Você está na página 1de 24

República de Angola

Ministério da Educação
Instituto Médio Técnico São Benedito
Área de formação: Electricidade/Electrônica e
Telecomunicações
Curso: Electrónica e Telecomunicações

OBTENÇÃO DA QUALIDADE MÁXIMA DO


SINAL VIA SATÉLITE UTILIZANDO OS
SERVIÇOS DA ZAP
Integrantes do grupo
Bernardino Liceu Bruno Lopes Cesário Silva
.

Heliercia Nairo Lourenço Paulo Oliveira


Objectivos
 Objectivo geral:
Obter a qualidade máxima do sinal da ZAP nas instalações do
Instituto Médio Técnico.

 Objectivo específico: 
Determinar os parâmetros de visibilidade entre antena
parabólica e o satélite Eutelsat 36B e comparar com o
programa de cálculo.
 
Determinar a potência de recepção do sinal e a qualidade
aceitável do mesmo.
 
Determinar a qualidade máxima do sinal, pela montagem
da antena parabólica e configuração da Zap Box.
 
Introdução
 Neste trabalho iremos falar sobre os satélites de telecomunicação , que é um
satélite que retransmite sinais de vários serviços de comunicação diferentes
pontos da Terra, no nosso caso são sinais de Tv(radiodifusão). Além de falar dos
satélites , falaremos do estudo e funcionamento da TV via satélite que é muito
usada nos dias de hoje, porque ela resolve os problemas na recepção do sinal.
Problemas estes como o alcance e a curvatura da terra.
 Para obter a qualidade máxima do sinal via satélite é necessário ter o
conhecimento sobre o satélite que cobre a região onde o ponto de recepção se
encontra e qual é o serviço ou operadora de Tv via satélite (Tv por assinatura)
que se pretende aderir ou utilizar. Depois de ter esse conhecimento é necessário
utilizar um serviço de Tv Via satélite e equipamentos para a captação do sinal. O
serviço ou operadora de Tv via satélite podem ser a Zap ou a DSTV que são as
operadoras disponíveis cá no nosso país, mas no nosso caso utilizamos os
serviços da Zap. Os equipamentos podem ser: uma antena, um LNB,um finder,
cabo coaxial, conector BNC, decodificador e uma TV para visualizar os canais e a
qualidade máxima do sinal. Mas o decodificador tem que ser um especifico de
uma operadora de Tv que no nosso caso é a Zap Box HD+, que é um
decodificador da Zap.
 Na nossa sociedade um grande número de pessoas fazem o uso de Tv por
assinatura (Tv por Satélite) isso dando importância ao nosso estudo porque com
base o trabalho apresentado facilita o manuseio ou a instalação da mesma. 
Introdução aos satélites
O que é um satélite?

Um
Um satélite
satélite é
é basicamente
basicamente é é um
um corpo
corpo físico
físico que
que gira
gira
em
em torno
torno de
de um
um planeta
planeta em
em um
um trajecto
trajecto circular
circular ou
ou
elíptico.
elíptico. A
A Lua
Lua ééoo satélite
satélite natural
natural ee original
original da
da Terra,
Terra,
mas existem muitos outros, feitos pelo
mas existem muitos outros, feitos pelo homem homem
(artificiais),
(artificiais), geralmente
geralmente próximos
próximos à à Terra.
Terra.

O que é um satélite de comunicação?


Satélites de comunicação são corpos artificiais que retransmitem
sinais entre pontos distantes da Terra, sendo um importante meio
para a prestação de vários serviços de telecomunicações.

Os satélites de comunicação são dispositivos de alta tecnologia projetados


para operar por 15 anos ou mais em um ambiente hostíl, no vácuo do
espaço, que está sujeita à radiação e condições térmicas extremas que
variam de -15 graus Celsius a 150 graus celsius.
Componentes de um satélite

O sistema de comunicações do satélite é formado pelas


antenas e pelos transponders.

Transponder:O transponder é a parte do satélite que combina


a função de receber o sinal em determinada freqüência, realizar
a conversão da freqüência e transmitir o sinal recebido em uma
nova freqüência determinada. Cada transponder ocupa uma
certa faixa de freqüências que varia tipicamente entre 36 MHz e
80 MHz.
Tipos de satélites e
Órbitas
Satélites de Telecomunicações
Satélites de GPS

Satélite Meteorológico Satélites Miniaturizados


Órbitas
Funcionamento geral da TV via satélite e
Análise de sistemas em bloco

Sistema de televisão via


satélite

Componentes de um
sistema de televisão via
satélite
.

Bandas de frequência
Os tipos de comunicação utilizados para a realização de uma comunicação via satélite
são: Uplink e Downlink.
. Esquema em Bloco
EUTELSAT 36B

Downlink

Zap Box

Equipamento de LNB(down
Decoder Demodulador
banda base converter)

TV
Parâmetros de Visibilidade
Parâmetros de visibilidade são parâmetros utilizados no alinhamento de uma antena
Os parâmtros utilizados e calculados no projecto são:
A elevação , o Azimute, o ângulo do ponto sub-satélite e também calculamos o distância do
nosso ponto de recepção ao satélite.

