Você está na página 1de 38

SISTEMA RESPIRATÓRIO

Pelos, cílios e células


Limpeza caliciformes, macrófagos
alveolares
Condução do ar Aquecimento/resfriamento
Umidificação
Glândulas, céls. caliciformes
Trocas gasosas (hematose)
Vasos sanguíneos.
Funções Fonação, olfação, regulação de temperatura
Equilíbrio ácido/base, excreção de drogas

Histamina, prostaglandinas E e F,
Substâncias químicas Calicreína (vai para a circulação)

Prostaglandinas E e F, serotonina
bradicinina, norepinefina
(removidas da circulação)
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Constituintes:
• Porção condutora
– Cavidade nasal
– Nasofaringe
– Laringe
– Traquéia
– Brônquios
– Bronquiolos

• Transportam, filtram, umedecem e aquecem


o ar antes que ele alcance a porção
respiratória.
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Constituintes:

• Porção respiratória
– Porção de transição
Bronquíolos respiratório

– Porções terminais da árvore


brônquica e alvéolos

• Trocas gasosas- Hematose


SISTEMA RESPIRATÓRIO
Região vestibular (1)
Porção
Condutora Região respiratória (2)

Região olfatória (3)

(3)
(2) (1)
SISTEMA RESPIRATÓRIO
• Vestíbulo*
– Porção anterior e mais dilatada das narinas
– Mucosa
• Epitélio estratificado pavimentoso não queratinizado
• Lâmina própria/Submucosa de tecido conjuntivo
• Pêlos (vibrissas): primeira barreira à entrada de
partículas de pó para a cavidade nasal.
• Glândulas sebáceas e sudoríparas
• Apoio sobre cartilagem hialina/osso

*
SISTEMA RESPIRATÓRIO
• Área respiratória *
– Mucosa: epitélio pseudoestratificado cilíndrico
ciliado, com células caliciformes;
– Lâmina própria/Submucosa fibrosa com
glândulas seromucosas;
– Apoio sobre cartilagem hialina
ou osso;

*
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Epitélio Respiratório
Constituído por seis tipos celulares:
• Células basais (células fonte)
• Células caliciformes
• Células em escova
• Células imaturas
• Expansões dendríticas
• Célula cilíndrica ciliada
• Célula granular
• Células endócrinas (APUD)
SISTEMA RESPIRATÓRIO
• Área olfatória : região localizada na parte superior
das fossas nasais – responsável pela sensibilidade
olfativa
• Epitélio olfatório: modificado para funcionar como
receptor das sensações olfativas
• Células basais, células de sustentação, células olfativas
(neurônios bipolares)

*
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Mucosa Olfatória

 Constituído pelo epitélio olfatório localizado na mucosa do teto da


concha nasal superior e septo da cavidade nasal;

 Mucosa mantida úmida pela secreção das glândulas olfatórias;


 Neuroepitélio: células receptoras olfatórias: células bipolares com
dendritos direcionados perifericamente e terminando na forma de
vários cílios (quimioreceptores);

 O nervo olfatório possui apenas o componente sensitivo (via


aferente especial);

 Células olfatórias  fibras nervosas passam pela área crivosa


do osso etmóide  bulbo olfatório  nervo olfatório, tratos e
estrias olfatórias até áreas da amídala corticomedial;
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Mucosa Olfatória

Epitélio olfatório

Epitélio pseudoestratificado cilíndrico


SISTEMA RESPIRATÓRIO
Mucosa Olfatória
Epitélio olfatório
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Mucosa Olfatória
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Seios paranasais
• Espaços aéreos no interior dos ossos:
– Frontal, maxilar, etmóide, esfenóide do crânio
• Revestidos pela mucosa respiratória
– Epitélio cúbico, pavimentoso ou prismático ou
pseudorespiratório com poucas células caliciformes
– Lâmina própria com poucas e pequenas glândulas. Muco
drenado para as fossas nasais
• *sinusite
SISTEMA RESPIRATÓRIO

Nasofaringe
Laringe
Porção
condutora Traquéia
Brônquios
extrapulmonares
SISTEMA RESPIRATÓRIO

Nasofaringe
• Primeira porção da faringe, antes do palato
mole;
• Epitélio respiratório exceto na região em
contato com o palato mole onde é substituído
por epitélio estratificado pavimentoso;
• Lâmina própria/submucosa com tonsilas,
tecido linfóide difuso e glândulas;
• Apoio sobre tecido muscular esquelético;
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Laringe
• Produzir som e fechar a traquéia durante a
Corpúsculos gustativos
deglutição.
• Mucosa: Ep. respiratório
– forma dois pares de pregas
• Falsas cordas vocais
– LP frouxa com glândulas
• Cordas vocais verdadeiras
– Músculo intrínseco da laringe
• Lâmina própria rica em fibras elásticas e
glândulas seromucosas.
• Peças de cartilagem hialina e elástica
– Laringite: inflamação dos tecidos, incluindo as
pregas vocais
Laringe
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Traquéia
• Mucosa
– Epitélio respiratório
– Lâmina própria: tecido conjuntivo frouxo rico em
fibras elásticas
– Glândulas mucosas
• Submucosa
– Separada da mucosa pela membrana elástica
– T.C. denso e frouxo com glândulas seromucosas
• Cartilagem hialina
• Em forma de C ou ferradura (musculo liso na
região posterior)
• Adventícia
– T.C. frouxo unindo a traquéia ao esôfago
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Traquéia

