Você está na página 1de 44

Pontos Shu Antigos no

tratamento de
Epicondilite Lateral
Alessandra S. Kachiwasaki
Cibele André
Karla A. B. Mazetti
Maria Silvana R. da S. Martins

CBF – Turma 25
Introdução
• Medicina Tradicional Chinesa
– Yin Yang
– Cinco Elementos
– Circulação de energia nos meridianos

• Imperador Amarelo
Introdução
• Yin / Yang

– Símbolo universal
– Equilíbrio
dinâmico
– Fluxo e gerações
contínuas
Introdução
Introdução

• Meridianos

– Desconhece
criação
– Desequilíbrio
= yin/yang
Introdução

• Na acupuntura existem várias formas


de tratamento

• Shu Antigos “cinco pontos de transporte”


Introdução
• Epicondilite lateral = causa mais
comum de dor no cotovelo nos
consultórios

• Cotovelo de tenista

• Síndrome localizada no epicôndilo


lateral do cotovelo
Objetivo
• Verificar a eficácia do tratamento
utilizando a técnica dos Pontos Shu
Antigos

• Diminuição e/ou melhora da dor em uma


paciente com epicondilite lateral
Epicondilite Lateral
• Lesão crônica de repetição que
acomete os tendões que têm origem
no epicôndilo lateral do cotovelo

• Dois grupos de pacientes


– Atletas = 5%
– Pessoas com atividade repetitiva = 95%
Epicondilite Lateral

• Quadro Clínico = paciente refere dor


sobre o epicôndilo lateral

– Atletas = início repentino


– Outro grupo = gradualmente
Epicondilite Lateral
• Categoria I:
Quadro clínico: dor leve
especialmente após atividade

• Categoria II
Quadro clínico: frequentemente
existe dor intensa com a atividade e
também em repouso.
Epicondilite Lateral

• Categoria III
Quadro clínico: déficit funcional
significante que inclui dor em repouso
e à noite, tornando as atividades de vida
diárias difíceis ou impossíveis
Epicondilite Lateral
• O diagnóstico é feito observando a
história do paciente e com exame
clínico

• O tratamento conservador é a escolha


inicial e baseia-se em 4 pontos:
– repouso relativo, fisioterapia,
exercícios caseiros e medicação

ACUPUNTURA!!!
Pontos Shu Antigos
• Shu = transporte
• Comparação entre a secção do canal
entre os dedos das mãos e cotovelos, e
pés e joelhos a um Rio
Pontos Shu Antigos
PONTO NASCENTE = TING
• Localizado na ponta dos dedos das
mãos e dos pés
• Ponto de partida do Qi
• Canal superficial e mais fino
• Dinâmico, com facilidade de mudança de
polaridade para Yin <>Yang
• Expele fatores patogênicos
Pontos Shu Antigos
PONTO MANANCIAL = IONG
• Segundo ponto dos dedos das
mãos e dos pés
• Dinâmico
• Clareia o calor
• Pontos Fogo nos canais Yin e
pontos Água nos canais Yang
Pontos Shu Antigos

PONTO RIACHO = IU
• Terceiro ponto ao longo do canal
• O Qi “jorra”, flui, fica maior em mis
profundo
• Os fatores patogenicos entram neste
ponto
• O Qi defensivo, concentra-se nesse ponto
Pontos Shu Antigos

PONTO RIO = KING


• O Qi do canal é muito maior e fundo
• O Qi flui como uma corrente
• Os fatores patogênicos são desviados para
articulações e tendões nesse ponto
Pontos Shu Antigos
PONTO MAR = HO
• O Qi do canal é vasto e profundo
• O Qi do canal se aprofunda no corpo
e se une com a circulação do Qi geral
• Menos dinâmico que os outros pontos de
transporte
Pontos Shu Antigos

“...nos pontos Nascentes o Qi brota, nos pontos


Mananciais o Qi escorrega e desliza, nos Riachos o Qi
circula, nos pontos Rios o Qi se move, nos pontos
Mar o Qi penetra”
YANG
Verão

Primavera

MADEIRA TING

Inverno
YIN
Meridianos Yin C8/ID8
C9/ID9 C7/ID7
FO
F2 BP2
F1 C4/ID5 BP3
F3 C3/ID3
MA BP1 TE

F4
F8 BP9 BP5
R2 P10

P9
R1 P11
AG R3 ME

R10 R7 P5 P8
YANG
Verão

Outono
TING METAL

Inverno
YIN
Meridianos Yang CS5/TA6
CS3/TA3 CS8/TA10
VB38 FO E41
VB41
CS/TA1 E36
VB38
MA CS/TA2 TE
E43

VB44
VB43 E44 E45
B60 IG5
B40 IG11
B65 IG3
AG ME

B66 B67 IG2 IG1


Pontos de
Tonificação e Sedação

• Ciclo de Geração:

