Você está na página 1de 30

Carmen Madureira | 2013

Ciclo de vida de um organismo é a sequência de acontecimentos da sua história


reprodutiva desde a sua conceção até conseguir produzir a sua própria descendência.

Carmen Madureira | 2013


a meiose, que permite a
formação de células haploides
(n), contribuindo para a
diversidade das espécies;

o zigoto ou ovo,
célula diploide que a fecundação,
resulta da fecundação
e que marca o inicio
Os ciclos de vida correspondente à
fusão dos gâmetas,
de um novo ciclo de de todos os repõe a diploidia
um novo organismo (2n) no ciclo celular
com reprodução organismos e contribui
sexuada; igualmente para a
partilham diversidade das
algumas espécies;

características
as células sexuais,
sempre haploides (n) que
podem ser gâmetas; a alternância de fases
nucleares, que podem
ter durações variadas.

Carmen Madureira | 2013


A grande diferença
entre os ciclos de
vida é o momento
em que ocorre a
meiose.

Carmen Madureira | 2013


Relações filogenéticas
Embriófitas

Traqueófitas (plantas vasculares)

Espermatófitas (plantas que produzem sementes)


Algas verdes
(grupo externo)< Briófitas Pteridófitas Gimnospermas Angiospermas

Flores e frutos

Sementes

Vasos condutores de seiva


Embrião retido no gametângio feminino
Gametângios revestidos por células estéreis

Carmen Madureira | 2013


Carmen Madureira | 2013
Carmen Madureira | 2013
Carmen Madureira | 2013
Meiose pós-zigótica
Ciclo Haplonte

Carmen Madureira | 2013


Carmen Madureira | 2013
Carmen Madureira | 2013
Carmen Madureira | 2013
Alguns termos que deves saber relativamente às estruturas
reprodutoras:
Nos animais:
- gâmeta: célula reprodutora (no caso humano, são os espermatozoides e os óvulos)
- gónadas masculinas/femininas: estruturas que produzem gâmetas

Nas plantas, os termos são ligeiramente diferentes:


- gâmeta: célula reprodutora – oosfera.
- gametófito: estrutura (nas plantas) que contém os gametângios.
- gametângio feminino/masculino: estrutura que produz os gâmetas femininos e
masculinos (nos animais chamam-se gónadas).
(Por exemplo, no caso do feto, o protalo é o gametófito. No protalo há estruturas
especializadas onde se produzem os gâmetas femininos e masculinos. Essas pequenas
estruturas são os gametângios.
- esporófito: estrutura (nas plantas) que contêm os esporângios.
- esporângio: estrutura que produz esporos.
- esporo: estrutura reprodutora que germina, uma vez lançado à terra, originando uma
nova planta.

Carmen Madureira | 2013


Carmen Madureira | 2013
Carmen Madureira | 2013
Carmen Madureira | 2013
Carmen Madureira | 2013
Carmen Madureira | 2013
1. Flor; 2. Estigma; 3. Estilete (carpelo é o conjunto do estigma, estilete e
ovário); 4. Filete; 5. Eixo floral; 6. Recetáculo; 7. Pedicelo; 8. Nectário 9. Estame
(Androceu); 10. Ovário; 11. Óvulos (macroesporângio); 12. Tecido
conectivo; 13.Câmaras polínicas ou sacos polínicos
(Microsporângio); 14. Antera; 15. Perianto; 16. Pétalas (Corola) 17. Sépalas
(Cálice).
A. região micrópilo
B. Região do calazal
C. Oosfera
D. Sinergídeas
E. núcleo polares
F. Antípodas