Você está na página 1de 16

Educação

Adventista:
Sonho, Chamado
e Missão
Para ser grande, sê inteiro:
nada teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa.
Põe quanto tu és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
brilha, porque alta vive.
Ricardo Reis
O Professor
• Grande agente do processo educacional;
• Portadores de afeto, emoção;
• Vibram com as conquistas dos alunos;
• Têm luz própria, caminham com pés próprios;
• O referencial, o líder, o interventor seguro;
• Vai além da sua disciplina, deve entender de
psicologia, pedagogia, linguagem, sexualidade,
infância, adolescência, sonho, afeto, vida...
• Tudo o que diz respeito ao aluno é de interesse do
professor;
• Acredita no que diz, tem convicção.
Os Tipos de Professores
• Professor arrogante;
• Professor Inseguro;
• Professor Lamuriante;
• Professor Ditador;
• Professor Bonzinho;
• Professor Desorganizado;
• Professor Livresco;
• Professor “Tô fora”;
• Professor “10 questões”;
• Professor Tiozinho;
• Professor Educador
O Professor Adventista
Na perspectiva da Educação Adventista, o
educador é representante de Deus como
embaixador das verdades eternas, fazendo-se
necessário refletir sobre sua influência no ministério de
reconciliação do estudante com Deus, porque
também precisa de restauração. Isto é relevante
porque não existe educador pronto e acabado.
Trata-se de um “aprendente” em potencial,
diferenciando-se do estudante por sua maturidade,
responsabilidade e visão ampla da atividade
educativa que desenvolve.
Perfil do Educador
• Imitador de Jesus:
Quando nossos professores estiverem
verdadeiramente convertidos, terão fome de alma
pelo conhecimento de Deus, e, como humildes
discípulos na escola de Cristo, estudarão para
conhecer a Sua justiça. Retos princípios dominarão a
vida, e serão ensinados como os princípios que
regem a educação celestial. Quando os professores
procurarem de todo o coração introduzir corretos
princípios na obra educacional, anjos de Deus
estarão presentes para causar impressões no
coração e na mente (WHITE, FEC, p.518-519).
Perfil do Educador
• Senso da presença divina:
O educador com o senso da presença divina
se coloca como aprendiz de Cristo, pois sabe ser um
cooperador com Deus na educação de mentes
humanas.
• Sintonia com a filosofia e a proposta da educação
adventista:
Isso inclui conhecer e envolver-se com a
filosofia e a proposta da Educação Adventista, ser
um estudioso da Bíblia, ter excelência moral e ser
ponte entre a família e a escola(WHITE, Ed. P, 281).
Perfil do Educador
• Relacionamento interpessoal positivo:
Necessitais de mais suavidade no contato com
os outros. Vossas palavras devem produzir um efeito
calmante, não hostilizar. Que o vosso coração seja
cheio de amor pelas pessoas. Trabalhai pelos que vos
rodeiam com profundo e terno interesse. Se vedes
alguém cometer um erro, ide ter com ele na maneira
indicada por Cristo em Sua Palavra, e vede se não
vos é possível considerar o assunto com brandura
cristã. Orai com ele, e crede que o Salvador vos
mostrará o caminho para sair da dificuldade (WHITE,
Ev, p.637).
Perfil do Educador
• Cuidado com a saúde física e mental:
Desde que o espírito e a alma encontram
expressão mediante o corpo, tanto o vigor mental
como o espiritual dependem em grande parte da
força e atividades físicas. O que quer que promova a
saúde física, promoverá o desenvolvimento de um
espírito robusto e um caráter bem-equilibrado. Sem
saúde ninguém pode compreender distintamente
suas obrigações, ou completamente cumprí-las para
consigo mesmo, seus semelhantes ou seu Criador.
Portanto, a saúde deve ser tão fielmente conservada
como o caráter (WHITE, Ed, p.195).
Perfil do Educador
• Equilíbrio Emocional:
Os mestres que trabalham nessa parte da vinha
do Senhor precisam ser senhores de si mesmos, de
modo a dominar o temperamento e os sentimentos,
mantendo-os sujeitos ao Espírito Santo. Devem dar
provas de possuir, não uma experiência unilateral,
mas espírito bem equilibrado, caráter simétrico.
Aprendendo dia a dia na escola de Cristo, esses
mestre podem educar sabiamente as crianças e
jovens (WHITE, CPPE, p.191).
Perfil do Educador
• Profissionalismo e aperfeiçoamento constantes:
Os homens de Deus precisam ser diligentes no
estudo, esforçados na aquisição de conhecimentos,
nunca desperdiçando uma hora. [...] Os homens que
ocupam posições de responsabilidade devem
melhorar continuamente (WHITE, SC, p.225).
Deus não quer que nos satisfaçamos com
mente preguiçosa, indisciplinada pensamentos
estúpidos e memória fraca. Quer que todo professor
se sinta descontente com certa medida de êxito,
apenas, e compreenda sua necessidade de
constante diligência em adquirir conhecimento
(WHITE, FEC, p.119).
Perfil do Educador
• Aceitação dos limites e possibilidades do
educando:
Em cada ser humano Ele [Jesus] divisava
infinitas possibilidades. Via os homens como poderiam
ser. [...] Olhando para eles com esperança, inspirava-
lhes esperança (WHITE, Ed, p.80).
• Uso de linguagem adequada:
Cristo chegava ao povo na posição em que
este se achava. [...] Não embaraçava o ignorante
com misteriosos raciocínios, nem usava palavras fora
do comum ou eruditas, de que não tivessem
conhecimento. O maior mestre que o mundo já
conheceu foi o mais definido, simples e prático em
Suas instruções (WHITE, OE, p. 51).
O Professor Adventista
Entende-se que desenvolver todos esses
atributos não é tarefa fácil e, considerando a
perspectiva cristã da natureza humana, é até
impossível. No entanto, o professor que quer
se tornar mais do que apenas um
comunicador de informações poderá contar
com a ajuda do Criador, unindo sua fraqueza
à força de Deus, sua ignorância à sabedoria
de Deus pois “sem Mim nada podeis fazer”
(Jo 15:5).
Premissas da
Educação Adventista
• Missão:
Promover, através da educação cristã, o
desenvolvimento integral do educando, formando
cidadãos autônomos, comprometidos com o bem-
estar da comunidade, da pátria e com Deus.
• Visão:
Ser um sistema educacional reconhecido por sua
excelência, fundamentado em princípios bíblico-
cristãos.
• Finalidade:
Restaurar o homem a seu estado original de perfeição,
preparando crianças e jovens para uma existência
significativa na Terra e para a vida eterna.
O Afeto é o Único
Caminho para a Educação
Aos velhos e jovens professores, aos mestres
de todos os tempos que foram agraciados
pelos céus por essa missão digna e feliz.
Ser professor é um privilégio.
Ser professor é semear em terreno sempre
fértil e se encantar com a colheita.
Ser professor é conduzir almas e de sonhos
lapidar diamantes.
(CHALITA, Educação: a solução está no afeto, 19º ed. P. 7)
Em 2016 deixe o Autor da
Vida reescrever as novas
páginas da sua história.