Você está na página 1de 24

IMAGIOLOGIA

Ana Isabel Ribeiro


Ana Paula Santos
José Manuel Pedregal 1
ÍNDICE
Introdução ……………………………………………..……….………………… 4

Função de um Serviço de Imagiologia …………….…….…………… 5

Organização …………………………………………………….…..……………. 6

Sala de Radiologia de Urgência ………………………….………………. 8

Sala de Ossos e Tórax ………………………….…………….……………….. 9

Sala de Digestivos ………………………………………….………….……… 10

Sala de Exames Especiais com Angiografia …………………….…. 11

Sala de Tomografia Axial Computorizada ………………………….. 12

Sala de Ortopantomografia ………………………………………………. 13


ÍNDICE

Sala de Ortopantomografia ………………………………………………. 13

Área de Despiste da Patologia da Mama ……………………………14

Sala de Ressonância Magnética …………………………………………15

Sala de Densitometria Óssea …………………….………………….…..16

Sala de Ultrassonografia ………………………………………………….. 17

Identificação, informação e orientação ……………………….….. 18

Arquivo de relatórios ……………………………………………………… 20


Visualização de filme

https://youtu.be/LV_EcNk9fMQ

08-07-2019 19_TASa05-NS PRO 4


INTRODUÇÃO

Este trabalho aborda a Unidade de Imagiologia, na sua organização


geral e sobre os principais serviços.
A imagiologia é uma especialidade médica, que se ocupa do uso das
tecnologias de imagem para realização de diagnósticos. Assim, se
refere às técnicas e processos usados para criar imagens do corpo para
análise clínica. A imagiologia desempenha um papel central no
processo de cuidados de saúde na comunicação médica, educação,
investigação e diagnóstico.
A imagiologia está presente na prevenção, diagnóstico e
acompanhamento da doença.
Função de um Serviço de Imagiologia

Num serviço de Imagiologia, existem várias técnicas, tais como Raios-


X convencional com ou sem intensificador de imagem, tomografia Axial
Computorizada (TAC), Ressonância Magnética (RMN), Mamografia,
Exames Especiais com Angiologia, etc..
Nos serviços de Urgência, a sua importância é vital no apoio com
diagnósticos rápidos, também é utilizado em diversas especialidades
médicas, usando diversas terapêuticas invasivas guiadas por imagem.

08-07-2019 19_TASa05-NS PRO 6


Organização
As salas de exames (2), definindo um “U”, circundam um núcleo
central (1), onde trabalham os técnicos e médicos, permitindo uma
circulação rápida entre as várias salas de exames.
No núcleo central devem estar instalados os aparelhos de
digitalização de imagem e as consolas de visualização das imagens
digitalizadas.
O acesso as salas de exame deve ser feito, na caso dos pacientes, a
partir do corredor (4), onde se situam as salas de espera,
correspondentes aos diferentes exames.
O acesso dos técnicos deve ser feito a partir do núcleo central. Na
As salas de Radiologia de Urgência e TAC devem ser localizadas de
forma a terem um fácil acesso a partir das Urgências, em certas
situações, no hospital podem encontrar-se no próprio Serviço de
Urgência, em função da distância que existir entre este e a Imagiologia.
O serviço de Imagiologia deve localizar-se de forma permitir um
acesso fácil dos pacientes internos e externos, encontra-se perto do
Serviço de Urgência, num piso térreo, próximo da entrada, de modo a
facilitar a instalação, manutenção e substituição dos equipamentos.

08-07-2019 19_TASa05-NS PRO 8


Sala de Radiologia de Urgência

Em meio hospitalar, a sala de Radiologia funciona 24 horas por dia.


Recebe doentes em maca que são examinados com suporte
telescópico de teto, estando os pacientes em pé (tórax, coluna, etc.),
ou sentados (principalmente braço, mão e pé).
Os pacientes em maca também poderão fazer exames no Potter
vertical basculante, sobretudo na caso de radiografias ao crânio.
Qualquer que seja a localização da sala de Radiologia de Urgência, os
meios de processamento de imagem devem estar próximos, a não ser
que sejam usados equipamentos que façam a digitalização direta.
08-07-2019 19_TASa05-NS PRO 9
Sala de Ossos e Tórax

