Você está na página 1de 12

Universidade Catolica de Mocambique

Faculdade de Ciências de Saúde

Curso de Licenciatura em Farmácia


Disciplina: Quimioterapeuticos

Tema: Agentes Antimetabolitos

Docente: Simone Chunguane e


Telda Lemos Sozinho
09/10/2019 1
Conteúdos

• Agentes antimetabólicos
• Mecanismo de ação
• Subclasse dos antimetabólicos
• Análogos do acido fólico
• Análogos da pirimidina
• Análogos da purina
Agentes antimetabólicos

• Os antimetabolitos são compostos que imitam as estruturas dos


constituintes metabólicos normais.
• Atuam por inibição das enzimas necessárias para a regeneração do
ácido fólico ou para a ativação de purinas e pirimidinas necessárias
para a síntese de DNA ou RNA nas células neoplásicas.

Os antimetabólitos frequentemente matam


as células na fase S.
Mecanismo de ação

• As vias bioquímicas que até agora se mostraram mais acessíveis aos


antimetabólitos foram as relacionadas com a síntese de nucleotídeos
e ácidos nucleicos.
• Afetam as células inibindo a biossíntese dos componentes essenciais
do DNA e do RNA.
• Deste modo, impedem a multiplicação e função normais da célula.
• Esses fármacos bloqueiam ou subvertem a síntese de DNA.
Mecanismo de ação

COMPOSTOS DE PLATINA
Intercalam, destroem ou causam
Espiralamento errado
Subclasse dos antimetabolitos

ANÁLOGO DO ÁCIDO FÓLICO: ANÁLOGO DAS PURINAS:


metotrexato • mercaptopurina
ANÁLOGO DAS PIRIMIDINAS: • tioguanina
• 5-fluorouracila • fludarabina
• citarabina • cladribina
• gencitabina
• capecitabina
• azcitidina
ANÁLOGO DO ÁCIDO FÓLICO

Os folatos são essenciais para a síntese de nucleotídeos de purina e do


timidilato, os quais por sua vez são indispensáveis para a síntese de
DNA e a divisão celular.
Análogo do acido fólico

Metotrexato
• Inibe o diidrofolato redutase, impedindo a produção de
tetraidrofolato;
• a principal conseqüência consiste na interferência na síntese de
timidilato. O metotrexato é captado nas células pelo transportador
de folato e, a exemplo deste último, é convertido na forma de
poliglumato.
• As células normais afetadas por altas doses podem ser resgatadas
com ácido folínico.
Efeitos adversos: mielosupressão, possível nefrotoxidade.
• Indicação: leucemias, carcinomas de pulmão, mama, cabeça e
pescoço, outros
• doenças não oncológicas: psoríase, artrite reumatoide.
• Vias de administração: oral, IM, IV, intratecal.
• Efeito colateral: mucosite, mielossupressão
Análogos da pirimidina

• O fluorouracil é convertido num nucleotídio fraudulento e inibe a


síntese de timidilato e, por conseguinte, na síntese de DNA.
• A infusão contínua de fluorouracil é vantajosa, pois o fármaco é
dependente da fase S, e tem uma meia vida curta, portanto pode
afetar mais células tumorais na fase S do que a administração in
bolus.
• A citarabina na sua forma trifosfato inibe a DNA polimerase; trata-
se de um potente mielossupressor.
Analogos da purina

• A mercaptopurina é convertida num nucleotídio fraudulento.


• A fludarabina na sua forma trifosfato inibe a DNA polimerase (que é
a responsável pela polimerização das novas fitas de DNA); possui
efeito mielossupressor.
• A pentostatina inibe a adenosina desaminase – uma via essencial no
metabolismo das purinas.
•Ate próxima aula

Você também pode gostar