Você está na página 1de 38

Gestão de Terminais e

Armazéns
Unidade 1
Terminais x Armazéns:
Conceituação
Terminais x Armazéns:
conceituação
O que você sabe sobre o tema?
Você conhece as diferenças entre terminais de carga
e armazéns?
Entende a diferença entre estocagem e
armazenagem?
Sabe o motivo para se utilizar armazéns?
Terminais x Armazéns:
conceituação
Funções dos armazéns
Embora o papel tradicional dos armazéns tenha sido
o armazenamento do estoque, as novas
instalações de armazenagem possuem funções
bem mais amplas, tais como:
consolidação e desconsolidação de cargas;
 terminais de multimodalidade;
 agrupamento de mercadorias;
 fracionamento de cargas;
outras.
Terminais x Armazéns:
conceituação
O que é um armazém ?
No contexto da logística, as definições para um
armazém são as seguintes:

 O Armazém é o elo que une o fornecimento de


matéria-prima ao fabricante (fluxo de entrada).

 O Armazém é o elo que une o fabricante ao


cliente (fluxo de saída).
Terminais x Armazéns:
conceituação
O que é um armazém ?
No contexto da logística, as definições para um
armazém são as seguintes:

 O Armazém é o elo que une o fornecimento de


matéria-prima ao fabricante (fluxo de entrada).

 O Armazém é o elo que une o fabricante ao


cliente (fluxo de saída).
Terminais x Armazéns:
conceituação
O que é um terminal de mercadorias ?

Terminais de Mercadorias são pontos fixos nas


cadeias logísticas em que fluxos significativos de
mercadorias têm origem, destino ou sofrem
transferência de veículo ou de modalidade de
transporte.
Terminais x Armazéns:
conceituação
Armazenagem x Estocagem
Estocagem: é a atividade relacionada à guarda
segura e ordenada das mercadorias no armazém,
em ordem de prioridade de uso nas operações de
produção ou de comercialização.
Armazenagem: é a atividade que diz respeito à
estocagem ordenada e forma adequada de
distribuição dos produtos no interior dos armazéns
ou das fábricas.
Terminais x Armazéns:
conceituação
Funções da armazenagem
 Recebimento (descarga)
 Identificação e classificação
 Conferência
 Endereçamento para o estoque
 Estocagem
 Separação dos pedidos
 Embalagem
 Expedição (carga)
 Registro das operações
Unidade 2
Classificação de terminais
e armazéns
Classificação de
terminais e armazéns
O que você sabe sobre o tema?
Você conhece os vários tipos de armazéns e
terminais?
Sabe quem pode ser proprietário de um armazém?
Classificação de
terminais e armazéns
Os armazéns e terminais de mercadorias podem ser
classificados em três tipos diferentes, a saber:

 Propriedade

 Tipo de carga

 Objetivo funcional
Classificação de
terminais e armazéns
• Classificação em relação à Propriedade

No que diz respeito à propriedade dos armazéns e


terminais, eles podem ser categorizados em:

 Privados;

 Públicos;

 Arrendados.
Classificação de
terminais e armazéns
• Classificação em relação ao Tipo de Carga

Armazéns de commodities;
 Armazéns de volumes de granéis;
 Armazéns frigoríficos;
 Armazéns de produtos residenciais;
 Armazéns gerais de mercadorias;
 Mini-armazéns
Classificação de
terminais e armazéns
• Classificação em relação à Função
 Concentradores de produção;

 Beneficiadores;

 Reguladores/estocadores;

 Distribuidores.
Classificação de
terminais e armazéns
• Classificação em relação à Função
 Concentradores de produção;

 Beneficiadores;

 Reguladores/estocadores;

 Distribuidores.
Unidade 3
Funções dos terminais
e armazéns
Funções dos
terminais e armazéns
O que você sabe sobre o tema?
Você conhece as operações realizadas nos armazéns
e terminais?
Compreende as diferenças nas operações desses dois
tipos de instalações logísticas?
Funções dos
terminais e armazéns
Essas novas formas e funções das instalações de
armazenagem surgem como forma de reduzir os
custos de transporte e de estoque, ao mesmo
tempo em que aumentam a velocidade de resposta
às solicitações dos clientes
Funções dos
terminais e armazéns
• Atividades nas Operações em Terminais
 Recepção da carga
 Pesagem de controle
 Classificação do produto
 Pré-tratamento
 Armazenagem
 Conservação
 Retirada para embarque
 Contra-pesagem e controle
 Manejo e carregamento
 Emissão de conhecimento de embarque e anexos
 Despacho do(s) veículo(s)
Funções dos
terminais e armazéns
• Atividades nas Operações em Armazéns
 Recebimento
 Movimentação
 Armazenagem ou Estocagem
 Preparação de Pedidos
 Embarque
 Circulação Externa e Estacionamento
 Serviços Acessórios
Funções dos
terminais e armazéns
Além de servir como instalações de guarda e de
estocagem de produtos e desenvolver uma série de
outras atividades relacionadas à movimentação dos
produtos, os armazéns e terminais desempenham
outras funções bastante relevantes.

Os terminais e armazéns podem servir como:

pontos de consolidação, de fracionamento, de


transbordo, de transferência e de agrupamento de
cargas.
Funções dos
terminais e armazéns
Centros de Distribuição (CD)

Os centros de distribuição são instalações que têm


como uma de suas funções o fracionamento de
cargas.

