Você está na página 1de 61

GESTÃO AMBIENTAL

Gilson
Alexandre
Equipe: Ozias
Possídio
Moisés
A novíssima área de conhecimento e
trabalho intitulada "Gestão Ambiental" vem
causando muita confusão entre os
especialistas em meio ambiente.
O que é Gestão
Ambiental?
AFINAL, O QUE É GESTÃO AMBIENTAL?

Gestão Ambiental

Multidisciplinar
AFINAL, O QUE É GESTÃO AMBIENTAL?

 Com o advento do termo


“Desenvolvimento Sustentável"
tornou-se necessária a formação de
pessoas com um diferente perfil.

Visão Ambientalista

Exploração “Racional"
AFINAL, O QUE É GESTÃO AMBIENTAL?

E assim surgiram os
Gestores Ambientais.
AFINAL, O QUE É GESTÃO AMBIENTAL?

 A Gestão Ambiental visa ordenar as


atividades humanas para que estas
originem o menor impacto possível sobre o
meio. Esta organização vai desde a escolha
das melhores técnicas até o cumprimento
da legislação e a alocação correta de
recursos humanos e financeiros.
AFINAL, O QUE É GESTÃO AMBIENTAL?

 O que deve ficar claro é que "gerir" ou


"gerenciar" significa saber manejar as
ferramentas existentes da melhor
forma possível e não necessariamente
desenvolver a técnica ou a pesquisa
ambiental em si.

Pode estar aí o foco da confusão de conceitos


entre a enorme gama de profissionais em meio
ambiente.
AFINAL, O QUE É GESTÃO AMBIENTAL?

 Pois, muitos são parte das ferramentas de


Gestão (ciências naturais, pesquisas
ambientais, sistemas e outros), mas não
desenvolvem esta como um todo, esta
função pertence aos gestores ou gerentes
ambientais.
AFINAL, O QUE É GESTÃO AMBIENTAL?

Existe também uma outra discussão sobre o


que é "Gestão Ambiental" e o que é
"Gerenciamento Ambiental“

 Gestão  gestão de cidades, bacias, zonas


costeiras, parques

 Gerenciamento  empresas, indústrias,


fazendas e outros.
AFINAL, O QUE É GESTÃO AMBIENTAL?

 Pode-se então concluir que:

A Gestão Ambiental é consequência


natural da evolução do pensamento da
humanidade em relação à utilização dos
recursos naturais de um modo mais sábio,
onde se deve retirar apenas o que pode
ser reposto ou caso isto não seja possível,
deve-se, no mínimo, recuperar a
degradação ambiental causada.
GESTÃO AMBIENTAL

A Gestão Ambiental é a
administração do exercício de
atividades econômicas e sociais
de forma a utilizar de maneira
racional os recursos naturais,
renováveis ou não.
GESTÃO AMBIENTAL

Um exemplo prático de políticas


para a inserção da gestão
ambiental em empresas tem sido
a criação de leis que obrigam a
prática da responsabilidade pós-
consumo.
GESTÃO AMBIENTAL

 À medida que a sociedade vai se


conscientizando da necessidade de se
preservar o meio ambiente, a opinião
pública começa a pressionar o meio
empresarial a buscar meios de desenvolver
suas atividades econômicas de maneira
mais racional.
GESTÃO AMBIENTAL
 O próprio mercado consumidor passa a
selecionar os produtos que consome em
função da responsabilidade social das
empresas que os produzem. Desta forma,
surgiram várias certificações, tais como as
da família ISO14000, que atestam que uma
determinada empresa executa suas
atividades com base nos preceitos da
gestão ambiental.
Importância da
Sistema de Gestão
Ambiental
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
IMPORTÂNCIA

O sistema de gestão ambiental é um


processo focado na resolução de questões
ambientais e na prevenção de
consequências negativas relacionadas
aos processos de produção das empresas
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
IMPORTÂNCIA

 Seu principal objetivo é a máxima redução


dos impactos ambientais causados pelas
atividades econômicas das empresas.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
IMPORTÂNCIA

 Essesistema reduz a possibilidade de


desastres naturais como deslizamentos,
inundações e falta d'água.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
IMPORTÂNCIA

5 Tipos de desastres que são prevenidos com


Gestão Ambiental:

 Derramamento de Óleo
 Rompimento de Barragens

 Acidentes Radioativos

 Desmatamento

 Vazamento de Agrotóxicos
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
IMPORTÂNCIA

Hoje as empresas sabem da sua responsabilidade que


possuem com a sustentabilidade.