– Tonifica Mãe para tonificar o Filho


– Seda Filho para sedar Mãe
Exemplo: P
P10

P9
P11
METAL

P5
P8
Pontos Shu Antigos
Canal Tonificação (Mãe) Sedação (Filho)
Pulmão P 9 (Taiyuan) P 5 (Chize)
Intestino Grosso IG 11 (Quchi) IG 2 (Erjian)
Estômago E 41 (Jiexi E 45 (Lidui)
Baço/Pâncreas BP 2 (Dadu) BP 5 (Shangqiu)
Coração C 9 (Shaochong) C 7 (Shenmen)
Intestino Delgado ID 3 (Houxi) ID 8 (Xiaohai)
Bexiga B 67 (Zhiyin) B 65 (shugu)
Rim R 7 (Fuliu) R 1 (Yongquan)
Pericárdio PC 9 (Zhongchong) PC 7 (Daling)
Triplo Aquecedor TA 3 (Zhongzhu) TA 10 (Tianjing)
Vesícula Biliar VB 43 (Xiaxi) VB 38 (Yangfu)
Fígado F 8 (Ququan) F 2 (Xingjian)
Exemplo: E
E41

E36
E43
TERRA

E45
E44
Pontos Shu Antigos
Canal Tonificação (Mãe) Sedação (Filho)
Pulmão P 9 (Taiyuan) P 5 (Chize)
Intestino Grosso IG 11 (Quchi) IG 2 (Erjian)
Estômago E 41 (Jiexi E 45 (Lidui)
Baço BP 2 (Dadu) BP 5 (Shangqiu)
Coração C 9 (Shaochong) C 7 (Shenmen)
Intestino Delgado ID 3 (Houxi) ID 8 (Xiaohai)
Bexiga B 67 (Zhiyin) B 65 (shugu)
Rim R 7 (Fuliu) R 1 (Yongquan)
Pericárdio PC 9 (Zhongchong) PC 7 (Daling)
Triplo Aquecedor TA 3 (Zhongzhu) TA 10 (Tianjing)
Vesícula Biliar VB 43 (Xiaxi) VB 38 (Yangfu)
Fígado F 8 (Ququan) F 2 (Xingjian)
Avaliação Energética
• Pcte F.H.K., 24 anos, auxiliar
administrativa

• Queixa principal: Dor na região lateral


do cotovelo direito

• HMA: Dor ao movimento de arremessar


bola, movimentos de supinação, ao
mexer o mouse e digitar.
Avaliação Energética
• Inspeção
– Língua: vermelha, denteada

• Interrogatório
– Emoções: apresenta ansiedade, irritabilidade
– Sabores: ultimamente prefere doces
– Apresenta miopia

• Palpação
– Dor no trajeto do meridiano do P
e IG
Avaliação Energética
Pulsologia:
Direita (Yin) Direita (Yang)
P fraco e diminuído IG fraco e pausado
BP diminuído E rápido e médio
CS fraco TA lento e fraco

Esquerda (Yin) Esquerda (Yang)


C rápido e médio ID forte e lento
F rápido e médio VB forte e rápido
R fraco e lento B fraco e lento
Deficiência
Madeira em de Terra
excesso
Deficiência
de Metal

Deficiência
de Água
Avaliação Energética

• Cinco elementos

– A Madeira está em excesso


– Deficiência da Terra, Metal e Água
Avaliação Energética

• Diagnóstico energético
Qi perverso de vento e calor,
deficiência de R e P.
Tratamento
• Total de atendimentos = 6

• Frequência = 2 vezes/semana

• Em todas as sessões = aval. pré e pós


(língua e pulso).
Evolução
• Atendimento 1: R3; P9 e P10

• Atendimento 2: R3; P9; P10; B67; BP2

• Atendimento 3: F2; F8; R3; B60; P9

• Atendimento 4: F2; F8; R3; B60; P9

• Atendimento 5: F2; F8; R3; B60; P9

• Atendimento 6: F2; F8; R3; B60


Evolução
• Em todas as sessões houve melhora
na avaliação pré e pós em relação
ao pulso.

• A melhora do aspecto da língua foi


observada a partir da 5 sessão.
Evolução

• Na última sessão a paciente relatou


grande melhora do quadro álgico
(dor somente ao arremessar bola).
Conclusão

• Estado geral da paciente melhorou


(mais calma ao tomar decisões)

• Teve grande melhora em relação a


dor (apenas no movimento de
arremessar)
Conclusão
• A técnica dos Pontos Shu Antigos é
eficaz para a diminuição e melhora
da dor em pacientes com
epicondilite lateral

• Porém para haver uma melhora total,


necessitaria de mais sessões e
associação de outras técnicas.
Obrigada!!!