Você está na página 1de 183

SEMINÁRIO TEOLÓGICO

• Seminário, do latim seminarĭus, é


uma aula ou um encontro didático em que
um especialista interage com os
assistentes em trabalhos em comum para
divulgar conhecimentos ou desenvolver
investigações.


Leia mais: Conceito de seminário - O que é, Definição e Significado http://conceito.de/seminario#ixzz38U8MjDSP
INTRODUÇÃO AO ESTUDO

TEOLÓGICO
I - O que é Teologia ?

• 2- Por que os Cristãos devem estudar Teologia?

• 3- Como os Cristãos devem estudar Teologia?

• 4- Quais são as fontes para o estudo Teológico?

• 5- Qual a finalidade do conhecimentoTeológico?


I - O que é Teologia ?
• É a ciência que trata de Deus e das relações
entre Deus e o Universo (Strong) .
• É a ciência que trata do nosso conhecimento de
Deus e das suas relações para com homem.
• Trata de tudo quanto se relaciona com Deus e
com seus propósitos divinos.
• (Anjos, homens, animais, a Terra > Universo)

• É um conhecimento que envolve a todos nós e


nossa existência.
I - O que é Teologia ?
• Estudo ou ciência ?
• O termo ciência, na definição de Strong, não é empregado
em sentido restrito, como se refere às ciências natural.
Ciência na Teologia, tem sentido mais geral, querendo
indicar conhecimento adquirido mediante os critérios
válidos empregado nos outros ramos do conhecimento
científico, tal como ocorre com a Sociologia, a Ética, a
História, e outros.
Por que TEOLOGIA é uma ciência ?
1- Tem seu campo de atuação. (perguntas)
A física : Como funciona o sistema natural do mundo?
A Biologia : Como funcionam as várias formas de vidas?
A Teologia:
Quem é que Deus e como se relaciona com
Universo? ( Telos - propósito)
2- Está sistematizada.
Em várias divisões.
3- Ainda há campo para novas pesquisas.
Por que TEOLOGIA é uma ciência ?
1- Tem seu campo de atuação.
2- Está sistematizada . Há várias divisões.
Mulçumana, Hinduísta, Budista, Kardecista., etc.
T. cristã: Católica, Ortodoxa, Protestante, Liberal etc.
Teologia: Sistemática, Exegética, Dogmática,
3- Ainda há campo para novas pesquisas.
Alguns pontos ainda estão em conflitos.
Medicina. Quantos corações tem o homem?. Câncer ...?
Teologia: Quantos deuses existem? .
Quem é o povo de Deus ? Israel ou Igreja? Qual a diferença?
Por que estudar Teologia ?
• É um conhecimento que envolve a todos nós e
nossa existência.
• Pois temos responder estas perguntas.
• De onde vim?
Quem sou?
Para onde vou?
• Sempre haverá uma resposta, quer queira ou não.
• Pois todos temos uma teologia, não importa qual é
sua fonte.

• Também existe dentro do homem uma fome
sobrenatural pelo Deus vivo. (Sl 42.1)
II- O que é RELIGIÃO?
“Religare” Latim sing.Ligar,Religar, Religação

• É O ESFORÇO NATURAL HUMANO, CUJO


OBJETIVO É FAZER ALGO PARA ALCANÇAR
O FAVOR DIVINO.

Por que religar?


. Qual é o nosso problema?
Pecado. (separação)
Quem fará esta mediação?
Caracteritica:
(mediadores, ritos e méritos)
PRESENTE EM TODA A CULTURA HUMANA
Qual é a RELIGIÃO VERDADEIRA?

• Não pode haver mais do que uma


religião verdadeira.
QUAL É RELIGIÃO VERDADEIRA?

CRISTIANISMO
Qual é a verdadeira religião ?

• O CRISTIANISMO
Por que?
O que torna o Cristianismo
verdadeiro?
Porque está baseado na
REVELAÇÃO.
III- O que é REVELAÇÃO ?
O termo “revelação” significa a exposição daquilo
que anteriormente era desconhecido.

• A revelação é o ato de revelar ou desvendar ou


tornar algo claro ou óbvio e compreensível por
meio de uma comunicação ativa ou passiva com a
Divindade.

Na teologia, revelação é o ato de Deus


manifestar a Si mesmo e a sua mensagem ao
homem.
Como Deus se Revelou?

• Revelação Geral

• Revelação Especial
A Revelação Geral
1. Revelação Moral – Consciência, Ética, Lei,
Moralidade, Integridade, Discernimento entre
certo e errado (Rm 2.14-15);

2. Revelação Natural - Criação, Natureza,


animais, Universo (Sl19.1-2; At 14.17; Rm 1.19-20);

3. Revelação na História de Israel


Ser testemunha do Único Deus Verdadeiro.
( Ex. 19.5,6; 2Reis 17.13; Sl 103.7;1 Co 10.11)
Qual é o “in locos” de sua revelação?
• 1- Ele manifestou-se de que forma e a quem ?
Aos egípcios, babilônios, assírios, persas ,
judeus, brasileiros, europeus, africanos ,etc.
• 2-Falou em todas as tradições religiosas?
• Judaísmo - Obediência a Torah
• Hinduísmo - Lei do Carma.
Budismo, (ciclo de sofrimento e do renascimento)
• Islamismo. islã significa submeter, e exprime a submissão à
lei e à vontade de Alá .(méritos)
• 3- Se isso é verdade, Ele está brincando com
suas criaturas. Não.
• Ele é um Deus bom, justo e sábio.
O homem rejeita e torce a revelação (Rm 1.18-23)
III- O que é REVELAÇÃO ?
É a manifestação do único Deus
Verdadeiro faz de si mesmo.
• O Deus eterno se fez conhecido ao
homem por meio de Jesus Cristo.
• Jesus Cristo é o Deus eterno em forma
humana.(Jo. 1.14,18 Dt 4.12) (entre nós! Quem ?)
• “ Aquele que conhece a Cristo, conhece o Pai”
• ( Jo 14 .9-10)
A Revelação em Jesus Cristo

• Cristo é a Revelação final, completa, total e


perfeita de Deus.
• Ele revela a existência, a natureza e a
vontade de Deus.
• Só podemos conhecer verdadeiramente a
Deus através da Pessoa de Cristo.
• Ele, e somente Ele é a mais perfeita
Revelação de Deus. (Mt 3.17; 17.5; Cl 1.15; Hb 1.1-3)
• “Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e
de muitas maneiras, aos pais, pelos
• profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo
Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as
• coisas, pelo qual também fez o universo. Ele,
que é o resplendor da glória e a expressão
• exata do seu Ser, sustentando todas as coisas
pela palavra do seu poder, depois de ter feito
• a purificação dos pecados, assentou-se à
direita da Majestade, nas alturas” Hb 1: 1 – 3
REVELAÇÃO
“ entre nós” perguntas:

• Onde?
• respostas

• Quando?
• Novo Testamento
A quem?

