Você está na página 1de 46

Linguagens, Códigos e suas

Tecnologias – Educação Física


Ensino Médio, 1ª Série
Ginástica como saúde, lazer,
trabalho e educação física.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

As múltiplas faces da ginástica na atualidade


A ginástica chega aos nossos dias com o acúmulo de
conhecimento e prática desenvolvidos pela humanidade ao
longo da história, hoje uma prática corporal com inúmeras
faces e objetivos. A ginástica é classificada segundo seus
objetivos, dessa forma, podemos identificar as seguintes:
• Ginástica estética
• Ginástica postural
• Ginástica de reabilitação
• Ginástica de reparação ou condicionamento físico
• Ginástica laboral
• Ginástica de lazer
• Ginástica esportiva
Educação Física , 1º Ano EM

Imagem: Photo by www.localfitness.com.au /


CreativeCommons Attribution-Share Alike 3.0 Unported.
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

melhorar a aparência corporal.

Imagem: Glenn Francis / Creative


Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported
Ginástica estética
é a ginástica que tem como objetivo

Imagem: U.S. Navy photo by Photographer’s Mate


Airman Shannon E. Renfroe / Public Domain.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Um pouco de história
A ginástica com finalidade estética surge na
Antiguidade, mais precisamente na Grécia Antiga, e
ganha bastante notoriedade no Brasil a partir das
décadas de 80 e 90 do século XX. A abertura de
inúmeras academias de ginástica, em todo o país, foi
impulsionada pela diminuição do tempo e espaço
para a prática de atividade física e pelas descobertas
científicas, as quais a apontaram como meio de
obter melhor qualidade de vida. Além disso, houve a
supervalorização de um padrão corporal forte e
malhado, estabelecidos pela sociedade de consumo
e proclamados pela mídia.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Com o crescimento da procura pela


ginástica estética nas academias e com a
intensificação do apelo midiático com relação ao
corpo perfeito, cresce o aparecimento de
distúrbios da imagem corporal, o consumo de
medicamentos para emagrecimento, adesão a
dietas prejudiciais e utilização de substâncias
nocivas à saúde (anabolizantes).
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Alguns conceitos
• Imagem corporal é a figuração do próprio corpo formada e
estruturada na mente do mesmo indivíduo, ou seja, a maneira como o corpo se
apresenta para si próprio. É o conjunto de sensações sinestésicas construídas pelos
sentidos (audição, visão, tato, paladar), oriundos de experiências vivenciadas pelo
individuo, em que o referido cria um referencial do seu corpo, para o seu corpo e
para o outro, sobre o objeto elaborado. (Leonardo Mataruna) Disponível em:
http://www.efdeportes.com/efd71/imagem.htm

• Padrão corporal é um modelo corporal determinado pela sociedade


como o corpo perfeito, o belo, o ideal de se ter naquele momento. Estar distante
desse padrão é sinônimo de estar fora de moda.

• Anabolizantes são
drogas fabricadas geralmente do hormônio
masculino Testosterona, produzido pelos testículos. Eles ajudam no crescimento
dos músculos (efeito anabólico) e no desenvolvimento das características sexuais
masculinas como: pelos, barba, voz grossa ,etc. (efeito androgênico) (2).
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Pesquisa e socialização

• Monte grupos para desenvolver pesquisa a ser


socializada na sala de aula sobre os seguintes temas:

1. Distúrbios da imagem corporal e Distúrbios


Alimentares: vigorexia, bulimia e anorexia;
2. Uso de anabolizantes.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Ginástica postural
Ginástica preventiva que melhora a postura e o bem-estar,
cujos objetivos são o fortalecimento da musculatura de apoio da
coluna e das articulações e o alongamento das principais cadeias
musculares que influenciam a postura corporal. Essa ginástica ganha
cada vez mais importância em virtude da ocorrência crescente de
problemas na coluna vertebral por causa da permanência frequente
em posturas incorretas no trabalho, na escola e em casa,
especialmente no uso do computador e das novas tecnologias.

