Você está na página 1de 4

Coordenação Nacional para as Doenças

PNS Cardiovasculares (CNDCV)

Apresentação do programa nacional


(o que é, responde a.. como foi elaborado, visão, missão, objectivos, eixos
estratégicos, estrutura…)

O PNS 2012-2016 está na continuidade do PNS 2004-2010, sendo um


documento de orientação estratégica, política, técnica e financeira do
Sistema de Saúde. De uma forma geral, pretende maximizar os ganhos em
saúde, através do alinhamento em torno de objetivos comuns, a
integração de esforços sustentados de todos os sectores da sociedade, e
da utilização de estratégias assentes na cidadania, na equidade e acesso,
na qualidade e nas políticas saudáveis (visão do PNS). Uma das suas
missões é enquadrar e articular os vários níveis de decisão estratégica e
operacional em torno dos objetivos do Sistema de Saúde.
O PNS assume os mesmos valores fundamentais dos sistemas de saúde
europeus: universalidade, Acesso a cuidados de qualidade; Equidade;
Solidariedade; Justiça Social; Capacitação do cidadão; Prestação de
cuidados de saúde centrados na pessoa; Respeito; Solicitude; Decisão
apoiada na evidência científica. Alguns dos pressupostos do PNS são que
o PNS é instrumento de estratégia enquadrador dos níveis de
planeamento nacionais, regionais, locais e institucionais com impacto
direto na saúde e que deve constituir-se como referência e influência para
os vários espaços de planeamento infra e suprajacentes, bem como deve
ser influenciado por estes, nomeadamente a Comissão Europeia, a OMS e
Para cumprir a sua visão e a missão, o PNS assume-se como um modelo conceptual com duas dimensões:
Intrínseca (que engloba Reforço estratégico do Sistema de Saúde; Definição, evidência e concretização das
orientações estratégicas) e Extrínseca (que engloba Eixos Estratégicos; Objetivos do Sistema de Saúde; Políticas
Transversais; Processos e Instrumentos de Operacionalização).

Os EIXOS ESTRATÉGICOS são perspetivas do âmbito, responsabilidade e competência de cada agente do


Sistema de Saúde (cidadão, profissional de saúde, gestor e administrador, representante de grupos de interesses,
empresário, decisor político), cuja melhoria exige reconhecer a sua interdependência, reforçando a perspetiva de
Sistema de Saúde. Retornam ganhos, melhoram o desempenho e reforçam o alinhamento, a integração e a
sustentabilidade do Sistema de Saúde, bem como a capacidade de este se desenvolver como um todo.
São considerados quatro Eixos Estratégicos
Cidadania em Saúde;
Equidade e Acesso adequado aos Cuidados de Saúde;
Qualidade em Saúde;
Políticas Saudáveis.

As Políticas Saudáveis são políticas do governo, autarquias e outros sectores que definem prioridades e
parâmetros para a ação: i) na resposta a necessidades de saúde; ii) na distribuição de recursos para a saúde; iii) na
potencialização de impactos positivos para a saúde, Consubstanciam-se em medidas legislativas, de
regulamentação, normativas, administrativas ou outras que visem criar condições ambientais, socioeconómicas e
culturais favoráveis à saúde individual e coletiva. Estas medidas devem contribuir para facilitar as escolhas
saudáveis por parte dos cidadãos, tornando-as mais acessíveis a todos (WHO Declaração de Adelaide, 1988). . na
mitigação de impactos negativos e na resposta a outras prioridades políticas (Glossary, WHO 1998).
Consubstanciam-se em medidas legislativas, de regulamentação, normativas, administrativas ou outras que visem
criar condições ambientais, socioeconómicas e culturais favoráveis à saúde individual e coletiva. Estas medidas
devem contribuir para facilitar as escolhas saudáveis por parte dos cidadãos, tornando-as mais acessíveis a todos
(WHO Declaração de Adelaide, 1988).
O PNS define objetivos finais do Sistema de Saúde.
Estes objectivos e asseguram que Os valores e princípios
são concretizados de forma objetiva e avaliável; O Sistema
de Saúde está orientado para a obtenção de resultados de
forma integrada, alinhada e aberta, dispondo de
instrumentos e processos adequados para esse efeito;O
Sistema de Saúde promove as garantias de resposta,
efetividade, proteção, solidariedade e inovação esperadas e
é valorizado pela sua capacidade. São eles: obter ganhos
em saúde, promover contextos favoráveis à saúde ao
longo do ciclo da vida, reforçar o suporte social e
económico na saúde e na doença E fortalecer a
participação de portugal na saúde global.
Complementaridade entre PNS e programa doenças
cardiovasculares
Objectivo: promover contextos favoráveis à
saúde ao longo do ciclo de vida
O Sistema de Saúde assume a responsabilidade de promover e preservar a saúde,
reconhecendo o potencial individual, ao longo do ciclo da vida, em cada momento
e contexto.
Para cumprir este objectivo, o PNS preconiza que:
• a nível político devem desenvolver referenciais e orientações …,
• a nível organizacional, as instituições devem desenvolver a responsabilidade
social das instituições e dos seus profissionais pela criação de oportunidades de
saúde e por escolhas saudáveis, promoção de uma cultura salutogénica e pelo
desenvolvimento de relações e iniciativas interinstitucionais e intersectoriais com
vista à promoção da saúde e prevenção da doença,
• na sua prática, os profissionais de saúde devem incorporar aspetos da saúde e do
bem-estar dos cidadãos e das populações na missão da sua atividade profissional,
numa perspetiva de agente do Sistema de Saúde, com capacidade e
responsabilidade por produzir e/ou proteger a saúde,
• a nível individual, os cidadãos devem compreender o seu potencial de saúde, os
determinantes de saúde e especificidades próprias associadas à sua fase de ciclo
de vida e contexto, e desenvolver conhecimentos, atitudes, competências e
responsabilidade que promova a saúde e previna a doença do próprio, das suas
famílias, das comunidades e do contexto em que participa.