Como?
REVELAÇÃO
• Por que ELE veio?

Antigo Testamento
TORA- (Pentateuco)

LIVROS HISTÓRICOS
SALMOS
PROFETAS
Importava que se cumprisse tudo o que de mim está escrito
na Lei de Moisés e nos profetas e nos salmos... (Lc 24.44-49)
Examinais as Escrituras, porque julgais ter nela a vida eterna, e são elas
que mesmas que testificam de mim. (Jo 5.39) Jesus
Antigo Testamento
Lei Fundamento da chegada do Messias

História Preparação para a chegada do Messias

Poesia Anelo pela chegada do Messias

Profecia Certeza da chegada do Messias


REVELAÇÃO

• Ele voltará?

• Por que?

• Quando?

• Como?

• Onde?

• Para quem? (Mt 23.37-39)

• Escrituras Sagradas
IV- Como se deu esta Revelação? (Ungido)
I- Em Feitos : Deus se manifestou aos homens .
. 1- Encarnação
2- Crucificação
3- Ressurreição
4- Ascensão
5- Vinda do Espírito Santo
6- ............................? (Segunda vinda de Cristo)
7- ............................? (Regeneração/Glorificação)

II- Escrituras: É o registro destes fatos verdadeiros


(Jo 1.14; Lc 24. 44-49 Pregar as nações )
V- Escrituras Sagradas
• A Revelação de Deus nas Escrituras

• A Bíblia é a Palavra de Deus que nos
revela o Cristo

• (Mt 22.41-46; Lc 24.27,44; Jo 20.30-31; Ef 2.19-22; 2Tm 3.14-17;


2Pe 1.16-21);
V- AS ESCRITURAS
V- AS ESCRITURAS
• Contém o registro desta Revelação
Bíblia (66 livros uma Biblioteca ) Deus
serviu-se dos israelitas para manifestar-se
ao mundo e ao completar a plenitude dos
tempos enviou o Seu Filho Unigênito a fim
de consumar a revelação já começada.

• As Escrituras contém uma revelação


progressiva.
VI- Base da Teologia Cristã
Antigo Testamento
Pode ser dividido na seguinte maneira.

*1. Livros Históricos. Gênesis – Ester - 17 livros


Pentateuco: Gênesis – Deuteronômio 5.
História de Israel: Josué – Ester 12.

*2. Livros Poéticos: Jó – Cantares de Salomão 5.

*3. Livros Proféticos: Isaías - Malaquias 17.


Profetas Maiores: Isaías – Daniel, 5.
Profetas Menores: Oséias – Malaquias, 12.
BÍBLIA

JESUS
CRISTO

MORAL NATUREZA HISTÓRIA

• JESUS CRISTO
REVELAÇÃO • BÍBLIA SAGRADA
ESPECIAL
• MORAL, CONSCIÊNCIA
REVELAÇÃO • NATUREZA, HISTÓRIA
GERAL
VI- A POSSIBILIDADE DE TERMOS UMA
TEOLOGIA CRISTÃ
1-Deus existe e tem um relacionamento com
seu mundo criado. ( Gn 1.)
2-O homem é feito a imagem de Deus e é
capaz de receber a revelação (Gn 1.26,27)
3-Deus tem-se revelado (Hb1.1).
• Tem se dado a conhecer em Jesus Cristo -
Evangelho/Cristianismo.
• 4- Por ter Deus providenciado meios pelos
quais Ele se torna conhecido ao intelecto
humano, isto é, ter feito uma revelação,
sobretudo através das Escrituras.
Por que Deus se Revelou?

Por que Deus criou o Homem?


Primeiro motivo da Revelação - Comunhão

• O primeiro motivo da criação foi o desejo de


Deus de ter pessoas com quem pudesse
desfrutar comunhão. Deus é social. Ele ama
pessoas como nós — gente. Gente que
conversa com ele. Ele queria alguém com
quem pudesse conversar e de quem
recebesse adoração. Por isso, criou-nos à
sua imagem, para ter um relacionamento
amoroso conosco (Shedd).
Segundo motivo da Revelação - Felicidade

• Deus é um Deus feliz. Deduzimos isso de


uma frase de 1Timóteo 1.11, “o evangelho da
glória do Deus bendito”. A palavra “bendito”
(makârios, no grego) quer dizer “feliz”
(compare com as bem-aventuranças). Ele
queria compartilhar sua felicidade com o ser
humano. As pessoas mais felizes da terra
devem ser os cristãos (Shedd).
Terceiro motivo da Revelação - Amor

• Deus nos criou para mostrar seu amor. Ele já


amava o Filho, e o Filho amava o Pai, mas
queriam um povo para demonstrar seu amor.
Ele multiplicou a população da terra para
revelar seu infinito amor. Ele derramou seu
amor em nosso coração para que possamos
também amar aqueles que Deus ama
(Shedd).
Quarto motivo da Revelação –
Glória e
Deus criou o mundo para ser glorificado
por meio dele. Ele criou o ser humano à
sua imagem para que este pudesse
glorificá-lo por causa de sua graça.
Efésios 1.6 é uma passagem fundamental
das Escrituras porque explica o motivo
pelo qual Deus nos criou (Shedd).
Quinto motivo da Revelação – Santidade
Deus criou o homem para compartilhar com
ele sua santidade. “Sereis santos, porque eu
sou santo” (Lv 11.44). Ele não admitirá
pecadores rebeldes no lar celestial. Por isso,
nos manda aumentar a santidade no mundo e
multiplicar o número de “santos” na terra. Um
dos títulos do povo de Deus é “nação santa”
(Êx 19.6), confirmando que, se Deus tem
filhos na terra inseridos em sua Igreja,
(Ef1.4) eles serão marcados pela santidade
do “Pai” celestial (Shedd).
VII- DOUTRINAS: Ensino ou Instrução
• É o ensino das verdades fundamentais da Bíblia
sistematizado.
O conhecimento doutrinário é uma parte
necessária do equipamento de quem deseja
ensinar a Palavra de Deus, um baluarte contra o
erro (Mt 22.29; Gl 1.6-9; II Tm 4.2-4; Lc 24. 44-49)

• O homem no seu orgulho e ignorância


conceberam idéias erradas sobre Deus e seu
plano de redenção.

