Você está na página 1de 21

VALORES E ATIVIDADE

CIENTÍFICA
Hugh Lacey
Disciplina: Fundamentos epistemológicos da educação
científica e tecnológica

Adriano Mesquita
Ana Paula Grimes
Iara Campetrini
Sucesso da Ciência

Ciência livre de valores

IMPARCIALIDADE NEUTRALIDADE AUTONOMIA

Alguma dessas teses se confirma?


01
Tem por objetivo obter teorias que expressem
entendimento empiricamente fundamentado e bem
confirmado a respeito dos fenômenos, tendo em

ATIVIDADE vista suas aplicações práticas (quando apropriado),


de modo que as teorias obtidas sejam aceitas para
CIENTÍFICA domínios de fenômenos cada vez maiores, e que
nenhum fenômenos significativo na experiência
humana ou na prática da vida social fique, em
princípio, fora do alcance das investigações
científicas (LACEY, 2010, p.17)

03
A palavra valor pode ter uma variedade de usos e
pode se referir a diversas práticas da atividade
humana. O próprio reconhecimento do que vem a

VALORES ser a palavra valor para uma pessoa vai depender


do conjunto de valores que ela sustenta.

Lacey considera que os valores desempenham um


papel causal no comportamento humano;

03
03
CARDOSO, 2017.
VALORES
H. Lacey faz distinções entre valores pessoais,
valores sociais e valores cognitivos.

Os valores pessoais envolvem crenças que


levam pessoas a fazerem determinadas
escolhas em detrimento de outras estando
ligadas aos sentimentos, emoções e desejos;

Instituições sociais incorporam valores


pessoais;

04
SOCIAIS
VALORES COGNITIVOS

Critérios a serem satisfeitos


• Uma ordem social é marcada
para uma boa teoria científica:
pelos valores pessoais que
são incorporados por ela.
• Adequação empírica;

• Se manifestam nos
• Consistência;
programas, nas leis e
políticas de uma sociedade e
• Simplicidade;
expressos nas práticas cujas
condições eles proporcionam
• Fecundidade;
e reforçam.

• Poder explicativo; 04
IMPARCIALIDADE

Valores sociais

Valores cognitivos

02
A imparcialidade é um
ideal factível

06
VALORES DO PROGRESSO
TECNOLÓGICO

Controle sobre os
objetos naturais Criação de novas
torna-se em si tecnologias
mesmo um valor

Controle enquanto
Perturbação social característica
em benefício do humana – virtudes
progresso pessoais

13
Justificativas racionais para adoção dos valores do
progresso tecnológico

• O avanço tecnológico serve ao bem-estar dos seres


humanos em geral;

• Soluções tecnológicas podem ser encontradas


inclusive para os efeitos colaterais da própria
tecnologia;

• Desejo por parte de todos que tomam contato com


seus produtos;

• Não se enxerga outras possibilidades para


perspectivas de valor;

• Objetos naturais não são em si objetos de valor.


10
ESTRATÉGIAS DESCONTEXTUALIZADAS

Guia para o desenvolvimento da Nesse tipo de estratégia


ciência. materialista/descontextualizada,
os fenômenos são abstraídos de
Define os tipos de teorias que qualquer inserção na experiência
podem ser consideradas e humana.
selecionam os tipos de dados
Estão atreladas aos valores do
empíricos relevantes
progresso tecnológico.
para a comprovação das teorias
(restrição e seleção).
Não tem por objetivo o bem
O exemplo dos transgênicos.
estar social.
05
São fecundas;
Por que conceder privilégios às
Reforçam os valores do progresso
estratégias materialistas? tecnológico;

11
MULTIPLICIDADE DE ESTRATÉGIAS

Neutralidade – deseja minimizar a probabilidade de que um


conjunto de valores seja preponderante no direcionamento da
pesquisa científica.

A tradição dominante julga que para que isso ocorra a ciência deve
ser conduzida segundo estratégias materialistas/descontextualizadas.

17
Valores sociais e cognitivos em
diferentes momentos….
❑Primeiro momento: que caracterísiticas as teorias
devem possuir para serem provisoriamente
consideradas?
❑Estratégias e valores sociais ocupam um papel-chave;
❑ Neutralidade da ciência negada;

❑Segundo momento: quais das teorias devem ser


aceitas?
❑Papel dos valores cognitivos;
❑Imparcialidade da ciência mantida; 14
Pesquisas segundo
estratégias materialistas

Como podemos maximizar a


produção de alimentos em
condições materiais ótimas?
Pesquisas segundo outros
tipos de estratégias

Como podemos produzir


alimentos de forma que
todas as pessoas numa dada
região tenham acesso a um
a dieta bem equilibrada e de
forma que a estabilidade 12
Biotecnologia x Agroecologia

Ao invés de abundância, restou ao Punjab um solo enfermi, campos


infectados por pestes, desertos encharcados, agricultores endividados e
descontentes…conflitos e violência… [A] fragmentação e o colapso étnicos
e ecológicos estão intimamamente vinculados entre si e constituem uma
parte intrínseca de uma política de destruição planejada da diversidade
na natureza e na cultura com vistas à instituição da uniformidade
requerida pelos sistemas de gerenciamen to cental (SHIVA, 1991a, p.12,24
apud LACEY, 2008, p.185)

13
AUTONOMIA

A autonomia acarreta que as práticas


científicas devem ser conduzidas livres de
qualquer interferência externa e, nas versões
contemporâneas, ao mesmo tempo, que elas
devem ser patrocinadas com os recursos
necessários pelas várias instituições públicas e
particulares tal que os cientistas possam
continuar em seu objetivo de obter e confirmar
o entendimento de fenômenos do mundo, em
conformidade com a imparcialidade e a
neutralidade (MARICONDA; LACEY, 2001).

15
CONCLUSÃO

20
QUESTÕES

❑ Podem os valores cognitivos serem realmente separados dos demais


valores? Há, de fato, exclusão de valores sociais na escolha entre
teorias concorrentes?

20
OBRIGADO !