Você está na página 1de 24

ADMINISTRAÇÃO:

UMA VISÃO GERAL


Veja quão frequentemente o inesperado acontece e ainda assim nós nunca o
consideramos.
ASHLEIGH BRILLIANT
CONCEITOS DE
ADMINISTRAÇÃO
ADMINISTRAÇÃO
está relacionada com o alcance de objetivos por meio dos esforços de
outras pessoas
As várias definições da Administração
podem ser convenientemente classificadas
em cinco categorias:
■ Escola Funcional: “Administração é um processo distinto, que consiste no
planejamento, organização, atuação e controle, para determinar e alcançar os
objetivos da organização pelo uso de pessoas e recursos.”
■ Escola das relações humanas: considera a administração como um processo social,
por que as ações administrativas são principalmente concernentes ao
relacionamento entre pessoas, mais do que ao direcionamento das atividades.
“Administração é o alcance de resultado por meio dos esforços de outras pessoas.
■ Escola da tomada de decisão: “Administração é simplesmente o processo de
tomada de decisão e o controle sobre as ações dos indivíduos, para o expresso
propósito de alcance de metas predeterminadas.”
As várias definições da Administração
podem ser convenientemente classificadas
em cinco categorias:
■ Escola de Sistemas: pela teoria de sistemas, “as organizações são sistemas
orgânicos e abertos, consistindo da interação e interdependência de partes que
têm uma variedade de metas”.
■ Escola Contigencial: a administração é situacional; não existe um modo melhor de
projetar organizações e administrá-las; “os administradores deveriam desenhar
organizações, definir as metas e formular políticas e estratégias de acordo com as
condições ambientais prevalecentes.
Administração é um conjunto de atividades
dirigidas à utilização eficiente e eficaz de
recursos, no sentido de alcançar um ou
mais objetivos ou metas da organização.
Princípios da Administração

■ Dinâmicos: os princípios da Administração são flexíveis por natureza e estão mudando


continuamente.
■ Generalizações: os princípios de Administração não podem ser estabelecidos tão
rigorosamente como os das ciências físicas, porque seres humanos se comportam mais
erraticamente do que fenômenos físicos.
■ Relativos: os princípios da Administração são relativos, e não leis absolutas que podem
ser aplicados cegamente em todas as situações.
■ Inexatos: os princípios de administração são relacionados ao caos e procuram trazer a
ordem a ele, regulando o comportamento humano em qualquer situação.
■ Universais: a maioria dos princípios administrativos pode ser aplicada em qualquer tipo
de organização; em outras palavras, eles são aplicáveis a negócios, governos,
universidades e outras organizações não lucrativas ao redor do mundo.
Funções da Administração

■ As funções da administração são aquelas atividades básicas que devem ser


desempenhadas por administradores para alcançar os resultados determinados
e/ou esperados pelas organizações. Essas funções constituem o processo
administrativo e são:
– Planejamento: determinação de objetivos e metas para o desempenho
organizacional futuro e decisão das tarefas e recursos utilizados para o
desempenho organizacional futuro e decisão das tarefas e recursos utilizados
para alcance desses objetivos.
– Organização: processo de designação de tarefas, de agrupamento de tarefas
em departamentos e de alocação de recursos para os departamentos.
Funções da Administração

■ As funções da administração são aquelas atividades básicas que devem ser


desempenhadas por administradores para alcançar os resultados determinados
e/ou esperados pelas organizações. Essas funções constituem o processo
administrativo e são:
– Direção: influência para que outras pessoas realizem suas tarefas de modo a
alcançar os objetivos estabelecidos, envolvendo energização, ativação e
persuasão dessas pessoas.
– Controle: função que se encarrega de comparar o desempenho atual com os
padrões predeterminados, isto é, com o planejado.
Planejamento

■ Estabelecer objetivos
■ Examinar as alternativas
■ Determinar as necessidades de recursos
■ Criar estratégias para o alcance dos objetivos organizacionais
Organização

■ Desenhar cargos e tarefas específicas


■ Criar estrutura organizacional
■ Definir posições de Staff
■ Coordenar as atividades de trabalho
■ Estabelecer políticas e procedimentos
■ Definir a alocação de recursos da organização
Organização

■ Desenhar cargos e tarefas específicas


■ Criar estrutura organizacional
■ Definir posições de Staff
■ Coordenar as atividades de trabalho
■ Estabelecer políticas e procedimentos
■ Definir a alocação de recursos da organização
Direção

■ Concluir e motivar os empregados na realização das metas organizacionais


■ Estabelecer comunicação com os trabalhadores
■ Apresentar solução dos conflitos
■ Gerenciar mudanças da organização
Controle