• AT é complicado?
• O Evangelho # de Religião?
Conhecimento doutrinário é uma fortaleza contra o erro.

• Astrologia

• Arte divinatória que


consiste em
determinar a
influência dos astros
no destino e no
comportamento dos
homens.
Conhecimento doutrinário é uma fortaleza contra o erro.

• ASTRONOMIA

• Ciência que se ocupa


da constituição e do
movimento dos
astros, suas posições
relativas e as leis dos
seus movimentos.

• O que surgiu primeiro


• Os astros ou a astromonia?
• Planta ou a biologia?
• Quem veio primeiro Deus ou a Teologia?

• Os ateus afirmam que o homem criou a


idéia sobre um ser supremo para vencer
seus temores.
“Sem Homem não haveria Deus ?”
“A Igreja Católica romana criou a figura de
Jesus Cristo”
• Conceito de uma espírita kadercista
• POR QUE A BÍBLIA NÃO FICOU SÓ COM O NOVO
TESTAMENTO?
• R.: Porque a figura divina de Jesus casava
direitinho com profecias do Antigo Testamento,
que anunciavam que um dia um "messias"
chegaria a Terra. Os futuros cristãos eram até
então judeus que liam os textos sagrados do
Antigo Testamento. "ELES CRIARAM A NOVA
RELIGIÃO- UMA ESPÉCIE DE DISSIDÊNCIA
DO JUDAÍSMO-, pois estavam convencidos de
que Jesus era esse esperado messias.
• http://pt.slideshare.net/Lisetezeta/a-biblia-e-a-reencarnao-seminario?
related=2&utm_campaign=related&utm_medium=1&utm_source=20
Objetivo da Teologia

• “O papel da Teologia como ciência não é


criar fatos, mas descobri-los e apresentar
a relação deles entre si.
• Os fatos com que lida a Teologia estão na
Bíblia”
• (Paul Davidson, vol. I, p. 2).
A CLASSIFICAÇÃO DA DOUTRINA

• A teologia inclui muitos departamentos:


• 1. A teologia exegética (exegética vem da
palavra grega que significa "sacar"ou
"extrair" a verdade) procura descobrir o
verdadeiro significado das Escrituras.

• Um conhecimento das línguas originais nas


quais foram escritas as Escrituras.
• (hebraico, aramaico e grego)
• 2. A teologia histórica traça a história do
desenvolvimento da interpretação
doutrinária, e envolve o estudo da história
da igreja.

• 3. A teologia dogmática é o estudo das


verdades fundamentais da fé como se nos
apresentam nos credos da igreja.
• ex.: “Trindade”
4. A Teologia bíblica
A teologia bíblica traça o progresso da verdade
através dos diversos livros da Bíblia, e
descreve a maneira de cada escritor apresentar
as doutrinas importantes.
• Por exemplo: segundo este método ao estudar
a doutrina da expiação estudar-se-ia a maneira
como determinado assunto foi tratado nas
diversas seções da Bíblia- no livro Levítico, de
Atos, nas Epístolas, e no Apocalipse.
• Ou verificar-se-ia o que Cristo, Paulo, Pedro ou
João disseram acerca do assunto.
• Ou descobrirse-ia o que cada livro ou seção das
Escrituras ensinou concernente às doutrinas de
Deus, de Cristo, do pecado, da salvação e, de
outras.
Teologia Sistemática
• Neste ramo de estudo os ensinamentos
concernentes a Deus e aos homens são
agrupados, tomando-se por base principal o
material fornecido pela Escritura, mas
servindo-se também de outros ramos do
conhecimento, como a Filosofia, a História, a
Psicologia; ramos do saber humano podem
ajudar no esclarecimento de verdades
tratadas na revelação.(ex.: Queda do homem >
medo –culpa – angústia )
O SISTEMA DE DOUTRINÁRIO

• Qual é a ordem a que vai obedecer o


agrupamento desses tópicos?

• Procuraremos seguir a ordem baseada


sobre as relações de Deus com o homem,
nas quais Deus visa a redenção da
humanidade.
Principais Divisões da Teologia
Sistemática
• 1- TEOLOGIA PROPRIAMENTE DITA
• (Doutrina de Deus) – É o estudo da Pessoa
de Deus;
2- BIBLIOLOGIA (Doutrina das Escrituras) –
Considera os fatos essenciais acerca da
Bíblia;
Qual a razão de se aceitarem as opiniões
bíblicas como sendo a pura verdade?
• A resposta a tal pergunta leva-nos ao estudo
da natureza das Escrituras, a sua inspiração,
precisão, formação, conteúdo, etc.
• 3- CRISTOLOGIA (Doutrina de Cristo) –
Verdades concernentes à Pessoa de
Jesus Cristo;
4- SOTERIOLOGIA (Doutrina da Salvação) –
A idéia, o meio, o Autor e as verdades
bíblicas da salvação;

5- PNEUMATOLOGIA (Doutrina do Espírito


Santo) – Verdades relacionadas à Pessoa
do Espírito Santo;

6- ANGEOLOGIA (Doutrina dos Anjos) –


Estudo a respeito dos anjos de Deus e de
satanás
7- ANTROPOLOGIA (Doutrina do Homem) –
• É o estudo do homem do ponto de vista
bíblico;
8- HAMARTIOLOGIA (Doutrina do Pecado) –
Definição, origem e conseqüências do
pecado;
9- ECLESIOLOGIA (Doutrina da Igreja) – Tudo
o que a Escritura ensina acerca da Igreja;
10-ESCATOLOGIA (Doutrina das Últimas
Coisas) – Estudo das profecias e dos eventos
futuros.
Limitações ao Conhecimento Teológico