Imagem: Photo by www.localfitness.com.au / Creative Imagem: Onef9day / Creative Commons Attribution 3.0 Unported.
Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Desvios Posturais
Coluna Vertebral Normal Lordose Cifose Escoliose

Os desvios posturais são causados principalmente pela


permanência de posturas incorretas por tempo prolongado. A
má postura pode ocasionar o enrijecimento das articulações
vertebrais e o encurtamento de músculos, modificando assim
as curvaturas normais da coluna vertebral.
Imagens da esquerda para direita: (a) Russian Wikipedia / Public Domain, (b) Lordosis Posture, 1927, (c) Daniel McFadden / Public Domain, (d) University of Utah Hospital -
Radiology Department / Public Domain.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Postural normal e lordose

Uma boa postura é a atitude que uma pessoa assume, utilizando a


menor quantidade de esforço muscular e, ao mesmo tempo, protegendo as
estruturas de suporte contra os traumas.
(Disponível em: http://www.dornascostas.com.br/desvios_posturais.htm)

É o aumento anormal da curva lombar, levando a uma acentuação da


lordose lombar normal (hiperlordose). Os músculos abdominais fracos e
um abdome protuberante são fatores de risco. Tem como característica a
dor nas costas em pessoas com aumento da lordose lombar, ocorrida
durante atividades que envolvem a extensão da coluna lombar, tal como
ficar em pé por muito tempo (que tende a acentuar a lordose).
A flexão do tronco usualmente alivia a dor, de modo que a pessoa com
frequência prefere sentar ou deitar.
(Disponível em: http://www.dornascostas.com.br/desvios_posturais.htm)

Imagens de cima para baixo: (a) Russian Wikipedia / Public Domain, (b) Lordosis Posture, 1927.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Cifose e escoliose

É definida como um aumento anormal da concavidade posterior da


coluna vertebral, sendo as causas mais importantes dessa deformidade, a
má postura e o condicionamento físico insuficiente.
(Disponível em: http://www.dornascostas.com.br/desvios_posturais.htm)

É a curvatura lateral da coluna vertebral, podendo ser estrutural ou não


estrutural. A progressão da curvatura na escoliose depende, em grande
parte, da idade que ela inicia e da magnitude do ângulo da curvatura
durante o período de crescimento na adolescência, período este em que a
progressão do aumento da curvatura ocorre numa velocidade maior. O
tratamento fisioterápico, usando alongamentos e respiração, são essenciais
para a melhora do quadro. (Disponível em: http://www.dornascostas.com.br/desvios_posturais.htm)

Imagens de cima para baixo: (a) Daniel McFadden / Public Domain, (b) University of Utah Hospital - Radiology Department / Public Domain.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Sugestão de atividades

• Desenvolver, na escola, um trabalho de orientação e


conscientização da importância de manter uma boa
postura, de como prevenir os desvios da coluna
vertebral e de exercícios ginásticos que auxiliam na
prevenção de problemas posturais;

• Criar oficina de pilates.


Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Ginástica de reabilitação
Ginástica que tem o objetivo de reabilitar
movimentos comprometidos de forma parcial ou
total. Os exercícios da ginástica de reabilitação são
geralmente utilizados na fisioterapia com orientação
de profissional especializado.

Imagens: (a) U.S. Navy photo by Mass Communication Specialist 2nd Class Joshua Karsten / Public Domain
(b) U.S. Navy photo by Photographer’s Mate 1st Class Kevin H. Tierney / Public Domain.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Ginástica de condicionamento físico


Ginástica que tem como objetivo dar condições
(força, forma física, flexibilidade, resistência etc)
necessárias para o indivíduo desenvolver uma
determinada atividade, seja esportiva, profissional ou
cotidiana.

Imagem: MSGT Jon Nicolussi, U.S. Air Force / Public Domain Imagem remixada: GNU Free Documentation License.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Capacidade física condicionante


• Flexibilidade: É a capacidade de
realizar movimentos de grande
amplitude sem que ocorram lesões. A
flexibilidade é uma qualidade física
que depende do comprimento de
certos músculos, da elasticidade de
certas estruturas articulares (tendões,
ligamentos, cápsula articular) e ainda
das formas do esqueleto (fator
Imagem: Rick McCharles / Creative
hereditário e não treinável).
Commons Attribution 2.0 Generic.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física
Força: É a capacidade de exercer uma tensão contra uma
resistência na ação de elevar, tracionar e/ou empurrar.