 Ambev promete ter 100% das suas bebidas comercializadas


em embalagens recicladas ou retornáveis até 2025.
(apoiadora do Green Nation)

 Embrapa estuda sementes que sobrevivam a temperaturas


2, 3 graus mais altos, visando o aquecimento global.
 Indústria Automotiva investe em carros elétricos.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
IMPORTÂNCIA

Lançamento de efluentes líquidos não tratados,


provenientes de indústrias e esgotos sanitários
em rios, lagos e córregos provocam desequilíbrio
do ecossistema aquático.

O tratamento de efluentes pode ser feito de duas


formas: onsite e off-site. Traz como benefícios o
atendimento à legislação, economia e imagem
confiável.
Sistema de Gestão
Ambiental
INSTRUMENTOS
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
INSTRUMENTOS
 A continua e crescente pressão exercida pelo
homem sobre os recursos naturais contrasta
com um mínimo de interferência que
anteriormente mantinha nos ecossistemas.
 Deste modo, são relativamente comuns, hoje,
a contaminação das coleções d’água, a
poluição atmosférica e a substituição
indiscriminada da cobertura vegetal nativa,
com a conseqüente redução dos hábitats
silvestres, entre outras formas de agressão ao
meio ambiente.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
INSTRUMENTOS

 No Brasil, o primeiro dispositivo legal


explicitou o tema Avaliação de Impactos
Ambientais foi a Lei federal 6.938, de 31
de agosto de 19981, que estabeleceu a
Política Nacional do Meio Ambiente
(PNMA) e criou, para sua execução, o
SISNAMA – Sistema Nacional do
Meio Ambiente.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
INSTRUMENTOS
O SISNAMA hoje, está constituído da seguinte forma:
 Órgão Superior (Conselho de Governo);

 Órgão Executivo e Deliberativo (CONAMA – Conselho


Nacional de Meio Ambiente);
 Órgão -Central – (Ministério do Meio Ambiente, dos
Recursos Hídricos e da Amazônia Legal);
 Órgão Executor – (IBAMA – Instituo Brasileiro do Meio
Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis);
 Órgãos Seccionais – (órgãos e entidades da administração
pública direta e indireta, fundações do Poder Público, órgãos
e entidades estaduais);
 Órgãos Locais – (órgãos municipais responsáveis pelo
controle e fiscalização de atividades impactantes).
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
INSTRUMENTOS

Conceito

 Tratam-se de conjuntos de atividades de


caracterização, análise, avaliação e planificação,
destinadas a estabelecer a viabilidade ambiental
da implantação, operação e manutenção de um
projeto de empreendimento em uma região.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
INSTRUMENTOS

A legislação brasileira relacionada ao meio


ambiente e à gestão ambiental é abrangente,
atualizada em relação aos acordos
internacionais do país e completa quanto aos
aspectos ambientais considerados.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
INSTRUMENTOS

 Existem diversas dificuldades para a


implementação completa das leis ambientais
nas diferentes esferas de poder,
principalmente por questões políticas e
pressões de setores econômicos que lucram
com a degradação ambiental e o mau
gerenciamento de suas atividades.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
PRINCIPAIS INSTRUMENTOS

A insuficiência de recursos humanos em


muitos órgãos ambientais gestores e
fiscalizadores também contribuem para o não
cumprimento adequado das leis de proteção
ambiental.