• 1- Limitações da mente humana


• (Rm 11:33; 2 Pe 3:16);
• 2- Limitações da linguagem humana
• (2 Co 12:4);
• 3- Restrições colocadas pelo próprio Deus
• (Dt 29:29; Pv 25:2; Mc 13:32; Jo 16:12; At
1. A doutrina das Escrituras.
• De que fonte extrairemos a verdade
inerente acerca de Deus?
• A natureza,
• consciência moral,
• História de Israel
• livro de Deus — a Bíblia
• . Bibliologia
• Agenda
• 1. Introdução
• 2. O que é a Bíblia
• 3. Uma breve história da Bíblia (Antigo e Novo
Testamento)
• 4. A estrutura da Bíblia
• 5. O que é Inerrância e Infalibilidade?
• 6. Tipos de Bíblia
• 7. Métodos de Tradução
• 8. Os perigos nas traduções
• 9. Os perigos nas interpretações
• 10. Conclusão
• 11. Bibliografia
O que é a Bíblia?
O chip com 0,5 milímetro carrega todos os textos da bíblia em
hebraico e será dado de presente ao Papa Bento XVI. Projeto
foi desenvolvido pela Technion, Instituto de Tecnologia de
Israel (Foto: AFP/Technion)
O que é a Bíblia
• “Bíblia” é uma palavra que não aparece na
Bíblia. Este nome consta apenas da capa da
Bíblia, mas não o vemos através do volume
sagrado. Foi primeiramente aplicado por
João Crisóstomo, grande pregador e
reformador de Constantinopla (398 – 404).
Ela é uma palavra derivada do Latim, com
origem na palavra Grega Biblion, que
significa “livro”. Portanto a palavra “Bíblia” é
o plural de biblion e significa “Livros”.
2.A) A PALAVRA BBLIA

• Vem do grego biblia,


plural byblyov = livro
(s),
• nome vem da fenicia
de biblios
• (no At Gebal) neste
lugar produzia-se o
papiro, o papel antigo.
A Origem do nome “Bíblia”

• O nome “BÍBLIA” foi


usado pela primeira vez
por João Crisóstomo no
século IV.
• Ele nomeou os Livros
Sagrados chamando-os
de Bíblia.
O vocábulo “Bíblia”
• O vocabulo “Biblia” vem do grego,
lingua original do Novo testamento.
Deriva do vocabulo grego
• “Biblos”. Um rolo de papiro de
tamanho pequeno era chamado
“Biblion”, e varios destes eram uma
“Biblia”.
• Portanto, literalmente, a palavra
Biblia quer dizer “coleção de livros
pequenos”.
Os nomes mais comuns da Bíblia

• Escrituras (Mt 21.42)


• Sagradas Escrituras (Rm 1.2)
• Livro do Senhor (Is 34.16)
• Palavra de Deus (Hb 4.12)
• Oráculos de Deus (Rm 3.2)
• Sagradas letras (2 Tm 3.15)
Uma breve história da Bíblia (Antigo e
Novo Testamento)

• Como a Bíblia surgiu?

• Quais os primeiros livros a serem escritos?

Por que era necessário um registro escrito?


Por que era necessário um registro escrito?
• Deus, em sua grande sabedoria, nos fornece um registro
escrito de sua revelação. O teólogo holandês Abraão
Kuyper nota quatro vantagens de um registro escrito:
• 1 – Ele dura. São eliminados erros de
memória e erros de transmissão (“telefone sem fio”).
• 2 – Pode ser divulgado universalmente
através de traduções e reproduções.
• 3 – Possui atributos de fixação e pureza.
• 4 – Recebe uma finalidade normativa
(legislativa) que outras formas de
comunicação não conseguem alcançar.
REVELAÇÃO
• Por que O Messias (Ungido) veio?

Antigo Testamento
TORA- (Pentateuco)

LIVROS HISTÓRICOS
SALMOS
PROFETAS
Importava que se cumprisse tudo o que de mim está escrito
na Lei de Moisés e nos profetas e nos salmos... (Lc 24.44-49)
Examinais as Escrituras, porque julgais ter nela a vida eterna, e são elas
que mesmas que testificam de mim. (Jo 5.39) Jesus
A QUEDA DO HOMEM (Gn 3.15) Promessa
Como surgiu a escrita?
• Desenvolvimento da Escrita e sua
importância para o Cristianismo.

O Antigo Testamento não diz nada sobre o


desenvolvimento da escrita.
Nos períodos dos patriarcas a escrita já
estava bem desenvolvida.
Desenvolvimento da Escrita
Pinturas Rupestres
Parque Nacional Serra da Capivara
Gruta de Lascaux-França
Desenvolvimento da Escrita
SOL

Sol -dias
HOMEM Lua – meses
Estrelas - noites
Hieroglífica
Desenvolvimento da Escrita
ALFABETO
HEBRAICO
NÃO FOI
INVENÇÃO
DE MOÍSES.
Hebraico
Aramaico

Grupo de dialetos intimamente


• . relacionados com o HEBRAICO e
falados na Terra de Israel
e em outros países do mundo
bíblico (2Rs 18:26).

· Estão escritos em aramaico os


seguintes textos bíblicos:
o Esdras 4:8-6,18; 7:12-26;
o Daniel 2:4-7,28;
o Jeremias 10:11
Alfabeto Grego
História do Livro
Os suportes de
escrita evoluíram de
acordo com as
tecnologias
existentes
• Papiros
• Tábuas de Argila
• Pergaminhos
• Papel
Os suportes de Escrita
Os suportes de Escrita
Como a Bíblia foi escrita?

• A Bíblia é um livro
antigo, e os livros
antigos tinham a forma
de rolos. Eram feitos
de Papiro ou
Pergaminho.
• Êx 2.3 / Jó 8.11 / Is
18.2
Desenho Alemão de 1568, Esticando o
pergaminho

• “Quando vieres,traze
a capa que deixei em
Trôade em casa de
Carpo, e os livros,
principalmente os
pergaminhos.”
2 Tm 4.13
CÓDICE

ROLO era preso em dois cabos de


madeira, para facilitar o manuseio a leitura
TINTA E INSTRUMENTOS DE ESCREVER
• * Carvão em pó misturado com liquido parecido com
goma. Ez 9.2, Jr 36.18, 2 Co 3.3
• Para escrever Papiro ou Pergaminho
• a) com o carvão usava penas de aves, pinceis finos ou
cinzel, caneta de madeira porosa
• b) para a cera usavam estilete de metal ou madeira
resistente, osso. Ez 9.2-11.
Como a Bíblia foi escrita?
• A Bíblia foi originalmente escrita em forma
de rolos. Cada livro era um rolo. Assim,
vemos que os livros sagrados não estavam
unidos, como nós temos agora. O que
tornou a união possível foi a invenção do
papel pelos chineses no século II, e a
prensa de Gutemberg, inventada em 1450
e utilizada para a impressão do primeiro
livro que foi a bíblia completa de Martinho
Lutero.
JESUS LENDO O LIVRO DE ISAÍAS