A sala de Ossos e Tórax, de rotina é uma das salas de


radiologia convencional (sem digitalização de imagem), do
Serviço de Imagiologia.
Hoje em dia, é cada vez mais frequente encontramos
salas com digitalização direta, mais eficiente em termos de
rapidez e qualidade técnica.
Neste espaço, existem áreas para relatórios e seu
visionamento, câmaras multiformato, máquinas de
revelação á luz do dia , sistemas de digitalização de
imagens obtidas através
08-07-2019
de ecrãs de memoria.
19_TASa05-NS PRO 10
Sala de Digestivos

A sala de Digestivos, com mesa telecomandada é uma das salas de


radiologia do Serviço de Imagiologia com digitalização das imagens
captadas através do intensificador de imagem.
Por haver fluoroscopia, nesta sala podem se executar exames
contrastados do tubo digestivo CPRE(a colangiopancreatografia
Retrógrada Endoscópica)
Podem ser também efetuados uma série de outros exames tais como
mielografias, exames de trato génito urinário, histerosalpingografias,
exame do foro pediátrico e exames de ossos.

11
Sala de Exames Especiais com Angiografia
Nesta sala de exames, com mesa telecomanda, existe
digitalização das imagens captadas através do intensificador
de imagem, em regime de fluoroscopia ou fluorografia.
Executam-se também exames com obtenção de imagens
multidirecionais graças á combinação de uma mesa
telecomanda basculante e um arco em C motorizado que
suporta a cúpula, que contém a ampola de Raios X e o
intensificador de imagem.
Embora os exames não exijam anestesia geral, certos
procedimentos, tais como angiografias com injeção de
contraste e intervenções, podem implicar o tempo de
recobro para alguns pacientes, pelo que esta sala não deve
estar longe das de TAC e de RMN, onde existirá um recobro
Sala de Tomografia Axial Computorizada (TAC)

Esta sala destina-se a exames de TAC de


rotina e a exames avançados, também
desejáveis num hospital de média dimensão.
A sala de Tomografia Axial Computorizada
(TAC) é uma sala de radiologia do Serviço de
Imagiologia com formação digital de imagens
a partir dos sinais analógicos produzidos pelo
conjunto de detetores sobre os quais incide a
radiação produzida pela ampola de X.

08-07-2019 19_TASa05-NS PRO 13


Sala de Ortopantomografia
Um ortopantomógrafo destina-se a obter
radiografias dentais panorâmicas e, se tiver
integrada uma unidade cefalométrica de
Raio X, poderá fazer telerradiografia.
A justificação para colocação de
Ortopantomógrafo num hospital será a
existência de um Serviço de Estomatologia
ou de uma Cirurgia Maxo-Facial.
Estes exames, podem ser efetuados em
cadeira de rodas.
08-07-2019 19_TASa05-NS PRO 14
Área de Despiste da Patologia da Mama
Até há pouco tempo, a sala de mamografia era uma das salas de
Radiologia convencional (sem digitalização de imagens, captadas
através de um intensificador de imagem), do Serviço de Imagiologia.
O mamógrafo é um dos aparelhos fundamentais para o despiste de
patologia da mama, num entanto, existem outros meios e técnicas de
diagnóstico tais como:
Sonomamografia
Galactografia
Cintimamografia
Ressonância Magnética Nuclear
Sala de Ressonância Magnética
Um sistema de Ressonância Magnética gera imagens do
corpo através do uso de sinais de rádio frequências e de
um campo magnético de grande intensidade, sem
necessidade de recorrer a radiações ionizantes. Não utiliza
radiações X, nem outras radiações ionizantes e é
considerado inócuo, isto é, inofensivo para o organismo.
Evitar-se-iam, assim, riscos desnecessários, a longo prazo,
para os pacientes.
A ressonância magnética tem indicações vastas, de que
são exemplos mais frequentes a patologia articular (joelho,
tornozelo, ombro, anca, por exemplo), a patologia do
sistema nervoso central (cérebro e medula espinal), e a
patologia abdominal, entre outras.
Sala de Densitometria Óssea
Esta é uma técnica que permite medir a quantidade de osso nas
diferentes partes do esqueleto e predizer assim o risco de fraturas. É
ainda possível monitorizar as modificações na densidade mineral óssea
devido a doenças que interferem no metabolismo ósseo ou na resposta
a terapêuticas, com o intuito de minimizar os efeitos da osteoporose.
Ao contrário dos aparelhos convencionais de Radiografia, a exposição
aos Raios-X durante a realização de uma Densitometria Óssea é
extremamente baixa, podendo ser inferior à que é recebida, por
exemplo, durante uma viagem de avião.

