Você está na página 1de 13

Neste bloco...

Fiscalização

• Prazos
• Multas
• Embargo ou interdição
Fiscalização

Na ocorrência do não cumprimento das normas constantes da NR 10,


o MTE adotará as providências estabelecidas na NR 3 – Embargo e
Interdição.
Fonte: NR 10 - 10.14.3

A documentação prevista na NR 10 deve estar, permanentemente, à


disposição das autoridades competentes.

Fonte: NR 10 - 10.14.5
(210.121-1/I 2)
Fiscalização

Prazo para cumprimento das notificações

O agente da inspeção do trabalho, com base em critérios


técnicos, poderá notificar os empregadores concedendo
prazos para a correção das irregularidades encontradas.
Fonte: NR 28 - 28.1.4

O prazo para cumprimento dos itens notificados deverá ser


limitado a, no máximo, 60 (sessenta) dias.
Fonte: NR 28 - 28.1.4.1
Fiscalização

Prazo para cumprimento das notificações

A autoridade regional competente, diante de solicitação


escrita do notificado, acompanhada de exposição de
motivos relevantes, apresentada no prazo de 10 (dez) dias
do recebimento da notificação, poderá prorrogar por 120
(cento e vinte) dias, contados da data do Termo de
Notificação, o prazo para seu cumprimento.
Fonte: NR 28 - 28.1.4.2
Fiscalização

Prazo para cumprimento das notificações

A concessão de prazos superiores a 120 (cento e vinte)


dias fica condicionada à prévia negociação entre o
notificado e o sindicato representante da categoria dos
empregados, com a presença da autoridade regional
competente.
Fonte: NR 28 - 28.1.4.3
Fiscalização

Multas
Fiscalização

Embargo ou interdição

O Delegado Regional do Trabalho ou Delegado do Trabalho


Marítimo, conforme o caso, à vista de laudo técnico do
serviço competente que demonstre grave e iminente risco
para o trabalhador, poderá interditar estabelecimento, setor
de serviço, máquina ou equipamento, ou embargar obra,
indicando na decisão tomada, com a brevidade que a
ocorrência exigir, as providências que deverão ser adotadas
para prevenção de acidentes do trabalho e doenças
profissionais.
Fonte: NR 3
Fiscalização

Embargo ou interdição

Considera-se grave e iminente risco toda condição


ambiental de trabalho que possa causar acidente do
trabalho ou doença profissional com lesão grave à
integridade física do trabalhador.
Fonte: NR 3 - 3.1.1.
Fiscalização

Embargo ou interdição

A interdição importará na paralisação total ou parcial


do estabelecimento, setor de serviço, máquina ou
equipamento.
Fonte: NR 3 - 3.2.
(103.001-9 / I 4)
Fiscalização

Embargo ou interdição

A interdição ou o embargo poderá ser requerido pelo


Setor de Segurança e Medicina do Trabalho da Delegacia
Regional do Trabalho - DRT ou da Delegacia do Trabalho
Marítimo - DTM, pelo agente da inspeção do trabalho ou
por entidade sindical.
Fonte: NR 3 - 3.4.
Fiscalização

Embargo ou interdição

Da decisão do Delegado Regional do Trabalho ou


Delegado do Trabalho Marítimo, poderão os interessados
recorrer, no prazo de 10 (dez) dias, à Secretaria de
Segurança e Medicina do Trabalho - SSMT, à qual é
facultado dar efeito suspensivo.
Fonte: NR 3 - 3.7.
Fiscalização

Embargo ou interdição

Durante a paralisação do serviço, em decorrência da


interdição ou do embargo, os empregados receberão os
salários como se estivessem em efetivo exercício.

Fonte: NR 3 - 3.10.
(103.003-5 / I 4)
Segurança no Sistema Elétrico de Potência
e em suas Proximidades

Curso Complementar sobre a NR10

Ficha técnica
Coordenação ....................... Angela Elisabeth Denecke
Vera Regina Costa Abreu (GEP)
Elaboração de conteúdo ....... Fernando da Silva Pinto (UNOP Tijuca –
Centro de Referência em Eletricidade)
Hélder Coimbra (UNOP Barra do Piraí)
Revisão pedagógica ............. Regina Averbug
Revisão técnica ................... Gustavo Eric de Oliveira Carvalho
Projeto visual ...................... Lienice Silva de Souza

2007. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - Departamento Regional do Rio de Janeiro

Interesses relacionados