Você está na página 1de 35

Universidade Federal de Santa Catarina

Programa de Pós-Graduação em Química


Disciplina de Preparo de Amostras

MÉTODO
QuEChERS
Gabrieli Bernardi
Introdução
• QuEChERS é um método de extração exaustiva
com solvente

• 2007 - método oficial da Association of Official


Analytical Chemists (AOAC) para a determinação
de resíduo de pesticidas em alimentos

• 2008 - método de referência na União Europeia


(European Committee for Standardization – CEN
method 15662)

2
Métodos para determinação multirresíduo
de pesticidas em alimentos

• Complexidade da matriz
• Necessidade de uma etapa de limpeza
• Reduzir interferências e o efeito matriz
• Redução da manutenção de sistemas cromatográficos

3
Avanços nos métodos para
determinação multirresíduo em
alimentos
• 1960 – Método de Mills - extração com acetonitrila,
seguida por uma etapa de partição com éter de
petróleo. Limpeza em coluna contendo florisil®

• 1970 - Método de Luke - extração dos pesticidas é


realizada com 100 mL de uma mistura de acetona, éter
de petróleo e diclorometano (1:1:1) , adição cloreto de
sódio, resultando maiores valores de recuperação dos
compostos polares

4
Avanços nos métodos para
determinação multirresíduo em
alimentos

• 1990 - Técnicas alternativas de extração

• Miniaturização
• Redução da quantidade de solvente
• Automatização
• Rapidez na execução das análises

5
Desenvolvimento do método
QuEChERS
• 2003 – Método QuEChERS – objetivo de superar as
limitações práticas dos métodos multirresíduo
existentes.
• QuEChERS
Quick (rápido)
Easy (fácil)
Cheap (barato)
Effective (efetivo)
Rugged (robusto)
Safe (seguro)
6
Desenvolvimento do método
QuEChERS
• M. Anastassiades – grupo de pesquisa S. Lehotay (USDA/USA)

7
Desenvolvimento do método
QuEChERS

1. Extração

2. Partição

3. Limpeza do extrato (clean-up)

8
1. Extração com Acetonitrila

• Possibilita a extração de uma menor quantidade de co-


extrativos lipofílicos provenientes da amostra, como por
exemplo, ceras, gorduras e pigmentos

• Proporciona a extração de uma ampla faixa de


pesticidas com diferentes polaridades

• Adequado para LC-MS/MS e pode ser utilizada sem


problemas na análise por GC-MS/MS

9
2. Partição

• A adição de sais para promover o efeito salting out é


utilizada em vários métodos multirresíduo.

• No método QuEChERS a partição é realizada com a


adição de cloreto de sódio (NaCl) e sulfato de magnésio
(MgSO4)

10
2. Partição

Solvente

Amostra

Fase aquosa + sais

Extrato de amostra de abacate

11
Utilização do MgSO4

• Maior capacidade de remover água quando comparado a


outros sais – reduz o volume da fase aquosa

• Hidratação do MgSO4 é uma reação exotérmica -


aquecimento entre 40 e 45 °C da amostra durante as etapas
de partição

• Favorece a extração, especialmente dos compostos apolares

12
3. Etapa de Limpeza (Clean-up)

• Componentes não-voláteis da matriz podem ficar


aderidos no sistema de injeção e coluna
cromatográfica

• Alteração a resposta do sistema e aumentando a


frequência de manutenções técnicas no equipamento

13
3. Etapa de Limpeza (Clean-up)

• Realizada com um procedimento de extração em fase


sólida dispersiva (d-SPE)

• Mistura de sorvente + MgSO4

• Permite que a limpeza e a redução de água residual


sejam efetuados simultaneamente

• Principais sorventes utilizados, PSA e C18

14
Retirada de uma alíquota

1 mL para 150 mg de MgSO4 + 25 mg


de PSA

Etapa depende da agitação

• Proporção pode ser outra

• Quantidade otimizadas

15
Sorvente PSA
• O sorvente PSA (do inglês, primary secondary amine)

• A estrutura bidentada do PSA tem um elevado efeito


quelante, devido à presença dos grupos amino
primário e secundário. Retenção de ácidos graxos
livres e de outros compostos polares presentes na
matriz

16
Sorvente C18

• Juntamente com PSA na etapa de limpeza (d-SPE),


para promover uma limpeza mais efetiva de algumas
matrizes, em especial aquelas que contêm gordura

17
Modificações do método QuEChERS

• Algumas aplicações mostraram que certos compostos


apresentavam problemas de estabilidade e/ou
recuperação de acordo com o pH da matriz