 Lei 6.938/1981 – Política Nacional de Meio


Ambiente: regulamenta o artigo 23, incisos VI e
VII da Constituição Federal de 1988, dispõe sobre
os fins e mecanismos necessários à melhoria e
recuperação da qualidade de vida.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
PRINCIPAIS INSTRUMENTOS
 Lei 7.797/1989 – Cria o Fundo Nacional de Meio
Ambiente .
 Decreto 99.274/1990 – Regulamenta a Política
Nacional de Meio Ambiente – lei 6.938/1981 e
dispõe sobre a criação de Estações ecológicas e
Áreas de Proteção ambiental previstas na Lei
6.902/1981.
 Lei 9.433/1997 – Política Nacional de Recursos
Hídricos: regulamenta o artigo 21, inciso XIX da
Constituição Federal. Estabelece o Sistema
Nacional de Gerenciamento dos Recursos
hídricos
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
PRINCIPAIS INSTRUMENTOS
 Decreto 4.613/2003 – Regulamenta o Conselho
Nacional dos Recursos Hídricos, suas
competências e composição;
 Lei 9.605/1998 – Lei dos Crimes Ambientais -
estabelece as sanções penais e administrativas ;
 Decreto 3.179/1999 – Regulamenta a Lei dos
Crimes Ambientais – Lei 9.605/1998 e especifica
as sanções aplicáveis às condutas e atividades
lesivas ao meio ambiente
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
PRINCIPAIS INSTRUMENTOS
 Lei 9.795/1999 – Política Nacional de Educação
Ambiental – PNEA: inclui a educação ambiental
inter, multi e transdisciplinar no ensino formal;
 Decreto 4.281/2002 – Regulamenta a Política
Nacional de Educação Ambiental ;
 Lei 9.666/2000 – Sobre a prevenção, controle e
fiscalização dos lançamentos de óleos e
substâncias perigosas ou nocivas nas águas
nacionais;
 Lei 9.985/2000 – Sistema Nacional de Unidades
de Conservação da Natureza;
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
PRINCIPAIS INSTRUMENTOS

 Instrução Normativa 02/2014 do Ministério do


Meio Ambiente: estabelece os procedimentos para
a integração, execução e compatibilização do
Sistema de Cadastro Ambiental Rural – SICAR e
define os procedimentos gerais para a execução
do Cadastro Ambiental Rural – CAR.
Sistema de Gestão
Ambiental
IMPLANTAÇÃO
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
A NORMA ISO 14001

Tendo como finalidade a prevenção dos danos ambientais em


razão dos processos produtivos e dos produtos colocados no
mercado, a empresa parte em busca de sua certificação na
Norma ISO 14001, através da implantação de um Sistema de
Gestão Ambiental (S.G.A) efetivo.

- Estabelecer, manter e melhorar continuamente seu S.G.A.,


através do estabelecimento e revisão dos seus objetivos e
metas ambientais;
- - Prevenir a poluição e otimizar a utilização dos recursos
materiais, com a redução dos seus impactos ambientais
significativos;
- - Atender aos requisitos legais, normas ambientais
aplicáveis e outros requisitos pertinentes.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
MODELO PDCA

Revisão do Política
Gerenciamento Ambiental

Checagem da
Planejamento
Ação Corretiva

Implementação
e Operação
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
PLANEJAMENTO (1º ETAPA)

