Você está na página 1de 9

Energia Atômica

GABRIELLE FREITAS, MARCELY FRANCHINI, CARLOS PREZZI, HICHARDY


CHAMORRO, LUIZA GABRIELA E JANIO DA SILVA
Introdução

 Também chamada de energia nuclear vem da fissão do núcleo do átomo


de uranio enriquecido. A divisão desse núcleo em duas partes provoca a
liberação de grande quantidade de energia. Suas pesquisas se
desenvolveram afim de criar energia elétrica, porem as armas nucleares
são utilizadas até hoje. Além de essa fonte de energia ser extremamente
polemica por envolver grandes acidentes.
O primeiro reator nuclear

 O primeiro resultado da divisão de metais pesados como urânio e


plutônio foi obtido em 1938, eles queriam utilizar a energia para objetivos
nucleares.
 O primeiro reator nuclear foi ligado em dezembro de 1951, ele foi um
pequeno experimento de um reator fermentador em Idaho, nos EUA.
Países e a Energia Nuclear

 Estados Unidos lideram a produção de energia nuclear, mas os países


mais dependentes da energia nuclear são França, Suécia, Finlândia e
Bélgica. E já na França, cerca de 80% de sua eletricidade é oriunda de
centrais atômicas.

No fim da década de 1960, o Brasil começou a desenvolver o Programa


Nuclear Brasileiro, para implantar no país a produção de energia
atômica. O país possui a central nuclear Almirante Álvaro Alberto,
constituída por três unidades, Angra 1, Angra 2 e Angra 3. Está instalada
no município de Angra dos Reis, no estado do Rio de Janeiro. Somente
a Angra 2 está em funcionamento.
Curiosidades

 O primeiro fenômeno nuclear ocorreu em 1896. O pesquisador


Becquerel descobriu a emissão de radioatividade pelo urânio.
 Foi a partir da década de 1950, já conhecendo os efeitos devastadores
das bombas nucleares jogadas em Hiroshima e Nagasaki, que o mundo
começou a criar programas para o uso pacífico da energia nuclear. Foi a
ONU quem coordenou este processo, criando a AIEA (Agência
Internacional de Energia Atômica) em 1957.
 Cerca de 2,6% da matriz energética brasileira corresponde a geração de
energia proveniente das usinas nucleares de Angra. A capacidade
instalada é de 1.990 MW (dados referentes ao ano de 2017).
Aspectos positivos

 Há mais reservas de energia nuclear do que combustíveis fósseis.


 A usina nuclear requer menores áreas.
 Possibilitam maior independência energética para os países
importadores de petróleo e gás.
 Não contribui para o efeito estufa.
 Pequeno risco no transporte do combustível.
 Pequena quantidade de resíduos.
 Independência de fatores climáticos.
Aspectos negativos

 Os custos são muito altos.


 Destinação do lixo atômico.
 Acidentes liberam material radioativo.
 O plutônio 239 leva 24.000 anos para ter sua radioatividade reduzida à
metade, e cerca de 50.000 anos para tornar-se inócuo.
 Problemas ambientais devido o aquecimento aquático pela água de
resfriamento.
Desastres

Chernobyl
O maior desastre nuclear da história ocorreu em Chernobyl, na região da Ucrânia, em 26
de abril de 1986, quando um reator da usina apresentou problemas técnicos, e acabou
liberando uma nuvem radioativa com 70 toneladas de urânio e 900 de grafite na
atmosfera. o acidente resultou a morte de mais de 2,4 milhões de pessoas nas
proximidades e atingiu o nível 7 o mais grave da escala internacional de acidentes
nucleares.
Césio 137
Acidente radioativo de nível 5 que aconteceu em Goiânia em 1887, dois catadores de
papel encontraram um aparelho de radioterapia e acabaram levando ele para um ferro
velho. após esses homens desmontarem o aparelho, eles encontraram um cápsula de
chumbo com cloreto de césio em seu interior. o dono do ferro velho levou o pó branco e
distribuiu o material para familiares e amigos, após o contato com o césio, náuseas,
vômitos e diarreia atacaram as pessoas. no total teve onze pessoas mortas e mais de
600 foram contaminadas.
Fontes

 https://brasilescola.uol.com.br/geografia/energia-nuclear.htm
 https://pt.wikipedia.org/wiki/Central_nuclear#Usinas_nucleares
 https://www.infoescola.com/fisica/energia-nuclear/
 https://www.suapesquisa.com/cienciastecnologia/energia_nuclear.htm

Você também pode gostar