Você está na página 1de 28

A sedução das drogas

"E não vos embriagueis com vinho, em que


há contenda, mas enchei-vos do Espírito"
(Ef 5.18).
Somente através da graça redentora de
Cristo é que se pode viver sem os vícios
que destroem o corpo, o templo do
Espírito Santo.
Drogas: Medicamento ou
substância entorpecente e
alucinógena.
Provérbios 23.29-35
Apesar do sentido pejorativo, o termo "drogas"
vem do grego pharmakeia, e significa farmácia,
ou drogaria. Na Bíblia, a palavra está sempre
associada à feitiçaria ou às atividades
demoníacas. Há nas Escrituras várias
referências que condenam os vícios e seus
funestos resultados (Pv 20.1; 21.7; 31.4; Is
5.22; 28.7; Ef 5.18). Deus condena
terminantemente todo tipo de vício, inclusive as
drogas.
1. Bebidas alcoólicas em geral

A Bíblia é categórica e
irredutível: "Não vos
embriagueis com vinho em que
há contenda..." (Ef 5.18).
Paulo, aqui, não se refere
apenas ao efeito entorpecente
do vinho, mas a embriaguez de
modo geral provocada por
qualquer tipo de bebida.
1. Bebidas alcoólicas em geral

Ele estava plenamente


consciente de que o cristão
jamais deve se embriagar.
Trata-se de um princípio
divino.
2. A abrangência do princípio

Se Efésios 5.18 se refere a


um princípio bíblico geral
contra as bebidas
entorpecentes, podemos
depreender que o mesmo
texto também condena o uso
desnecessário e abusivo de
outras substâncias nocivas
ao organismo.
1. Razões alegadas pelos viciados

Há muitas razões pelas


quais os jovens usam drogas.
Vejamos:
1. Razões alegadas pelos viciados

a) Como símbolo de independência


b) Para fugir da infelicidade no lar
c) Por curiosidade
d) Para ser aceito num grupo de jovens mais "avançados"
e) Por causa da influência do grupo
f) Fuga de problemas emocionais
g) Por medo de ser tachado de covarde por seus "amigos"
1. Razões alegadas pelos viciados

As drogas se apresentam como


uma ilusória "válvula de
escape", mas as suas
consequências são fatais (Pv
23.29-35; 1 Co 3.17).
2. Os ardis de Satanás

O diabo sempre teve interesse


em devorar a juventude através
de seus ardis (1 Pe 5.8). Os
jovens devem dizer não às
drogas e, consequentemente, a
Satanás. É bastante oportuna a
advertência de Salomão em Ec
12.1.
1. Porque é um pecado contra o corpo
2. Porque causam sofrimento ao usuário e ao próximo
3. Porque sustentam o mundo do crime
4. Porque afastam o homem de Deus
1. Porque é um pecado contra o corpo.

Assim como a prostituição é


um pecado deliberado contra
o corpo (1 Co 6.18-20),
também o são as drogas (1
Co 3.17). Muitos dizem que
têm o direito de fazer o que
quiserem com seu corpo.
1. Porque é um pecado contra o corpo.

Embora pensem que isso


seja liberdade, de fato estão
escravizados por seus
próprios desejos. Quando
nos tornamos cristãos, o
Espírito Santo passa a
habitar em nós.

Sendo assim, nosso corpo não mais


nos pertence. É propriedade do
Criador, e não podemos violar os
padrões de vida estabelecidos por Ele.
2. Porque causam sofrimento ao usuário e ao próximo.

Apesar de o viciado ser o


principal prejudicado pelas
drogas (Pv 5.22,23), os
familiares sofrem bastante
com a situação. Além do
cuidado natural, a família
acaba gastando o que tem e
o que não tem com
dispendiosos tratamentos.
2. Porque causam sofrimento ao usuário e ao próximo.

Há viciados que roubam


dinheiro e objetos de casa
para trocar por drogas.
Outros se tornam agressivos
(Pv 4.17) ou deixam de
trabalhar e sustentar a
família. Pior ainda, há os
que entram para o mundo
do crime (Pv 20.1).
3. Porque sustentam o mundo do crime

As drogas movimentam um
gigantesco esquema de
atividades ilícitas que
envolvem desde o
contrabando até formas
cruéis de assassinatos,
corrupção e abuso de poder.
E quem sustenta tudo isso é
o usuário de drogas (Is
55.2).
4. Porque afastam o homem de Deus

É incontestável o fato de que


as drogas afastam o homem
dos caminhos do Senhor (1
Co 6.10; Gl 5.21; 1 Pe 4.3).
1. A prevenção
2. O tratamento
1. A prevenção

O que devemos fazer para


alertar as pessoas sobre o
perigo do vício das drogas?
Conclusão:

Somente através da graça redentora de Cristo é que


se pode viver sem drogas ou qualquer tipo de vício
que ofenda aos homens e a Deus (At 24.16). Caso
você tenha problemas com drogas ou conviva com
algum viciado em sua família, o Todo-Poderoso pode
libertá-lo agora mesmo! (Jo 8.32; 16.24; Sl 37.5).