Você está na página 1de 64

Escolha sua pergunta:

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
Resposta Incorreta!
Resposta Correta!
01 – (D4 / D14) - Inferir uma informação implícita
em um texto
Leia o texto:
01 - Com base na leitura desse texto, pode-se
dizer que o homem foi várias vezes resolver o
problema, mas

a ele sempre trazia uma coisa nova.

b a atendente sempre pedia novas informações.

a atendente sempre se recusava a atender.


c

ele sempre desistia de esperar.


d
02 – (D3/D15 )- Inferir o sentido de uma palavra ou
expressão.
Leia o texto abaixo.

O contexto permite ao leitor explorar os múltiplos significados que a


palavra ou expressão adquire.
No primeiro quadrinho, ao usar a expressão “Tô apertado”, ele deu a
entender que:
02 - O contexto permite ao leitor explorar os múltiplos
significados que a palavra ou expressão adquire.
No primeiro quadrinho, ao usar a expressão “Tô apertado”,
ele deu a entender que:

a está com ânsia de vômito.

b está com a roupa desconfortável.

c está com vontade de urinar.

d está com vontade de brincar.


03 – (D7/D23)- Identificar o conflito gerador do enredo e
os elementos que constroem a narrativa.

Conto de todas as cores

Eu já escrevi um conto azul, vários até. Mas este é um conto


de todas as cores. Porque era uma vez um menino azul, uma
menina verde, um negrinho dourado e um cachorro com
todos os tons e entretons do arco-íris.
Até que apareceu uma Comissão de Doutores – os quais, por
mais que esfregassem os nossos quatro amigos, viram que não
adiantava. E perguntaram se aquilo era de nascença ou se...
— Mas nós não nascemos – interrompeu o cachorro. – Nós
fomos inventados!

QUINTANA, Mário. A vaca e o hipogrifo. 3 ed. Porto Alegre


03 – Nesse texto, o narrador é um

a Menino

b Cachorro

c Doutor

d Escritor
04 – (D9/D21) - Identificar a finalidade de
textos de diferentes gêneros.
Leia o texto abaixo.
EVA FURNARI

EVA FURNARI - Uma das principais figuras da literatura para


crianças. Eva Furnari nasceu em Roma (Itália) em 1948 e
chegou ao Brasil em 1950, radicando-se em São Paulo. [...]
Suas habilidades criativas encaminharam-na, primeiramente,
ao universo das Artes Plásticas expondo, em 1971, desenhos e
pinturas na Associação dos Amigos do Museu de Arte
Moderna, em uma mostra individual.
Paralelamente, cursou a Faculdade de Arquitetura e
Urbanismo da USP, formando-se no ano de 1976. [...]

Disponível: http://caracal.imaginaria.cam/autografas/evafurnari/index.html
04 - A finalidade do texto é:

a Apresentar dados sobre vendas de livros.

b divulgar os livros de uma autora.

c instruir sobre o manuseio de livros.

d Informar sobre a vida de uma autora.


05 - (D11/D19) - Distinguir um fato da opinião
relativa a esse fato.
Leia e responda
Covardia
Passeavam dois amigos numa floresta, quando apareceu um urso
feroz e se lançou sobre eles.
Um deles trepou numa árvore e escondeu-se, enquanto o outro ficava no
caminho. Deixando-se cair ao solo, fingiu-se morto.
O urso aproximou-se e cheirou o homem, mas como este retinha a respiração,
julgou-o morto e afastou-se.
Quando a fera estava longe, o outro desceu da árvore e perguntou, a gracejar,
ao companheiro:
- Que te disse o urso ao ouvido?
- Disse-me que aquele que abandona o seu amigo no perigo é um covarde.