• Ele foi a Nazaré, onde


havia sido criado, e no dia
de sábado entrou na
sinagoga, como era seu
costume. E levantou-se
para ler.
Foi-lhe entregue o livro
(rolo) do profeta Isaías.
Abriu-o e encontrou o lugar
onde está escrito...
A Bíblia, na época de Jesus, era chamada de:
“Moisés e os profetas”
“Lei, profetas e Salmos”
Lucas 4:16-21 “A Escritura” ou “As Escrituras”
Interpretação e Assimilação
Acontecimentos formulação
e Experiências

Transmissão Escritura
Cânon
oral Original

Traduções Bíblia em
Português

O Caminho da Bíblia
O cânon bíblico

“Cânon” em grego significa “cana”,


instrumento usado para medir. Assim,
cânon quer dizer “medida”, “norma” ou
“lista”.
O cânon bíblico é a relação dos livros
reconhecidos pela Igreja como inspirados
para servirem de guia para nossa
caminhada.
O CÂNON DO ANTIGO TESTAMENTO E
SEU DESENVOLVIMENTO
• A divisao do Antigo Testamento que
conhecemos vem da Septuaginta.
• A Septuaginta foi a primeira
• Tradução das escrituras, feita do hebraico
para outra lingua, nesse caso o grego, em
285 a.C.
• Também a ordem por assuntos como
conhecemos vem dessa traducao.
• A disposicao dos livros no canon hebraico
• e bem diferente da nossa. Ha apenas uma
triplice divisao do canon: Lei, escritos e
profetas. Consiste
• em apenas 24 livros a inves dos nossos 39.
Isso porque alguns livros sao considerados
apenas em seu conjunto:
• I e II Samuel...Considerados apenas um
• I e II Reis.......Considerados apenas um
• I e II Cronicas....Considerados apenas um
• Esdras e Neemias..Considerados apenas um
• Os doze profetas
menores.....Considerados apenas um
• E importante lembrar que segundo a
tradição quem reuniu todos esses livros e
os colocou em ordem como colecao
completa foi Esdras, apos a volta do
cativeiro. Desses originais eram feitas
copias para as sinagogas largamente
disseminadas.
• O AT - os rabinos fixaram a lista dos livros
sagrados, nos anos 90 d.C, na cidade de
Jâmnia.
• O cânon católico tem a mais 7 livros e
• algumas porções.
• O cânon do AT é o mesmo para os judeus e
os evangélicos.
O NT – A primeira definição de um cânon
surgiu num documento ao redor do ano
200.
Até o séc. 6, alguns Pais da Igreja
levantavam dúvidas sobre os livros: Hb,
Tg, I e II Pe, II e III João, Judas,
Apocalipse... por causa de estilos
diferentes, questões doutrinais suspeitas
ou temáticas muito comuns..
• Depois a polêmica voltou somente na
Reforma Protestante (séc. 16) e o Concílio
• de Trento (1546) reafirmou o câno o
tradicional do NT.
Critérios para selecionar os escritos:

Apostolicidade: escrito por um apóstolo


de Jesus ou discípulo do
• apóstolo ou, ainda, atribuído a eles.
Obras próximas ao tempo de
• Jesus e que garantisse a fidelidade à
tradição apostólica.
• -s.
• Catolicidade: envolve a circulação, o
uso universal e a aceitação do
• livro na maioria das comunidades. Com
isso descartavam-se as
• obras compostas em pequenos grupos,
de origem duvidosa, não
• aceitas como apostólicas pela maioria
das comunidades cristã
• -Ortodoxia: conteúdo não poderia
discordar do padrão e não
• poderia ser uma ficção. Os escritos
deveriam testemunhar a fé
• transmitida pelos apóstolos e ser
coerentes com e
AUTÓGRAFO
• Texto original escrito por um profeta, apóstolo ou
evangelista inspirado pelo Espírito Santo.
• Hoje não temos mais os autógrafos, somente
cópias.

• Porém, os milhares de cópias espalhadas pelos


cristãos do mundo e preservadas de geração
• em geração garantem a sua fidelidade, pois Deus
prometeu que sua Palavra não seria Destruída

• (Sl 119:89; Is 40:8; Mt 5:18; Mt 24:35).


• Tradições
• orais e
• primeiros
• escritos-as
• Evangelhos de
• Mc, Mt e Lc e
• cartas
• Evangelho
• de João,
APÓCRIFOS
• Livros que a Igreja Romana, no Concílio de
Trento em 1546, declarou inspirados, embora
• não fizessem parte do CÂNON DO AT
estabelecido pelos judeus de Israel.
• Isso veio ocorrer por causa da Reforma
Protestante.
• Os católicos chamam esses livros de
"deuterocanônicos", isto é, pertencentes ao
"segundo cânon
O VALOR DOS LIVROS APÓCRIFOS

• Esses livros tem algun valor mas não


como Escritura sagradas. São antigos e
com valor real. Igualmente a alguns
manuscritos como os do Mar Morto.
• OS PSEUDEPÍGRAFOS do grego significa
escrito falso, espúrio.
• Foram escritos no período Inter bíblico e
pós evangelhos e não foram aceitos como
cânon.
.
Evolução dos suportes de escrita

• Papiros

• Pergaminhos

• Papel

• Suportes eletrónicos

• Web/App
Quem escreveu a Bíblia?

• Homens inspirados por


Deus, embora em
alguns livros não
possamos identificar
facilmente a sua
autoria, o que em nada
retira a autoridade.
Quem escreveu a Bíblia?
• A Bíblia foi escrita por cerca de 40 autores em
um período de aproximadamente 1600 anos (16
séculos).

• Os autores eram poetas, pescadores, reis,


profetas, filósofos, médicos, músicos etc.

• O Antigo Testamento foi escrito em Hebraico


(algumas porções em Aramaico), e o Novo
Testamento foi escrito em Grego.
I. Conhecendo os escritores

ESCRITORES DA BÍBLIA
Paulo homem culto
Amós boiadeiro
Samuel sacerdote
Davi rei
Mateus funcionário público
Pedro pescador
Moisés legislador
Lucas médico
• Como aconteceu o processo de
escrita da Bíblia?

• Como Deus inspirou a Bíblia?


