Você está na página 1de 43

ESCOLA DE ENGENHARIA DE

LORENA – EEL - USP

Defesa de Dissertação de Mestrado


Aluno: Fabiano Luiz Naves
Orientador: Prof Dr° Messias Borges Silva

Titulo: Utilização de processos oxidativos avançados no tratamento de


efluentes a base de resina fenólica, proveniente de indústria de tintas e
derivados.
1- INDÚSTRIA
•TECNOLOGIAS DE TRATAMENTOS DE EFLUENTES OBSOLETAS;

•POLÍTICA AMBIENTAL;

•SGA;

•SISTEMA DE EMPRÉSTIMOS (BANCOS, EMPRESAS PRIVADAS);

•NOVAS FORMAS DE TRATAMENTO (LIQUIDOS, SÓLIDOS E SISTEMA DE


RECICLAGEM);

•AGREGAR PREÇO AO PRODUTO;

•MELHOR QUALIDADE DE VIDA A POPULAÇÃO;

•MELHORES LUCROS;
2- JUSTIFICATIVAS

•MELHORIA DAS FORMAS DE TRATAMENTO DE ELFUENTES LÍQUIDOS;

•MELHOR RETORNO EFICIÊNCIA / CUSTO;

•FORMAS QUE NÃO POSSUAM SELETIVIDADE NO PROCESSO;

•TRANSPOSIÇÃO DE UMA PLANTA PILOTO A UMA PLANTA INDUSTRIAL;


3- TRATAMENTOS UTILIZADOS

3.1- INCINERAÇÃO

RESÍDUO GERADO
3- TRATAMENTOS UTILIZADOS

 3.2-BIOLÓGICOS;
3- TRATAMENTOS UTILIZADOS

 3.3- FÍSICOS
4- PROCESSOS OXIDATIVOS
AVANÇADOS (POAs)
5- PROCESSOS OXIDATIVOS
AVANÇADOS (POAs)
6- FOTOQUÍMICA
ANÁLISE QUÍMICA
UV visìvel

SISTEMA SISTEMAS DE
REACIONAL LÂMPADAS

ENGENHARIA
CONFECÇÃO DE ENGENHARIA
FOTOQUÍMICA
REATORES
7- REAÇÕES FOTOCATÁLITICAS
HETEROGÊNEAS
8- TIPOS DE CATALISADORES
9- DIÓXIDO DE TITÂNIO P25

Superfície específica~55 m2/g, Dp~25-90 nm.


10- FOTOATIVAÇÃO DO TiO2
11- FATORES QUE INFLUENCIAM NA
ATUAÇÃO DO CATALISADOR
 pH;

 NATUREZA DO POLUENTE;

 CARACTERÍSTICAS DO
FOTOCATALISADOR;
 ADITIVOS;

 CONCENTRAÇÃO DO FOTOCATALISADOR;
12- VANTAGENS E DESVANTAGENS DE
UTILIZAÇÃO DE TiO2
13- REATORES
13- REATORES
14- METODOLOGIA CIENTÍFICA

 EXPERIMENTOS E OBSERVAÇÃO;

 HIPÓTESES;

 EXPERIMENTOS;

 LEI BASEADO NAS CONCLUSÕES;


15- MATERIAIS E MÉTODOS
15.1- REATOR

 CPC;

 VOLUME ÚTIL 6 LITROS;

 COMPRIMENTO TUBOS 1,5 m (BOROSILICATO);

 DIÂMETRO INTERNO 28,4 mm;


15- MATERIAIS E MÉTODOS
16- EFLUENTE

 ANÁLISE IMEDIATA (FORNECIDA PELO


TÉCNICO VALSPAR);

 70% FENOL + TOLUOL + COADJUVANTES;

 VOLUME DE 200 LITROS;

 ACONDICIONAMENTO;
16- EFLUENTE
16- EFLUENTE
16- EFLUENTE

ANÁLISE EFLUENTE CARREGAMENTO


REATOR

DESCARREGAMENT TRATAMENTO UMA


O E LIMPEZA HORA
REATOR

DESCARTE EM
BOMBONAS 50 L INCINERAÇÃO
17- PLANEJAMENTO EXPERIMENTAL
18- ESCOLHA DOS FATORES

 ESCOLHIDOS DE ACORDO COM A


LITERATURA;

 CHWEI, H. C.; CHENG, Y.; W, RUEY, S. J.


Influence of operating parameters on
photocatalytic degradation of phenol in
UV/TiO2 process. Chemical Engineering
Journal, p. 322–329, 2008.
18- ESCOLHA DOS FATORES
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO

pH

 pH 7,5 (CHWEI et al.,2008);

 FORMAÇÃO DE FENOLATO;

 MEIO BÁSICO;
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO

H2O2
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO

CATALISADOR
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO

RADIAÇÃO
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO
19- RESULTADOS E DISCUSSÃO

AVALIAÇÃO GERAL DO PROCESSO


20- CONCLUSÃO

 EFETIVIDADE DO TRATAMENTO;

 CUSTO;

 DESCONTAMINAÇÃO DO EFLUENTE;

 TIPO DE REATOR;

 EFICIÊNCIA DO MESMO;

 AUTOMATIZAÇÃO;
MENSAGEM FINAL
 Nada é mais triste que o conhecimento sem sabedoria.......
 Nada é mais triste que não ter sonhos e cede de conhecimento......
 Nada é mais intrigante que a gravidade e suas conseqüências......
 Nada é mais belo que a lei da ação das massas.....
 Nada é mais importante que a divisão em um olhar observador.......
 Nada é mais cientifico que nós mesmos.....
 Nada é mais santo que Jesus que venceu a gravidade......
 Tornou seu corpo em pão......
 Dividiu com os seus.......
 E caminhou sobre as águas superando todas as leis da física.....
 Nada é mais inteligente que o olhar para a mudança......
 Nada é mais sábio que saber interpenetrar a ciência e Jesus.....

 Fabiano Luiz Naves

Você também pode gostar