TAHAN, Malba. Lendas do céu e da terra. 23 ed. Rio de Janeiro: Record, 1998.
05 - Assinale a passagem que é possível
identificar uma opinião

a “O urso aproximou-se e cheirou o homem”

“Disse-me que aquele que abandona o seu amigo no perigo é um


b covarde.”

c “perguntou, a gracejar, ao companheiro”

d “Deixando-se cair ao solo, fingiu-se morto.”


06-(D15/D24) - Reconhecer diferentes formas de tratar uma
informação na comparação de textos que tratam do mesmo
tema, em função das condições em que ele foi produzido e
daquelas em que será recebido .
Texto 1 Texto 2

Disponível em: http://gilmaronline.blogspot.com/2018/01/charge-lixo.html


06 - O assunto abordado nos textos é:

a Moradia

b Lixo

c Dengue

d Qualidade de vida
07 - (D2/D.25) - Estabelecer relações entre partes de um
texto, identificando repetições ou substituições que
contribuem para a continuidade de um texto.

Leia o texto:

O PASTOR E SEUS CARNEIRINHOS

Um pastor levou seus carneiros para uma floresta de carvalhos. Sob


uma enorme árvore cheia de frutos, ele estendeu seu casaco. Depois
subiu para sacudi-la e assim os frutos cairiam. Mas os carneiros
comeram indistintamente as bolotas e o casaco. Quando desceu,
vendo o que tinha acontecido, o pastor exclamou:
― Suas bestas, aos outros vocês dão sua lã para abrigá-los, a mim
que lhes dou o sustento, vocês destroem até o casaco! Muita gente,
sem se dar conta, serve a desconhecidos e faz mal aos que lhes são
próximos.

Fonte: ESOPO. Fabulas de Esopo. Trad. Antônio Carlos Vianna. Porto


Alegre: L&PM, 1997. p.157.
07 – No trecho “Depois subiu para sacudi-la
e assim os frutos cairiam.”, a expressão em
destaque refere-se a (aos)

a árvore.
b carneiros.
c floresta.
d lã.
08 – (D4/D14) Leia a tirinha abaixo e
responda:
08 – No último quadrinho, o que
a Mônica não entendeu?

a Como a Magali consegue ser tão magrinha.

b Porque a Magali come muito e não engorda.

c O que aconteceu com seu pedaço de pizza.

d Onde foi que seu pedaço de pizza caiu.


09 – (D9/D21) Leia o texto abaixo.
Qual a diferença entre a onça, o tigre e o leopardo?
Marcelo Garcia, 8 anos
Sorocaba – SP

Os três são felinos, carnívoros e ótimos caçadores.


Eles possuem presas grandes e garras que se
escondem embaixo da pele. Mas são espécies
diferentes. A onça vive nas Américas, tem pêlo cheio de
manchas com uma pinta preta no manchas, mas sem a
pinta preta no meio. O tigre habita na Ásia e não tem
manchas, mas listras. O curioso é que o desenho das
manchas ou listras é diferente de um animal para outro,
como nossas impressões digitais. Assim, não existem dois
tigres, onças ou leopardos iguais.
Revista Recreio, nº252, 2005
09 – Qual a finalidade do texto?

a Divertir
b Informar
c Instruir
d convidar
10 – (D3/D15) Leia o texto abaixo.
10 – A expressão ― “vou matar dois
coelhos com uma só cajadada!” indica que
o menino conseguiu:

a Fugir do banho no chuveiro.


b Deixar a mãe tranquila.
c Desobedecer às ordens da mãe.
d Tomar banho e brincar.
11 – (D5/D16) Leia o texto
11 – Assinale a alternativa que
explica o motivo de preocupação do
homem:

a a influência do lixo para a inundação.

b um engarrafamento.

c estar longe de casa.

d ter perdido um objeto entre o lixo.