ELEVAÇÃO AZIMUTE
Cálculos da elevação ,Azimute e o ponto
sub-satélite
Dados Fórmula Resultado
ΦLE=13.2623o
ΦLS=36o
ӨLAT.E= -8.8290o

rT/rS= 0.15127
γ=? γ=arcos[cosӨLAT.E *cos(ΦLE - ΦLS )] γ= 24.3066o
Ө=? Ө=arctg[( cosγ - rT/rS ) / senγ] Ө=61.56o≈ 61.6o

β=? β=arcos[tgӨLAT.E / tgγ ] β=69.89o≈ 69.9o

Onde:
ΦLE –Longitude da estação terrena;
ΦLS – Longitude do ponto sub-satélite, que é dada pela longitude do satélite;
ӨLAT.E – Latitude da estação terrena;
rT/rS – razão entre o raio da terra e da órbita;
β= Azimute
Cálculo da potência recebida no ponto de
recepção
Dados Fórmula Resultado
EIRP=49dbw=79.43kw
d=36446km
c= 3.10^8 m/s
f=11.221GHz
η=0.50
D=60cm
π=3.14
Incógnitas
Gr =? Gr =η(π.D/λ)2 Gr =.15*103 = 34dB
λ=? λ=c/f [m] 0,02673m
LFS =? LFS =(4πd/λ)2 2.9*1020 = 204.67dB
Pr =? Pr =[(EIRP)*Gr /LFS ] Pr =0.72pw = -91dbm
Cálculos da relação portadora /ruído (C/N) e da portadora
/densidade espectral do ruído (C/NO)

.Dados Fórmula Resultado


[EIRP]=49dBw
[G/T]=5dB/K
[Lr ]=1.9dB
[Lo ]=0.5dB
[Kb]=-228dBW/KHz
[B]=72MHz
[C/NO ]=? [C/NO ]=[EIRP]+ [C/NO ]=71,93dBHz
[G/T]-[Lr ]-[Lo ]-[Kb]
[C/N]=? [C/N]=[C/NO ]-[B] [C/N]=64,08dBHz

A qualidade do sinal é determinada pela relação


portadora/densidade espectral do ruído (C/NO)
Confirmação dos cálculos com os softwares
Dishpointer e Satfinder

Os cálculos da elevação e azimute coincidiram com os do software, mas os


cálculo da distância não coincidiu , porque o software tem mais precisão nos
valores como o raio da órbita e cosseno do ângulo do ponto sub-satélite.
Equipamentos e componentes utilizados no projecto

1-Antena Parabólica 2-LNB 3-Cabo Coaxial

6-Decodificador Zap
4-Finder 5-Conector BNC
(Zap Box HD+)
Etapa da montagem 1
1-Montagem da antena 2-Configuração da ZAP BOX
parabólica

3-Alinhamento da antena 4-Localização do satélite e do


parabólica sinal
Etapa da montagem 2
5-Visualização da qualidade máxima
Comparação das frequências dos canais de Tv.
Testes
Teste de continuidade do cabo
Colocando saco no LNB
coaxial
Conclusões
Como o trabalho foi feito em grupo, concluímos que: 
 A implementação dos Satélites nos dias de hoje tem ajudado muito nos
serviços de telecomunicação, tais como: serviços de TV por assinatura,
serviços de telefonia celular e serviços de dados(internet). 

 Optar para TV via satélite é vantajoso, por ser uma transmissão e


recepção digital e apresentar uma qualidade muito boa. 
 Embora a Tv via satélite seja vantajosa,existem problemas na recepção
do sinal. Estes problemas são: os efeitos atmosféricos. Uma vez que
quando há chuva é possível que se perca o sinal.

 Para obter o sinal da Zap via satélite é necessário que a nossa antena de
recepção tenha um perfeito alinhamento com o satélite isto é, mexendo
com os parâmetros de visibilidade como: a elevação e o azimute. 

 A qualidade de recepção do sinal não é determinada pela potência da


portadora, mas sim pela relação portadora/ruído (C/N). Em comunicação
digital é necessário que esta relação seja no mínimo 15dBHz. Nós
conseguimos obter a qualidade máxima com uma relação portadora/ruído
de 64,08dBHz. 
Referências Bibliográficas
1. MADEIROS, Júlio Cesar de Oliveira.(2004).Princípios de
Telecomunicações.Brasil,Érica.
2. GODINHO, Pedro. SILVA, Rui e PELADO, Vitor. A Televisão Via Satélite.
Universidade Técnica de Lisboa Instituto Superior Técnico-Novembro de
2004. Disponível em
http://www.img.lx.it.pt/~mpq/st04/ano2002_03/trabalhos_pesquisa/T_15/t
v_satelite.pdf [consultado em 20.07.2015].
3. DEBAY, Christopher. Satellite Communications Design & Engineering.
Applied Technology Institute (ATI).
4. DA SILVA, Luciano Barros Cardoso. CHAMON, Marco Antonio. Cálculo de
enlace para sistemas de comutação digital via satélite.Instituto Nacional
de Pesquisas Espaciais (INPE) -2004.
5. http://satelitesdiferentes.blogspot.com/2007/11/tipos-de-satlites.html,
acessado em 10.07.2015
6. http://www.electronica-pt.com/satelite-parabolicas, acessado em
22.10.2015
7. LEITÃO,Mário Jorge M. Sistemas de telecomunicações II . Disponível em:
https://web.fe.up.pt/~mleitao/SRCO/Teoricas/SRCO_SAT.pdf [consultado
em 19.06.2015]
8. Manual de utilização da Zap. Disponível em:
http://www.zap.co.ao/uploads/ao/satellite/manuals/54d4e64bd9151.pdf
.

OBRIGADO!!!!