Você está na página 1de 13

Eb1 do Mucifa

O Nursi correu… correu… até encontrar um grande


arbusto para se esconder. Ele tremia por todo o lado, que até
se ouviam os dentes a bater.

Ficou lá até ganhar coragem para


espreitar e ver se realmente existia o
monstro.
Eb1 do Mucifa

Andou um pouco para ganhar coragem, voltou-se e espreitou. E


voltou a espreitar.
Viu que não havia nenhum monstro. Era só imaginação sua. Mas
mesmo assim, não estava descansado. Voltou a correr e a brincar,
mas sempre a olhar para trás desconfiado de que havia alguém a
segui-lo.
Eb1 do Mucifa

Aproveitou então para se distrair, apreciando a bela paisagem que o


rodeava.
- A Natureza é mesmo linda! - pensou ele. Vou deixar-me de imaginações
e apreciar o que é real.

Mesmo ali ao pé do grande


arbusto, onde Nursi se encontrava,
havia um enorme lago, cheio de
nenúfares verdes.
À volta do lago, havia um jardim
que parecia não terminar. Estava
repleto de variadíssimas flores de
todas as cores e aromas:
hortênsias, dálias, orquídeas,
malmequeres e até mesmo
papoilas. Cada uma mais viçosa do
que a outra e estavam rodeadas de
lindas borboletas.
Eb1 do Mucifa
De seguida, Nursi foi procurar a sua mamã para não ter mais medo
de monstros.
Encontrou à beira do lago a foquinha Crac.
O urso Nursi perguntou-lhe:

- Viste a minha
mamã? Ela foi pescar
e ainda não voltou.
- A tua mamã não
passou por aqui. -
disse a foca Crac. Se
quiseres, eu ajudo-te
a procurar a tua mãe.
-Vamos procurá-la!
Eb1 do Mucifa

Eles foram então procurar a mãe ursa.


Depois de um longo caminho, ouviram ao longe ruídos que mais
pareciam gargalhadas. Com medo esconderam-se os dois numa gruta.

A foca Crac foi ver o que se


passava.
Nursi encheu-se de coragem, saiu
da gruta e viu ao longe a foca Crac a
brincar com oito animais castanhos e
estranhos.
Ao aproximar-se viu as oito renas
do Pai Natal.
E todos juntos divertiram-se muito
com as histórias do Pai Natal.
A mãe ursa apareceu no fim do
dia com a comidinha para todos.
Eb1 do Mucifa

- Mamã, mamã, não vais acreditar no que me aconteceu hoje! Eu enfrentei


os meus medos! Consegui perder o medo dos monstros. - disse o urso Nursi.
-Ai foi!? Vou fazer uns biscoitos para festejar a tua coragem!

A foquinha Crac ficou muito


feliz pois o pequeno ursinho
perdeu o medo. O papá e a
mamã urso também ficaram
muito felizes.
- Crac, amanhã vamos viver
mais uma aventura? - perguntou
o urso Nursi.
- Claro que vamos! -
respondeu a foquinha.
Eb1 do Mucifa
O Nursi e a Crac um dia partiram para um passeio.
-Tenho medo. -Disse o Nursi.
-Não te preocupes Nursi. Não há monstros. -Disse a Crac que era
uma foca pequenina.

-Pois não! É melhor não ter


medo pois vou ser um urso muito
grande como a minha mamã e o
meu papá. Não vou ter medo!
Esta história é que diz que eu sou
medroso, mas eu não sou. -disse
o Nursi.

-Mas… Pensando melhor, é bom termos cuidado porque ainda somos


pequeninos. No pólo Norte há outros animais perigosos.-disse a foquinha Crac.
-Olha Crac, eu estou a ouvir barulhos estranhos … e sombras. Vamos fugir! -
disse o ursinho Nursi.
Eb1 do Mucifa

No dia seguinte, logo muito


cedo, partiram os dois para o
bosque. Nunca ninguém lá tinha
entrado, pois ouviam risos e
gritos de monstros.
Nursi viu o Cleo, o seu novo
amigo urso pardo.
Foram todos até ao bosque.

O urso Nursi antes de entrar


estava cheio de medo, mas disse:

-Eu sou forte. Vou conseguir entrar no bosque e caçar o monstro.


Entraram e começaram a ouvir gritos.
- Quem será que faz isto? Monstros? - perguntaram eles.
Eb1 do Mucifa
O Nursi ficou cheio de medo e disse:
- Crac, o que achas que são estes gritos?
- Eu acho que são uns animais que vivem aqui.
Os amigos ficaram assustados, mas continuaram a andar.

- Olá!
- Está aí alguém? –
perguntou o Cleo, o urso
pardo.
De repente parou toda
a gritaria e o Nursi ficou
ainda mais assustado e
disse:
- Cleo, eles ouviram-te!
Eb1 do Mucifa
O Cleo respondeu:
- Acho que não me ouviram.
Nursi disse:
- Vamos ser fortes e perder o medo! Vamos ver o que é?

Eles seguiram em
frente. Viram dois pinguins
pequeninos que tinham
fome pois os pais os
abandonaram.
Os amigos, muito
assustados, foram chamar a
mãe ursa. Ela foi ver o que
se passava. Então eles
agarraram nos dois pinguins
e deram-lhes comida.
Ficando mais tarde
grandes amigos.
Fim
História e Imagens dos alunos
do 2ºano:

Maria Dinis Jéssica


Madalena David
Gonçalo João
Nuno Miguel
Bianca Diogo

Eb1 do Mucifal
Abril de 2009