Você está na página 1de 12

1

Obtenção do Estanho
EQUIPE: ANDERSON LIBERATO.
JOÃO FRANCISCO.
Introdução 2
 O estanho (do latim stagnun vulgarizado para stannun na Idade Média) é
um dos metais conhecidos há mais tempo, e foi usado como um dos
componentes do bronze desde a antiguidade.

 Devido a sua capacidade de endurecer o cobre, a liga de estanho-cobre


(bronze) foi utilizada para produzir armas e utensílios desde 3000 a.C.
Cassiterita x Estanho 3
 A principal fonte de cassiterite primária está nas minas de estanho, onde
ocorre em veios hidrotermais. A cassiterite é um mineral acessório em
rochas ígneas.
 Pertence à classe dos metais, símbolo Sn e possui massa atômica = 118,7 u.
É maleável, pouco dúctil, de coloração branco-prateada, possui baixo
ponto de fusão e é altamente cristalino. Este metal não se oxida
facilmente e é resistente a corrosão.
Obtenção 4

 Para a obtenção do estanho, calcina-se este mineral (cassiterite) em


contato com o ar, para assim eliminar as impurezas que contém, como
enxofre e arsénio.

 Em seguida, reduz-se a estanho metálico pelo aquecimento com coque.

 O estanho bruto assim obtido tem ainda muitas impurezas, tais como o
ferro. Para o separar deste, tira-se partido do fato de o ferro ter um ponto
de fusão muito mais elevado do que o estanho.
Obtenção 5

 Aquece-se o estanho bruto um pouco acima do ponto de fusão do


estanho puro; este funde e escorre sobre uma superfície inclinada,
enquanto o ferro fica em forma de uma liga mais difícil de fundir.

 O estanho pode laminar-se em folhas muito finas, designadas por papel de


estanho. Aparece em várias modificações cristalinas. Ao arrefecer após a
fusão, o estanho solidifica habitualmente na forma b. Formam-se cristais
relativamente grandes e visíveis quando a superfície do sólido é tratada
com ácido clorídrico.

 Abaixo de 13,2 ºC forma-se o estanho a (pó cinzento). A transformação de


estanho b em estanho a dá-se lentamente.
6

Vídeo
Processo de Produção 7

 No processo de redução, a cassiterita é misturada ao carvão


vegetal e colocada em fornos elétricos que elevam a temperatura
acima de 1000 graus, para que tenha início a seguinte reação de
redução do minério. .
Processo de Produção 8
 Impurezas
Presença de óxidos
Metais pesados (chumbo, arsênio, , cobre, antimônio, bismuto)
Metais pesados não reagentes (silício, terras raras, urânio, alumínio)

 Escória
Britagem
Escoria descartada, pois não contem estanho economicamente viável
Processo de Produção
9
 Refino
Forno de liquação
Borras de estanho e ferro
Refino piro metalúrgico

Elemento Teor Máximo


Chumbo: 0,05%
Cobre: 0,03%
Bismuto: 0,015%
Ferro: 0,01%
Arsênio: 0,05%
Antimônio: 0,04%
Estanho: 99,85% mínimo
Processo de Produção
10
 Fluxograma do processo.

cassiterita Carvão Vegetal

Forno elétrico

Sn metálico para forno escória


borra de liquação

Escória para
Refino piro - Forno elétrico descarte
borra
metalúrgico de redução

lingotamento Estanho liga FeSn


metálico (descarte)
Produto acabado
11

Conclusão
Referências 12

 http://web.ccead.pucrio.br/condigital/mvsl/Sala%20de%20Leitura/conteudos/SL_os_metais.pdf

 http://www.ebah.com.br/content/ABAAAA2iIAE/trabalho-sobre-estanho

 http://www.coladaweb.com/quimica/elementosquimicos/estanho

 https://www.infopedia.pt/$estanho

 http://www.mme.gov.br