Você está na página 1de 12

Auxiliar de Farmácia

Docente: Bióloga Estetacosmetóloga Priscila Gorete


Quem é o Atendente em Farmácia?

É o profissional que atua, sob supervisão do Farmacêutico, nos setores de:

1. Dispensação e logística de produtos farmacêuticos e


cosméticos;

2. Em farmácias e drogarias comerciais, farmácias hospitalares e de


Unidades Básicas de Saúde, distribuidoras de medicamentos, insumos e
correlatos;

3. Nos processos administrativos pertinentes aos segmentos farmacêuticos.


Atribuições:
- Conhecer as substâncias encontradas no mercado;
- Entender o básico de fisiologia humana;
- Buscar constante atualização;
- Ser crítico quanto a utilização dos medicamentos;
-
Por que os Clientes deixam de Comprar?
- 9% fogem pelo preço;

- 9% fogem por competição, mudança de endereço, morte.

- 14% fogem por não terem suas reclamações atendidas;

- 68% dos clientes fogem das empresas por problemas de postura no


atendimento.

Fonte: National Retail Merchants Ass


Qualidades do Atendente
• Gostar de SERVIR, de fazer o outro feliz;
• Gostar de lidar com gente;
• Ser extrovertido;
• Ter humildade;
• Cultivar um estado de espírito positivo;
• Satisfazer as necessidades do cliente;
• Cuidar da aparência.
Farmácia x Drogaria
Farmácia – estabelecimento de manipulação de fórmulas magistrais e oficinais,
de comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos,
compreendendo o de dispensação e o de atendimento privativo de unidade
hospitalar ou de qualquer outra equivalente de assistência médica.

Drogaria – estabelecimento de dispensação e comércio de drogas,


medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos em suas embalagens originais
Farmácia x Drogaria
Farmácia – estabelecimento de manipulação de fórmulas magistrais e oficinais, de
comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos,
compreendendo o de dispensação e o de atendimento privativo de unidade
hospitalar ou de qualquer outra equivalente de assistência médica (farmácia de
manipulação).

Drogaria – estabelecimento de dispensação e comércio de drogas, medicamentos,


insumos farmacêuticos e correlatos em suas embalagens originais
Regras para o funcionamento de uma
Farmácia/Drogaria
• Possuir Licença de funcionamento, atualizada, expedida pela autoridade sanitária
local (Vigilância Sanitária);

• Atender as boas práticas de dispensação de medicamentos, insumos e


correlatos;

• Manter placa de identificação do estabelecimento;

• Possuir licença de funcionamento devidamente afixada em local visível ao


público.
Serviços proibidos em Farmácias/Drogarias
• Expor a venda produtos alheios aos conceitos de medicamentos, cosméticos,
produtos para saúde, alimentos para fins especiais ou com propriedades
funcional e/ou de saúde.

• A prestação de serviços e coleta de material biológico e outros alheios a


atividade de dispensação de medicamentos e produtos.

• A utilização de aparelhos de uso medico ambulatorial

• É vedado à DROGARIAS o recebimento de receitas contendo prescrições


magistrais.
Crimes hediondos em farmácias/drogarias
• Falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produtos destinados a fins
terapêuticos ou medicinais  Pena: 10 a 15 anos de reclusão e multa;

• Corrupção, adulteração ou alteração de substâncias ou produto alimentício


destinados ao consumo humano, tornando-o nocivo a saúde ou reduzindo o
seu valor nutritivo  Pena: 4 a 8 anos de reclusão e multa;

• Fornecer substâncias medicinais em desacordo com a receita médica  Pena:


1 a 3 anos de reclusão e multa.
CONCEITOS UTILIZADOS EM
FARMÁCIA/DROGARIAS
• DROGA • EFEITOS OU REAÇÕES ADVERSAS

• MEDICAMENTO • EFEITO COLATERAL

• REMÉDIO • DOSAGEM OU CONCENTRAÇÃO

• FÁRMACO • TIPO DE AÇÃO

• PRINCIPIO ATIVO • VIAS DE ADMINISTRAÇÃO

• EXCIPIENTES • INSUMOS FARMACÊUTICOS

• FORMA FARMACÊUTICA • CORRELATOS

• DISPENSAÇÃO • RECEITA OU PRESCRIÇÃO MÉDICA