12 – (D2/D25) Leia o texto
Só serei feliz
Se tiver grana, roupas legais e puder gastar com o que bem
entender.
A gente não vai aqui repetir o velho ditado dizendo que
“dinheiro não traz felicidade”, como se isso fosse um consolo para quem está
sem grana. Mas também não dá para bancar a cínica e rebater afirmando
que “trazer, não traz, mas compra”. Brincadeiras à parte, a verdade é que
a felicidade é um estado que não se compra, mas pode ser encontrada
nas coisas mais simples da vida.
Você pode experimentar, por exemplo: Tomar um picolé; dividir
uma pizza com os amigos; Andar de mãos dadas com o namorado; surpreender
seu pai que chegou cansado do trabalho com um beijo carinhoso; sair para
passear com seu cachorrinho; tomar conta da filhinha da vizinha e brincar
de fazer bolinhas de sabão. Enfim, dá para resumir em poucas palavras:
encontrar a felicidade é bem mais fácil do que você imaginava, não é mesmo?
Fonte: http://valdinere123.blogspot.com.br/2015/07/d10-identificar-as-marcas-linguisticas.html
12 – No trecho “Você pode experimentar, por
exemplo: Tomar um picolé...”, os dois pontos
foram utilizados para

a dar uma pausa.

b fazer uma exemplificação.


c fazer uma interrogação.
d indicar continuidade.
13 – (D7/D23) Leia o texto abaixo.
O galo cantor
Era uma vez, um galo conhecido por sua arrogância. Costumava
demonstrar força ao raiar do sol, quando cantava bem alto, de modo a
superar, no timbre e no tempo, o canto dos companheiros. Erguia a crista,
estufava o peito e permanecia assim por horas. As galinhas olhavam
compreensivas, apesar de um tanto entediadas com a repetição diária do
presunçoso rito. Certo dia, chovia muito. O galo estufou o peito, ergueu a
crista e cantou como sempre. Os outros galos se calaram. Não
demorou, e a garganta do arrogante cantor se inflamou gravemente. Ele
encolheu, ficou muito gripado e, afinal, teve uma forte pneumonia
que emudeceu suas cordas vocais. Não pode mais cantar. Um gambá,
que sempre passava por ali, comentou:
— Era só voz o grande galo? Nada aprendeu nesse tempo de domínio?
As galinhas se calaram.

Moral da História: A arrogância é amiga da estupidez.


ANDRADE, Rachel Gazolla de. Fábulas nuas e cruas. São
Paulo: Parábola Editorial, 2005.
13 – Nesse texto, a frase ― “Era só
voz o grande galo?” foi dita:

a pelos companheiros.

b pelo cantor.

c pelo gambá.

d pelas galinhas.
14 – (D7/D23) Leia o texto abaixo.
O URSO E AS ABELHAS

Um urso topou com uma arvore caída que servia de depósito de


mel para um enxame de abelhas. Começou a farejar o tronco
quando uma das abelhas do enxame voltou do campo de trevos.
Adivinhando o que ele queria, deu uma picada daquelas no urso
e depois desapareceu no buraco do tronco. O urso ficou louco de raiva
e se pôs a arranhar o tronco com as garras na esperança de destruir o
ninho. A única coisa que conseguiu foi fazer o enxame inteiro sair atrás
dele. O urso fugiu a toda a velocidade e só se salvou
porque mergulhou de cabeça num lago.

Moral: Mais vale suportar um só ferimento em silêncio que


perder o controle e acabar todo machucado.
(Do livro: Fábulas de Esopo - Companhia das Letrinhas)
14 – No trecho “Adivinhando o que ele
queria, deu uma picada daquelas no
urso”. A palavra destacada se refere a:

a ninho

b abelha

c urso

d enxame
15 – (D14/D27) Leia o texto
15 – O efeito de humor pode ser
percebido

a no quarto quadrinho da tirinha.

b no terceiro quadrinho da tirinha.

c no segundo quadrinho da tirinha.

d no primeiro quadrinho da tirinha.