■ Medir o desempenho dos empregados


■ Estabelecer comparação do desempenho com os padrões
■ Tomar ações necessárias para a melhoria do desempenho da organização
Processo
Administrativo
Planejamento

Resultados Recursos Controle Organização Resultados

• Alcance de metas
Direção
• Melhoria no
desempenho
• Aumento de eficiência e
eficácia
ADMINISTRAÇÃO
Ciência ou Arte?
ADMINISTRAÇÃO
Como Ciência
A ciência é um corpo sistematizado de conhecimento,
baseado em certos princípios capazes de aplicação
generalizada
■ Os seres humanos não podem ser padronizados, e os experimentos não podem ser
repetidos sob condições padronizadas (Frederick Taylor)
■ A Administração preenche os requisitos para um campo de conhecimento, porque
ela pode ser estudada (pode ser aprendida, ensinada e pesquisada) por algum
tempo e tem sido organizada em uma série de teorias (Luther Gullick)
■ O caráter científico da administração é bem suportado por modelos matemáticos, e
os administradores também podem tomar decisões apropriadas colocando essas
técnicas em uso.
A ciência é um corpo sistematizado de conhecimento,
baseado em certos princípios capazes de aplicação
generalizada
■ A administração, entretanto, não pode ser apontada como ciência exata, como as
ciências naturais; nunca poderá ser uma ciência exata porque trata com seres
humanos. Sendo assim, é uma ciência social que lida com fenômenos complexos,
sobre os quais pouco se sabe. Alguns estudiosos ou escritores preferem denominar
a administração como uma “ciência leve”, na qual não existem regras pesadas e
rápidas, mas, sim, limitações (Peter Drucker)
■ É verdade que a administração não pode ser uma ciência social exata, mas é
científica porque um administrador se comporta do mesmo modo que um cientista.
Os princípios que governam a formulação de metas, hipótese, coleta de dados,
análise e interpretação dos fatos, teste de conclusões e alcance das soluções são
os mesmos. A grande diferença é que o administrador tem de operar sob certas
limitações impostas pelas mutantes condições dos negócios.
ADMINISTRAÇÃO
Como Arte
Arte é “conseguir um resultado desejado por
meio de aplicação de habilidade” – George Terry

■ Administração significa obter coisas feitas: a determinação e o alcance das metas é


uma “louvável” atividade da administração. Administração, de fato, é uma atividade
fortemente orientada por metas. Por causa disso, os administradores manipulam os
recursos humanos na atividade organizacional. Algumas dessas manipulações
incluem:
– O dinheiro como um poderoso processo motivador.
– O fato de que a maioria das pessoas não gosta de trabalhar.
– O elemento humano, que tem que ser coagido, controlado e dirigido, a fim de
ter seu trabalho feito; e o fato de que a maioria das pessoas erra mais do que
acerta em tudo o que faz (Teoria X)
Arte é “conseguir um resultado desejado por
meio de aplicação de habilidade” – George Terry

■ Administração implica o uso da autoridade, na visão tradicional (Fayol), é vista como


o direito de dar ordens e o poder de obter obediência dos subordinados. Os
resultados (fins) devem ser alcançados por meio do uso da autoridade. Isso implica
que o empregado seja punido por fraco desempenho, por não alcançar os padrões
ou por sair do plano estabelecido.
– Padrões rigorosos, controles estritos, punições severas, regras e regulamentos
autocráticos, originados do pensamento administrativo, tornaram a atmosfera
sufocante demais para os subordinados, dificultando o trabalho eficaz em
direção às metas da organização com zelo e entusiasmo.
Arte é “conseguir um resultado desejado por
meio de aplicação de habilidade” – George Terry

■ Administração envolve obter resultados por meio de pessoas: este parece ser o
maior desafio para os administradores. A inabilidade em obter resultados é uma
das principais razões de incompetência gerencial. Os funcionários são tratados
meramente como meios para o alcance das metas. São tratados como
instrumentos inertes no processo de produção. O trabalho inicial da administração
é converter recursos desorganizados (homens, máquinas e materiais) em algo útil e
utilizável.
■ Os experimentos de Hawthorne (Escola das Relações Humanas) mostram
claramente a importância do elemento humano no processo produtivo e iniciaram
o desenvolvimento de uma nova filosofia de administração (Teoria X e Teoria Y)
Arte é “conseguir um resultado desejado por
meio de aplicação de habilidade” – George Terry

■ Assim, a fim de alcançar resultados, a administração deve:


– Criar oportunidades
– Remover obstáculos
– Encorajar o crescimento e o desenvolvimento dos trabalhadores.
– Prover orientação, quando necessário
Para que isso ocorra é necessária a hábil aplicação dos princípios básicos da ciência
da Administração