Você está na página 1de 23

Sistema Esquelético

e Muscular
Sistema muscular: origem,
organização geral e histologia

Disciplina: Ciências Morfofuncionais Sistema Tegumentar, Locomotor e Reprodutor


Prof Ms Thiago Vinícius Ferreira
Sistema Esquelético
 Você conheceu suas funções, classificação,
características e principais ossos e articulações
do corpo humano.
 Além disso, entendeu que são essenciais para
a sustentação e locomoção do esqueleto,
juntamente com o sistema muscular.
Sistema muscular
 Nossa capacidade de locomoção depende da ação conjunta dos nossos
ossos, articulações e músculos, que são regulados pela ação do sistema
nervoso.
 Os músculos são capazes de se contrair e relaxar, o que possibilita que o
corpo se movimente e mantenha suas funções vitais.

MÚSCULO = COMOPENTE ATIVO

CONTRAÇÃO DELE QUE DESLOCA SEGMENTOS NO


NOSSO CORPO!
Contrair e relaxar proporcionando que os movimentos que nos
permitem viver aconteçam.
São exemplos desses movimentos: andar, escrever, impulsionar o alimento ao
longo do tubo digestório, promover a circulação do sangue no organismo,
urinar, piscar os olhos, rir, respirar etc.
Sistema muscular
 Podemos dizer que cerca de 40% a 50% do peso de uma pessoa
corresponde aos seus músculos.
 Em quantidade, somam-se em número de 600, aproximadamente,
distribuídos nos diferentes membros e estruturas do corpo humano.

Diferentes formas e tamanhos!!!!


Sistema muscular
 Movimentação
 Estabilização do nosso corpo
 Movimentação de substâncias dentro do nosso corpo
ex: Sangue, urina (até a bexiga e da bexiga para sair do corpo).
 Produção de calor
Tremer é uma reação de produção de calor – vasodilatação e vasoconstrição.
Sistema muscular
 Três tipos de músculos no corpo humano:

 O músculo não estriado, também chamado de músculo liso;

 O músculo estriado esquelético;

 O músculo estriado cardíaco


Sistema muscular
O músculo não estriado (músculo liso)
 Os músculos lisos, não estriados, possuem contração lenta e involuntária,
motivo pelo qual dizemos que os movimentos por eles gerados ocorrem
independentemente da nossa vontade.
 Esses músculos são responsáveis pela ereção dos pelos na pele durante
nosso arrepio e também pelos movimentos de órgãos como esôfago,
estômago e intestino, por exemplo, sendo associados aos movimentos
peristálticos e ao fluxo sanguíneo no organismo.
Sistema muscular
 O músculo não estriado (músculo liso)

 Tem sua contração mediada pelo sistema nervoso autônomo, ou seja, por
isso realizam movimentos involuntários.
 As células musculares lisas são uninucleadas e os filamentos
de actina e miosina se dispõem em hélice em seu interior, sem formar
padrão estriado como o tecido muscular esquelético.
 Está presente em diversos órgãos internos.
 É constituído por fibras fusiformes dotadas de um núcleo alongado e central.
Sistema muscular
Sistema muscular
 O músculo estriado esquelético

 Possuem como característica fixar-se aos ossos geralmente por meio de


cordões fibrosos que chamamos de tendões.
 Esse tipo muscular possui contração vigorosa e voluntária, e seus
movimentos só acontecem por meio de nossa vontade.
 Podemos citar como exemplos os músculos dos nossos membros
superiores e inferiores.
 O sistema muscular esquelético constitui a maior parte da musculatura do
corpo, formando o que se chama popularmente de “carne”.
Sistema muscular
 O músculo estriado esquelético

 É inervado pelo sistema nervoso central e, como este se encontra em parte sob controle
consciente, chama-se músculo voluntário.
As contrações do músculo esquelético permitem os movimentos dos diversos ossos e
cartilagens do esqueleto.
 Apresenta, sob observação microscópica, os sarcômeros, faixas alternadas transversais,
claras e escuras.
 Essa estriação resulta do arranjo regular de microfilamentos formados pelas
proteínas actina e miosina, responsáveis pela contração muscular.
 A célula muscular estriada chamada fibra muscular, possui inúmeros núcleos e pode atingir
comprimentos que vão de 1mm a 60 cm.
Sistema muscular
Situação-problema do livro:
 QUAL à classificação dos músculos do pé?

 Podemos classificá-los como músculos estriados esqueléticos que possuem


contração vigorosa e voluntária.
Sistema muscular
 O músculo estriado cardíaco

 Promove os batimentos cardíacos, possuindo contração vigorosa e


involuntária.
 Trata-se do músculo do coração, que é o miocárdio
Sistema muscular
Sistema muscular
 ACTINA e MIOSINA = RESPONSÁVEIS POR SUA CONTRAÇÃO MUSCULAR

 São filamentos proteicos contráteis.


 Esses miofilamentos, também conhecidos por miofibrilas, diferenciam-se um do
outro pelo seu peso molecular, que é maior no filamento de miosina.
 No microscópio eletrônico, observa-se a actina em forma de filamentos finos,
enquanto a miosina é observada em filamentos grossos.

A interação desses miofilamentos é responsável por desencadear a contração


muscular.
Sistema muscular
 Características histológicas

 A matriz extracelular consiste em uma lâmina basal externa e nas fibras


reticulares.
 As células musculares lisas secretam ainda colágeno, elastina, proteínas e
fatores de crescimento, sendo que alguns desses elementos possuem
como função ajudar na adesão entre as células.
Sistema muscular
 Características histológicas
 Músculo estriado esquelético: Suas células são originadas pela fusão de centenas de
outras células precursoras, chamadas mioblastos.
 Esse fato as torna grandes, alongadas e com seu formato cilíndrico, chegando a um
diâmetro de 10 a 100µm e até 30cm de comprimento.
 Caracterizam-se ainda por serem multinucleadas com seus núcleos em posição periférica.
 No adulto, as células musculares esqueléticas não se dividem. Entretanto, é possível que
ocorra a formação de novas células, como no processo de reparo de uma lesão ou de
hipertrofia decorrente do exercício intenso, por exemplo. Esse processo acontece através
da divisão e fusão de mioblastos quiescentes, que são as chamadas células satélites.
Sistema muscular
 Características histológicas
SE LIGA!!!!!
No músculo liso não há placas motoras.
 No tecido conjuntivo presente entre as células musculares, há terminações
axônicas que liberam neurotransmissores que proporcionam a atividade
contrátil do músculo.

neurotransmissores acetilcolina ou norepinefrina


Praticando

 Situação-Problema (livro texto)


 Exercícios fechados (livro texto)