16 – (D2/D25) Leia o texto abaixo e
responda:
A pipa Pepita

Zezito era o dono de Pepita, uma pipa verde e rosa, de carinha


graciosa.
Zezito preparou Pepita para concorrer no grande campeonato
de pipas. Fitas coloridas saíam de suas pontas.
O dia amanheceu. O Sol estava forte e o céu azul. De toda parte
chegava gente grande, gente pequena, com suas pipas de todos os
jeitos. Tinha pipa- estrela, pipa-bicho, pipas de todos os jeitos.
Um apito deu o sinal e as pipas voaram no céu. Ele ficou colorido,
como um dia de carnaval. Pepita foi subindo... Passou por várias nuvens
e deixou as outras pipas para trás. Lá no alto, Pepita gritou: — Até um dia,
Zezito! Vou fazer um grande voo.
Se você olhar para o céu nas noites estreladas, verá Pepita, com
seus cabelos de fita.

GOES, Lúcia Pimentel. A pipa Pepita. São Paulo: Scipione,1988.


16 – No trecho “Ele ficou colorido, como um dia
de carnaval (...)”, a palavra destacada pode ser
substituída por:

a dia.
b sol.
c apito.
d céu.
17 – D4/D14-Observe a tirinha e responda a
questão abaixo:
17 – Essa tirinha faz leitura de qual conto de
fadas?

a Rapunzel.

b Cinderela.

c Chapeuzinho Vermelho.

d Branca de Neve e os Sete Anões.


18 – (D5/D16) Em reportagens publicadas em jornais e
revistas, imagens ajudam a entender melhor a apresentação
dos fatos. Observe a imagem abaixo das atletas da seleção
brasileira de futebol.
18 – A legenda que melhor pode explicar
essa imagem é:

a Olha as duas brasileiras fantasiadas de jogadoras de futebol!

b Brasileiras comemoram um gol!

c Vamos para esse jogo de futebol!

d Briga no campo de futebol!


19 – (D7/D23)-Leia o texto abaixo:
Um turista chega à Arábia e aluga um camelo. Ele recebe as
instruções para guiá-lo.
– Para parar, diga “off” . Para continuar andando, diga
“ufa”.
– Já entendi – diz o turista.
Depois de andar um bom tempo, percebe que o camelo
está se dirigindo para um penhasco. Só que se esqueceu do
que tinha de dizer para que o animal parasse. Quando está a
um centímetro do penhasco, prestes a cair, ele se lembra ...
– “Off” – grita desesperado. O camelo para no mesmo
instante.
– “Ufa” – suspira o homem, aliviado.

BUCHWEITZ, Donaldo. Piadas para você morrer de rir. Belo Horizonte:Leitura, 2001.p.22.
(P050230A9_SUP)
19 – No trecho “ O camelo para no mesmo
instante.”, a expressão destacada da ideia
de:

a consequência.

b causa.

c tempo.

d lugar.
20 – (D5/D16) Leia o texto abaixo.
20 – Nesse texto, a estrelinha expressa
um(a):

a surra.
b palavrão.
c abuso.
d elogio.
21 – (D5/D16) Observe a tirinha.
21 – Nesse texto, o que a menina
queria fazer?

a Bater no menino.
b Assistir à corrida.
c Brincar com o menino.
d Ganhar a corrida.
22 – (D4/D14) Observe a tirinha.
22 – O pedaço de pizza desapareceu
porque:

a Magali o comeu.
b Magali o guardou.
c Magali o derrubou.
d Magali o escondeu.
23 – (D13) Leia o texto abaixo e
responda:
A pipa Pepita

Zezito era o dono de Pepita, uma pipa verde e rosa, de carinha graciosa.
Zezito preparou Pepita para concorrer no grande campeonato de
pipas. Fitas coloridas saíam de suas pontas.
O dia amanheceu. O Sol estava forte e o céu azul. De toda parte chegava
gente grande, gente pequena, com suas pipas de todos os jeitos. Tinha
pipa- estrela, pipa-bicho, pipas de todos os jeitos.
Um apito deu o sinal e as pipas voaram no céu. Ele ficou colorido, como
um dia de carnaval. Pepita foi subindo... Passou por várias nuvens e deixou as
outras pipas para trás. Lá no alto, Pepita gritou: — Até um dia, Zezito! Vou fazer um
grande voo.
Se você olhar para o céu nas noites estreladas, verá Pepita, com seus
cabelos de fita.