• Levantamento dos aspectos e impactos


Nessa etapa, a empresa identifica os elementos das atividades,
produtos e serviços desenvolvidos por ela, que podem interagir com
o meio ambiente.
• Requisitos legais
A Constituição Federal Brasileira de 1988 deu grande destaque à
preservação ambiental. Ela trouxe, implicitamente, a máxima de
que é preciso aprender a conviver harmoniosamente com o meio
ambiente.
• Objetivos e metas do S.G.A. E plano de gestão ambiental
Para a elaboração do P.G.A. requer-se a identificação precisa dos
processos, matérias primas e insumos energéticos utilizados na
instalação; e dos resíduos sólidos, efluentes e emissões gerados.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO (2º ETAPA)
• Estrutura e responsabilidade
A eficácia do S.G.A. dependerá do comprometimento de todos os
empregados da empresa. A Norma ISO 14001 (1996), recomenda
que o comprometimento comece nos níveis gerenciais mais
elevados da organização.
• Treinamento, conscientização e competência
Para a obtenção de sua certificação ambiental é imprescindível a
participação de todos os setores da empresa, nesta perspectiva, a
educação ambiental, sob a forma de treinamento exerce importante
papel no que se refere a conscientização ambiental entre os
membros da organização.
• Comunicação
Outro aspecto importante a ser considerado para eficiência do
S.G.A. é a implementação de um sistema de comunicação entre os
diferentes níveis da empresa.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO (2º ETAPA)
• Documentação do S.G.A.
A ISO 14001 (1996), recomenda que o detalhamento da
documentação seja suficiente para descrever os elementos
principais do S.G.A. e sua interação, fornecendo orientação sobre
fontes de informações mais detalhadas, sobre o funcionamento de
partes específicas do sistema de gestão ambiental.
• Controle operacional
O controle operacional tem como objetivo a identificação das
operações e atividades associados aos seus impactos ambientais
significativos, conforme estabelecido na política ambiental, nos
seus objetivos e metas.
• Controles emergenciais e responsabilidades
A norma ISO 14001 (1996), propõe que a organização deve
estabelecer e manter procedimentos para identificar o potencial e
atender a acidentes e situações de emergência, bem como para
prevenir e mitigar os impactos ambientais que possam estar
associados a eles.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
VERIFICAÇÃO DA AÇÃO CORRETIVA(3º ETAPA)

• Monitoramento e medição
A empresa elaborou procedimentos e documentou-os, a fim de
facilitar o processo de monitoramento e medição, de suas
principais atividades que possam causar impactos significativos no
meio ambiente.
• Não conformidade e ação preventiva
Caso sejam observadas não conformidades com a norma ISO
14001, devem ser adotadas ações que minimizem os impactos, por
meio da execução de ações preventivas e/ou corretivas adequadas.
Neste caso caberá ao departamento responsável pela manutenção
do S.G.A., a adoção das medidas pertinentes.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
VERIFICAÇÃO DA AÇÃO CORRETIVA(3º ETAPA)

• Registros do S.G.A.
A ISO 14001 (1996), recomenda que o detalhamento da
documentação seja suficiente para descrever os elementos
principais do S.G.A. e sua interação, fornecendo orientação sobre
fontes de informações mais detalhadas, sobre o funcionamento de
partes específicas do sistema de gestão ambiental.
• Auditoria do S.G.A.
O controle operacional tem como objetivo a identificação das
operações e atividades associados aos seus impactos ambientais
significativos, conforme estabelecido na política ambiental, nos
seus objetivos e metas.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
ANÁLISE CRÍTICA DO SISTEMA (4º ETAPA)

A análise crítica do S.G.A pela alta administração sucederá a


realização da auditoria ambiental, tendo como objetivo abordar a
necessidade de alteração da política ambiental, objetivos e outros
elementos do S.G.A, garantindo assim a busca pela melhoria contínua
como forma de assegurar o aperfeiçoamento do desempenho ambiental
da empresa.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
VANTAGENS
Na implantação de um sistema de gestão
ambiental, existe uma série de vantagens
 A criação de uma imagem verde;

 Acesso a novos mercados;

 Redução de acidentes ambientais e custos de


remediação, conservação de energia e recurso
natural;
 Menor risco de sanções do Poder Publico,
redução de perdas e desperdício, maior economia
e facilitação ao acesso de financiamento.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
ISO 14001 NA FIAT

A Fiat Automóveis foi a primeira fábrica de automóveis leves e de


passeio do país a conquistar a ISO 14001.