Imagem: Bryan Brenneman

Commons Attribution-Share
Attribution 2.0 Generic

Foto: Jacklee / Creative


/ Creative Commons

Alike 3.0 Unported


Agilidade: É a capacidade de alterar, o mais rapidamente
possível, o sentido de deslocamento (ou realizar mudanças de
direção).

skole / GNU Free Documentation


Imagem: johnthescone / Creative
Commons Attribution 2.0 Generic

Imagem: Bjerke videregående

License.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física
Resistência: É a capacidade de manter a atividade física por
períodos de tempo prolongados, retardando a fadiga.
Resistência anaeróbia – É observada na realização de exercícios
de alta intensidade, consequentemente, pequena duração.
Resistência aeróbia – A principal característica é apresentar uma
intensidade de média a moderada e um elevado volume. Manifesta-
se de forma global no organismo.

Imagem: Chris Brown / Creative Commons Attribution 2.0 Generic Imagem: Rafaydavid / GNU Free Documentation.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Equilíbrio: Permanecer ou deslocar-se numa superfície


limitada, vencendo a ação da gravidade, sem cair.

Commons Attribution-Share Alike 3.0 Germany


37247-0002 / Richter / CC-BY-SA / Creative
Equilíbrio estático - A manutenção de uma determinada

Imagem: Richter/ Bundesarchiv, Bild 183-


posição fixa no espaço.
Equilíbrio dinâmico - Consiste no resultado da interação
de diversas forças, dependentes do movimento em
execução, massa corporal, velocidade, gravidade,
equipamento utilizado etc.

Velocidade: Qualidade particular dos músculos e das


coordenações neuromusculares, permitindo uma
execução rápida de movimentos com uma
intensidade máxima e duração breve ou muito breve.

Imagem: Jmex60 / GNU Free Documentation License.


Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Ginástica laboral
A ginástica laboral é definida como a realização
de exercícios físicos no ambiente de trabalho, durante
o horário de expediente, para promover a saúde dos
funcionários e evitar lesões de esforços repetitivos e
doenças ocupacionais. Essa atividade deve ser
orientada pelo profissional de Educação Física (2).
Imagem: Engenhariarj/ Public Domain.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Ginástica esportiva
É aquela que tem como razão de ser a competição, a disputa
por medalhas, os títulos e os prêmios. A ginástica esportiva
reconhecida pela FIG (Federação Internacional de Ginástica)
compreende: Ginástica Artística, Ginástica Rítmica, Ginástica
de Trampolim, Ginástica Acrobática e Ginástica Aeróbica.

Imagem: Wilson Dias / Creative Commons Attribution 3.0 Brazil. Imagem: Epueu / GNU Free Documentation License.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Ginástica de lazer

É a atividade física que proporciona prazer


aos praticantes, realizada no tempo livre.

Imagem: Roosterman at the English language Wikipedia / GNU


Free Documentation License.
Imagem: U.S. Navy photo by Mass
Communication Specialist 1st Class
Toiete Jackson / Domínio público
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Fundamento básico da ginástica


O fundamento básico da ginástica está nas
ações corporais essenciais: saltar, equilibrar-se,
rolar/girar, suspender e balançar/embalar. A
compreensão, a vivência e a identificação de
suas diversas possibilidades, bem como de
alguns elementos que influenciam a sua
execução são necessários para a ampliação e o
aprofundamento do conhecimento da ginástica
como prática esportiva e de lazer.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Saltar
Desprender-se da ação da gravidade, manter-se no ar
e cair sem machucar-se. O salto tem três fases: impulso,
fase de voo e aterrissagem. Veja a figura abaixo:

Impulso Fase de voo Aterrissagem


Imagem: Evdcoldeportes / Creative Commons Attribution-Share Alike 2.5 Colombia.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Os saltos podem ser executados em dois planos: plano


vertical e plano horizontal.

Imagens: SEE-PE, redesenhadas a partir de imagens de autor desconhecido.


Plano Vertical e Plano Horizontal

Com as pernas unidas, ou afastadas, grupadas,


carpadas, ou estendidas, e combinado com giros.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Sugestão de atividades
• Organize circuito com cones, arcos, cordas e
outros tipos de material com um trajeto que
exija dos alunos formas diferentes de saltar.
Problematize a atividade.