GOES, Lúcia Pimentel. A pipa Pepita. São Paulo: Scipione,1988.


23 – Qual é o nome da pipa de
carinha graciosa?

a Pipa – estrela.
b Pipa – bicho.
c Pepita.
d Zezito.
24 – (D9/D21) - Identificar a finalidade de
textos de diferentes gêneros.
Leia o texto abaixo.
24 – Esse texto serve para

a anunciar produtos.

b informar a composição de um alimento.

c vender ingredientes.

d ensinar como fazer uma comida.


25 - (D9/D21) - Identificar a finalidade
de textos de diferentes gêneros.
Leia o texto abaixo.

Feijoada
Nasceu nas senzalas que abrigavam os escravos no Rio
de Janeiro no final do século XIX. Quando os nobres
matavam um porco, os restos indesejados – pés, orelhas,
rabo e tripas – eram dados aos escravos. Eles misturavam
tudo isso ao feijão durante o cozimento e colocavam
farinha assada por cima antes de comer.

DUARTE, Marcelo. O guia dos curiosos. Companhia das Letras.


25 - A finalidade desse texto é

a Ensinar a fazer uma feijoada.


b Informar sobre a origem da feijoada.
c Divulgar uma feijoada.
d Convidar para uma feijoada.
26 – (D13) Leia o texto abaixo e
responda:
O menino que chovia
O menino dessa história era assim: quando contrariado, quando ouvia um não, ele
chovia. Chovia mesmo. Chovia temporal, tempestade, com raios e trovões de
verdade.
Um dia ele choveu tanto, mas tanto, que simplesmente inundou a casa!
E o que aconteceu então?
Aconteceu que isso acabou sendo muito bom, porque foi ali, no meio da
inundação, que os adultos encontraram um modo de ajudar o menino mimado a ver
o mundo com outros olhos e deixar a chuva só para os dias em que acordava muito
mal humorado.
O Menino que Chovia – Thebas, Cláudio, Companhia das letrinhas- contra capa.
26 – O menino chovia quando

a a casa ficava inundada.


b a tempestade caía forte.
c via o mundo.
d era contrariado.
27 – (D13) Leia a tirinha com
atenção
27 – No último quadrinho mostra
Magali alimentando-se de:

a Sorvete.
b Foguete.
c Suco.
d Mesa.
28 – (D4/D14)Leia o texto
abaixo.
Girafa
A girafa é o único animal que consegue
alcançar a própria orelha com a língua.

Marcelo Duarte. A arca dos bichos. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 1999.
28 – Sobre o que o texto fala?

a Tamanho da língua da girafa.


b Tamanho das orelhas da girafa.
c Tamanho das pernas da girafa.
d Tamanho do pescoço da girafa.
29 – (D4/D14)Leia o texto abaixo.
29 – No último quadrinho, qual a
causa da personagem ter desmaiado:

a porque ela viu Papai Noel na chaminé.

b porque sua mãe lhe chamou.

c porque ela correu muito para ver o Papai Noel .


d porque se assustou quando viu a Cegonha na chaminé.
30 – D5/D16 -Leia a tirinha
abaixo.

SOUZA, Maurício de. Bidu. Rio de Janeiro: Globo, nº 23,1999. p.162


30 – O menino ficou chateado
porque o cachorrinho:

a Quis rasgar o jornal.


b Estragou o jornal.
c Não lhe deu o jornal.
d massou o jornal.

Interesses relacionados