Você está na página 1de 23

O Microscópio Óptico Composto

A História do Microscópio

 Robert Hooke, estudioso inglês, foi o primeiro (em 1665) a observar


células. Para tal valeu-se de um rudimentar microscópio, idealizado anos
antes por um outro estudioso, Anthony Van Leeuwenhoeck.

 Hooke observou cortes finos de cortiça, que se


apresentavam ao microscópio com um aspecto
similar a pequenos favos de mel empilhados.
A cada um destes favos Hooke atribuiu a
designação de cellulae (células).

Page  2
A História do Microscópio

 Cerca de dez anos mais tarde o próprio Leeuwenhoeck


observou pequenos seres vivos, que designou por
“protozoários”, aos quais mais tarde foi dada a
designação de bactérias.
Page  3
O MICROSCÓPIO ÓPTICO COMPOSTO

Page  4
MICROSCÓPIO - CONSTITUIÇÃO

Ocular
Tubo ou Canhão
Revólver
Coluna ou Braço Objectivas
Pinças Platina

Condensador
Parafuso macromético Diafragma

Parafuso micromético Fonte luminosa


Pé ou base

Page  5
Oculares

Ampliam a imagem
fornecida pelo sistema
de objetivas.

Page  6
Canhão ou tubo

Serve de
suporte ao
sistema ocular

Page  7
Platina

Serve de suporte à
preparação a observar.
Tem uma abertura na parte
central (janela da platina).
Page  8
Revólver

Serve de suporte às
objetivas e permite
a sua mudança.
Page  9
Coluna ou Braço

Serve de
suporte à
platina e ao
revólver.
Page  10
Objetivas

Amplia a imagem
do objeto que está
a ser observado.

Page  11
Condensador

Distribui regularmente no
campo da preparação a
luz que atravessa o
Page  12 diafragma
Diafragma

Regula a intensidade da luz


que incide na preparação.

Page  13
Fonte de Luz

Page  14
Parafusos Macrométrico e
Micrométrico

Permite movimentos (de maior


ou menor amplitude) de
aproximação ou afastamento
entre a preparação e as
Page  15
objetivas.
Base ou pé

Constitui a base de
suporte de todos os
elementos do
microscópio.
Page  16
O MICROSCÓPIO ÓPTICO COMPOSTO

Serve para ampliar um objeto.

Funciona com um conjunto de lentes (ocular e


objetiva) que ampliam a imagem.

A iluminação é natural ou artificial.

É constituído por uma parte mecânica (Tubo ou Canhão; Braço ou


que
Coluna; Parafuso macro e micrométrico; Pé ou Base; Revólver; Pinças e Platina)
suporta e permite controlar uma parte óptica que
amplia as imagens (Ocular; Objetivas; Condensador; Diafragma e Fonte de
iluminação)
Page  17
Manuseamento do Microscópio Ótico
Composto (MOC) antes da sua utilização

O microscópio é um aparelho de precisão, valioso, que


deves manusear com o máximo cuidado.

1. Antes de pegares na caixa do microscópio verifica se esta se


encontra bem fechada. Segura-a cuidadosamente.

2. Retira o microscópio da caixa e transporta-o para a tua mesa


de trabalho, colocando uma das mãos na base e outra no braço
ou coluna (figura 1).

3. Deves colocar o aparelho afastado da extremidade da mesa de


trabalho e longe de líquidos, humidade e vapores dos reagentes
utilizados no laboratório.
Figura 1 - Transporte do MOC

4. Se necessário, limpa as lentes do microscópio com materiais


macios (pano limpo que não largue pelo) e em movimentos
circulares.

Page  18
Focagem dos objetos a observar ao
Microscópio Ótico Composto (MOC)

1. Verifica se a objetiva de menor ampliação está


devidamente colocada.

2. Coloca a preparação na platina e, após estar


centrada, prende-a com as pinças.

3. Aproxima a platina da objetiva utilizando o parafuso


macrométrico.

4. Olha pela ocular e vai afastando a platina da objetiva


até que o material a observar fique bem visível no
campo visual do microscópio (figura 2).

5. Utiliza o parafuso micrométrico para focar, de modo a


obteres uma imagem mais nítida. Para focares noutra Figura 2 - A observação microscópica deve
ser feita através da ocular.
ampliação, roda o revólver de modo a colocares a
objetiva de ampliação superior.

Page  19
Manuseamento do Microscópio Ótico
Composto (MOC) após a sua utilização

1. Descer a platina e retirar a preparação.

2. Colocar a objetiva de menor ampliação no


alinhamento do canhão.

3. Desligar a fonte de luz.

4. Proteger o MOC com a capa plástica e


guardá-lo na respetiva caixa (Figura 3).
Figura 3 - Após ser utilizado, o MOC deve
ser guardado na respetiva caixa.

Page  20
CARACTERÍSTICAS DA IMAGEM

Page  21
CARACTERÍSTICAS DA IMAGEM

Antes

 Ampliada
Depois  Simétrica
 Duplamente
Invertida
 Virtual

Page  22
OBSERVAÇÕES AO M.O.C.

Diatomáceas Ovo em
Volvox desenvolvimento

Page  23
Amiba Raiz de um cabelo
Protozoários