Você está na página 1de 11

Análise Preliminar de Risco

Análise Preliminar de Risco


� APR é um método de análise de perigos e riscos que consiste
em identificar acontecimentos inseguros, causas e resultados
e determinar meios de controle. Preliminar, porque é
empregada como primeira abordagem do objeto de estudo.
Em um número relevante de acontecimentos é suficiente para
determinar procedimentos de controle de riscos.
Análise Preliminar de Risco

� O objetivo da APR é definir os riscos e métodos preventivos


antes de sua fase operacional, levantando causas e efeitos
de cada de risco, suas medidas e, prevenção ou correção
de cada categoria.
Análise Preliminar de Risco: Etapas

� identificação de possíveis perigos;


� listagem de riscos;
� identificação de suas causas e vulnerabilidades;
� identificação de grupos ou bens potencialmente expostos a
essas ameaças;
� estimativa de possíveis consequências e danos;
� análise qualitativa de riscos;
� planejamento de medidas para controle de riscos e
correção de falhas.
Análise Preliminar de Risco: Elementos
� Alguns elementos de uma APR são de importância fundamental para
garantir o atendimento das necessidades de segurança da empresa.
São eles:
� nome e função dos responsáveis pela aplicação da APR;
� nome da empresa;
� data de aplicação da análise;
� tarefa (ou função) a ser executada e sua descrição;
� riscos detalhados do trabalho a ser exercido;
� descrição dos EPIs e EPCs necessários para a realização da tarefa
analisada;
� normas de segurança a serem adotadas.
Análise Preliminar de Risco: Elementos

� Além de definir responsabilidades na supressão de acidentes e problemas,


a análise preliminar de riscos é capaz de fortalecer a segurança do
trabalho por meio de diversos objetivos, como :
� Revisão de ameaças;
� Antecipação de problemas futuros;
� Criação de métodos para restrição de danos;
� Conscientização funcionários sobre a sua própria segurança;
� Levantamento completo de meios de eliminação ou controle de riscos.
Análise Preliminar de Risco: Elementos

� A APR deve ser protagonizada por um engenheiro ou técnico de segurança


do trabalho, mas nada impede a participação de outros profissionais
da empresa (como gestores e trabalhadores) na composição da equipe de
análise preliminar de risco.
� A APR é um procedimento que pode ser feito em diversas atividades, não só
as que expõem seus funcionários a perigos e riscos de lesões. Trata-se
de uma análise preliminar, feita de forma preventiva
Mapa de Risco
O que é mapa de risco?

É a representação de forma gráfica dos riscos que existem nos locais de


trabalho, por meio de círculos de diferentes tamanhos e cores. Tem como
objetivo informar e conscientizar os trabalhadores através de uma fácil
visualização desses riscos.
É um instrumento que pode ajudar a diminuir a ocorrência de acidentes do
trabalho.
Quem faz?

O mapa de risco é feito pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes


(CIPA), sendo ela o Agente Mapeador, após ouvir os trabalhadores de todos
os setores e com a orientação do Serviço Especializado em Engenharia e
Segurança e Medicina do Trabalho - SESMT do órgão.
Tipos de riscos