• Crie situações que exijam dos alunos a criação


ou identificação de formas diferentes de saltar.
Problematize a atividade.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica enquanto saúde, lazer, trabalho e educação física

Equilibrar-se
Permanecer ou deslocar-se numa superfície
limitada, vencendo a ação da gravidade. O equilíbrio
pode ser executado utilizando o apoio de: um pé
chapado, um pé na ponta, dois pés na ponta, joelhos,
escápulas, mãos, antebraços, cabeça e mãos, etc.

Imagens: SEE-PE, redesenhadas a partir de imagens de autor desconhecido.


Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica enquanto saúde, lazer, trabalho e educação física

Sugestão de atividade
Atividade em grupos de 8 alunos, os quais terão um tempo para resolver
as situações propostas pelo professor. Quando o tempo acabar, todos
socializarão as formas de resolver a problemática proposta.

Situações

1ª) Equilibrar-se em uma perna de diferentes formas, todos do grupo em contato, formando uma
figura;
2ª) Equilibrar-se com diferentes partes do corpo (cada integrante), formando uma figura, todos do
grupo em contato;
3ª) Criar uma figura com diferentes formas de equilíbrio utilizando o material disponibilizado;
4ª) Elaborar uma figura com 4 integrantes com equilíbrio com apoio no solo e 4 integrantes com
apoio sem contato com o solo;
5ª) Produzir uma figura com 3 integrantes com equilíbrio com apoio no solo e 5 integrantes com
apoio fora do solo.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Girar/rolar
Dar voltas sobre o eixo do
próprio corpo. Os giros podem
ser executados em três eixos
corporais: longitudinal,
transverso e ântero-posterior.

Imagens: SEE-PE, redesenhadas a partir de


imagens de autor desconhecido.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Eixo longitudinal: estende-se, na


posição em pé, em sentido crânio-
caudal (cabeça - pés) e orienta-se
perpendicularmente ao chão.

Eixo ântero-posterior: estende-se em


sentido ântero-posterior da superfície
anterior para a posterior (ou do dorso
para a frente do corpo).

Eixo transverso: estende-se da direita


para a esquerda (ou vice-versa).

Imagens: SEE-PE, redesenhadas a partir de imagens de autor desconhecido.


Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Curiosidade

A ginasta brasileira Daiane dos Santos criou (2003),


junto com o técnico ucraniano Oleg Ostapenko, o salto Duplo
Twist Carpado, que consiste em um salto com um giro em
torno do eixo longitudinal com um duplo mortal na posição
carpado (eixo transverso). A Federação Internacional de
Ginástica batizou-o com o sobrenome da ginasta, Dos Santos.

http://www.youtube.com/watch?v=TCewxcEQcMo Duplo Twist Carpado Dos Santos I


http://www.youtube.com/watch?v=ZrlkQ1Y4KxU&feature=related Duplo Twist Esticado Dos Santos II
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Sugestão de atividades
• Vivenciar formas básicas de girar e rolar: rolamento grupado
para frente, rolamento esticado, rolamento grupado para trás,
estrela, rodante, reversões e mortais para frente e para trás com
ajuda, identificando o(s) eixo(s) corporal(ais) nos quais são
executados os movimentos de girar e rolar.

• Assistir a vídeos e identificar os eixos corporais sobre os quais


os ginastas executam saltos, piruetas, mortais e combinações.
- http://www.youtube.com/watch?v=HyLlA3bF7DE Fei Cheng - solo Olimpíadas de Pequim 2008
- http://www.youtube.com/watch?v=TwAZX8n9eew Diego Hipólito – solo Sulamricano de Medelin
- http://www.youtube.com/watch?v=lDU0u1ZzbJQ&feature=related Daiane dos Santos – solo- Mundial de
Anaheim 2003, primeira medalha de ouro do Brasil em mundiais de ginástica
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Suspender
Subir em suspensão pelos braços, com ou sem
ajuda das pernas, em superfícies verticais ou
inclinadas. As suspensões podem ser executadas com
ou sem a utilização de material.

Communication Specialist 1st Class Pat


Imagem: U.S. Navy photo by Mass

Migliaccio/ Domínio público


Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Balançar/embalar

Impulsionar-se e dar ao corpo


um movimento de vaivém. O
balanço pode ser executado
com ou sem a utilização de
material.

Imagens: SEE-PE, redesenhadas a partir de


imagens de autor desconhecido.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Sugestão de atividades
• Criar situações que envolvam os fundamentos
suspender e balançar/embalar.

