Você está na página 1de 11

HIGIENE OCUPACIONAL

INTRODUÇÃO
HIGIENE OCUPAIONAL
INTRODUÇÃO

TRABALHO X RISCOS
Homem Primitivo: riscos associados ao ato de caçar ou de
pescar.

Pré – Revolução Industrial: riscos associados ao trabalho no


campo e na manipulação de metais e das primeiras
ferramentas utilizadas pelos artesões.

Pós – Revolução Industrial: neste caso os riscos estão


associados ao manuseio e controle de máquinas de alta
tecnologia, de substâncias perigosas, bem como de
substâncias radioativas.
HIGIENE OCUPAIONAL
INTRODUÇÃO

TRABALHO X RISCOS
Na cronologia a seguir apresentada é possível traçar um
paralelo entre a evolução tecnológica e seus
correspondentes riscos, com as ações promovidas pela
sociedade no sentido de estabelecer as salvaguardas para a
conservação da saúde e da segurança dos trabalhadores:

No Mundo:
1700 - Itália

Bernardino Ramazzini publica estudo intitulado “De Morbis


Artificum Diatriba” (A Doença dos Trabalhadores).
HIGIENE OCUPAIONAL
INTRODUÇÃO

TRABALHO X RISCOS
1802 - Reino Unido

“Lei de Saúde e Moral dos Aprendizes”

Limita a Jornada em 12 horas por dia; Exigência de lavagem


de paredes das fábricas periodicamente; Exigência da
ventilação nos ambientes laborais.

1830 - Reino Unido

Instalado o primeiro serviço médico industrial somente


para a medicina curativa.
HIGIENE OCUPAIONAL
INTRODUÇÃO

TRABALHO X RISCOS
1833 - Reino Unido

“Factory Act”

É estabelecida a obrigatoriedade de prover máquinas com


proteção e comunicar acidentes do trabalho.

1867 - França

Instalada a 1ª Associação para Prevenção de Acidentes por


iniciativa de Engels Dolfus.
HIGIENE OCUPAIONAL
INTRODUÇÃO

TRABALHO X RISCOS
1877 - Estados Unidos

Promulgada a Lei sobre a necessária proteção de correias


de transmissão em máquinas.

1913 - Estados Unidos

Instalado o “ National Safety Council”


HIGIENE OCUPAIONAL
INTRODUÇÃO

TRABALHO X RISCOS
No Brasil:
1919

Promulgada a Lei 3.724 - 1ª Lei sobre os acidentes de


trabalho que estabelece uma série de procedimentos
prevencionistas ligados ao setor ferroviário.

1941

Ano de fundação da ABPA - Associação Brasileira para


Prevenção de Acidentes.
HIGIENE OCUPAIONAL
INTRODUÇÃO

TRABALHO X RISCOS
1943

Aprovação do Decreto-lei nº 5.452 que trata da


Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

1972

A Portaria 3237, de julho/72, tornou obrigatória a existência


de Serviços de Higiene, Segurança e Medicina do Trabalho
nas empresas, de acordo com o tipo de atividade, do grau
de risco e do número de empregados da empresa.
HIGIENE OCUPAIONAL
INTRODUÇÃO

TRABALHO X RISCOS
1977

Alteração do Capítulo V do Título II da CLT relativo à


Segurança e Medicina do Trabalho, que vai proporcionar o
estabelecimento de novas normas regulamentadoras de
segurança do trabalho.

1978

A Portaria 3.214 estabelece o atendimento pelas empresas


e empregados das “Normas Regulamentadoras do
Ministério do Trabalho - NR”
HIGIENE OCUPAIONAL
INTRODUÇÃO

TRABALHO X RISCOS
A higiene ocupacional tem como objetivo o controle e a
prevenção das doenças ocupacionais a partir da aplicação
dos princípios administrativos, de engenharia e de medicina
do trabalho.

Moléstias ou doenças profissionais: são alterações


fisiopsicológicas provocadas inequivocamente, ou inerente a
certas atividades profissionais, existindo sempre uma
relação indiscutível entre a causa e o efeito (nexo causal):
- silicose por obreiros;
- cataratas entre os soldadores;
HIGIENE OCUPAIONAL
INTRODUÇÃO

TRABALHO X RISCOS
Doença do trabalho: é a afecção que nem sempre estaria
rigorosamente relacionada com o trabalho e provocada por
esse, por exemplo: aparecimento de varizes, de hérnias ou
de afecções na coluna.

Obs.: podem existir fatores predisponentes que nem sempre


são detectados nos exames admissionais e nem sempre
são provocados pelo trabalho desenvolvido.

Você também pode gostar