• Utilização de tampões (pH 5) promoviam recuperações


satisfatórias (>70%) para compostos dependentes do pH

18
Modificações do método QuEChERS

• 2005 - QuEChERS acetato (AOAC)


Efeito tamponante (pH 4,8) é promovido pela adição de
acetato de sódio e ácido acético

• 2007 – QuEChERS citrato (CEN)


Utiliza uma mistura de citrato de sódio diidratado e
hidrogenocitrato sesquihidratado como responsáveis
pelo efeito tamponante (pH 5,0-5,5)

19
Modificações do método QuEChERS

Agitação (manual ou
vortex por 1 min)

Agitação +
centrifugação (8 min)

Agitação +
centrifugação (8 min)

20
Carbono grafitizado (GCB) como sorvente
• Redução do teor de clorofila nos co-extrativos
provenientes de amostras com pigmentação verde
• GCB (carbono grafitizado)

Remove alguns compostos


com estrutura planar (ex:
tioabendazole)

21
Precipitação a baixa temperatura
• Remoção de lipídeos em amostras com alto teor de gordura (ex:
milho, abacate....)
• Extrato é submetido a aplicação de baixa temperatura por um tempo
determinado para precipitar moléculas maiores

Extrato de tabaco em acetonitrila após extração com método QuEChERS citrato.


Tempo de congelamento 24 h
22
(B) após d-SPE com PSA and C18 (C) d-SPE com PSA, C18 e GCB e (D) ppt ed-SPE
using PSA, C18 (E) e GCB.

23
Vantagens do método
• Extrato final pode ser analisado por cromatografia
gasosa e líquida
• Permite a utilização de diferentes detectores, inclusive
MS
• Permite a extração simultânea de um grande número
de compostos com polaridade distinta.
• Versatilidade, aplicado a um grande número de
matrizes (sólidas e líquidas)

24
Limitações do método
• Etapa de pesagem pode ser morosa

• Relação amostra : solvente (1 g : 1 mL)

- Baixa se comparada a outros métodos ( 2 a 5 g : mL)

- Não atribui fator de concentração

25
Quantificação
• Calibração externa – curva de calibração na matriz (matrix matched
standard)
• Compensar efeito matriz – evitar resultados super ou sub-estimados
• Padrões adicionados ao extrato da matriz (“branco”)

26
Efeito matriz

Composto: fluvalinato (250 µg L−1) comparing the difference between the signals in
solvent and in the blank matrix (GC-MS/MS)
27
Quantificação
• Utilização de um padrão de controle (surrogate)
e de um padrão interno

Padrão de controle – adicionado antes da extapa de


extração (passa por todo o processo), monitorar a
extração

Padrão interno – adicionado ao final do processo para


monitorar o sinal no equipamento

28
Aplicações recentes

• 1 mL de amostra
• 31 compostos
• Rec (%) de 74 a 109
• LOD e LOQ 0.12 to 13.53 ng mL-1

29
30
31
Praticidades, porém R$....

32
1 VISÃO GERAL DO
PROCESSO DE
EXTRAÇÃO

33
Análise
Cromatográfica

34
Referências Utilizadas
•ANASTASSIADES, M.; LEHOTAY S. J.; STAJNBAHER D.; SCHENCK F. J. Fast and
easy multiresidue method employing acetonitrile extraction/partitioning and “dispersive
solid-phase extraction” for the determination of pesticide residues in produce. AOAC
Inter., v. 86, p. 412, 2003.

•LEHOTAY, S. J., MASTOVSKÁ, K., LIGHTFIELD, A. R. Use of Buffering and Other


Means to Improve Results of Problematic Pesticides in a Fast and Easy Method for
Residue Analysis of Fruits and Vegetables. AOAC Inter., v. 88, p. 615, 2005.

•ANASTASSIADES, M.; SCHERBAUM E.; TAŞDELEN.; ŠTAJNBAHER D. Recent


Developments in QuEChERS Methodology for Pesticide Multiresidue Analysis. Crop
Protection, Public Health, Environmental Safety, Wiley-VCH, Germany (2007) 439.

•OSMAR DAMIAN PRESTES, MARTHA BOHRER ADAIME, RENATO ZANELLA.


QuEChERS: possibilidades e tendências no preparo de amostra para determinação
multirresíduo de pesticidas em alimentos. Scientia Chromatographica 2011; 3(1):51-64.
DOI: 10.4322/sc.2011.004

35

Você também pode gostar