• Organizar a turma em grupos e solicitar deles a


criação de uma série de ginástica simples com 20
elementos ginásticos: salto, giro, rolamento,
equilíbrio e balanço. Com ou sem a utilização de
fundo musical, a ser socializado no final do bimestre
em uma atividade da turma ou da escola/
comunidade.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Questões do ENEM
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

GNU Free Documentation License.


Imagem: Morburre /
QUESTÃO 133
O homem evoluiu. Independentemente de teoria, essa evolução ocorreu de várias formas. No que concerne à
evolução digital, o homem percorreu longo trajeto da pedra lascada ao mundo virtual. Tal fato culminou em
um problema físico habitual, ilustrado na imagem, que propicia uma piora na qualidade de vida do usuário,
uma vez que (3):
A) a evolução ocorreu e, com ela, evoluíram as dores de cabeça, o estresse e a falta de atenção à família.
B ) a vida sem o computador tornou-se quase inviável, mas se tem diminuído problemas de visão cansada.
C) a utilização demasiada do computador tem proporcionado o surgimento de cientistas que apresentam lesão
por esforço repetitivo.
D) o homem criou o computador, que evoluiu, e hoje opera várias ações antes feitas pelas pessoas, tornando-
as sedentárias ou obesas.
E) o uso contínuo do computador de forma inadequada tem ocasionado má postura corporal.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Outras atividades

1 - “O Ginasta brasileiro Arthur Zanetti, 2º Colocado nas argolas no último Campeonato


Mundial de Ginástica, fez a seguinte série nesse aparelho: após sua entrada no aparelho,
como mostra a figura 1, ele realiza uma sequência de movimentos preparatórios que
culminam na execução de uma parada de mãos, como mostra a figura 2. Após uma sequência
de outros elementos, ele faz sua saída do aparelho, conforme mostra a figura 3”.
Diante da descrição e das figuras expostas, responda:
Quais os fundamentos da ginástica,
utilizados por Zanetti em sua série que lhe renderam
o 2º lugar no último Campeonato Mundial de
Ginástica?

a) Todos os fundamentos .
Imagens: SEE-PE, redesenhadas a partir de imagens de autor desconhecido.
b) Suspender, saltar, balançar e girar.
c) Saltar, suspender, equilibrar e girar .
Fig. 1 Fig. 2 Fig. 3 d) Saltar, balançar, girar e equilibrar.
e) Suspender , equilibrar e girar.
Educação Física , 1º Ano EM
Ginástica como saúde, lazer, trabalho e educação física

Proposta de Redação
Com base na leitura dos seguintes textos motivadores e no conhecimentosconstruído ao longo
de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo, em norma culta escrita da língua
portuguesa, sobre o tema O Padrão corporal na sociedade do consumo, apresentando
experiência ou proposta de ação social que respeite a diversidade corporal e étnica. Selecione,
organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para a defesa de seu ponto
de vista.

A mídia divulga à exaustão um padrão corporal determinado, padrão único, branco, jovem, musculoso e especialmente,
no caso do corpo feminino, magro. Pesquisas apontam para o fato de que este padrão de beleza divulgado se aplica a
apenas 5% a 8% da população mundial. Especialmente no Brasil onde a diversidade é uma característica marcante, a
mídia, no geral, acaba por mostrar seu desprezo pela riqueza de tipos, de raças, pela própria mestiçagem, insistindo
num padrão único de beleza tanto para mulheres quanto para homens. Essa representação pode ser claramente
observada na publicidade, nas revistas, novelas e programas de televisão. Nos diferentes veículos ,pode-se perceber um
verdadeiro bombardeio de propostas de transformação do corpo, desde o exercício físico até as radicais cirurgias
plásticas. Passa a ser imperativo buscar atingir o padrão de beleza hoje em voga. Sob influência destes veículos, estão
especialmente os adolescentes que hoje em dia tem demonstrado extrema preocupação com a imagem corporal. Estes
jovens, particularmente as meninas, apesar de estarem ainda em formação, se desesperam, se conseguirem alcançar um
padrão de beleza que a mídia divulga. Numa idade em que a dificuldade maior é descobrir quem somos, a preocupação
fica restringida a que corpo ter, como parecer. Um dos objetivos da Educação Física então deve ser fazer com que o
aluno reflita sobre este modelo de imagem corporal difundido pela mídia a partir da própria imagem corporal e seus
significados.
Disponível em http://www3.mackenzie.br/editora/index.php/remef/article/viewFile/1302/1006
Os padrões estéticos mudam de uma cultura para outra. Na Idade Média até final do século XIX,
valorizava-se um corpo gordo, forte. A partir do início do século XX ,o padrão de beleza corporal começa a
mudar mais rapidamente influenciado por um momento de guerra :o corpo belo era mais magro, mais masculino,
quem tinha seios e quadris largos procurava escondê-los. Na década de 30, a silhueta continua longilínea. Na
década de 40, com um padrão influenciado basicamente pelo cinema, o corpo belo é o corpo mais volumoso,
curvilíneo. Na década de 50, a mulher permanece ultrafeminina, sendo valorizado um corpo com mais volume,
mas com cintura bastante pequena ( CORPO A CORPO, 2002, p. 76 a 81).
Disponível em http://www3.mackenzie.br/editora/index.php/remef/article/viewFile/1302/1006