Desde 1994, ano em que foi implantado o Sistema de Gestão


Ambiental (SGA), a Fiat registra queda contínua dos indicadores de
geração de resíduos, consumo de água e de energia, por veículo
produzido:

• Consumo de energia elétrica:


De 1994 a 2013 – redução de 55% (kWh/veículo)
• Consumo de água:
De 1994 a 2013 – redução de 68% (m³/veículo)
• Geração de resíduos:
De 1994 a 2013 – redução de 51% (Kg/veículo)
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL

Se um país importador
estabelecer restrições sobre
os seus processos produtivos,
ele também se sentira no
direito de aplicar regras de
proteção, impedindo assim a
entrada de bens que não
sejam produzidos de acordo
com os mesmos critérios
exigidos para eles.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
IMPLANTAÇÃO

Dependendo do ramo empresarial, a implantação do


SGA, a empresa obtêm melhoria nas condições de
trabalho, como por exemplo, melhoria de odores
desagradáveis, diminuição de materiais particulados,
alem de melhorar a qualidade dos circunvizinhos.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
IMPLANTAÇÃO

Há uma vasta gama de possibilidades e de modelos de


desenvolvimento destinados a auxiliar na
implementação dos requisitos constantes da Norma
ISO.
De uma forma geral, a concepção é básica, ou seja, a
Norma visa tornar possível sua aplicação a qualquer
tipo e /ou tamanho de organização, razão pela qual não
há como estabelecer quaisquer formas pré-definidas e
específicas para o desenvolvimento de um SGA.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
IMPLANTAÇÃO

Dada a diversidade de
culturas organizacionais e de
meios de produção de bens e
de serviços, considera-se que
dificilmente será possível
adotar uma prática que possa
ser aceita como única e
universal, levando a norma a
apresentar tal abrangência.
Sistema de Gestão
Ambiental
TIPOS DE NORMAS
NORMAS
SGA
ISO 14000

 OBJETIVO:

 fornecer assistência para as organizações na


implantação ou no aprimoramento de um
Sistema de Gestão Ambiental (SGA).
 Implementar a definição e realização de uma
politica ambiental.
 Identificar, examinar e avaliar de forma
sistemática as mudanças ambientais causadas
por elementos de produtos, serviços ou atividades
da organização.
SERIE ISO 14000
 Iso 14001 - trata do SGA, sendo direcionada a
certificação por terceiras partes.
 Iso 14004 - trata do SGA, sendo destinada ao uso
interno da empresa.
 Iso 14010 - são normas sobre as auditorias
ambientais.
 Iso 14031 - são normas sobre desempenho
ambiental.
 Iso 14020 - são normas sobre rotulagem
ambiental.
 Iso 14040 - são normas sobre a analise do ciclo de
vida.
VANTAGENS

 Garantia de implementação politica.


 Consistência mundial para competição
internacional.
 Custos reduzidos.

 Melhoria da imagem publica.


POLÍTICA AMBIENTAL

 Adequada à natureza, escala e impactos


ambientais
 Comprometida com a melhoria contínua e com a
prevenção da poluição
 Comprometida com a legislação

 Fornecedora de estrutura para o estabelecimento


de objetivos e metas ambientais
 Disponível ao público

 Disponível ou clara aos colaboradores.


PLANEJAMENTO
 Aspectos ambientais
 Requisitos legais

 Objetivos e metas

 Programas de gestão ambiental


IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO
 Estrutura e responsabilidade
 Treinamento conscientização e competência

 Comunicação

 Documetação do sistema de gestão ambiental

 Controle de documentos

 Controle operacional

 Preparação e atendimento a emergencias


VERIFICAÇÃO E AÇÃO CORRETIVA
 Monitoramento e medição
 Não conformidades e ações corretivas e
preventivas
 Registros

 Auditoria

 Analise critica pela administração


REFERENCIAS
 ABNT - Associação Brasileira de Normas
Técnicas. Sistemas de Gestão Ambiental –
Especificação e diretrizes para uso. Rio de
Janeiro: ABNT. Out/1996. 14p.
 Internet: http://www.qsp.com.br
 CAJAZEIRA, J.E.R. ISO 14000: manual de
implementação.. Rio de Janeiro: Qualitymark
editora, 1997. 117p.
 SILVA, A.R. da. ISO 14000. In: Seminário da
Associação dos Especialistas em Qualidade Total do
Estado de São Paulo: Piracicaba. Jun.1998.
 SILVA, A.R. da. ISO 14000: Normas para Gestão
Ambiental. NOTESALQ. Piracicaba: ESALQ,
out/1998.