• Direção do Espírito Santo
• (1Pe 1.10-12; 2Pe 1.20-21);
• Sonhos e Visões (Gênesis 37 / Daniel 4 e 5);
• Voz (1Samuel 3);
• Teofanias (Gênesis 33.22-32; Êxodo 3);
• Mensagens angelicais (Daniel 8.15);
• Estudo e Pesquisa pessoal
• (Lc 1.1-3; At 1.1-3).
I. Conhecendo os escritores
OUTROS EXEMPLOS
Moisés “Disse o Senhor a Moisés: Escreve isto para memória
num livro” (Êx 17.14)
Samuel “Disse o Senhor a Samuel” (1Sm 3.11)

Davi “O Espírito do Senhor fala por meu intermédio” (2Sm


23.2)
Jeremias “Veio a mim a palavra do Senhor, dizendo” (Jr
16.1,5,9,14)
Isaias “Palavra que, em visão, veio a Isaías; ... escreve-o num
livro” (Is 2.1; 30.8)
Ezequiel “veio expressamente a palavra do Senhor a Ezequiel...
escreve isto na sua presença” (Ez 1.3; 43.11)
João “Revelação de Jesus Cristo ... para mostrar as coisas
que em breve devem acontecer” (Ap 1.1)
• Manuscritos
nãotemvírgu
lapontonãot
emseparação
entreasletr
asÉumaletra
depoisdaoutr
aNOvelhote
stamentonã
otemvocals
óconsoante
BÍBLIA E AS DIVISÕES
Antigo Testamento Ex 24.8

Novo Testamento Mt 26.26-28

Hb 8.13 9.15-17
Ef. 2.19-20

Os ensinos dos apóstolos foram também


inspirados. II Pd 3.14-16
Revelação/Inspiração/Cânone
• REVELAÇÃO: manifestações de Deus e
da sua vontade à humanidade.
• !
• INSPIRAÇÃO: Ação de Deus na redação
das Escrituras.

• ILUMINAÇÃO

• CÂNONE: Lista dos livros considerados


sagrado
A Estrutura da Bíblia
ANTIGO TESTAMENTO NOVO TESTAMENTO

39 LIVROS 27 LIVROS

TEXTO HEBRAICO TEXTO GREGO

ANTIGA ALIANÇA NOVA ALIANÇA

VEIO PELA LEI VEIO POR CRISTO

FEITO NO SINAI FEITO NO CALVÁRIO

SELADA COM SANGUE DE SELADA COM O SANGUE DE


ANIMAIS CRISTO
Os livros da Bíblia Sagrada - AT
Os livros da Bíblia Sagrada - AT
Os Períodos históricos registrados na Bíblia
Sagrada – AT - NT

1. Criação 9.3. Tabernáculo 18.2. Sul= Judá: 2 tribos


2. Queda 10. Terra Prometida (Josué 19. Profetas
e Calebe) 20. Assíria contra Israel
3. Dilúvio
11. Deserto (40 anos) (722)
4. Babel
12. Deuterônomio 21. Babilônia contra Judá
5. Aliança Abraâmica (587)
13. Conquista da Terra
6. Patriarcas prometida 22. Cativeiro na Babilônia
7. Egito 14. Doze Tribos (70anos)
7.1. José 15. Juízes 23. Pérsia
16. Samuel 23.1. Ester (Rainha)
7.2. Escravidão
7.3. Moisés 17. Reino Unido (120 anos) 23.2. Zorobabel (Templo)
17.1. Saul 23.3. Esdras (povo)
7.4. Páscoa
17.2. Davi 23.4. Neemias (muro)
8. Libertação 24. Silêncio (400 anos)
17.3. Salomão
9. Aliança Mosaica 18. Reino Dividido (400 25. Encarnação
9.1. Dez Mandamentos anos) 26 Fundação da Igreja
9.2. Levitas e Sacerdotes 18.1. Norte= Israel: 10 tribos
Os livros da Bíblia Sagrada - NT

EVANGELHO HISTÓRIA EPÍSTOLAS REVELAÇÃO


S

MATEUS- ATOS ROMANOS- APOCALIPS


JOÃO JUDAS E

4 LIVROS 1 LIVRO 21 CARTAS 1 LIVRO

• 27 livros
.
AT NT

Livros 39 27

Capítulos 929 260

Autores 30 9
Versículos 23214 7959

Escrito em Hebraico Grego

Verso central 2 Crônicas 20.8 Atos 17.17

Capítulo central Jó 2 Romanos 13


Os livros da Bíblia Sagrada - NT

• Evangelhos (Mateus – João)


• Atos dos apóstolos
• Cartas Paulinas (Romanos a 2Ts, e
Filemom)
• Cartas Pastorais (1,2 Timóteo e Tito)
• Hebreus
• Cartas Gerais (Tiago; 1,2Pedro; 1,2,3João;
Judas)
• Profetico Apocalipse de João
Novo Testamento – Biografia de Jesus

• Nascimento • Parábolas
• Batismo • Controvérsias
• Tentação • Paixão / Morte
• Sermão do • Ressurreição
Monte • Ascensão
• Milagres
Novo Testamento – Atos, Cartas,
Apocalipse

1. Jerusalém 7. Prisão
2. Espírito Santo 8. Testemunhos
3. Samaritanos 9. Roma
4. Saulo de Tarso
10.Ensino
5. Gentios
11.Revelação
6. Três viagens
missionárias
Resumindo a Bíblia

PREPARAÇÃO ANTIGO TESTAMENTO

MANIFESTAÇÃO EVANGELHO

PROPAGAÇÃO ATOS DOS APÓSTOLOS

EXPLANAÇÃO EPÍSTOLAS

CONSUMAÇÃO APOCALIPSE
Por que acreditamos que a Bíblia é a Palavra
de Deus? Evidências internas e externas
• A Autoridade que se auto confirma (Mc1.22)
• O Testemunho interior do Espírito Santo
• A capacidade transformadora da Bíblia
• A unidade da Bíblia
• As informações Históricas
• O Testemunho de Cristo
• A Evidência da Influência
• A Evidência da Indestrutibilidade
Quando e como foram definidos os livros
da Bíblia?
O Cânon da Bíblia
1. Definição da palavra:
1.1. Cana, Junco
1.2. Cana de Medida
1.3. Aquilo que regula; Que serve como norma;
1.4. Gálatas 6.16 “Regra”

Séc. IV “cânon” = Escrituras: grupo dos livros


reconhecidos pela Igreja como inspirados por
Deus e normativos para a fé e a vida dos
cristãos.
Por que os autores do Novo Testamento
demoraram tanto tempo para escrever
os textos?
Por que os autores do Novo Testamento
demoraram tanto tempo para escrever os textos?
1. Eles não demoraram para escrever. Devemos lembrar que
o Espírito Santo coordenava a ação, e que os textos foram
escritos de acordo com a sua vontade e inspiração.