INSTRUÇÕES:
• O texto deve ser escrito com caneta, na folha própria.
• O texto precisa ser escrito em prosa: não redija narração, nem poema.
• O texto com até 7 (sete) linhas escritas será considerado texto em branco.
• O texto deve ter, no máximo, 30 linhas.
• O Rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
Tabela de Imagens
Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do
Acesso

3.a Photo by www.localfitness.com.au / GNU Free http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Person 09/03/2012


Documentation License al_Training_at_a_Gym_-_Cable_Crossover.JPG
3.b Glenn Francis / Creative Commons Attribution- http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Fitness 09/03/2012
Share Alike 3.0 Unported _Model_Britt_2007.JPG
3.c U.S. Navy photo by Photographer’s Mate http://commons.wikimedia.org/wiki/File:US_Na 09/03/2012
vy_041110-N-0413R-
001_Machinist_Mate_3rd_Class_Lorne_Semrau
_of_Harrisburg,_Pa.,_keeps_in_shape_while_un
derway_by_working_out_one_of_the_many_tr
eadmills_aboard_USS_Nimitz_(CVN_68).jpg
8.a Photo by www.localfitness.com.au / GNU Free http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Person 09/03/2012
Documentation License al_trainer_monitoring_a_client%27s_movemen
t_during_a_fitball_exercise.JPG
8.b Onef9day / Creative Commons Attribution 3.0 http://www.flickr.com/photos/55214894@N03/ 09/03/2012
Unported. 5487407507/
9a (a) Russian Wikipedia / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Postur 15/03/2012
e_types_(vertebral_column).jpg
9b (b) Lordosis Posture, 1927. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Barcle 15/03/2012
y_custom_corsets18c.png
9c (c) Daniel McFadden / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Scheu 15/03/2012
ermanns70.jpg
9d (d) University of Utah Hospital - Radiology http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Aman 15/03/2012
Department / Public Domain. da-Scoliosis.JPG
Tabela de Imagens
Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do
Acesso

10a (a) Russian Wikipedia / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Postur 15/03/2012


e_types_(vertebral_column).jpg
10b (b) Lordosis Posture, 1927. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Barcle 15/03/2012
y_custom_corsets18c.png
11a (c) Daniel McFadden / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Scheu 15/03/2012
ermanns70.jpg
11b (d) University of Utah Hospital - Radiology http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Aman 15/03/2012
Department / Public Domain. da-Scoliosis.JPG
13.a U.S. Navy photo by Mass Communication http://commons.wikimedia.org/wiki/File:US_N 09/03/2012
Specialist 2nd Class Joshua Karsten / Public avy_070706-N-8704K-
Domain 101_Lt._Gwen_Smith,_attached_to_Military_S
ealift_Command_hospital_ship_USNS_Comfort
_(T-
AH_20),_performs_physical_therapy_with_the
_help_of_translator_Zoela_Armstrong_at_the_
Paul_Brown_Arena.jpg
13.b U.S. Navy photo by Photographer’s Mate 1st http://commons.wikimedia.org/wiki/File:US_N 09/03/2012
Class Kevin H. Tierney / Public Domain avy_020128-N-6077T-
008_CVN_74_crew_member_receives_medical
_treatment_aboard_ship.jpg
14.a MSGT Jon Nicolussi, U.S. Air Force / Public http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Woma 09/03/2012
Domain n_fitness_training.JPEG?uselang=pt-br
Tabela de Imagens
Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do
Acesso