Adventícia

Mucosa
C. hialina
Submucosa

Anéis de cartilagem hialina em forma de C


Abertura na região posterior (MM liso)
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Lobos e lóbulos pulmonares
Pulmão Revestido pela pleura visceral
Contém os elementos da árvore brônquica

Brônquios primários
secundários
terciários
Bronquíolos primários
secundários
terciários (transição)
Bronquíolos respiratórios

Ductos alveolares
Sacos alveolares Alvéolos
SISTEMA RESPIRATÓRIO

Pulmão
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Brônquios
• Ramos maiores: mucosa idêntica á traquéia com gândulas
seromucosas

• Ramos menores: redução da altura epitelial, menos céls.


caliciforme e acúmulo de fibras elásticas na lâmina própria

• Diminuição progressiva da submucosa

• Poucas gls. seromucosas

• Peças de cartilagem descontínuas envoltas por tec. fibroso

• BALT: Tecido linfóide associado ao brônquio


SISTEMA RESPIRATÓRIO

Brônquios

Adventícia (T. conj)

Muscular (M. liso)


Peça de
Cartilagem hialina Mucosa
Ep. respiratório
Mucosa

Lam. Própria

Muscular (M. liso)


SISTEMA RESPIRATÓRIO

Brônquios
• Mucosa
– Epitélio respiratório ou cilíndrico simples ciliado
– LP: tecido conjuntivo, fibras elásticas, glândulas, linfoide
• Submucosa
– Glândulas seromucosas
• Muscular
– Feixes de musculatura em espiral entre as peças de
cartilagem e a submucosa
• Peças irregulares de cartilagem hialina.
– Cada peça é envolvida por feixes de fibras de tecido
conjuntivo associadas ao pericôndrio.
• Adventícia contínua com o parênquima do pulmão
SISTEMA RESPIRATÓRIO

Bronquíolos

• Ramificações menores dos brônquios;

• Não apresentam cartilagem, glândulas ou


nódulos linfáticos;

• Epitélio diminui gradativamente de acordo com as ramificações;

• Diminuição de células caliciformes;

• Ausência de submucosa;
• Camada muscular bem desenvolvida;
SISTEMA RESPIRATÓRIO

Bronquíolos Propriamente Dito (*)


• Mucosa
– Ep. Cilindrico simples ciliado ou cúbico simples com ou sem
cílios
– LP sem glândulas e rica em fibras elásticas
• Não há submucosa
• Não há cartilagem
• Feixes de músculo liso em espiral
após a LP (mais desenvolvida que
a dos brônquios) (*)
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Bronquíolo Terminal (*)
• Mucosa
– Ep. Cúbico simples com ou sem cílios
– Menor número de células caliciformes e presença de células
de Clara.
• LP sem glândulas
• Não há submucosa
• Parede fina de músculo liso

(*)
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Bronquíolo Terminal
Células de clara
Células secretoras
– Protegem o epitélio
– Produzem um componente do
material surfactante e
provavelmente regulam o transporte
de íons cloreto
– Degradam toxinas do ar inalado
(enzima P450)
– Dividem-se para regenerar o epitélio
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Bronquíolo Respiratório (*)
• Mucosa
– Ep. Simples cilindrico ou cubico com ou sem cílios
– LP com fibras elásticas
– Muscular bem desenvolvida.
• Paredes são interrompidas por alvéolos

(*)
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Ductos alveolares (*)
• São arranjos lineares de alvéolos
• Parede descontínua
• Epitélio: células cúbicas baixas
• Entre a abertura de dois alvéolos: fibras
colágenas, elásticas e células musculares lisas
formando coxins.

(*)
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Saco alveolar (1) e alvéolos (2)
• Estruturas em forma de saco
• Parede epitelial fina
• Última porção da árvore brônquica: responsáveis
pela estrutura esponjosa do parênquima pulmonar
• Parede alveolar: septo interalveolar

(1) (2)
(2)
SISTEMA RESPIRATÓRIO

Células do septo interalveolar


• Células endoteliais
• Pneumócitos I
– Núcleo achatado, citoplasma extenso, células se
ligam através de desmossomos (impedem o
extravasamento do fluido extracelular para a luz
dos alvéolos).
• Pneumócitos II
– Menos frequentes, célula globosa, núcleo
esférico, citoplasma vacuolizado, microvilos na
superfície
• Corpos lamelares: surfactante (fosfolipideos,
proteínas, glicsaminoglicanos)
• Macrófagos alveolares: células da poeira.
SISTEMA RESPIRATÓRIO

Células do septo interalveolar

Pneumócitos

Macrófagos
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Pneumócitos II
• Surfactante
– Liberada por exocitose
– Reduz a tensão superficial na interface fluido-ar reduzindo a
tendência do alvéolo colapsar ao final da expiração.
• Responsáveis pela manutenção
e reparo do epitélio alveolar após
dano.
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Pneumócitos II
SISTEMA RESPIRATÓRIO
Pneumócitos II
SISTEMA RESPIRATÓRIO

Barreira Hemato-aérea: Separação entre o ar (alvéolos) o sangue (capilares)

Endotélio (vaso) (1)


Lâmina basal (vaso) (2)
4 camadas
Lâmina basal (pneumócito I) (3)
Pneumócito I (4)

(4)
(1)
SISTEMA RESPIRATÓRIO

Pleura e cavidade pleural

Mesoltélio + fina camada de tec. Visceral (continua com o parênquima pulmonar)*


Conj. que reveste o pulmão
Parietal (reveste externamente)**

Se fundem na região do hilo formando a cavidade pleural


*

**

Você também pode gostar