A função do CD é a de permitir a utilização dos


veículos com maior capacidade de transporte de
mercadorias pelo maior tempo possível ao longo da
cadeia logística. Essa forma permite a redução dos
custos com o transporte.
Funções dos
terminais e armazéns
Armazéns do tipo Pontos de Trânsito
(“TRANSIT POINTS”)

Nesse tipo de instalação, podem ser executadas


funções de consolidação, de fracionamento, de
agrupamento e de transbordo (transferência das
cargas de um trem para um caminhão, por exemplo).

A vantagem é que esse tipo de terminal ou armazém


não envolve uma grande estrutura, pois não há área
de estocagem
Funções dos
terminais e armazéns
Armazéns do tipo “CROSS DOCKING”

Semelhantes aos Transit Points, no entanto as


mercadorias chegam unitizadas de diversos
fornecedores.

As vantagens relativas deste tipo de terminal são:


• Ganhos de escala no transporte;
• Combinação de mercadorias diversas ;
• Não há necessidade de estocagem de produtos.

As instalações de Cross Docking necessitam de grande


volume de movimentação para serem economicamente
viáveis.
Unidade 4
Organização de terminais
de carga e armazéns
(layout da área externa)
Organização de terminais de
carga e armazéns (layout da
área externa
O que você sabe sobre o tema?
Você já ouviu falar em layout?

Sabe como organizar a área externa de um armazém


ou terminal?
Organização de terminais de
carga e armazéns (layout da
área externa
Os objetivos de um layout ou de um plano de armazenagem
de um armazém, são focados na busca de redução de custos
e, também, de aumento da produtividade por meio de:

 Melhor utilização do espaço disponível.


 Redução da movimentação de material e pessoal.
 Fluxo mais racional.
 Menor tempo para o desenvolvimento dos processos.
 Melhores condições de trabalho.
Organização de terminais de
carga e armazéns (layout da
área externa
Layout das áreas de recebimento e expedição

Um ponto a ser analisado diz respeito às áreas de


acostagem de veículos ou plataformas de acostagem,
que podem ser:
 Posicionamento dos veículos perpendicularmente à
plataforma, ou a 90 graus;
 Posicionamento dos veículos diagonalmente à
plataforma, ou a 45 graus.
Organização de terminais de
carga e armazéns (layout da
área externa
Outras recomendações para as áreas externas

Algumas outras recomendações podem ser bastante úteis


para o planejamento e a gestão das áreas de circulação e
plataformas de um terminal ou armazém, referentes a:
• Portaria;
• Balança;
• Espaço para circulação de veículos;
• Espaço de manobra dentro do terminal.
Unidade 5
Decisões relacionadas aos
terminais e armazéns
Decisões relacionadas aos
terminais e armazéns
O que você sabe sobre o tema?
Você sabe quais decisões são importantes para
gerenciar e planejar o funcionamento de um
armazém ou terminal?
Sabe como proceder para definir onde será instalado
o armazém ou terminal?
Conhece algum sistema informatizado para gerenciar
a movimentação dos produtos no armazém?
Decisões relacionadas aos
terminais e armazéns
Fatores para Escolha da localização do armazém
 Custo do terreno;
 Custos de transporte para o suprimento e para distribuição;
 Custo de implantação e de operação do estabelecimento;
 Infraestrutura de transporte e de comunicações;
 Incentivos fiscais (isenções de impostos);
 Disponibilidade de mão-de-obra qualificada;
 Disponibilidade de energia e de matéria-prima;
 Existência de Universidades e Institutos de Pesquisa;
 Leis ambientais restritivas;
 Outros fatores: clima, temperatura, geografia, qualidade de vida.
Decisões relacionadas aos
terminais e armazéns
• Projeto da instalação
O projeto do armazém ou terminal deve considerar a
natureza do produto que será armazenado. Recomenda-se
que sejam analisados prioritariamente três fatores:

 quantidade de andares da instalação física;

 plano de utilização do espaço cúbico;

 fluxo de produtos no interior do armazém.


Decisões relacionadas aos
terminais e armazéns
• Manuseio de materiais
Um sistema de manuseio e movimentação de materiais
é um dos elementos orientadores do projeto do
armazém ou terminal. Alguns dos equipamentos mais
utilizados em armazéns e terminais para o manuseio e
a movimentação das cargas são:

 Empilhadeiras;
 Paleteiras;
 Veículos de reboque (tratores);
 Correias transportadoras;
 Esteiras rolantes;
 Guindastes.
Decisões relacionadas aos
terminais e armazéns
• Sistemas de gerenciamento de armazéns (WMS)

Os WMS auxiliam as empresas a padronizar procedimentos de


trabalho e estimular as melhores práticas de gestão das
atividades logísticas. Um dos principais usos é coordenar a
separação de pedidos, indicando algumas informações
importantes:
 endereço exato em que o produto está estocado no armazém;
 código do item;
 informações do produto e de sua produção;
 procedimento ideal para a coleta dos itens nas prateleiras;
 fluxo no armazém para separação e coleta dos itens.
Decisões relacionadas aos
terminais e armazéns
• Sistemas de gerenciamento de armazéns
(WMS)

O WMS também coordena procedimentos de trabalho


importantes para viabilizar o recebimento e a
expedição de mercadorias no armazém e para indicar
onde a mercadoria deve ser estocada, além de auxiliar
a coordenação das atividades do armazém para
personalizar produtos e oferecer serviços com valor
agregado

Você também pode gostar