08-07-2019 19_TASa05-NS PRO 17


Sala de Ultrassonografia

Numa sala de ultrassonografia, são efetuados


diagnósticos com base em imagens obtidas através
de um ecógrafo, assim com intervenções guiadas por
imagens em tempo real e obtidas em qualquer plano
com sondas ligadas ao aparelho.
Onde são realizados exames abdominais,
ginecológicos, urológicos, da mama, biópsias guiadas
por ultrassonografia, além de toracenteses,
paracenteses e drenagem de quistos e abcessos.

08-07-2019 19_TASa05-NS PRO 18


Identificação, informação e orientação

Uma fácil perceção da sinalética, dos circuitos e disposição interna das Unidades
de Radiologia

Identificação do pessoal

O pessoal da unidade deverá estar devidamente identificado, incluindo o nome e


a sua categoria profissional

Sinalética e Circuitos internos

As zonas receção, de espera e de circulação, o acesso às salas de exames, as


instalações sanitárias e as saídas de emergência devem estar todas devidamente
assinaladas
08-07-2019 19_TASa05-NS PRO 19
Se adequado, os eixos de circulação diferenciados devem também
estar devidamente assinalados
Todas as áreas onde sejam emitidas radiações com potenciais efeitos
biológicos devem estar devidamente assinaladas
As salas e áreas de campos magnéticos devem também estar
assinaladas e ter um eficaz controlo de acesso
Informação aos doentes

08-07-2019 19_TASa05-NS PRO 20


Arquivo de relatórios
As unidades de saúde deverão possuir um sistema de arquivo dos
relatórios, de preferência informatizado, dos exames efetuados, no
mínimo por um período de cinco anos
As unidades deverão ainda dispor de sistemas de segurança que
minimizem a possibilidade de perda de dados informáticos.
Confidencialidade da Informação
Os relatórios e restantes dados médicos das unidades de saúde
devem obedecer a todas as regras do sigilo profissional
O envio eletrónico de dados ou registos só deverá ser efetuado em
condições que garantam confidencialidade.
08-07-2019 19_TASa05-NS PRO 21
. Acompanhar e orientar o utente e acompanhante entre os
diferentes serviços, urgência e internamento.
Funções do TAS . Auxiliar na transferência, posicionamento e transporte do
utente, que necessita de ajuda total ou parcial, de acordo com as
orientações do profissional de saúde.
. Efetuar a lavagem e desinfeção de material clínico e material de
apoio clínico em local próprio, de acordo com normas e
procedimentos definidos.
. Assegurar o armazenamento e conservação adequada de
material de apoio clínico e clínico, de acordo com as normas ou
procedimentos definidos.
. Efetuar a lavagem e desinfeção, em local apropriado, de
equipamentos de serviço.
. Recolher, lavar e acondicionar os materiais e equipamentos
utilizados na lavagem e desinfeção.
. Assegurar a recolha, triagem, transporte e acondicionamento de
08-07-2019
resíduos hospitalares, garantindo o manuseamento e transporte
adequado.
CONCLUSÃO
A radiologia, como especialidade médica, abrange os serviços e
investigação relacionados com as imagens médicas que interessam à saúde, na sua
promoção e na prevenção da doença.

Nos últimos anos a especialidade evoluiu de forma extraordinária. Essa evolução


decorreu paralelamente e em função da informática, ou seja, dos computadores.

Há 30 anos atrás, a radiologia baseava-se em pouco mais que em imagens analógicas


obtidas por emissão de radiações (raios x) com sensibilização de películas fotográficas cuja
revelação era efectuada por métodos químicos.

Actualmente a especialidade é muito mais vasta, abrangendo imagens com base noutras
energias e radiações, nomeadamente a ecografia, a tomografia computorizada e a
ressonância magnética. Por outro lado, a própria imagem evoluiu para imagens digitais,
dando origem à radiologia digital.

Por estes motivos, hoje em dia, esta especialidade médica deverá ser designada por
Imagiologia, embora o termo radiologia ainda se mantenha.
WEBGRAFIA/ BILIOGRAFIA

Serviço de Imagiologia, Eduardo Patrício, Magda Miranda, DGIES


Vilanovaonline.pt

08-07-2019 19_TASa05-NS PRO 24

Você também pode gostar