2. O cânon do Novo Testamento ficou definitivamente fixado


na segunda metade do século IV.
2.1. Oriente: Laodicéia, 363 d.C. (Aprovado o NT)
2.2. Ocidente: Hipona, 393 d.C. (Aprovado o NT)
Cartago, 397 d.C. (Aprovado o NT)
Papa Inocêncio I, 405 (Aprova o NT)

(São 350 anos de Cristianismo sem Bíblia.


Diversos textos que circulavam as comunidades
cristãs)
Quais foram os critérios utilizados no
Cânon? Como eles tinham certeza de que
esses livros foram inspirados por Deus?
1. Autoria
2. Antiguidade
3. Universalismo
4. Coerência dos Textos
5. Evidências Internas das Escrituras
6. Regula Fidei (regra de fé) Rm 12.6
7. Reconhecimento das autoridades cristãs
8. Defesa do texto mediante o martírio
Quais são as principais traduções da Bíblia?
 Bíblia Hebraica: Cânon Palestinense (Séc. I d.C.).

 Septuaginta (LXX): Versão da Bíblia Hebraica para o grego; Essa


versão adicionou os livros apócrifos não aceitos pelo protestantismo e
pelo judaísmo; Cânon alexandrino (grego) Séc.III a.C.

 Vulgata: Tradução do AT Hebraico e do NT grego para o Latim;


Versão feita por São Jerônimo a pedido do Papa Dâmaso I, entre o
século IV e V d.C. Jerônimo não incluiu os livros apócrifos.

 Lutero: Tradução alemã da Bíblia; Feita por Martinho Lutero e


impressa em 1534. Versão popular.

 Tradução completa para o português; Feita por João Ferreira de


alAlmeida: meida e publicada em 03 volumes, 1753. A Bíblia completa,
em um único volume, só foi lançado em 1819.
A Bíblia de Mary Jones – O inicio das Sociedades Bíblicas

Foi o sonho e a perseverança de Mary Jones – uma menina de apenas


9 anos que lutou para conseguir um exemplar da Bíblia – que lançou, há
200 anos, a semente responsável pelo surgimento da primeira
Sociedade Bíblica do mundo.

Nascida no País de Gales, no século XVIII, a menina de família pobre


viveu em uma época em que os livros – particularmente a Bíblia – eram
difíceis de serem encontrados e muito caros.

Disposta a qualquer sacrifício, Mary Jones trabalhou duro, economizou


dinheiro por seis anos, e ainda fez uma exaustiva viagem a pé de quase
40 quilômetros para atingir a sua meta.

Sensibilizado com a experiência da menina, um grupo de cristãos


ingleses decidiu fazer algo de concreto para tornar a Bíblia acessível a
todos os povos. Assim, em 1804, na Inglaterra, foi fundada a Sociedade
Bíblica Britânica e Estrangeira, dando origem a uma obra que se
ampliou e ganhou alcance mundial.¹
¹ sbb.org.br
Esclarecimentos sobre alguma
questão?

Perguntas, dúvidas?
Como Interpretar a Bíblia?
Os Vários componentes da
Interpretação

* Autor * Texto * Leitor


Tema da Bíblia
Tema
• A história da
Redenção
da
• humanidade
A Bíblia é um livro divino-humano
• A Palavra de Deus vem misturada ou junto com a
• palavra humana. Mas é necessário discernir,
distinguir a Palavra de Deus em meio à palavra
humana.
• Por isso, é importante o estudo das Escrituras e a
• abertura ao Espírito de Deus que nos ilumina para
a interpretação da presença de Deus no texto e no
nosso dia a dia.
Deus Eterno
O Criador
Homem é Criatura
(Gn 2:7)

Glorificação
Criação

Mundo

Redenção ou
Queda Inferno Justificação
Deposito de lixo
REVELAÇÃO Divina
Contexto
Cultural
HISTÓRIA .
• (tempo)
• Moisés Quando?

• GEOGRAFIA ( espaço) onde?


Géneros Literários na Bíblia
Um acontecimento é
interpretado de forma
diversa consoante o
interesse de quem o
relata. A escolha dos
elementos mais
relevantes a relatar, a
linguagem escolhida e o
estilo dependem desse
desejo de não se limitar
ao facto em bruto, mas
com uma intenção
específica
Géneros Literários na Bíblia
O Polícia narra os factos relevantes
para um processo judicial
Um acontecimento é
interpretado de forma
diversa consoante o
interesse de quem o
relata. A escolha dos
elementos mais
relevantes a relatar, a
linguagem escolhida e o
estilo dependem desse
desejo de não se limitar
ao facto em bruto, mas
com uma intenção
específica
Géneros Literários na Bíblia
O Jornalista descreve as
circunstâncias do acidente
Um acontecimento é
interpretado de forma
diversa consoante o
interesse de quem o
relata. A escolha dos
elementos mais
relevantes a relatar, a
linguagem escolhida e o
estilo dependem desse
desejo de não se limitar
ao facto em bruto, mas
com uma intenção
específica
Géneros Literários na Bíblia
Um acontecimento é
interpretado de forma
diversa consoante o
interesse de quem o
relata. A escolha dos
elementos mais
relevantes a relatar, a
linguagem escolhida e
o estilo dependem
desse desejo de não
se limitar ao facto em
O Dramaturgo desenvolve as
bruto, mas com uma
emoções e atitudes em jogo intenção específica
A Necessidade da Interpretação

• Distância Cronológica
• Distância Geográfica
• Distância Cultural
• Distância Gramatical
• Distância espiritual
• Distância Histórica
O que está na Bíblia é só a ponta do Iceberg, é só o resumo, a
palestra... porque tem que ser entendido toda a cultura da época, as
histórias conhecidas.
Requisitos básicos da Interpretação

• Humildade e Submissão ao Espírito Santo


• Crer que a bíblia é a Palavra de Deus
• Conhecer alguns princípios de
interpretação
Princípios básicos da
Interpretação
1. Contexto
2. Histórico
3. Gramatical
4. Teológico
5. Prático
Princípio do Contexto

Esse princípio é
fundamental e deve
ser observado com
atenção e cautela,
nunca podemos
avaliar um texto
bíblico sem conhecer
o seu contexto. O
contexto pode ser:
Amplo ou Imediato.
Princípio do Contexto - Exemplos

• Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de


tudo quanto possuo.
Lucas 18:12

• Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.


