defesa do
trabalho, da área
em que foi
produzido.

8
Resumos das
dissertações e
teses
O que deve constar em cada resumo:
● O objetivo principal de investigação; a
metodologia/procedimento utilizado na abordagem do problema
proposto; o instrumento teórico, técnicas, sujeitos e métodos de
tratamento dos dados; os resultados; as conclusões e, por
vezes, as recomendações finais;
● Seguem as exigências da CAPES;
● Aparente homogeneidade, mas há grande heterogeneidade
entre eles.

9
É possível traçar um
determinado “estado da
arte” lendo apenas
resumos?
Optando pela leitura dos resumos o pesquisador tem dois momentos:

I - Interagir com a produção por meio da quantificação e da


identificação dos dados bibliográficos (mapear a produção num
período delimitado);

II - Relacionar as produções (tendências, ênfases, escolhas


metodológicas e teóricas).

“[...] deve buscar responder, além das perguntas ‘quando’, ‘onde’ e


‘quem’ produz pesquisas num determinado período e lugar, àquelas
questões que se referem a ‘o quê’ e ‘o como’ dos trabalhos” (p. 265).
10
Desconfortos
provenientes...

● organização do material diverso que tem diante de si;


● da sensação de estar realizando uma leitura equivocada dos
resumos.

“Os resumos ampliam um pouco mais as informações disponíveis,


porém, por serem muito sucintos e, em muitos casos, mal elaborados
ou equivocados, não são suficientes para a divulgação dos resultados
e das possíveis contribuições dessa produção para a melhoria do
sistema educacional” (Megid, 1999 apud Ferreira, 2002, p. 266).
11
O resumo poderia ser
lido como parte de um
todo?

● Levar em consideração a natureza do material a partir da noção


de gênero do discurso de Bakhtin (1997);
● Noção do suporte material em Chartier (1990);
● Então, o resumo:
- Permite outras descobertas, se lido e interrogado para além dele
mesmo;
- Relação de dependência com o trabalho na íntegra, mas
também enquanto realidade relativamente independente.

12
Metodologia de
trabalho para
desenvolver pesquisas Romanowski (2006, p.43-
44)
de “Estado da Arte”dos descritores para
• definição
direcionar as buscas a serem
realizadas;
• localização dos bancos de pesquisas,
teses e dissertações, catálogos e
acervos de bibliotecas, biblioteca
eletrônica que possam proporcionar
acesso a coleções de periódicos,
assim como aos textos completos
dos artigos; 13
Metodologia de
trabalho para
desenvolver pesquisas Romanowski (2006, p.15-
16),
de “Estado da Arte”

• estabelecimento de critérios para


a seleção do material que compõe
o corpus do estado da arte;
• levantamento de teses e
dissertações catalogadas;
• coleta do material de pesquisa;

14
Metodologia de
trabalho para
desenvolver pesquisas Romanowski (2006, p.15-
16),
de “Estado da Arte”

• leitura das publicações com


elaboração de síntese
preliminar, considerando o
tema, os objetivos, as
problemáticas, metodologias,
conclusões, e a relação entre o
pesquisador e a área;
15
Metodologia de
trabalho para
desenvolver pesquisas Romanowski (2006, p.15-
de “Estado da Arte” 16),

• organização do relatório do
estudo compondo a
sistematização das sínteses;
• análise e elaboração das
conclusões preliminares.

16
Alguns resultados dos


estudos do tipo
“estado da arte”...

Os dados coletados em estudos


do tipo estado da arte indicam a
atenção que os pesquisadores
dão à temática, além de apontar
para que aspectos da área da
educação voltava-se a
preocupação dos
(ROMANOWSK; ENS, 2006, p.
pesquisadores.
45 ) 17
Alguns
questionamentos ...

▪como a produção atual


efetivamente contribui para o
avanço do conhecimento da área?

▪quais são as consequências


políticas, sociais, metodológicas,
resultantes desses estudos?
(ENS; ANDRÉ apud ROMANOWSK; ENS, 2006, p.
10 ) 18
Alguns
questionamentos ....

▪quais as contribuições desses estudos para o


cotidiano escolar dos professores?

▪os estudos sobre a temática podem auxiliar o


delineamento de políticas públicas?

▪quais políticas e estratégias têm sido


executadas a partir da produção diretamente
relacionada ao tema.(ENS; ANDRÉ apud ROMANOWSK; ENS, 2006, p. 19
Estabelecimento
de critérios de
busca
Banco de Teses da Capes
http://bancodeteses.capes.gov.br/

Escolher os descritores / palavras-chave


Refinar resultados:
✔ Tipo: Mestrado
✔ Anos: 2015, 2016, 2017.
✔ Área Conhecimento: Educação
✔ Nome do Programa: Educação
20
Descritores:
Alguns exemplos

Alfabetização. Leitura. Escrita

Sexualidade. Gênero. Educação sexual

Educação Inclusiva. AEE. Libras


21
Levantamento
das Produções SELEÇÃO

ORGANIZAÇÃO ANÁLISE

22
Selecione os bancos de
dados / catálogos para o
levantamento das
produções

Eleja as categorias
(descritores) que serão
utilizados no levantamento
das produções
Elabore um quadro com a
síntese das principais
informações das produções
selecionadas
23
Quadro – Principais informações das produções selecionadas

Principais Principais
Ano Teóricos/ Categorias
Título Objetivo Metodologia
Autoria Autores – Palavras
Estudados Chave

Fonte: Organizado pelas/os autoras/es


(2018)
24
Referências

▪ FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As pesquisas


denominadas “Estado da arte”. Educação &
Sociedade, ano XXIII, nº 9, ago/2002.

▪ RAMANOWSKI, Joana Paulin; EINS, Romilda Teodora.


As pesquisas denominadas “estado da Arte” em
educação. Diálogo Educação, Curitiba, v. 6, n. 19, pp.
37-50, dez. 2006.

25
SUGESTÕES DE VÍDEOS:

O que é Estado da Arte?


https://www.youtube.com/watch?v=hbPnyFzjG8I

Como fazer Estado da Arte?


https://www.youtube.com/watch?v=73MvjuHTsYs

26