14.b GNU Free Documentation License. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Standi 09/03/2012


ngBarbellCurl.jpg
15.a Rick McCharles / Creative Commons Attribution http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Splits 13/03/2012
2.0 Generic _(2108057658).jpg
16.a Bryan Brenneman / Creative Commons http://www.flickr.com/photos/434pics/360047 13/03/2012
Attribution 2.0 Generic 0489/
16.b Jacklee / Creative Commons Attribution-Share http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Horizo 13/03/2012
Alike 3.0 Unported ntalBar-YOGArtisticGymnastics-
BishanSportsHall-Singapore-20100816-05a.jpg
16.c johnthescone / Creative Commons Attribution http://www.flickr.com/photos/johnthescone/3 13/03/2012
2.0 Generic 62893375/
16.d Bjerke videregående skole / GNU Free http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Sandr 13/03/2012
Documentation License. a_Ostad.jpg
17.a Chris Brown / Creative Commons Attribution http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Marat 13/03/2012
2.0 Generic hon_Runners.jpg
17.b Rafaydavid / GNU Free Documentation. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Enha 13/03/2012
med_Enhamed_nadador_paral%C3%ADmico.jp
g
18.a Richter/ Bundesarchiv, Bild 183-37247-0002 / http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bunde 14/03/2012
Richter / CC-BY-SA / Creative Commons sarchiv_Bild_183-37247-
Attribution-Share Alike 3.0 Germany 0002,_Jena,_Kinderturnen,_Turnerin_Christa_L
in%C3%9F.jpg
18.b Jmex60 / GNU Free Documentation License. http://en.wikipedia.org/wiki/File:Bolt200.jpg 14/03/2012
Tabela de Imagens
Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do
Acesso

19 Engenhariarj/ Public Domain http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Laboral 14/03/2012


_Chemtech.jpg
20.a Wilson Dias / Creative Commons Attribution 3.0 http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Daniele 14/03/2012
Brazil _Hyp%C3%B3lito_16072007.jpg
20.b Epueu / GNU Free Documentation License. http://en.wikipedia.org/wiki/File:Annabessonov 14/03/2012
a.jpg
21.a Roosterman at the English language Wikipedia / http://commons.wikimedia.org/wiki/File:J_atkin 14/03/2012
GNU Free Documentation License. son_bog1.jpg
21.b U.S. Navy photo by Mass Communication http://commons.wikimedia.org/wiki/File:US_Nav 14/03/2012
Specialist 1st Class Toiete Jackson / Domínio y_080605-N-8102J-
público 044_Yeoman_2nd_Class_Travis_Butler,_left,_assi
gned_to_the_.jpg
23 Evdcoldeportes / Creative Commons Attribution- http://commons.wikimedia.org/wiki/File:EVD- 15/03/2012
Share Alike 2.5 Colombia. saltolargo-158.jpg
24a SEE-PE Acervo do SEE-PE 16/03/2012
24b SEE-PE Acervo do SEE-PE 16/03/2012
26a SEE-PE Acervo do SEE-PE 16/03/2012
28 SEE-PE Acervo do SEE-PE 16/03/2012
29a SEE-PE Acervo do SEE-PE 16/03/2012
29b SEE-PE Acervo do SEE-PE 16/03/2012
29c SEE-PE Acervo do SEE-PE 16/03/2012
Tabela de Imagens
Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do
Acesso

32 U.S. Navy photo by Mass Communication http://commons.wikimedia.org/wiki/File:US_Na 14/03/2012


Specialist 1st Class Pat Migliaccio/ Domínio vy_100609-N-0933M-
público 003_Delayed_Entry_Program_applicants_partic
ipate_in_a_Delayed_Entry_Program_Olympics_
event_at_Discovery_World_in_Milwaukee.jpg
33 SEE-PE Acervo do SEE-PE 16/03/2012
36 Morburre / GNU Free Documentation License. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Comp 16/03/2012
uterposition.jpg
39a SEE-PE Acervo do SEE-PE 16/03/2012
39b SEE-PE Acervo do SEE-PE 16/03/2012
39c SEE-PE Acervo do SEE-PE 16/03/2012

Você também pode gostar