Filipenses 4:13

• Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa


mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as
mãos sobre os enfermos, e os curarão.
Marcos 16:18
Princípio Histórico
Todo texto precisa
ser interpretado a
luz do seu
contexto histórico.
• Aspecto Geográfico
• Aspecto Econômico
• Aspecto Político
• Aspecto Social
• Aspecto Cultural
IV. Contexto Bíblico
Área geográfica
geral
• Este mapa
mostra a área
dos eventos
bíblicos em
relação ao resto
do mundo.
E era-lhe necessário passar por Samaria (João
4.4)
Princípio Gramatical
Todo texto precisa ser
interpretado a partir da sua
língua original e seu uso.
• As línguas bíblicas
• As mudanças de
significado
• As traduções da Bíblia
• A leitura correta da Bíblia
Os Gêneros Literários da Bíblia
• História, Leis, profecias, poesia,
parábolas.......

Uma realidade pode ser narrada de várias


maneiras.
• Um único fato pode ser transmitido de
diferentes modos.
Princípio Gramatical - Exemplos

• E achando-a, a põe sobre os seus ombros, gostoso;


Lucas 15:5

• Então respondeu Satanás ao SENHOR, e disse:


Porventura teme Jó a Deus debalde?
Jó 1:9

• E o SENHOR me disse: Vai outra vez, ama uma mulher,


amada de seu amigo, contudo adúltera, como o SENHOR
ama os filhos de Israel, embora eles olhem para outros
deuses, e amem os bolos de uvas.
Oséias 3:1
Princípio Teológico

Todo texto bíblico está


inserido num contexto
teológico que precisa ser
identificado e analisado.
• O que o texto em estudo
diz sobre Deus e sobre o
seu relacionamento com
o homem.
• É preciso entender as
informações de caráter
doutrinário contidas em
cada texto bíblico.
Princípio Prático
Todo texto bíblico precisa
ser interpretado com vistas a
sua aplicação ao homem de
hoje.
• Conhecer o homem de hoje.
• Conhecer o mundo de hoje.
• O que o texto significa para
nós?
• Aplicar o texto, viver!
Recursos disponíveis para
interpretação da Bíblia

• Bíblias
• Dicionários Bíblico
• Atlas Bíblicos
• Concordâncias
• Comentários Bíblicos
• Livros
Níveis de Relacionamento com a Bíblia

VIVER

MEDITAR

ESTUDAR

LER

OUVIR
Considerações Finais - Importante

O Cristão deve ser um profundo


conhecedor das Escrituras (2Tm 2.15);

O Espírito Santo é o nosso maior


professor (João 14.26);

Precisamos aprender para


conseguirmos explicar (Atos 8.30-31).
Bibliografia recomendada

• A Bíblia através dos séculos. Antonio Gilberto.


CPAD

• Introdução Bíblica. Norman Geisler. Editora


Vida.

• Hermenêutica Básica. Esdras Bentho. CPAD.

• Manual Bíblico SBB. Editora SBB.


Sobre o autor

• Esses simples slides foram criados por Alípio


Vallim, para ministrar aos alunos do seminário
Leão de Judá. O autor possui graduação em
Teologia e Marketing (cursando), também
participou de cursos em diversas instituições
voltadas a missão integral e desenvolvimento
comunitário. Para maiores informações, entre
em contato através do email:

• alipiovallim@hotmail.com
A Bíblia é a Mensagem de Deus à Humanidade
Deus é um comunicador e deseja nos informar sobre:
1 – Ele mesmo: Estudaremos quem Deus é observando o que Ele fala
e faz. Ele é o principal foco da Bíblia.
2 – A Sua Criação: Deus nos revela muito sobre Si mesmo através da
Sua criação. Como
Ele criou o mundo, o que Ele usou para criar o mundo e o propósito por
trás da criação, tudo demonstra aspectos do Seu caráter.
3 – O Homem: A Bíblia revela claramente como e porque Deus criou o
homem, as Suas expectativas para ele e fala sobre seu propósito e
destino.
Temas Principais da Bíblia
• 1. A revelação de Deus por meio da criação
• 2. A rebelião do homem contra o Seu Criador
e o resultado da rebelião
• 3. O julgamento de Deus ao pecado
• 4. A incapacidade do homem para mudar a
sua condição perante Deus
• 5. A redenção da humanidade providenciada
por Deus
• 6. O Reino de Deus e a restauração universal
• Espírito Santo

• discípulo discípulo
• maduro
• Lc 24.44-47
• Células

O TEMA CENTRAL DA BÍBLIA
A Biblia e Cristocentrica, seu tema central e Jesus. Se olharmos de perto a
tipologia biblica, atraves de
simbolos, figuras e profecias, veremos que ele ocupa o lugar central nas
escrituras:
Em Genesis, Jesus e o Descendente da mulher (Gn 3.15).
Em Exodo, e o Cordeiro Pascal.
Em Levitico, e o Sacrificio Expiatorio.
Em Numeros e a Rocha Ferida.
Em Deuteronomio, e o Profeta.
Em Josue, e o Capitao dos Exercitos do Senhor.
Em Juizes e o Libertador.
Em Rute, e o Parente Divino.
Em Reis e Cronicas, e o Rei Prometido.
Em Ester, e o Advogado.
Em Jo, e o nosso Redentor.
Em Salmos, e o nosso socorro e alegria.
Em Proverbios, e a sabedoria de Deus.
Em Eclesiastes, e o alvo verdadeiro.
Nos profetas, e o Messias Prometido.
Nos Evangelhos, e o Salvador do Mundo.
Em Atos, e o Cristo Ressurgido.
Nas Epistolas, e o Cabeca da igreja.
APLICAÇÃO
• O principal propósito da Bíblia é
transformar nossa vida . Como ?
• Revelando quem é Deus e quem
somos.
• Ensinar como devemos nos
relacionar com Deus.

• Comece hoje a sua leitura Bíblica.


• Não se pode ficar neutro em relação á BÍBLIA

• Se a Bíblia é um livro falso,


É o pior livro da humanidade.
Tem que se combatida.

• Se é um livro verdadeiro.
É o melhor livro da humanidade .
• Tem que ser obedecidae pregada .
Conclusão
A Bíblia não fala somente sobre
Jesus, mas a Bíblia é Jesus
também falando conosco.
Muitos podem buscar a Deus à sua
maneira, mas o verdadeiro
conhecimento só obtêm aqueles
que ouvem, estudam e creem na
reveladora palavra de Deus.